Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Assim foram os primeiros cinco dias com o Xiaomi Mi 5 em mãos - Diário da Camila
Xiaomi Mi 5 Hardware Xiaomi 7 min para ler 211 Comentários

Assim foram os primeiros cinco dias com o Xiaomi Mi 5 em mãos - Diário da Camila

Depois da primeira edição do "Diário da Camila" com o Galaxy S7 Edge, nada mais legal do que repetir a coluna em grande estilo. E desta vez, você acompanha aqui no AndroidPIT algumas das minhas impressões sobre o Mi 5 durante este tempo de teste do dispositivo. Confira abaixo como foram os meus dias com o aparelho.

Acompanhe meu diário

28 de março de 2016 - Quinto dia com o Mi 5

O meu colega, Eric Herrmann, testou o dispositivo antes de mim e disse que o aparelho esquentava mais do que o Galaxy S7. Bom, jogando o Asphalt 8 notei que Xiaomi Mi 5 realmente aumenta de temperatura, ou até mesmo quando o aparelho está carregando. Mas até onde pude perceber, isso não afetou a performance do dispositivo. Já a experiência gráfica com o Mi 5 é, sem dúvidas, uma das melhores do mercado Android.

Não tive problemas em usar o aparelho por um dia inteiro

Já em relação à bateria, estou bem contente com o resultado também, especialmente se considerarmos o preço deste aparelho no mercado mundial. Não tive problemas em usar o aparelho por um dia inteiro sem ter que carregá-lo. Contudo, ainda não consigo ter uma opinião formada sobre a vantagem na velocidade de carregamento da entrada USB Type-C.

AndroidPIT IT camila diary mi5 2049
Sob pressão, o Mi 5 esquenta um pouco / © ANDROIDPIT

Este foi o último dia do meu diário com o Xiaomi Mi 5, espero que vocês tenham gostado. O review completo do aparelho será publicado nesta quarta-feira, 30 de março. Fiquem ligados!

Até amanhã!

27 de março de 2016 - Quarto dia com o Mi 5

O sensor biométrico deixou a desejar em relação ao reconhecimento da minha impressão digital. Me lembrou um pouco da experiência que tive com o Galaxy S5. Espero que isso mude no decorrer dos próximos dias. Outra coisa quase impossível foi conseguir conectar meu Mac com o Mi 5, mesmo usando o Android File Transfer. Para se ter uma ideia, consegui copiar as fotos apenas no Windows. O que foi realmente um problema para mim.

A câmera do Xiaomi Mi 5 é fantástica

Assim, se você está pensando em comprar um Mi 5 e, assim como eu possui um Mac, sugiro sincronizar tudo com a nuvem para evitar dores de cabeça. Este é um dos grandes problemas da Apple em relação ao suporte para dispositivos Android. 

AndroidPIT IT camila diary mi5 2015
O Mi 5 possui uma câmera acima da média / © ANDROIDPIT

Outra coisa muito chata, que ainda tinha passada com outros aparelhos é o fato do USB Type-C não ser algo tão popular nos dias de hoje. Fiquei sem bateria e, como não tinha o cabo comigo o tempo todo, foi difícil achar um adaptador emprestado na rua. Agora fico imaginando como usuário da Apple pena para carregar o iPhone.

Até a próxima!

26 de março de 2016 - Terceiro dia com o Mi 5

Aproveite um dos primeiros dias de calor em Berlim, cerca de 16 graus, e fui até a East Side Gallery para fazer algumas fotos com a câmera do Xiaomi Mi 5. Na tela do dispositivo as imagens pareciam reluzir, mas foi quando consegui abrir a pasta DCIM no computador que fui realmente arrebatada pela qualidade desta lente IMX298 da Sony.

xiaomi mi5 imagem teste camera
Esta imagem foi captura em ambiente aberto, bem iluminado e no modo automático / © ANDROIDPIT

Em resumo, a câmera do Xiaomi Mi 5 é fantástica. À primeira vista, achei a qualidade das imagens em lugares bem iluminados melhor que a do Galaxy S7 Edge. Além disso, a saturação é excelente e o respeito aos tons da pele quase incomum.

xiaomi mi 5 cor pele camera
A representação do tom da pele com essa câmera é incomum / © ANDROIDPIT

Para conferir algumas imagens deste teste, acesse o meu perfil no Google Fotos.

Até a próxima!

25 de março de 2016 - Segundo dia com o Mi 5

Bom, o Xiaomi Mi 5 não está disponível no Brasil, e o modelo que estou testando vem direto de uma parceira nossa de Shenzhen. Assim, a minha experiência com o software não está sendo das melhores, pois metade daquilo que vejo está em chinês. E, caso você queira comprar o Mi 5 neste momento, terá o mesmo software que este aparelho de teste. Logo, você terá que instalar os Google Apps.

O idioma Português não vem por padrão, por isso, estou usando o Inglês, assim como já fiz como modelos anteriores, como o Redmi 3 e Mi 4c. Desta forma, é preciso investir um tempo no aparelho para fazer com que o mesmo tenha as configurações padrão de dispositivos que encontramos no varejo nacional.

A cada nova descoberta da MIUI me sinto mais inteligente
AndroidPIT IT camila diary mi5 2058
O Mi 5 é importado, logo, conta com configurações do sistema no padrão chinês / © ANDROIDPIT

O bom é que o processo de instalação dos GApps me pareceu bem tranquilo, assim como usar a MIUI 7, que tem por base o Marshmallow. No entanto, já ficou muito claro para mim que a MIUI foge do padrão de interface e recursos que temos em smartphones da Samsung, da Sony, da Motorola e companhia.

O processo de instalação dos GApps me pareceu bem tranquilo

Cadê o Google Now? A busca no Mi 5 lembra a dos dispositivos da Apple, e para acessa-la é preciso deslizar o dedo na tela inicial de baixo para cima. O movimento oposto traz a barra de notificações e os atalhos rápidos. Logo, você precisará de um tempo de adaptação para sair do padrão de mercado para algo, como posso dizer, fora do quadrado. E isso não é um ponto negativo, pelo contrário, a cada nova descoberta da MIUI me sinto mais inteligente, pois percebo como a interação com o sistema pode ser mais intuitiva e funcional.

Bom, por hoje é só!

Até a próxima!

24 de março de 2016 - Primeiro dia com o Mi 5

Durante o MWC 2016, minhas impressões sobre o Mi 5 foram realmente positivas, e devo dizer que acabei me surpreendendo um pouco mais agora que estou com o aparelho por mais tempo. A minha primeira grande surpresa foi o resultado do teste de benchmark que fiz no início da semana: 135.597 pontos, um monstro.

O estranhamento maior foi em relação aos botões capacitivos

Aliás, estou aceitando dicas nos comentários sobre como fazer toda essa potência se transformar em números no meu review final do Mi 5.

AndroidPIT IT camila diary mi5 2021
Meu primeiro dia com o Mi 5 comprovou a minha primeira impressão sobre o aparelho: lindo! / © ANDROIDPIT

Outra coisa que ficou bem clara neste segundo momento é que o design do Mi 5 é realmente muito bem feito. Não apenas em relação ao peso do aparelho, que é super leve, mas também porque não existem bordas laterais. E a parte traseira é 100% flat e me lembra muito qualquer Xperia, apesar das bordas laterais curvas.

Aliás, em relação ao design e, muito provavelmente pelo fato de que não existem bordas laterais, também tive a impressão de que em relação ao visual, o Mi 5 lembra sim um iPhone, mas melhorado, claro.

135.597 pontos no AnTuTu... um monstro

O estranhamento maior foi em relação aos botões capacitivos mesmo. Não sei se isso é de fato um resquício da minha experiência com o Galaxy S7 Edge, mas os botões do Mi 5 são apenas um ponto de cada lado do botão físico da home. Ah, e a pegada é muito boa.

AndroidPIT IT camila diary mi5 2041
Confesso que a MIUI está longe da Xperia UI, e isso não é nada ruim / © ANDROIDPIT

E antes que me esqueça, respondendo ao membro da nossa comunidade, Daniel Black, neste comentário, o valor de SAR (informação de exposição de radiofrequência) do Mi 5, a resposta é 0.328 watts por quilograma (w/kg). Para que você possa ter mais referências neste campo, o valor de SAR do Galaxy S7 Edge é de 0.264 w/kg e, pasmem, do iPhone 6 é de 1,58 w/kg. Sendo que o valor máximo permitido é de 1.6 w/kg.

Bom, amanhã tem mais!

Até a próxima!

Facebook Twitter 30 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Tiago Santana 25/03/2016

    Esse diário ficaria bem mais legal se fosse em video! Curtinho mesmo, sem edição sem nada. Seria interessante!

  • Bruno Vaz 26/03/2016

    O formato diário é extremamente útil pra ver como um aparelho se comporta em uso real, fora de testes controlados. Aparentemente faltou conteúdo para você reclamar, então entrou numa página de algo que não gosta pra reclamar do formato.

  • daniel black 25/03/2016

    Valeu por responder minha pergunta, para mim é muito importante saber o nível de SAR dos aparelhos é um dos motivos para eu não comprar um iphone.

211 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.