O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

7 min para ler 340 Compartilhado 635 Comentários

10 erros que podem danificar a bateria do seu smartphone

A bateria de um smartphone Android tem os seus limites e, se algumas regras não forem respeitadas, podemos reduzir, e muito, a sua vida útil. Para saber como lidar melhor com as baterias de lítio dos dispositivos Android, preparamos uma lista com algumas ações erradas que podem causar problemas e danificá-las de forma irreparável.

Pegue um atalho

1. Carregar o smartphone no computador

Carregar o smartphone no computador através do USB não apenas demora mais, como também pode danificar a bateria. As correntes oscilam muito entre duas entradas USB, e podem causar mais aquecimento do que o carregamento na tomada. É exatamente esse aquecimento que pode diminuir a vida útil da bateria.

Os materiais empregados para eletrodos e eletrólitos são estáveis apenas em baixas temperaturas, e sofrem quando o dispositivo superaquece. O site Battery University mediu uma perda de até 65% da capacidade de uma bateria quando ela foi exposta a uma temperatura de 40 graus Celsius.

Dessa forma, sempre é melhor usar o carregador original e uma tomada, que fornece uma corrente mais estável, prolongando a vida útil da bateria.

2. Deixar o smartphone carregando toda a noite

O ciclo diário do indivíduo moderno quase sempre inclui essa rotina: acordar, trabalho/escola/universidade, voltar para casa e deixar o smartphone recarregando até a manhã do dia seguinte (de 7 a 12 horas!).

Infelizmente, não é aconselhável ultrapassar o limite das 8-10 horas. O melhor é efetuar um carregamento quando a bateria estiver entre 20% e 80%, fazendo mais recargas curtas do que uma muito longa. Não se deve exagerar no carregamento. As baterias de lítio não sofrem o efeito da memória, portanto não precisamos carregá-las até ao máximo ou esperar que se descarreguem para conectá-las à tomada.

AndroidPIT how to transfer pics 7
Não deixe seus dispositivos recarregando a noite toda  / © AndroidPIT

Contudo, os carregadores mais modernos são automáticos, e desligam assim que o aparelho atinge 100% da sua capacidade, portanto vale a pena pesquisar um pouco mais sobre o seu dispositivo e carregador.

3. Usar o smartphone durante o carregamento

Todos precisam de repouso, inclusive o seu celular. Durante a recarga, deixe-o em paz e vá ver a vida lá fora! Se ficar enviando mensagens, jogando ou assistindo a vídeos durante o carregamento, você irá aumentar a temperatura do dispositivo, e o calor é o inimigo número 1 das baterias de lítio, além de demorar mais para carregar.

37c70250 47de 420c 800a 4982ea3cbcd5
O calor não faz bem para as baterias! / © AndroidPIT

4. Descarregar completamente o smartphone

No fundo do seu coração ainda mora a lembrança do velho Nokia, indestrutível como um diamante? A nostalgia em certos casos pode ser prejudicial, induzindo a erros. É preciso deixar para trás os antigos hábitos. No passado, muitos ligavam para serviços gratuitos de operadoras só para que a bateria se esgotasse completamente.

Os tempos mudaram: hoje, como dito acima, os smartphones possuem baterias que não sofrem com o problema da memória, elas não ficam "viciadas". Os celulares atuais não devem ser descarregados até 0%, este é um erro grave. Isso, em parte, é evitado por um sistema de segurança que desliga o telefone se a bateria chega a 5% (indicando, contudo, que está em 0%), mas ainda assim é perigoso chegar a níveis tão baixos. O ideal é começar a carregar seu smartphone quando a bateria chegar a 15 ou 20%.

androidpit battery low 1
Nunca espere a sua bateria chegar a 0%! / © AndroidPIT

5. Deixar o smartphone no carro, sob o sol

Duvido que você, sendo leitor desse site, se separe com frequência do seu smartphone, mas sempre podemos esquecê-lo uma vez ou outra no carro. Grave erro! O sol transforma o veículo num verdadeiro forno, e o calor acaba com a bateria. Isso também vale para ações que sobrecarreguem o smartphone e causem seu superaquecimento.

Existem vários apps na Play Store para monitorar a temperatura do seu dispositivo. Tais como o CPU-Z e o CPU-X:

CPU-Z Install on Google Play CPU X : System & Hardware info Install on Google Play

6. Usar o carregador errado

Se o carregador oficial do smartphone estragou, nosso primeiro impulso é procurar por um substituto bem baratinho. Esse pode ser um erro que custará mais caro no longo prazo. Os carregadores são pensados para determinados dispositivos, tendo especificações técnicas próprias. Compre sempre um substituto equivalente e evite produtos piratas para não reduzir a vida útil da sua bateria.

AndroidPIT usb charger 1004
Use sempre o carregador adequado! / © AndroidPIT

7. Usar o brilho automático

Não precisa se fingir de inocente. A lei do bom uso do smartphone postula que não se deve usar o brilho automático, mas mesmo assim você não se emenda. Apesar de algumas vezes a função ser sofisticada o bastante para produzir um efeito agradável, ela não é capaz de selecionar uma condição ótima no que diz respeito ao consumo de energia. Com efeito, o brilho mínimo com que cada pessoa pode se acostumar varia bastante.

Configurar manualmente o brilho para um valor baixo irá aumentar consideravelmente a duração da sua bateria, e a plataforma Android tornou seu ajuste bem simples, já nas Configurações Rápidas do seu smartphone (ou então em “Configurações > Tela > Brilho”).

brilho tela bateria
Diminua o brilho da sua tela ao mínimo possível / © AndroidPIT

8. Não configurar a duração da luz de fundo

Quase todos sabem que a tela é uma das maiores devoradoras de energia num smartphone Android, logo, uma boa configuração do display é a chave para uma bateria mais duradoura. O ajuste de “duração da luz de fundo” determina quanto tempo sua tela permanecerá ligada depois do uso. Qualquer intervalo maior do que 30 segundos, na nossa opinião, representa um desperdício de preciosos miliampere/hora.

Não se preocupe com os aplicativos que exigem um longo período de tela ativa, como jogos ou readers de ebooks. Eles manterão sua tela ativa mesmo que a configuração seja por um período curto.

9. Não prestar atenção nos vampiros silenciosos (widgets e apps em segundo plano)

Os widgets são notórios assassinos de bateria, realizando atualizações em segundo plano impiedosamente. Talvez você pense que um mero serviço de previsão do tempo não faça tanto mal. Errado. Você não precisa abrir mão completamente dos widgets, mas pode fazer um uso mais inteligente deles.

Um serviço de meteorologia, por exemplo, não precisa atualizar a cada hora (duas vezes por dia são suficientes). Os melhores apps oferecem a opção de configuração de intervalos de updates e downloads. Evite os que não oferecem essa funcionalidade, pois eles são os verdadeiros vampiros da sua bateria.

AndroidPIT living without smartphone 2
Eu amo New York, mas odeio baterias pequenas / © AndroidPIT

10. Ter o IPv6 configurado de forma incorreta

Dois engenheiros, que trabalham no Google e na Cisco, respectivamente, concluíram em um estudo feito para a Internet Engineering Task Force, que o IPv6, quando configurado de forma incorreta, pode contribuir para a bateria drenar de forma mais rápida.

O motivo são as Router Advertisements (RAs), responsáveis por enviar relatórios periódicos aos dispositivos conectados na rede. Toda vez que uma RA é enviada pelo roteador, a CPU do smartphone precisa trabalhar para processar essa informação.

ANDROIDPIT battery 1 w782
Bateria pode acabar mais rápido por conta de roteadores mal configurados / © AndroidPIT

O problema está em roteadores mal configurados, que enviam uma quantidade muito grande de RAs. Isso pode se agravar ainda mais em redes públicas, como em aeroportos e grandes centros de compra. Toda vez que um dispositivo se conecta a essas redes são enviados relatórios a todos aparelhos conectados. Como o entra e sai é constante, o processador precisa trabalhar mais e, obviamente, gastar mais energia.

A recomendação é que os administradores configurem as redes para limitar em até 7 RAs por hora. Com isso, eles acreditam que o impacto na bateria dos aparelhos não seria tão significativo.

Se você é um profissional de redes ou se interessa pelo assunto pode conferir o estudo completo aqui.

Nota: use sempre a bateria original do seu dispositivo para não danificar o seu Android.

E você, já cometeu algum dos erros acima?

 


O objetivo deste artigo é reunir em um só lugar todas as informações sobre erros que podem danificar a bateria do seu smartphone. Desta forma, a atualização e republicação desta matéria se fará necessária com o tempo.

340 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Flavio Pinheiro 17/mar/2015

    OK, li alguns comentários que me deixaram pqp...

    Não tenho 2 faculdades de TI, nem tão pouco trabalho na área, apenas pesquisei em alguns sites e tenho meu nexus 5 a mais de um ano com o mesmo uso... Mas MINHA opinião é a seguinte:

    Carregar a noite toda ? Pode, pelo que li, carregadores originais tem esse sistema que envia maior corrente até 70% ou 80 % da carga e depois reduz, e quando chega a 100 fica enviando pequena quantidade... E tbm a matéria falou que não pode ultrapassar 8 a 10 horas, só durmo no max 8 ( e não tenho outro tempo pra carregar o celular)

    Usa durante o carregamento ? Pode, o único estrago que vejo ser possível, seria o causado pelo aquecimento de celular que danifica algumas células a bateria, fazendo com que a.mesma perca o poder de carga ( como meu celular não esquenta muito, e acho de uma burrice tremenda se privar de utilizar o celular por 3 a 4 horas)

    O restante, eu concordo.com a matéria.

    Só faltou realmente citar as fontes que foram estudados afirmações, pois ao contrário desse comentário, uma matéria de um site como este, deveria ser mais "científica" e "provar" o alegado... Heheh

    E no mais, acho que os celulares tem que nos servir, tem que ser prático, pois em 2 anos vc vai aposenta-lo ou vende-lo, e não justifica um trabalho ( acordar no meio da noite pra tirar da tomada, ou passar 3 horas por dia com ele sem poder usar) para um POSSÍVEL dano, que não vi estudos científicos sobre.

    E no mais, acho que não fazendo mais que 2 coisas dessas 5… seu celular vai durar o suficiente ( 2 anos) ... E se vc quiser o celular por mais tempo, compre outra bateria no final de 2 anos, pois acho que 100 reais em 2 anos, é um preço justo pra poder utilizar meu celular do modo que EU QUERO...

    Um beijo e um queijo pra vcs... Heheh

  • Alessandro P. 26/fev/2015

    Até onde eu me lembro, os carregadores modernos e originais param de carregar quando o telefone já está carregado.

  • WALTER ANDRADE CARNEIRO 27/mai/2015

    A única coisa que o articulista esqueceu de abordar é que os modernos carregadores para Android são AUTOMÁTICOS. Não adianta aquela história de carregar por 12 horas nas primeiras três recargas. O carregador vai desligar quando a carga atingir 100%, religiosamente. Portanto se a pessoa esquecer o celular ligado durante à noite nada vai acontecer com a bateria ou o celular. A prova? Simples: quando o celular Android está sendo carregado o seu carregador esquenta um pouco ao toque, mas quando se aproximada dos 95% ele já está totalmente frio ao toque porque está se preparando para desligar. Não percebi nenhum perigo se utilizarmos outro carregador, desde que seja de amperagem igual ou maior do que a do nosso, e com 5V de saída, pode até carregar mais rápido. Agora quanto a não deixar a bateria zerar, também concordo. Sempre recarrego quando ela chega entre 10%-15%.

  • Vinícius
    • Mod
    26/fev/2015

    Com essas informações, cheguei a conclusão que minha bateria tá quase morrendo já viu, por que eu acho que faço isso tudo que tem ai, eu jogo, deixo WiFi ligado enquanto ta carregando, deixo carregando a noite inteira, deixo a bateria chegar bem perto de 1% pra colocar pra carregar, deixo descarregar, kkkk

  • Matheus Oliveira 26/fev/2015

    Leonardo Pimentel O nome correto seria CORRENTE e não AMPERAGEM.

635 Comentários

Escreva um comentário:

  • Já conhecia a maioria das dicas, são informações importantes que todo celular deveria vir já estampado na caixa quando comprado, pois levar celular em assistência técnica é último caso. São poucas as confiáveis, até as autorizadas tão dando trabalho e isso me desaponta demais. Cansei de ver casos em que peças foram trocadas sem a permissão do cliente, bateria trocada por paralela.... Enfim, isso é algo que nunca vai mudar.


  • Muita conversa e pouco resultado, não deixar descarregar o celular, não poder usar com o wifi quando estiver carregando, tudo balela, eu não me preocupo com essa de carregador original ou não e nem me preocupo com a bateria, quando descarrega a bateria eu pego outro celular, pronto, resolvido essa de se preocupar com bateria e carregador


  • Os clássicos Nokia usavam bateria de lítio já, eu tenho um aqui com o adesivo original da Nokia dizendo que é lítio.
    Os carregadores não tem tecnologia que desligue eles, simplesmente é um acontecimento explicado pela física que é simplesmente a passagem de energia ser definida pelo consumo, o carregador não empurra energia, o celular é que oferece uma resistência elétrica que permite a passagem de determinada quantia de energia, essa resistência é questão de física que se aprende no ensino médio.
    Tem várias outras informações erradas aí.


  • Sempre deixo o telefone carregando entre as 0h e as 6h e nunca tive problema. Fiz isso diariamente com LGG3, LGG4 e Zenfone 2 durante 15 meses e nenhum desses aparelhos apresentou qualquer problema na bateria. Atualmente estou usando A9 desde o primeiro dia desse ano e continuo fazendo a mesma coisa dia sim dia não.


  • Há dias que sigo essa lista a risca, há dias que não sigo porra nenhuma do que está escrito aí hauhauhauhauhuhauhauhauahuah


  • Eu tinha o costume de deixar carregando durante toda madrugada o meu Oukitel de bateria de 6000 mAh. Perto de completar um ano, a bateria inchou assustadoramente dilatando o celular e tive que mandar pra assistência. Eu vi o celular dilatando na minha mão e fiquei com medo de que fosse explodir. Hoje entendo a precaução de não confiar muito no desarmamento do sistema de carregamento da bateria quando ela chega em 100%.


  • bacana bom saber


  • A complexidade da tecnologia, acaba atribuindo diferentes cuidados de acordo com cada material , fabricante e comportamento de cada bateria.

    Como sabemos encontramos na maioria dos Smarts baterias Lítio e LiPo, as baterias de Lítio são mais rígidas e são mais sensíveis a elevação de temperatura, já as baterias LiPo são mais maleáveis e suportam mais a elevação de temperatura.

    Outro fator importantíssimo que gerencia a energia e o comportamento da bateria em relação a carga x consumo, é um chip integrado na placa mãe que costumamos chamar de power manager ou gerenciador de energia. Ele trabalha diretamente em conjunto com a entrada micro usb do seu a parelho, distribuição de de voltagem na placa mãe de acordo com o caminho para cada componente e carregamento e temperatura da bateria. Ele é responsável por controlar toda corrente que entra e que sai do seu aparelho, e que também bloqueia um comportamento inadequado de entrada de energia para não queimar a placa do seu aparelho. Com o passar do tempo esse chip perde aos poucos sua autonomia e ele fica instável fazendo com que seu aparelho absorva e ao mesmo tempo consuma mais energia que quando você comprou seu aparelho.

    No final das contas, mesmo tomando todos os cuidados valiosos desse artigo, temos que ter a consciência que será inevitável o desgaste não só de sua bateria mas também do gerenciamento de energia do seu Smartphone. Até porquê como a maioria sabe, toda bateria possui um limite de ciclo de carga, que nada mais é o tempo de vida da mesma.

    Como costumo dizer, se você quer um aparelho com ultra autônomia de energia, e que a vida da bateria do aparelho dure uma eternidade, é simples. Não use seu Smartphone, mantenha-o desligado.


  • Basicamente tenho visto que basta usar o smartphone pro mesmo estar fadado a danos, sem exceção.


  •   75

    Seria bom se a matéria fosse atual, pois mostraria que a Lia Martos estava de volta ao site.


  •   33

    Matéria de 2 anos atrás (só ver a data de comentários).... Deveriam ao menos atualizar o corpo da matéria... Os smartphones de hoje cortam a corrente de energia quando o aparelho atinge 100% de bateria


    •   75

      Verdade. Tem coisas em tecnologia que acabam virando lenda. Essa de ter que retirar da tomada é uma delas.


    • Isso, e é algo que já foi falado aqui em outras matérias. Mas aí acabam publicando uma matéria desatualizada como essa. Sim que são dicas saudáveis para os usuários menos experientes, mas hoje a tecnologia até ajuda quem é descuidado com a saúde da bateria...


  • Vou deixar o celular quieto enquanto carrega a bateria.


    • É isso não muda, até pq a temperatura já tende a aumentar enquanto carrega. Se for jogar por exemplo enquanto estiver carregando, é pedir pra acabar com a vida útil da bateria....


  • Sobre esse fato da carga durante a noite toda, tenho minhas dúvidas. Os aparelhos lançados de 2014 +/- pra cá tem seu carregamento pausado quando atingem 100%. Então, em teoria, carregá-lo por mais tempo não prejudicaria. Alguém confirma ou contesta isso? Sempre tive essa dúvida.


    • Também nunca confirmei essa informação, mas acredito que os processadores tops tenham essa função há um certo tempo já. Uso um snap 820 é mesmo assim, assim que completa os 100% tiro do carregador...


  • Bem que poderiam informar qual seria a temperatura máxima que a bateria pode atingir sem que ocorram danos.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações