Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Está na hora da linha Nexus inovar. Você concorda?

Está na hora da linha Nexus inovar. Você concorda?

Todo ano, o Google lança um smartphone da linha Nexus, também conhecidos como um “Android puro”. Em outras palavras, é um dispositivo que não traz nenhum tipo de modificação por parte de fabricantes e operadoras. Quase todos os modelos da série são ótimos aparelhos, robustos e estáveis. Mas vocês já notaram que nenhum deles traz algum tipo de inovação de encher os olhos? 

Antes de mais nada, é bom deixar claro: como eu disse acima, quase toda a linha Nexus é formada por ótimos smartphones, desde o seu primeiro dispositivo, lançado em 2010. Eu mesmo tive um Nexus S, que ficou comigo por quatro anos e posso dizer que foi o melhor Android que já tive. 

No entanto, analisando todos os modelos lançados, pude notar que nenhum deles trouxe algum tipo de inovação significativa. Todos contam hardware e software equilibrados, tem um belo design, além da vantagem de serem os primeiros a ganhar as atualizações do Android. Mas a série Nexus fica em uma espécie de “zona de conforto” que, pelo menos até agora, ela se recusa a sair.  

As outras fabricantes se esforçam

Enquanto isso, outras fabricantes de smartphones Android têm se arriscado muito mais. Vide a LG e a Lenovo, que lançaram o G5 e o Moto Z respectivamente, com ambos trazendo o conceito modular, em que periféricos podem potencializar funções dos aparelhos como câmera, bateria, alto-falante e até um projetor. 

AndroidPIT lg g5 friends 0428
LG G5: o primeiro smartphone modular a chegar ao público / © ANDROIDPIT

Aliás, por falar em Lenovo, ela também apresentou o Phab 2 Pro, o primeiro dispositivo dotado com tecnologia de realidade aumentada, adaptada do Projeto Tango que é...do Google (!?). E não podemos esquecer da Samsung, com os seus Galaxy S6 e S7 Edge, com a inovação da tela curvada ou o P9 da Huawei, cuja câmera dupla foi desenvolvida em parceria com a lendária marca alemã Leica. 

lenovo phab 2 pro Looking At Solar System
Phab 2 Pro: a Lenovo lança um phablet com tecnologia de realidade aumentada / © Lenovo

Enfim, o que se pode ver é que as fabricantes têm se esforçado para trazer inovações em seus dispositivos top de linha. Talvez não na velocidade que desejamos, mas as novidades aparecem. E como o Google tem inovado na linha Nexus? Qual recurso realmente impactante a série trouxe nos últimos anos?

Aliás, até mesmo o Android “puro” que vem nos Nexus também não traz AQUELE diferencial que nos faz pensar “leve meu dinheiro, Google!”. Claro que a vantagem de ter as atualizações do SO em primeira mão é importante, mas não vemos na série um recurso exclusivo e útil que o tornaria acima dos demais. 

Para liderar é preciso dar o exemplo

Muito se tem falado que o Google quer ter controle total no desenvolvimento do hardware e software da linha Nexus, a exemplo do que a Apple faz com o seu iPhone. No entanto, entra ano e sai ano, sempre que precisamos pesquisar por novas informações sobre o próximo Nexus, vemos que a Big G pretende desenvolver o dispositivo com alguma fabricante terceira. 

A empresa já chegou a dar mostras de que pode fazer alguma coisa interessante. Um bom exemplo é o Projeto Ara, um smartphone que levaria o conceito modular à enésima potência, permitindo ao usuário escolher e trocar processador, o módulo de câmera, a quantidade de memória RAM, alto-falantes e bateria do aparelho.

project ara 01 hero
Projeto Ara: o smartphone modular do Google perdeu diversas possibilidades de customização / © Google

No entanto, já foi anunciado que a nova base do Ara sofreu grandes limitações. Com isso, ele contará com mais componentes-base fixos (processador, memória RAM, antena, GPU, bateria e tela), diminuindo assim a quantidade de módulos removíveis. Ou seja, o dispositivo já perdeu parte da graça no quesito customização. 

A verdade é que a linha Nexus deveria ser aquela que mostraria o que deveria ser o universo Android para os próximos anos, seja em hardware, seja em software. No entanto, fica a impressão de que Google simplesmente se contenta em ajudar a desenvolver bons smartphones para a série e só. 

Considerando que a sua receita depende muito pouco da venda dos Nexus, não deixa de ser meio frustrante constatar que o Google poderia se arriscar mais na hora de inovar com essa série. 

Você acha que falta inovação na linha Nexus?

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Clênio Abreu 20/08/2016

    Já ficaria feliz se eu pelo menos pudesse comprar um Nexus 😒😒😒

  • Ralf Alencar 20/08/2016

    Sou proprietário de um Nexus 5x e até entendo o que a matéria quis informar, mas também já entendi que a Google não quer "inovar" em hardware e sim no sistema, afinal é uma empresa de software e não de hardware. Acredito que a Google não queria se arriscar em lançar um aparelho super f#@ e acabar empatando as outras fabricantes que utilizam o Android,sem contar também que hoje estamos em um patamar muito alto de tecnologia as coisas não "inovam" na mesma velocidade que antes.

  • Deathdoor 20/08/2016

    Ué, mas outro dia não tinha editorial aqui reclamando de fabricante que inventava moda e que também não inovavam nada, só enganavam? E que o correto era o Nexus simples?
    Se decidam.

    O Nexus é para ser um referencial, não tem que inovar nem limitar, tem que apenas ter um hardware de acordo com as necessidades do Android Puro. Quando o Android passou a integrar e usar NFC nativamente os Nexus passaram a vir com NFC. Quando passou a integrar segurança biométrica os Nexus passaram a ter leitor de digitais, e assim por diante. É assim como é e é assim como deve ser, com aparelhos com hardware atualizado sem o custo extra de uma grife.

101 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Esta na hora da linha nexus vir pro Brasil...


  • Sera que se a Nokia lançasse um dispositivo Nexus veríamos alguma inovação?
    Como as lentes para câmeras ou resistência que já vimos no passado?


  •   21
    Conta desativada 22/08/2016 Link para o comentário

    Está na hora de ser vendido no Brasil!


  • Nexus. Meu sonho 😎


  • Depois do Nexus 5 a linha ficou uma bagunça com Motorola, Huawei e novamente LG.
    Tenho meu Nexus 5 desde 2014 e pensando na troca prefiro ir para um OnePlus, Zenfone ou HTC. 🤔


  • Tah na hora de mudar mesmo... Mudar a rota pro Brasil... Aí sim, seria uma mudança radical... Sonho de consumo...


  • Nexus é um modelo para fabricante e celular para devs...


  • Ta na hora de inovar, do design a tela... Queria ver um nexus com duas câmera frontal, uma super bateria ( no mínino 5000mAh e no máximo 7000mAh) uma tela entre 5 e 5.7 e pronto. Além de um leitor biométrico na frente...


  • Ta na hora de inovar, do design a tela... Queria ver um nexus com duas câmera frontal, uma super bateria ( no mínino 5000mAh e no máximo 7000mAh) uma tela entre 5 e 5.7 e pronto. Além de um leitor biométrico na frente...


  •   47
    Conta desativada 21/08/2016 Link para o comentário

    Respeito o ponto de vista do Rui Maciel, mas como profissional e como um usuário de nexus tenho que discordar.
    Desde o inicio, a linha Nexus surgiu com o objetivo de apresentar novidades perante o sistema operacional Android, assim garantindo um hardware no qual se aproveite de todas estas novidades, portanto ele é uma linha "Modelo".
    Ah mas a linha Nexus foi a primeira que trouxe tela HD? Tenho que lembrar que o sistema Android foi atualizado para suportar tal resolução, assim sua linha Modelo tem que passar a suportar tal resolução, resposta simples.
    O objetivo da linha Nexus nunca foi de ganhar mercado, tanto que seu marketing é praticamente "Nulo", simplesmente é conhecido por quem frequenta sites de tecnologia. Vá perguntar alguém na rua se ele conhece algum smartphone da linha Nexus, lhes garanto que de 10, no máximo 2 ou 3 irão responder que sim (e olha lá, estou chutando um palpite de sorte).

    Inovação em hardware deixa para as empresas, que aliás suprem muito bem esta demanda de mercado.

    Esta é a minha opinião de forma reduzida.


  • Difícil opinar. Primeiro porque Nexus não é vendido no Brasil então quem é ou foi usuário importou o produto. Parcela super pequena dos usuários.
    A proposta do nexus nunca foi inovar, até porque nunca vai bater de frente com Apple, Samsung e LG na luta por patentes e novas tecnologias. É um smartphone de nicho e feito para quem curte um sistema puro, principalmente desenvolvedores.
    Se viesse pro Brasil, certeza que seria um usuário Nexus.

    Prefiro a falta de inovação do que um smartphone ridículo, modular, que foi um fiasco.


  • Na realidade Smartphones já chegou onde deveria chegar, e o Android também, visto que estes 3 últimos anos o Android não trouxe também nada de novo e nada de interessante, apenas recursos já existentes em Android Modificado, IOS e até mesmo Windows 10 Mobile, e eu li recentemente que a Google esta desenvolvendo um sistema com outro Kernel, não é Linux, onde rodará em todo tipo de Hardware, parece o mesmo esquema do Windows 10. Pelo visto, a ideia da Microsoft realmente é o futuro, na matéria não diz que o Android irá acabar, mas acho que até a Google já percebeu que o sistema não tem mais para onde evoluir, e assim são os aparelhos.


  • Nexus nunca será para inovar, é um aparelho feito para desenvolvedores e aficionados a fim de estar a par da última versão do SO, deixa pras fabricantes perfumarem e 'inovarem' e no final, abandonarem seus projetos caros e com obsolescência programada.

    Conta desativada


  • A linha Nexus não é uma linha de tops de linha que compete com todas as outras, o preço deles pode estar alto agora e as especificações parelhas aos tops do ano, mas a proposta nunca foi essa. Inovação é trazer algo novo, evolução é apenas melhorar, e é isso que a linha Nexus sempre demonstrou, uma evolução do Android puro, ele serve de mostruário, vitrine, nada mais que isso. Tanto é que a linha Nexus nunca teve uma marca de melhor em alguma coisa.


  • Depois de um Android Puro (almost), Moto X Style, estou extremamente satisfeito com meu S7 Edge, modificado até a alma com TouchWiz, que inclusive está muito bom no S6 e S7

    Conta desativada


    •   84
      Conta desativada 21/08/2016 Link para o comentário

      Tenho o mesmo sentimento quando sai de um moto g para o j3 , a touchwiz ta otima e personalizaçao é o que mais me chama atençao alem de recursos , no moto G eu instalava cm 13 e tal mas nada como um aparelho q ja vem com personalizaçoes de sistema e com suporte a tema padrao


  • Para mim tanto faz eles não lançam no Brasil mesmo.

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.