Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 20 Comentários

Estudo do Facebook diz: Brasil é o campeão nas conversas paralelas

Um estudo online feito com mais de 8 mil pessoas ao redor do mundo pela Greenberg Inc. a pedido do Facebook, e que inclui o Brasil, mostra que somos campeões nas conversas paralelas, mas também na comunicação cara a cara.

Chamada de "A Arte da Comunicação: Mensagens que Importam", a pesquisa mostra como a quantidade de dispositivos em nossas vidas está mudando nossa forma de se comunicar, como as conversas paralelas têm importância e não são apenas um péssimo hábito, como a troca de mensagens é visual, e como o costume de enviar mensagens nos tornou mais próximos uns dos outros e nossas relações mais autênticas. É claro que esse é um estudo encomendado e divulgado pelo Facebook, mas vemos aí informações interessantes e que merecem uma reflexão.

Antes de falar de Brasil, é interessante notar que o hábito de mandar mensagens – e aí aqui não estamos falando apenas da ferramenta do Facebook, mas de várias outras também – não diz respeito a apenas uma geração. De acordo com o estudo, 91% dos jovens – pessoas entre 13 e 18 anos – mandam mensagens todos os dias, mas o adultos – pessoas entre 19 e 64 anos – não ficam tão atrás assim: 80% manda mensagens todos os dias. Nesse aspecto, o maior crescimento nas formas de se comunicar está no ato de mandar uma mensagem: 67% de aumento no ato de mandar mensagens, 48% no uso de social media, 47% na opção mandar um e-mail e 47% na de fazer um chat com vídeo, 38% de aumento no número de pessoas que se comunicam cara a cara, 37% nas que fazem uma chamada telefônica, 16% nas que digitam uma carta e 14% nas que escreve, à mão, uma carta. 

Um dos cinco mitos que o estudo tenta desmistificar é das conversas paralelas, conversas secretas não-verbais que temos em nossos smartphones enquanto estamos em reuniões, jantares ou assistindo programas de TV. "Nossa pesquisa nos diz que elas estão em ascensão e acontecem em todo o mundo. Naturalmente, elas devem estar servindo a um propósito. Então o que é? Aprendemos que a "conversa paralela" junta pessoas, facilita relações próximas e promove a intimidade". Pelo menos é o que diz o Facebook. E no Brasil somos os campeões das conversas paralelas. Dos pesquisados, 71% assume ter conversas paralelas o tempo todo enquanto 60% diz que tem diariamente. No Brasil, esse número é ainda maior: 81%, seguido por França com 68%, Estados Unidos com 55%, Alemanha com 50%, Canadá com 46%, Reino Unido com 41% e Austrália com 39%. 

3
Brasil é líder em conversas paralelas / © AndroidPIT (captura de tela)

Segundo a pesquisa, o Brasil também é campeão na interação cara a cara. O hábito de trocar mensagens aumento o número de comunicações ao vivo por aqui em 33%. Logo após o Brasil estão França com 22%, Alemanha com 21%, Estados Unidos com 20%, Reino Unido com 8%, Canadá com 7% e Austrália com 4%.

Como era de se esperar, a comunicação por mensagens também ficou mais visual com o envio de emojis e GIFs. Nesse sentido, os brasileiros são apontados como os que mais expressam seu amor com fotos e GIFs nas mensagens. Já os alemães são os que mais enviam os emojis de "bravo"  e "entediado", enquanto nos Estados Unidos eles são os maiores fãs de GIFs de humor. Mais do que todos os países juntos. 

Ficou curioso? Tem um infográfico bem legal com os destaques da pesquisa em inglês e o estudo completo.

Somos ou não somos o povo mais social desse mundo?

Os comentários favoritos dos leitores

20 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  •   86
    Conta desativada 19/11/2017 Link para o comentário

    Ao mesmo tempo que a tecnologia facilita a vida, ela também estraga...


  • Facebook acha que conversa paralela e bom. Promove interação... WTF!?

    Essa rede social e um verdadeiro cancer.
    Infelizmente o brasileiro medio adotou o FB e o usa como tribuna, mesa redonda, vitrine e infelizmente como latrina tambem.

    Conta desativadaDaniel


  • Nunca vi um povo tão vidrado em Facebook como o povo brasileiro!
    E como se fosse um carma!

    Conta desativadaDaniel


  • Brasil, campeão da educação justiça e igualdade social...a décadas esperando essa noticia mas quem sabe um dia quem sabe...


  • Ah sim, Emily!
    Somos um povo muito, extremamente social e, quase muito diretos também.

    Conta desativada


  • Sinceramente, ainda não vejo necessidade de usar essa rede social.


  • Facebook pra participar dos grupos e trocar ideias sobre assuntos interessantes e necessários. Mas pra ficar compartilhando meme é triste. E WhatsApp consegue ser pior.


  •   62
    Conta desativada 17/11/2017 Link para o comentário

    Eu acho que as pessoas deveriam estudar mais, trabalhar, praticar esportes, fazer atividades mais interessantes, do que usar Facebook por exemplo. Sabemos que muitas pessoas ficam no Facebook, usam essa rede, e não fazem nada. Eu não vejo graça em redes sociais, elas funcionam como livro aberto, tem pessoas que colocam tanta besteira lá, acho perda de tempo. Uma tia minha chegou a comentar.

    '' Aquilo é um lugar tão vazio e nada interessante, a não ser ficar bisbilhotando a vida dos outros ''. Eu concordo plenamente com a visão dela.

    Essa juventude está crescendo cada vez mais alienada, por essa '' mídia digital '' que nada acrescenta em termos de educação e principalmente cultura. Precisamos voltar a termos uma vida mais real do que digital. Já cansei de ver pessoas ali no smartphone, esperando uma mensagem no Messenger, sendo que é bem mais fácil ligar para a pessoa. Mas, cada um deve saber o que faz da sua vida, claro, mas eu não gostaria que meus filhos, ficassem '' viciados '' numa rede tão vazia e sem graça como Facebook, Twitter, Snapchat, Instagram, entre outras.


  • O Facebook virou a cocaína da era digital, e os brasileiros são os mais nóias dessa rede social.


  •   48
    Conta desativada 17/11/2017 Link para o comentário

    Albert Einstein já dizia " Vai chegar o dia que a tecnologia vai deixar as pessoas burras"... Já chegou esse dia, se essa juventude estudasse como digita ao celular o dia todo, nós não veríamos essa vergonha que a educação está hoje... Pessoas com 2° grau completo que mal sabem ler e interpretar.... Fazer conta de cabeça Deus me livre né...


    •   86
      Conta desativada 19/11/2017 Link para o comentário

      Eu tenho pena do futuro do Brasil na mão dessa geração mimimi, que tudo chora e só falta morrer se não tiver o celular perto....


  •   85
    Conta desativada 17/11/2017 Link para o comentário

    Tbm só da idiota no país tanto é que eles usam o Facebook


    •   62
      Conta desativada 17/11/2017 Link para o comentário

      Concordo mas não podemos generalizar Franco, as pessoas poderiam estudar, ler, fazer outras coisas bem mais interessantes do que usar o Facebook. Mas se tem pessoas que gostam, fazer o que? Cada um tem a sua diversão.


      • Infelizmente o facebook virou escola, faculdade, igreja, buteco, consultório psicológico, trabalho, diversão, lazer, livraria, cinema, TV, sanatório, hospital, ONU, delegacia, estádio de futebol...... Etc por isso as pessoas não querem mais sair dessa rede.


      •   85
        Conta desativada 18/11/2017 Link para o comentário

        Facebook virou uma doença na realidade ja vi gnt largando tudo pra fica no face ate mesmo filho recem nascido em algum canto da casa jogado por causa disso... Brasileiro nao sabe modera n sabe se controlar fora q facebook é campeao em acaba com relacionamentos e afins é por essas e por outras q eu exclui o meu faz tempo e to muito bem no twitter ate pq pouca das pessoas q usam face sabem ou querem usar twitter o q deixa essa rede mais " trqlha"


  • novidade... kkk


  • muitos aplicativos , favorece essa novela ...