Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

5 min para ler 18 Comentários

Evolução da série Redmi da Xiaomi: do Redmi ao Redmi 6

Apesar do pouco tempo de vida se comparada com outras fabricantes de smartphones do mercado, a Xiaomi é um verdadeiro sucesso. A empresa foi fundada em 2010 a pode ser considerada novata em relação a outras fabricantes tradicionais (a Samsung por exemplo, foi fundada em 1938).

Mesmo com apenas 8 anos de existência, a fabricante chinesa se consolidou como a quarta maior empresa em vendas de smartphones no mundo, ficando apenas atrás da Samsung, Huawei e Apple. Uma marca bem expressiva se consideramos que ela ultrapassou empresas mais tradicionais como a LG, por exemplo.

A Xiaomi conta com várias linhas de smartphones, sendo uma das mais populares a linha Redmi, que vende bastante em todo o mundo, inclusive no Brasil. Para você que não conhece muito bem sobre os Redmis, acompanhe abaixo toda a trajetória desde o primeiro até o mais atual modelo lançado.

Redmi – O início

Muitos acham que o Redmi foi o primeiro smartphone da Xiaomi, mas a verdade é que ele foi lançado apenas em 2013. O dispositivo contava com um processador Mediatek MT6589T e vinha de fábrica com o Android 4.2 Jelly Bean. O smartphone foi lançado em uma época onde o Moto G vinha fazendo muito sucesso.

Além do processador Mediatek MT6589T o smartphone contava com 1 GB de memória RAM, 4 GB de armazenamento e tela com resolução 720 x 1280 pixels HD de 4,7 polegadas. Para fotos, uma câmera traseira de 8 MP e uma frontal de 1.3 MP. Sua bateria removível de 2.000 mAh dava conta do recado.

new xmhm 15
Primeiro Redmi / © xiaomi.com

Redmi 2 e Redmi 2 Pro – Xiaomi chega no Brasil

O primeiro Redmi não foi um sucesso de vendas, entretanto vendeu o suficiente para a Xiaomi lançar seu sucessor, o Redmi 2 e, alguns meses depois, o Redmi 2 Pro. Ao lembraer desses dois smartphones, não tem como não recordar a chegada da empresa no Brasil. E foram justamente esses dois modelos que chegaram inicialmente ao país.

As coisas pareciam ir muito bem, mas a empresa pegou todos de surpresa quando anunciou o encerramento das suas atividades por aqui. Foram apenas oito meses em que a Xiaomi ficou por aqui, indo embora por motivos que até hoje não sabemos. Os dois modelos contavam com as mesmas especificações, onde as únicas diferenças eram a memória RAM e o armazenamento interno.

Xperia redmi 2 unboxing 1
Xiaomi Redmi 2 / © AndroidPIT (captura de tela)

Redmi 3 – A linha Redmi começa a ganhar destaque

O Redmi 3 chegou para mostrar que a Xiaomi não estava para brincadeiras. O novo modelo trouxe mudanças drásticas em relação ao seu antecessor, principalmente na parte estética, onde a fabricante chinesa abandonou o plástico e aderiu ao metal. Por causa disso, o Redmi 3 era tido como um dos smartphones mais bonitos na época.

Suas especificações também tiveram um salto gigantesco e o dispositivo veio com um processador Snapdragon 616, 2 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento. As câmeras também foram melhoradas e contavam com 13 MP na parte traseira e 5 MP na parte frontal. Para isso tudo funcionar, uma bateria de 4.100 mAh foi uma grata surpresa.

AndroidPIT xiaomi redmi 3 6
Xiaomi Redmi 3 / © AndroidPIT (captura de tela)

Redmi 4 – Popularidade aumentando

O Redmi 4 foi lançado em 2016 e começou a ganhar destaque mundialmente graças ao seu ótimo custo/benefício. Aqui no Brasil, o dispositivo começou a aparecer mais devido ao aumento das importações por parte dos consumidores. Infelizmente, a Xiaomi já tinha ido embora e para ter um smartphone da empresa ele precisava ser importado. 

Um processador Snapdragon 430, 2 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento eram suficientes para suprir as necessidades dos usuários. As câmeras seguiram o padrão de 16 MP na traseira e 5 MP na frontal, atreladas a uma bateria de 4.100 mAh. O modelo ainda ganhou três variantes; Redmi 4A, Redmi 4 Prime e Redmi 4 (4X).

redmi 4
Xiaomi Redmi 4 / © xiaomi.com

Redmi 5 – Um fenômeno

Esse sem dúvidas foi o modelo mais vendido da linha Redmi. A Xiaomi trouxe algumas novidades, como por exemplo a tela infinita. Hoje, encontramos o Redmi 5 para comprar diretamente aqui no Brasil facilmente, sem precisar importar. As variantes Redmi 5A e Redmi 5 Plus também são ótimas opções.

O Redmi 5 veio com maior quantidade de memória RAM e um novo processador. No conjunto da obra temos um processador Snapdragon 450 e 3 GB de memória. Câmera traseira de 12 MP e frontal de 5 MP. A bateria veio menor em relação ao seu antecessor, com apenas 3.300 mAh.

AndroidPIT Xiaomi Redmi 5 Plus review 0357
Xiaomi Redmi 5 Plus / © AndroidPIT by Irina Efremova

Redmi 6 – O atual modelo da família Redmi

Por fim, temos o modelo mais atual da linha. O Redmi 6 foi lançado no mês de junho, e dessa vez a Xiaomi optou por usar o processador Mediatek ao invés do Snapdragon. Pode ser que uma versão com o chipset da Qualcomm ainda seja lançada, mas acho pouco provável. Outra novidade são as câmeras duplas, que aparecem pela primeira vez na linha.

Suas especificações são as seguintes: processador Mediatek MT6762 Helio P22, 4 GB de memória RAM e 64 GB de memória interna. Para fotografar, temos uma câmera traseira de 12 MP e uma frontal de 5 MP. A bateria tem capacidade de 3.000 mAh. Além desse modelo, o Redmi 6A também está disponível.

Xiaomi Redmi 6 08
Xiaomi Redmi 6 / © xiaomi.com

Redmi 7 vai demorar para chegar?

Esse ano é improvável vermos um possível Redmi 7, já que o Redmi 6 é recém lançado, mas como a Xiaomi é imprevisível, não podemos afirmar nada. Nessa trajetória, vimos que a Xiaomi traz aos poucos as novidades para cada nova versão do Redmi, entretanto, podemos esperar que essa família só cresça, pelo fato de ser um bom custo/benefício.

E você, qual o modelo da linha Redmi mais lhe agrada?

18 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

Recommended articles