Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

OPINIÃO 4 min para ler 93 Comentários

O fim da ZTE e o medo da Huawei: a política pode nos levar a um terceiro sistema operacional

Há muitos fãs para o Android e para o iOS, é verdade. Mas todos sabemos que concorrência é sempre algo saudável e que costuma trazer benefícios ao consumidor. Há muito tempo esperamos uma alternativa a esses dois SOs, e graças a acontecimentos políticos isso pode acontecer em breve.

ZTE cessa suas operações

Se você acompanha um pouco de notícias internacionais, deve saber que Estados Unidos e China estão em um embate político, econômico e estratégico. Uma das acusações dos Estados Unidos é que a ZTE, empresa chinesa e quarta maior vendedora de aparelhos nos EUA, revende tecnologia americana para o Irã e para a Coreia do Norte. Sim, nesse nível.

A ZTE assumiu a culpa, pagou multa e disse que iria tomar providências. Porém, o governo norte-americano afirmou recentemente que nada foi feito dentro da empresa, e tomou a medida drástica de proibir a Qualcomm e a Google de fornecer hardware e software para a empresa.

AndroidPIT ZTE Axon M Hands on 9834
Um dos lançamentos mais icônicos da ZTE, o Axom M / © AndroidPIT

Sabemos que o Android é open source, mas a Google controla os aplicativos principais, incluindo aí a Play Store, e é muito difícil vender Android fora da China sem a essencial loja de apps. Sendo também que a companhia tem 25% de suas peças vindas dos norte-americanos, fica insustentável para a empresa redesenhar seus produtos do zero.

Assim, a ZTE emitiu ontem um comunicado dizendo que praticamente encerrou suas operações globais, e que espera uma reconsideração dos EUA para o caso. É muito difícil o governo norte-americano voltar atrás, então podemos considerar esse o fim da ZTE.

Huawei com um pé atrás

Um acontecimento como esse obviamente deixa a Huawei de sobreaviso. Há um mês, a empresa também parou de vender aparelhos nos Estados Unidos após todos os grandes varejos cederem à pressão do governo, que acredita que aparelhos chineses podem estar com a privacidade dos usuários comprometida. E, depois da ZTE, ela voltou a ser ameaçada por Donald Trump.

AndroidPIT huawei p20 pro back shiny 2cbu
O Huawei P20 Pro tem uma das melhores câmeras da atualidade / © AndroidPIT

Já não é fácil ficar sem vender nos Estados Unidos, mas se as mesmas sanções aplicadas à ZTE chegarem na Huawei, essa também pode ter problemas. É verdade que ela já está preparada quanto ao hardware, e produz seus próprios chipsets Kirin, mas ela depende fortemente da Google para o uso do Android completo em seus smartphones.

O concorrente do Android e do iOS pode vir da Huawei

Como você pode acompanhar na matéria abaixo, muitas iniciativas de sistemas operacionais já surgiram e morreram enquanto o Android e o iOS seguem firme. Nem mesmo a toda poderosa Microsoft conseguiu desenvolver algo bom o bastante para bater de frente conta o robô e a maçã.

Porém, pode ser chegada a hora, Já fazem uns anos desde que a China deixou de ser o país da cópia e passou a ser uma potência na tecnologia. Empresas como a Xiaomi, Huawei e outras já mostraram que são capazes de projetar seus próprios produtos ótimos, incluindo aí hardware interno. Então por que não software também?

Utilizando a parte open source do Android, é possível que as grandes fabricantes chinesas comecem a trabalhar (se é que já não estão trabalhando) em um novo sistema operacional, controlado pelo país asiático e livre de sanções norte-americanas.

AndroidPIT Kirin chip 8705
A Huawei já fabrica seus próprios processadores / © AndroidPIT

E os rumores mais fortes apontam para a Huawei. Já com seu Kirin, a empresa chinesa já trabalha em uma alternativa ao Android desde 2012, embora não saibamos em qual velocidade. Os planos do fundador da empresa, Ren Zhengfei, mostram que dois anos atrás a Huawei estava discutindo um sistema operacional chamado "KirinOS", e desde então não houvera, mais novidades sobre isso.

Há grandes riscos para a Huawei, pois até hoje todo mundo pensa muito bem antes de se colocar como concorrente do Google, mas alguém precisa apostar nisso um dia. Não é uma coisa para acontecer já, mas a empresa não pode ignorar os perigos após ver o que aconteceu com a ZTE.

Essa notícia é boa, sim!

O potencial das empresas chinesas para desenvolverem seu próprio SO é enorme, uma vez que seu hardware já está bem maduro. Livres do Google, elas poderiam desenvolver suas próprias plataformas de venda de conteúdo, gerando muito dinheiro, algo essencial para que um projeto ousado desses continue.

Além disso, poderiam surgir novas funções, novos atrativos, e o desenvolvimento do mercado móvel como um todo poderia andar mais rápido. O Google surfa tranquilo na onda de seu sucesso, e um concorrente chinês faria a empresa de Mountain View correr mais com problemas como duração de bateria e fragmentação.

E você? O que acha dessa ideia?

149 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Agnaldo há 3 meses

    No finzinho do texto veio o que eu tinha em mente:

    Um terceiro OS poderia fazer o Big G mexer em relação às fragmentação, e principalmente da questão das atualizações de segurança.

    Além disso outros aspectos do Android ,como a própria Google Play Store em si que precisa de uma boa faxina, também necessitam de mudanças, e nada como uma boa concorrência pra estimular isso.

  • Denis há 3 meses

    "E você? O que acha dessa ideia?" - Ótima! Infelizmente, o mercado e a indústria mundial ficam à mercê desse louco do Trump. Seria bom que um novo SO surgisse e que os fabricantes asiáticos olhassem aqui pra América do ano Sul, que é um mercado que receberia esses smartphones de braços abertos!

  •   63
    Conta desativada há 3 meses

    Eu também compartilho da mesma opinião que você Stella, como consumidor, evidentemente, quanto mais concorrência tivermos, melhor, quem ganha sempre é o usuário, precisamos de uma terceira via, pois o duopólio é péssimo para todos, embora a gigante Microsoft tenha tentado e naufragado, se bem, que a mesma saiu do mercado, pois não acreditou muito e nem se dedicou verdadeiramente ao sistema e muito menos aos desenvolvedores.

    Dessa vez, se todas as empresas chinesas se unirem de fato em prol do Kirin OS, talvez funcione, embora a resistência do Google será forte, pois é difícil competir com eles.

    Em todo caso, vamos torcer, Firefox OS, também saiu do mercado, parecia promissor. Toda grande ideia, precisa dar um passo inicial, melhor tentar do que ficar na imaginação por não ter feito algo diferente. Boa sorte a Huawei!

  • Marcelo Neri há 3 meses

    Trump azedando os chineses!

  • Bruno A. há 3 meses

    Concorrência sempre é bem vinda, inclusive se foi falado isso em outra publicação hoje pela manhã, sobre a necessidade de um terceiro OS Mobile.

93 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Isso mostra como é o comércio internacional: uma verdadeira guerra. Sistema operacional, tecnologia, em geral, é poder. A China pode mudar a relação de força, se utilizar o mecanismo de reciprocidade e proibir iOS e Android na China. Só não exis.;te um terceiro sistema porque ainda não tinha havido uma proibição dessa amplitude que foi contra a ZTE. Acho que muitas coisas acontecerão. Eu acho essencial não ficar na mão do governo americano para desenvolver ou vender produto. Eu gostaria de um Linux, Ubuntu (ou outro Linux) ou Sailfish lançado nos smartphones de países fora dos Estados Unidos.


  • Na china a Google play store não entra entao existem milhares de apps unicos chineses q so precisam de tradução. A Xiaomi tem seu proprio mercado de app onde consta muitos apps q tem na play store, se você fizer esse novo sistema compatível com os apps usados no Android algo q até o Google esta fazendo com seu novo sistema.


    • Mas essa proibição veio por conta da ZTE tá fornecendo tecnologia e armamento para o Irã, por isso Trump tá brecando ela.
      Mas vi uma nota, de que o Trump ta negociando medidas para que ZTE não feche as portas e não deixe vários pais e mães de famílias desempregados.


  • Acho isso ótimo, esta sim na hora de existir outros S.O que não dependa nem do Android e nem do IOS, que são empresas americanas que ditam as regras e se submetem ao Trump. Vamos ser sinceros, este Trump esta fazendo muito mais mal ao comércio mundial que bom. Ele alega querer proteger o comércio americano, mas esquece que os americanos são totalmente dependente de outros países, maioria das matérias primas são oriunda de países europeus, latinos e asiáticos. E outra, a muito tempo os Estados Unidos não é referência em nada, tanto no ramo da tecnologia e etc. Os melhores carros são europeus e asiáticos, os melhores eletrônicos também e etc. Americano só tem vantagem que o dólar é a moeda global, mas, se um dia, outros países se cansarem e resolver usar o Euro, os americanos estão com a vida complicada, sem mencionar que é um país com uma dívida externa enorme, os Estados Unidos deve bilhões e bilhões de dólares aos chineses, se os chineses resolverem cobrarem esta dívida, quebra os americanos.


  • Diante de Windows Phone, Android e iOS:

    Firefox OS não teve nenhuma chance, mesmo mostrando potencial. Sailfish OS era lindo e estava se difundindo ao redor do planeta, mas não tinha nenhum tipo de suporte. Ubuntu tinha força, mas não vimos sequer uma apresentação.

    Espera: e o Samsung Tizen? Que eu só ouvi falar em três ou quatro lançamentos com o sistema?

    Sinto muito o ocorrido com a ZTE, e espero que a Huawei esteja preparada para intervir em caso de algum choque global, mas acham mesmo que um outro sistema operacional vai se consolidar no mercado atualmente, visto que a Microsoft encerrou o suporte para o seu próprio SO pelo fato de não ter usuários?


    • Mas é aí que está a diferença: CHINA.
      Lá é uma terra a parte, sem a concorrência dos produtos Google. Todos os SO's que você citou não tiveram suporte ou foram lançados no ocidente onde concorrem com Google e Apple no seu market share máximo. Na China é diferente, se as fabricantes se unirem em torno de um SO novo, terão sucesso. Mas só lá. Aqui já são outros quinhentos. Mas a China tem consumidores suficientes pra bancar um SO novo sem se importar com a gente.


  • Não acho que seja uma boa notícia. Um terceiro SO competitivo seria muito bem vindo, mas acho preocupante as atitudes impostas pelos EUA.


  • Casos com esta gravidade não costumam ter perdão, não basta um a multa e a vida continua, e em relação ao terceiro sistema, se o Windows mobile phone or else não vingou, nem muitos outros, nem vale a pena tentar.


  • Pena que a ZTE encerrou suas atividades


  • galera, o problema de um terceiro sistema operacional surgir, livre do android e dos EUA, sao os apps. Sem os apps da google play, nenhuma empresa vai competir. Mesmo o tizen, que eu acho muito bom e usaria numa boa, usa a google play. Se os EUA, hipoteticamente, cortarem google e google play para empresas chinesas, eles teriam que desenvolver uma loja de apps pra competir, isso significa novos apps, desenvolvedores aderirem a nova loja, exatamente o mesmo problema da Microsoft no windows phone. É possível, mas acho inviável. Na minha opinião a única empresa capaz de competir como sistema operacional, é a propria Microsoft com novos aparelhos com windows 10 completo, em computadores de bolso/smartphones com os novos processadores da qualcom(windows 10 completo, nao windows phone/mobile). Eles tem a loja de apps deles do windows 10, e agora com os PWAs( progressive web apps), acredito que eles sejam os unicos capazes, no momento, de competir.


    • Não existe Google play na China. A loja da Google só é importante pros chineses venderem aparelhos no ocidente. A dependência deles é menor que você imagina, os devs atuais mais importantes são chineses, o aclamado PUBG Mobie foi feito por uma desenvolvedora chinesa. Os chineses não dependem da Google nem dos desenvolvedores ocidentais para ter apps.


    • Onde você leu que o Tizen usa a Google Play Store?
      O Tizen, na verdade, tem uma loja própria, chamada Tizen Store.
      E nativamente ele não suporta a instalação de apks.


  • Não sou muito a favor do surgimento e consolidação de um terceiro SO móvel. Acho que o mercado está bem servido com iOS e Android e a competição entre esses dois já é suficiente.
    Quanto aos problemas relatados pela redatora, acho que o Android já está trabalhando e melhorando bastante nessas áreas de baixo desempenho da bateria (otimização de apps) e fragmentação (project treble e sucessores).
    Para exemplificar, cito alguns aparelhos da Samsung que ao invés de Android possuem o Tizen. Ora, se o Tizen crescer muito, acabará substituindo o SO do robozinho, o que é muito ruim para o SO da Google, visto que a Sammy dá grande visibilidade ao Android, o que por consequência mantem o nosso (ou ao menos o meu) SO firme e forte para melhorar cada vez mais!


  • Primeiro é totalmente compreensível a posição dos EUA, sobre o novo SO so vem, quem ganha é nós


  • Ressuscitem o Symbian e está tudo certo ou já que a ZTE é da China, poderia rolar um Baidu OS hahaha

Mostrar todos os comentários

Recommended articles