Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 55 Comentários

O fim melancólico e previsível do Google+

O Google anunciou que, em pouco tempo, sua rede social Google+ fechará as portas. É claro que a notícia não surpreende e nem pegou ninguém de surpresa, dada a baixa relevância da plataforma entre as demais redes do momento. 

O Google+ nasceu como uma forma de dar continuidade ao legado Orkut, que caía em relevância e popularidade na medida em que o Facebook atraia novos usuários ao redor do mundo. Em junho de 2011, quando lançado, já pairava no ar a sensação de que o Google não teria um futuro promissor com a plataforma, que não oferecia nenhum diferencial em comparação com os correntes.

É válido destacar, contudo, que com o advento dos smartphones e da internet móvel no Brasil, o Google+ foi a primeira rede social da Google que podia ser completamente usada em versão funcional pelo celular. O aplicativo do Orkut, por exemplo, era pouco conhecido e usual numa época em que a plataforma que dominava o país era o Bada e o Symbian. Em 2012, o Google+ ganhou um upgrade com as comunidades e as coleções que chegaram junto com um app móvel mais completo.

google plus coffin
Google plus será descontinuado em 2019 / © Shutterstock.com

A Google fez inúmeras mudanças na rede entre os anos de 2013 e 2015, incorporando serviços da própria empresa de forma nativa, como Gmail e YouTube. Na época, até mesmo ferramentas para edição de imagens do Snapseed foram adicionadas na rede social, que passou a deixar de ser o centro interativo dos serviços Google para os usuários em meados de 2016.

Hoje, a empresa anunciou que, para o consumidor final, o Google+ deixará de funcionar em 2019. A ideia da empresa é mantê-lo como uma plataforma voltada ao mundo corporativo, uma espécie de mix de Slack com Trello, talvez. Assim como o Hangouts, a empresa aposta que esse público será capaz de tirar mais proveio da plataforma.

Legado do Google+

Além de ainda funcionar para entusiastas da tecnologia que usam as comunidades como fórum, o Google+ contribuiu fortemente no desenvolvimento de produtos usados por nós hoje em dia. O primeiro caso é próprio Snapseed, que se tornou uma referência em editor de imagem para celulares. O Google Fotos e o Hangouts também atingiram seu ápice na rede social e, atualmente, atendem o público final e corporativo no que diz respeito a chamadas em vídeo por grupo e backup de imagens.

Quem não se lembra do Google+ Local, que era um aplicativo separado instalado de fábrica em celulares Android. Antes de separá-lo da rede e conectá-lo ao Maps, a Google ofereceria um guia completo de restaurantes, bares, estabelecimentos e serviços que podiam ser avaliados por usuários do Google+. Hoje em dia este é um dos recursos mais fortes do Google Maps, o Local Guide.

Por fim, devo dizer que o Google+ foi um laboratório que funcionou bem para a Google, da mesma forma que o Google Allo serviu para tornar o Google Assistente mais forte. Sabemos, contudo, que o início do fim da rede social se deu no próprio dia em que ela foi anunciada.

Você sentirá falta do G+?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Lader há 2 meses

    Uma pena, visto que, no Google+, tem muitas comunidades voltadas para fins tecnológicos. Quem gosta de Custom ROMs, por exemplo, pode achar bastante coisa lá. Vou sentir falta das minhas comunidades sobre desenvolvimento Android ou web, das comunidades sobre Custom ROMs, dentre outras...

  • Cenira Medeiros há 2 meses

    uma pena prefiro e interajo bem mais no g+ que em outras redes cheias de preconceitos e fofocas. #desista_não_g+

  • Carlos Eduardo Lange há 2 meses

    Fico muito triste com essa notícia, faço parte de várias comunidades do Google+, e gosto muito, não tem aquele mimimi do Facebook por exemplo, mas parece que é disso que as pessoas gostam do mimimi, lamento muito essa decisão do Google.

  • Johnny há 2 meses

    Poxa, triste mesmo, o Google Plus é o melhor lugar pra agregar conhecimento técnico, principalmente na área de Suporte/Informática, além das comunidades de smartphones são sensacionais, não sei o que a Google pretende com isso, pois uso diariamente para esse propósito.

  • Lígia B. há 2 meses

    Queria muito que o Google criasse uma rede tão bacana quanto o Orkut, que tinha as comunidades que eu adorava e principalmente, gente em paz. O Facebook virou a rede do desgraçamento da mente a muito tempo.

55 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • O Google+ é totalmente diferente de outras plataformas, suas postagens são mais solft, temos uma interação nunca vista com todos os fotógrafos do mundos, às comunidades são fantásticas, se conectam com outras comunidades através de seus membros. Só em não "mimimis", faz o diferencial de excelente plataforma e tenho certeza que gera muitos custos-benefícios, para muitos com grandes mercados nas áreas de fotografias. Google+ é tudo para os fotógrafos: interagimos com fotógrafos do mundo da fotografia, conhecemos outras culturas através das imagens de fotos, estamos sempre sendo informados de novos equipamentos da fotografia e da mídia, informações de turismo(travel), trabalhos, workshops, escolas de cursos de fotagrafias, excursões dos ramos fotográficos, e muitos mais...vejam quantos evento gera o Google+, na minha opinião, é imprescindível esta ferramenta, têm-se é que melhorar sempre esta plataforma para da um "UP", para bons investimentos relacionados à multimídia. Um fator preponderável para a sobrevida do google+, é o uso da conectividade com outras plataformas, como por exemplo o "google fotos", suas postagens de fotos perdem o mínimo de definição, em relação à outras plataformas.
    À extinção, matará milhares de fotógrafos que vivem exclusivamente de fotografias, sem falar em outras áreas que investem nesta excelente plataforma *"GOOGLE+"*...
    @iridisilva
    @irydphotography_


  • É a única rede social que vc posta fotos sem perder a qualidade e a resolução. Embora tenha ótimas ferramentas, adimito que o layout do G+ não é tão intuitivo. Não tem aparência de rede social


  • Não utilizo muito. Até o Facebook está cheio de minimi... Gosto do VK (Vk.com/ronybar) sem mimimi ao menos por enquanto.


  • Eu Gostei Que O Google Tirasse O Google + Para Mim Não Faz Diferença nenhuma


  • Vejo alguns comentando q o Goggle+ é inútil, gostaria q dessem, nesses mesmos comentários, sugestões de redes sociais úteis.


  • Poxa, triste mesmo, o Google Plus é o melhor lugar pra agregar conhecimento técnico, principalmente na área de Suporte/Informática, além das comunidades de smartphones são sensacionais, não sei o que a Google pretende com isso, pois uso diariamente para esse propósito.


    • É aí que está.
      São comunidades de nicho.
      Mas nichos não são suficientes para uma plataforma cuja intenção era destronar o Facebook.


  • Queria muito que o Google criasse uma rede tão bacana quanto o Orkut, que tinha as comunidades que eu adorava e principalmente, gente em paz. O Facebook virou a rede do desgraçamento da mente a muito tempo.


  • Triste não é ver a morte de mais uma rede inútil, mas não ver surgir algo relevante. Aí entristece!
    Se o facebook cair num abismo e sumir, pra mim não fará qualquer diferença. Alias aquilo lá é chato pra caramba, não é de hoje que enche o saco. Vou aguardar, sem esperanças, que o pessoal do Google 'invente' algo não tão enfadonho quanto o G+.


  • Uma pena, ultimamente o Facebook está contaminado pela política.


  • Assim como o Orkut, vou sentir falta das comunidades.


  • Realmente não vai fazer falta.


  • Uma pena, visto que, no Google+, tem muitas comunidades voltadas para fins tecnológicos. Quem gosta de Custom ROMs, por exemplo, pode achar bastante coisa lá. Vou sentir falta das minhas comunidades sobre desenvolvimento Android ou web, das comunidades sobre Custom ROMs, dentre outras...


  • Google poderia migrar as comunidades, sobretudo as voltadas para tecnologia, para uma espécie de fórum. Elas são bem organizadas, tem regras e o principal: muito bem frequentadas.
    Usei Orkut e deixei antes do fim. Usei Facebook e tbm larguei. Usei WhatsApp e larguei. Instagram, Twitter e Snapchat nem sei o que se passa nelas, mas nunca abandonei o G+. Tinha época de usar menos, a ponto de nem ter o app instalado, mas sempre recorri a ele para diversos assuntos e dúvidas.
    A cada gadget adquirido, corria pro G+ pra ver se tinha comunidade sobre. E quase sempre tinha.
    Foi assim meu Moto G1, Lenovo K6, Mi Band 2, Mi Router, Lenovo HW01, Moto G5 Plus, diversos smartphones da Mi...
    É um lugar onde todos são bem acolhidos.
    Mas tbm entendo que esse papel de grupos e comunidades de produtos de tecnologia o Telegram assumiu faz tempo.


    • De certa forma, ela ainda mantém (não sei se em "suporte estendido") o Google Groups funcionando.
      Talvez fosse uma boa unir essas funcionalidades do Google+ com o já existente Google Groups, até para torná-lo mais relevante.


  • uma pena prefiro e interajo bem mais no g+ que em outras redes cheias de preconceitos e fofocas. #desista_não_g+

Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados