Cobrança indevida na conexão 4G... Você pode estar sendo cobrado sem saber!

  • Respostas:0
  • AbertoNão stickySem resposta
  • Posts no fórum: 1

15/08/2017, 22:16:58 via Web

Não é de hoje que ouvimos reclamações sobre os serviços prestados pelas operadoras de telefonia celular, falta de cobertura, baixa qualidade de sinal e cobranças indevidas são algumas das reclamações mais comuns.
Com o advento da tecnologia 4G, esperávamos uma considerável melhoria na qualidade dos serviços, principalmente de internet móvel, em relatório divulgado pela consultoria OpenSignal no início de 2017, a velocidade da internet móvel de quarta geração brasileira é de 19,7 Megabit por segundo (Mbps), colocando-o mais de 2 Mbps antes da média global, mas na prática isso é bem diferente.
Uma situação que não é divulgada pelas operadoras é uma falha nas redes 4G que vem gerando cobranças indevidas nos usuários.
Vejam o relato do que aconteceu com uma pessoa de minha família, preservarei o nome da pessoa, o nome da operadora e os números de protocolo e telefone: “Estou indignada com a operadora, venho reparado que meus créditos não duram, fui ver o detalhamento do consumo e me surpreendi com cobranças de acesso a internet quase diárias, sem eu ter utilizado, fico em casa o dia todo, tenho wifi em casa, raramente ativo os dados, quando saio de casa meu marido roteia a internet dele pra mim. Como ativei a internet e consumi 0,000 Mb? Fui cobrada indevidamente nos dias 3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,13,14,15,16,17,18,19,29,30 e 31 de maio de 2017, nos dias 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,14,15,16,25 e 29 de junho de 2017, nos dias 1,2,3,10,11,12,13,14,16,17,18,19,20,21,22,25,26 e 27 de julho e nos dias 1,3,4,5 e 6 de agosto de 2017, cobraram 60 dias indevidamente! Quase 60 reais! Inadmissível!”
Para nossa surpresa vejamos a resposta da operadora em reclamação feita na Anatel: “Em atenção à ID N º XXXXXX, referente à reclamação de que está sendo cobrada de internet sem ter utilizado, registrada sob o protocolo Nº XXXXXXX, de 07/08/2017, contatamos a Senhora, no telefone (XX) XXXX-XXXX, para informar que, após análise verificamos que ocorreram cobranças, referente a serviços de dados. Foram identificadas conexões, cuja ativação ocorre por meio do aparelho da Cliente, com os serviços de dados ativos ou não devido ser uma característica da tecnologia 4G por ser mais forte e mais rápida. Sendo assim mesmo com os dados móveis desligados a cobrança pode ocorrer em pequenas conexões caso ocorra queda, interferência e oscilações na rede WIFI. É necessária a verificação da Assistência Wi-Fi pois quando o cliente estiver utilizando estiver com um nível de sinal muito baixo o aparelho busca a rede de dados como alternativa e se registra na rede, porém não chega a trafegar apenas registro, por exemplo: Motorola - Configurar – Sistema – Programador – “Dados de rede celular sempre ativos” e “Troca agressiva de Wi-fi para celular” (desativar). Assim como as informações estão sendo esclarecidas neste atendimento a partir desta, cliente fica ciente de seu funcionamento. Faremos a restituição em dobro e demais encargos, no valor total R$ 103,00 na linha (XX) XXXX-XXXX com prazo de validade de 90 dias . onde estes créditos se expiram em 12/11/2017 Em caráter de exceção foi concedido ao cliente um crédito de bom relacionamento no valor de R$ 20,00 onde á validade deste crédito ira acompanhar o período de vigência da sua ultima recarga e ira se expirar em 12/11/2017 . Colocamo-nos a sua inteira disposição na Central de Relacionamento com o Cliente, para novos esclarecimentos.”
De acordo com a operadora podemos ser cobrados com os serviços de dados ativos ou não, por ser uma característica da tecnologia 4G. Sendo assim mesmo com os dados móveis desligados a cobrança pode ocorrer.
Essa resposta nos deixa alguns questionamentos: E se a pessoa não estiver acompanhando seu consumo? As operadoras estão fiscalizando para devolver os créditos das cobranças indevidas? Nós sabemos o tratamento que o consumidor brasileiro tem com as prestadoras deste tipo de serviço, imaginemos quantas pessoas no país estão sendo cobradas indevidamente, sem saber, aumentando o lucro das operadoras. Até quando ficaremos reféns dessa situação?

Responder

Artigos recomendados