Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Samsung inicia homologação do Galaxy Fold na Anatel

Samsung inicia homologação do Galaxy Fold na Anatel

Ele está chegando! O primeiro dobrável da Samsung, o Galaxy Fold, foi visto no sistema da Anatel, a Agência Nacional de Telecomunicações. A homologação é o primeiro passo para que o aparelho possa ser lançado no Brasil.

O aparelho, identificado como modelo SM-F900F, já aparece como opção na "Consulta de Produtos Homologados e Certificados", mas ainda não há um certificado de homologação listado. Isso indica que o processo já foi iniciado, mas ainda não foi concluído. A descoberta foi feita por César Cardoso, do site Novos Pinguins.

Fãs da Qualcomm irão gostar de saber que o SM-F900F é baseado no processador Snapdragon 855, acompanhado por 12 GB de RAM e 512 GB de memória interna. A tela interna, dobrável, tem 7,3" e resolução de 1536 x 2152 pixels, e a externa, com 4,6 polegadas, tem resolução "HD+". O aparelho tem cinco câmeras, três (12 MP, 12 MP e 16 MP) na traseira e duas (10MP e 8 MP) na frente.

galaxy fold hands on bicubic
O poderoso / © Samsung

Precinho nada camarada

O Galaxy Fold começará a ser vendido nos EUA em 26 de Abril por US$ 1.980,00. Isso dá cerca de R$ 7.600, mas não se anime: o preço final ao consumidor deve ser bem mais alto. O Galaxy S10+ com 1 TB de memória interna, que nos EUA custa pouco mais de R$ 6.100, aqui sai por R$ 8.999, ou seja, cerca de 1,5 vezes o preço no exterior. Aplicando a mesma conta, um Galaxy Fold custaria aqui por volta de R$ 12 mil. 

Concorrência a caminho

O principal concorrente do Galaxy Fold é o Mate X, da Huawei. Ainda não há informações sobre sua venda no varejo, mas segundo Carlos Solomón Garcia, responsável pela distribuição dos produtos da empresa na América Latina, o aparelho deverá chegar ao país ainda neste mês de Abril, para testes junto às operadoras. 

E você, está interessado em um Galaxy Fold? Acha que a tecnologia de ponta justifica o alto custo? Deixe suas opiniões nos comentários.

Artigos recomendados

7 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Para os que forem se aventurar: preparem suas carteiras


  • Interessante e zuado ao mesmo tempo ver a Samsung Brasil interessada em um modelo ainda muito nichado, que aqui no Brasil poderia vender não muito mais do que vendeu o Galaxy Beam (o último com proposta semelhante que chegou pra cá, e ainda na segunda geração).

    Gostaria de ter visto esse esforço dela para trazer o Galaxy Beam 2 (que na prática era a terceira geração), Galaxy Round ou mesmo o Galaxy Note FE (que fez bastante falta, considerando que o Note 7 já tinha até ROM ZTO).


  • É uma ideia muito boa, mas o alto preço ainda desanima bastante. Vamos aguardar os dispositivos concorrentes.


  • Eu tenho interesse nas telas dobráveis mas não nos preços que estão sendo cobrados kkkkkkkkkkkkkkkkkk


  • Rapaz, celular lindo, interessante, me chama atenção essa telona gigante, mas do que adianta, se vai custar um olho e um rim? kkkkk.
    O Mate 20X tá vindo ai, mas vai ser tão caro quanto, pois a huawei é cara, não tem nada de barato.
    Quer barateza para folder? Espera o xiaomi sair e reza pra eles fazerem um preço bonito, pq sinceramente, com esses valores, não dá


  •   19
    Conta desativada há 7 meses Link para o comentário

    Off Topic:

    Acabou de chegar a atualização do Android Pie + One Ui no meu Galaxy A8. Estou baixando neste momento!


  • Quero só ver quando esses celulares chegarem por aqui e o valor deles chegarem 10 a 15 mil reais. Ai poderemos dizer, "o dia em que o valor do celular se compra um carro". Realmente chegamos um ponto em que se cobra o que quer para qualquer coisa pois a pessoas compram, e isso nem digo que são pessoas que realmente tem pra gastar, mas sim aquelas que não tem noção do que estão gastando para apenas poder ter algo deste tipo. Muitas delas nem condições tem, mas sim por causa de um desejo descontrolado de ter as coisas, fazem o possível para adquiri-las. Essa é nossa atual sociedade, damos valor aquilo que não traz verdadeiro contentamento em nossas vidas.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.