Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Google compra o Emu para deixar o Google Now mais inteligente

Google compra o Emu para deixar o Google Now mais inteligente

O Emu é um serviço de mensagens e assitente no estilo da Siri. Nem bem saiu da fase beta e o Big G já abocanhou a ideia. Com ele, o Google Now poderá ficar ainda mais autônomo.

ok google search new format
Em breve o seu smartphone reagirá sozinho, sem que você precisa falar com ele. / © Google, ANDROIDPIT

O cérebro por trás desse aplicativo inteligente é o CEO Gummi Hafsteinsson, que já trabalhou no desenvolvimento da Siri, na Apple. O que mais chama a atenção no Emu é o seu foco em inteligência artificial e aprendizado mecânico, que traz como resultado a possibilidade de buscar conteúdos de texto no smartphone para facilitar a vida do usuário. Informações como recomendação de restaurantes, planejamento de viagens e gerenciamento de compromissos podem ter o suporte do Emu. Ele pretende ser o assistente que espera em segundo plano, observa, escuta, e entre em cena ativamente quando puder ajudar. Isso está em perfeita consonância com o conceito do Google Now, e avança mais um passo.

Quem conhece o Google sabe que sistemas de informação autônomos e inteligentes são a base da estratégia de crescimento da companhia. O Emu irá enriquecer de maneira significativa o assistente do Big G. No futuro, o Google Now poderá não apenas dar sugestões, mas interpretar ativamente as informações que recolhe (posição de GPS, mensagens, compromissos no calendário, etc.) e reagir da melhor maneira sem que o usuário tenha de fazer algo. Digamos que você esteja a caminho de um compromisso e um engarrafamento se forma. O Google Now entenderá a possibilidade de atraso e enviará mensagens autônomas avisando os envolvidos.

Esse é apenas um exemplo do que a compra do Emu pode significar, contanto que, obviamente, os usuários estejam dispostos a dar ainda mais permissões (e informações) ao Google. O que você acha?

Fonte: TechCrunch

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

29 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Eu acho que existe um certo limite entre tecnologia e nossas vidas, e também não acho que esteja muito distante, acho que é fundamental empresas como a Google tomar muito cuidado com isso...


  • Ótimo está tudo muito bonito, mas espero que a Google não passe dos limites da privacidade!


  • Gente...nao adianta mais querer pensar em privacidade...essa era ja passou e cada vez esta mais presente a era da conectividade...entre pessoas, sistemas, aparelhos, enfim: tecnologia. Que ajuda e muito ao ser humano progredir. Afinal, direta ou indiretamente somos envolvidos por ela ate dormindo...entao, vamos parar desse papo de privacidade. Infelizmente pra ajudar e preciso conhecer o braço do qual se estende a mão nao é?


  • No aguardo das boas novidades.


  • os teóricos da conspiração piram rsrsrrsrs...


  • Estive nos Estados Unidos a pouco tempo e fiquei impressionado com uma ação do Google now, não tenho certeza se este recurso está disponível no Brasil. No dia q eu estava voltando o app me indicou a rota para o aeroporto, o trânsito, a melhor hora para sair de casa e não perder o vôo e o mais impressionante: todas as informações do meu vôo, onde eu deveria embarcar e fazer o check in e até se ele estava atrasado ou não. Sensacional. Confesso q fiquei com medo mas depois vi ele buscou as informações do vôo no meu gmail. Tudo isso sem pedir.


    • Verdade, em maio deste ano fiz uma reserva em um hotel no pantanal mato-grossense que tinha coordenadas de GPS para indicar a localização, pois fica a cerca de 70 km da cidade mais próxima. O interessante é que o Now indicou certinho a localização ao sairmos de Cuiabá, com base no e-mail de confirmação da reserva.

      O ruim é que algumas cidades, como a minha, mesmo tendo mais de 100 mil habitantes, não tem todos os serviços do Now, aqui nem a previsão do tempo aparece. Porém, em cidades relativamente pequenas e pacatas a previsão do tempo funcionou perfeitamente. Qual deve ser os critérios adotados pelo Google?


  • acho que em várias situações essa tecnologia poderia ser muito útil, vejo duas por exemplo:
    Em uma situação de sequestro ou assalto o microfone detecta o tom de voz agressivo do bandido e automaticamente liga para polícia informa o perigo, envia sua localização e passam a monitorar o celular em off.
    Outra seria para idosos que moram sozinhos, poderia ajudar muito de diversas formas, vejo muitas possibilidades em um sistema de inteligência artificial como este!


    • O S5 já faz mais ou menos isso com 3 toques no botão de alimentação.


      • tá certo, tem alguns apps também que fazem um monte de coisas, mas aqui estamos falando de inteligência artificial, sem necessidade de apertar botão ou usar app. O meu Moto X, quando estou dirigindo pergunta se eu quero atender uma ligação ou que ele leia a mensagem de texto que alguém me enviou e tb faz ligações sem que eu precise sequer tocar no aparelho, mas ainda precisa melhorar muito em alguns aspectos.


      • eu também comprei um Moto X e qd me ligaram enquanto eu dirigia, fiquei impressionado. Como o celular sabe que estou dirigindo, se o GPS estava desligado para economizar bateria?


  • Não tenho o costume de utilizar o G Now, verei do que ele é capaz.


  •   33
    Conta desativada 07/08/2014 Link para o comentário

    Isso é muito legal


  • cada dia mais as tecnologias invadem nossa vida. no futuro não tao longe ninguém mais terá privacidade! e muito bacana a tecnologia nos ajudar no dia a dia, mas no contrário disso, e como se fôssemos robos fazendo com o que querem q fazemos... seremos totalmente controlados e vigiados 24 horas por dia.... viva tecnologia


  • Por um lado esses recursos são sensacionais, mas pelo outro lado eles são muito invasivos.
    Estamos ficando cada vez mais dependentes da tecnologia e em algum dia a Google dominará o mundo.

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.