Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Atualizado 9 min para ler 148 Comentários

Android P e Google Assistente são os principais destaques do Google I/O 2018

Todos os anos, grandes desenvolvedores de plataformas, engenheiros e executivos se reúnem no Google I/O para discutir todas as novidades Android do ano. As últimas novidades sobre o primeiro dia de conferência estão a seguir.

O Google I/O ocorre entre 8 e 10 de maio de 2018, no Anfiteatro Shoreline em Mountain View, Califórnia. Este está sendo o terceiro ano consecutivo em que o Google decidiu realizar o evento no Anfiteatro Shoreline, ao lado do Googleplex. O evento pode ser assistido através desse link.

Google I/O 2018 - destaques e novidades

Android P

O Google revelou os principais pontos fortes do Android P, que será focado em simplicidade, Digital Wellbeing ("bem-estar digital") e Inteligência. A simplicidade diz respeito ao visual simplificado que algumas partes do sistema estão ganhando, como notificações, sons e alarmes. A tecnologia a favor do bem-estar consiste no novo Google Dashboard e em um novo modo não perturbe, que vem com uma função integrada chamada Wind Down, que visa desmotivar o usuário que passa muito tempo usando seu smartphone.

google i o 2018 83
Os pilares do Android P / © Screenshot: AndroidPIT

Parte dos recursos do Android P estão presentes no ML Kit, como o App Actions, o Reply e o Slices. Isso significa que apps de terceiros, e não apenas serviços do Google, poderão contar com funções inteligentes do novo sistema, incluíndo aí aqueles presentes no iOS. O kit oferece suporte aos sistemas de reconhecimento de imagem, textos, predições, detecção de locais e usam como base o TensorFlow Lite. Essas APIs neurais foram abertas para novos dispositivos além dos Pixel, como Sony, Asus, Motorola, LG, Nokia, Oppo, Xiaomi e OnePlus. 

  • Bateria adaptativa: o Android P está melhorando – novamente – o sistema de gerenciamento de bateria, que irá cuidar melhor de apps em segundo plano e irá entender melhor os hábitos do usuário, se adaptando ao seu uso.
  • Brilho adaptativo: o Android P irá aprender com o usuário em que momentos ele muda o brilho do seu dispositivo, e em qual porcentagem, ajudando a economizar bateria e evitar situações de brilho excessivo.
  • Dashboard: aqui serão reunidas informações sobre os hábitos do usuário, como apps usados, tempo que passou em cada app, tempo de bateria e outros, além de sugerir pausas.
  • Slices: partes de algumas telas de determinados aplicativos, como Spotify, Fotos e Uber, por exemplo, serão exibidas em resultados de buscas, exibindo preços e outras informações sem a necessidade de abrir o app correspondente. 
google i o 2018 96
Slices / © Screenshot: AndroidPIT
  • App Actions: no dock do Android, além dos apps recentes, serão exibidas ações que você pode fazer, como ligações em determinados horários, recursos ao conectar um fone de ouvido ou exercícios físicos que você costuma fazer em determinados horários (ver imagem).
google i o 2018 92
App Actions / © Screenshot: AndroidPIT
  • Gestos: como esperado, o Google está introduzindo novos gestos para navegação do sistema, que irão acessar a tela inicial, o multitarefa, a gaveta de apps e apps recentes.
google i o 2018 100
Navegação por gestos / © Screenshot: AndroidPIT
google i o 2018 101
Novos gestos do Android P / © Screenshot: AndroidPIT
  • Não perturbe: você poderá silenciar o smartphone por completo, incluindo toques de notificações, vibrações e ligações virando a tela do dispositivo para baixo (movimento Shush). Será possível adicionar contatos favoritos como excessões.
  • Wind Down: esse recurso irá melhorar o brilho automático e deixar todo o sistema em preto e branco, em horário programado, visando desmotivar o uso prolongado do smartphones.

Grande parte dos recursos exibidos estão neste vídeo que fizemos há poucas semanas:

Agora em beta, o Android P pode ser testado por outros smartphones de outras marcas. Os modelos compatíveis são:

  • Essential Phone
  • Google Pixel 2
  • Google Pixel 2 XL
  • Google Pixel
  • Google Pixel XL
  • Nokia 7 Plus
  • OnePlus 6
  • Oppo R15 Pro
  • Sony Xperia XZ2
  • Vivo X21 UD
  • Vivo X21
  • Xiaomi Mi Mix 2S

Google Assistente

O Google Assistente foi o grande destaque do primeiro dia de Google I/O. Não apenas o assistente virtual por voz em si, mas toda a tecnologia que está por trás desse mecanismo baseado em Aprendizado de Máquina e Inteligência Artificial. O Google anunciou a chegada de novas vozes, melhoria na conversação com o assistente, mudanças na interface e uma função interessante chamada Google Duplex:

  • Novas vozes: o Google está otimizando as vozes do Assistente, acrescentando seis vozes (masculinas e femininas, como a do cantor John Legend) que estão mais naturais e adaptadas regionalmente, incluindo sotaques e gírias. A ideia do Google é adicionar, além de mais naturalidade – o que elimina o dialeto robótico do assistente – mais dinâmica social.
  • Conversação continuada: agora, o Assistente será mais esperto para entender conversação contínua com o usuário. Quando for pedido que seja vista alguma coisa E outra, o Assistente saberá interpretar dois pedidos diferentes. Isso também deixará a conversa mais natural.
  • Conversação familiar: o Assistente ficará mais educado, com foco em crianças e no diálogo familiar, atendendo pedidos mediante um "por favor". O assistente também irá cobrar que o pedido seja feito com cordialidade e educação quando necessário.
google i o 2018 38
Google Assistente e a conversação natural / © Screenshot: AndroidPIT
  • Interface intuitiva: o Google quer melhorar a interface e os contextos exibidos pelo Google Assistente. Assim, mais imagens, vídeos e informações completas serão exibidas em resultados de pesquisas pelo assistente.
  • Hey Google: não será mais necessário dizer Hey Google para ativar o assistente. Será possível personalizar esse recurso de acordo com seu gosto.
  • Food pick-up e delivery: a conversão e a contextualização estão subindo de nível aqui, pois o usuário conseguirá fazer pedidos em restaurante específicos pelo Google Assistente antes de sair de casa. Em um Starbucks, por exemplo, basta chegar com o pedido pronto em seu celular e finalizar o pedido pagando com o Google Pay.
  • Google Duplex: as tecnologias mais complexas e imersivas da Google estão nessa incrível função, que mistura IA, deep learning, Aprendizado de Máquina e vários algoritmos. Em segundo plano, o Assistente será capaz de ligar para restaurantes ou em outros estabelecimentos para fazer reservas e confirmar informações por você, adicionando compromissos em sua agenda posteriormente. 

Google News

Inteligência artificial está chegando até o Google News, que está recebendo um redesign. O Google também anunciou um investimento de 300 milhões de dólares em sites parceiros para atuar no combate de fake news ao redor do mundo.

A ideia do Big G é valorizar também o conteúdo local, mas sem colocar o usuário em uma bolha pois, através do Newscasts, íntegras de artigos e notícias serão exibidas de forma uniforme, sem haver qualquer prioridade baseada em gostos específicos através de algoritmos. A atitude do Google vai na contramão do que é feito pelas redes sociais, que procuram segmentar informações de acordo com a demanda individual de seus usuários.

google i o 2018 70
Newscasts é uma nova forma de acompanhar notícias e coberturas verificadas / © Screenshot: AndroidPIT

Google Lens

Ao aplicativo de realidade aumentada será integrado ao app de câmera do Android. As interações ganharam uma nova dimensão, visto que você  pode, além de obter informações sobre produtos apontando a câmera, copiar e colar passagens e textos capturados pela câmera em notas e conversas.

Palavras também poderão ser usadas na busca do Lens, então ao visitar um restaurante, será possível escanear o cardápio e já pegar informações sobre pratos e alimentos, direto do Lens.

Android Things 1.0

Após um período de testes entre desenvolvedores com a distribuição de SDK, o Google anunciou oficialmente o Android Things 1.0, sistema para ser usado em produtos para casa e outros gadgets da Internet das Coisas. Para atrair parceiros (que já tem como alternativa o sistema similar da Amazon) o Google fala sobre diversas vantagens para os que aderirem ao programa e colocarem suporte ao sistema em seus produtos.

Um dos destaques é a garantia de update e suporte por até três anos aos produtos, listando alguns processadores e hardwares que já podem ser utilizados. Além disso, diz garantir uma plataforma robusta, hardware certificado, APIs avançadas do desenvolvedor e atualizações seguras de software gerenciado usando a infraestrutura de back-end do Google.

lg thnq view ces 2018
LG ThinQ View, apresentado na CES 2018, já conta com o Android Things / © Engadget

O tipo de produto que pode levar esse sistema é muito vasto, podendo ser desde uma simples caixa de som até sistemas de controle residenciais, alguns apresentados na CES 2018. Ao contrário do Android, o Android Things é um sistema fechado, e ficará a cargo do Google definir atualizações de segurança e modificações na interface. As fabricantes parceiras poderão investir em apps e funções exclusivas.

JBL Link Bar

E falando nos hardwares inteligentes, hoje a JBL anunciou uma nova linha de produtos que faz parte do ambiente do Android TV (e não do Android Things). A JBL é a primeira empresa a anunciar um produto assim, e o JBL Link Bar funcionará tanto como um home theater, trazendo som melhor para a TV, como também poderá ser usado para controlar a casa.

Usando o Google Assistente, você poderá dar comandos de voz que controlam a TV e também os outros produtos que obedecem a esse assistente. Ou seja, ele é como um Google Home, mas que traz como vantagem também oferecer som e controle para a TV. A Link Bar terá o início das vendas no final do ano, ainda sem preço divulgado.

Android Auto

Depois de ficar muito tempo sem novidades, o Android Auto será destaque no Google I/O, trazendo poucas novidades impactantes, mas oferecendo modificações na interface para que o parceiro possa escolher algumas coisas na apresentação. O objetivo principal é tornar o conteúdo e as opções mais acessíveis para uso sem as mãos ou com poucos toques.

Agora, o conteúdo navegável é colocado na frente e no centro assim que você abre um aplicativo. Novos recursos de pesquisa permitem que os aplicativos de mídia integrem diretamente seus resultados no Android Auto. E passando pela área de mensagens, agora há suporte a grupos de mensagens e RCS, permitindo responder mais mensagens sem precisar parar de dirigir ou se distrair no volante.

android auto 2018
Informações mais acessíveis no Android Auto / © Google (divulgação)

O Google também reforçou que está antenado à acessibilidade ao disponibilizar uma versão do GBoard que usa código morse. A inteligência artificial foi lembrada também em outras mudanças mais recentes da empresa, como no visual do novo Gmail, que trouxe uma nova predição de escrita, e também no Google Fotos.

O que você achou das novidades?

226 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

148 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários