Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Google I/O 2019: Pixel 3a e Android Q lançados!

Google I/O 2019: Pixel 3a e Android Q lançados!

Todos os anos, os fãs do Android esperam por alguns grandes eventos relacionados ao sistema. Um dos maiores é o Google I/O, conferência da empresa voltada para desenvolvedores, que mostra novidades, principalmente, da nova versão do Android.

Google I/O 2019 - Destaques e novidades

Ele chegou! Google anuncia o Pixel 3a

Os que sonham com um Google Pixel de baixo custo podem se animar. Para a surpresa de ninguém, o Google aproveitou o I/O 2019 para anunciar o Pixel 3a e Pixel 3a XL, versões de baixo custo de seus carros-chefe.

O principal destaque do Pixel 3a é seu preço. Apenas US$ 399, metade do preço de um Pixel 3. O aparelho tem processador Qualcomm Snapdragon 670 com 4 GB de RAM, 64 GB de memória interna e tela OLED 18,5:9 com resolução Full HD+. O design é quase idêntico ao do Pixel 3.

A Google não economizou no principal destaque dos Pixel: a câmera. O Pixel 3a usa exatamente o mesmo sensor de imagem que o Pixel 3, e roda os mesmos algoritmos de software. O resultado é praticamente a mesma qualidade de imagem, tanto de dia quanto em fotos noturnas.

O Pixel 3a estará à venda a partir de amanhã (08/05) nos EUA e Europa. 

Os destaques do Android Q

Segundo o Google, o desenvolvimento da próxima versão do Android, que deve ser lançada no final deste ano, está sendo baseado em três pilares: inovação, segurança e privacidade e bem-estar digital.

No pilar da inovação, a empresa destacou o suporte a foldables, com o recurso de "App Continuity" integrado ao sistema. Os usuários poderão começar a usar um app com o smartphone dobrado, desdobrá-lo e continuar usando o app instantâneamente em uma tela maior.

top level parental app specific limits bon.max 1000x1000.jpg
© Google

O sistema também terá suporte nativo a 5G, e o tão esperado "Tema Escuro", que ajudará a economizar bateria em aparelhos com telas OLED. 

No quesito privacidade, o sistema terá um novo painel na tela de configurações, onde o usuário poderá controlar como, e por quem, suas informações pessoais serão utilizadas. Uma atenção especial foi dedicada à localização. Agora o usuário pode permitir ou negar o acesso à localização por app, ou até mesmo ativá-lo apenas enquanto um app estiver sendo usado.

Screenshot 100
© Screenshot: AndroidPIT

No bem-estar digital, o novo "Focus Mode" pode silenciar automaticamente apps que causem distrações quando ativado. E com o Family Link, pais poderão, de seus aparelhos, controlar o acesso e uso de apps no smartphone de seus filhos. Isso inclui autorizar a instalação de apps e a capacidade de definir limites de uso, por app e gerais para o dispositivo. 

A terceira versão Beta do Android Q estará disponível a partir de hoje em 21 aparelhos de 12 fabricantes diferentes, incluindo todos os smartphones da família Pixel. Segundo o Google, hoje há mais de 2,5 bilhões de aparelhos Android ativos, produzidos por 180 parceiros em todo o mundo.

Novas ferramentas de acessibilidade

O Google está investindo em ferramentas de acessibilidade para facilitar a vida de usuários que são portadores de alguma deficiência. Entre elas, três voltadas para usuários com dificuldade de audição ou fala. O Live Transcribe é uma ferramenta simples que transcreve conversas em tempo real, usando as tecnologias de reconhecimento de voz do Google. Além de ler o que é dito pelo interlocutor, o usuário pode digitar uma resposta, que será lida pelo app.

Já o Live Caption é um sistema de geração automática de legendas para qualquer tipo de conteúdo de vídeo, não importa se é um vídeo no YouTube, um clipe armazenado localmente ou mesmo um vídeo sendo gravado naquele momento com a câmera.

Por fim, o Assistive Chat permite transformar conversas telefônicas em um chat. O que é dito pelo interlocutor vira texto, e suas respostas são lidas para ele. 

Todos estes recursos podem ser usados mesmo com o smartphone offline. Isso porque a Google conseguiu encolher os modelos de processamento de fala, que antes ficavam em um servidor e ocupavam 2 GB, para apenas 80 MB. Assim, todo o reconhecimento acontece no aparelho, sem que nenhum dado seja enviado para a rede.

Google Assistant fica mais rápido, e mais poderoso

Os esforços para melhorar as ferramentas de busca também se aplicam ao Google Assistant. O Google conseguiu encolher os modelos de processamento e síntese de voz, reduzindo seu tamanho de 100 GB para apenas 500 MB. Assim, parte da inteligência do Assistant pode rodar no próprio smartphone, o que torna o assistente até 10x mais rápido na resposta aos comandos. O Google chama isso de "Next Generation Assistant" (Assistente de próxima geração).

Quem tem um "Smart Display" com Google Home poderá agora ter resultados personalizados, com o assistente sendo capaz de diferenciar usuários e entregar resultados relevantes a cada um, recurso chamado de "Picks for You".

Screenshot 49
© Screenshot: AndroidPIT

Por fim, o Assistente irá ganhar um novo "Modo Direção". o dizer "Hey Google, let's drive" (Ei Google, vamos dirigir!) o app mostrará uma interface otimizada, com as atividades mais relevantes relacionadas à sua rota em destaque. A nova geração do Google Assistant chegará ao mercado ainda neste ano, junto com a próxima geração dos smartphones Google Pixel. Assista a demo do que a próxima geração é capaz de fazer:

Novidades na busca

A Google está trabalhando para integrar a câmera à sua ferramenta de busca, adicionando "uma nova dimensão" aos resultados. Em breve, os resultados de buscas incluirão experiências em AR: modelos tridimensionais poderão ser vistos de todos os ângulos, e até colocados sobre o ambiente ao seu redor usando a câmera. Assim, fica mais fácil checar os detalhes de um modelo anatômico, ou como um tênis fica junto com suas roupas.

O Google Lens também está ficando mais poderoso. Em breve, você poderá apontar a câmera para o menu em um restaurante, e o app mostrará para você quais são os pratos mais populares, e até mesmo fotos deles. E se você apontar a câmera para a conta, ele poderá ajudar a calcular a gorjeta e a dividir a conta entre você e seus amigos.

Screenshot 48
© Screenshot: AndroidPIT

Os novos recursos do Google Lens também serão integrados ao Google GO, o app de busca para smartphones de entrada. Bastará apontar a câmera para uma placa ou cartaz, por exemplo, e o Google Lens será capaz de ler o texto em voz alta. Não fala o idioma? O app pode traduzir o texto, sobrepô-lo à imagem da câmera e ler a tradução.

Segundo a Google, isto será especialmente útil em países em desenvolvimento, onde grande parte da população não sabe ler. Este recurso estará disponível em 15 idiomas, incluindo o português, no final deste mês, e será otimizado para funcionar mesmo em smartphones de baixíssimo custo.

E você, o que achou das novidades anunciadas durante o Google IO?

Artigos recomendados

26 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.