Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Google também quer um smartphone dobrável para chamar de seu

Google também quer um smartphone dobrável para chamar de seu

Não é supresa para ninguém que as principais marcas estejam desenvolvendo produtos com telas dobráveis e, aparentemente, o Google também quer fazer parte dessa leva. O que a empresa registrou como patente não é bem um smartphone, e sim um conceito de tela dobrável que pode ser usado futuramente.

O Google não é um empresa convencional que fabrica seus próprios produtos, mas sabemos que a gigante das buscas participa diretamente do desenvolvimento de seus smartphones, tablets, laptops e produtos inteligentes. A patente registrada pelo Google e a ZTE mostra dois conceitos de telas dobráveis, uma que pode ser dobrada ao meio e outra que se dobra em duas partes, criando um efeito "Z".

Pelo fato de o Google não fabricar seu próprio hardware, essa patente em nome da empresa pode indicar que o conceito de tela dobrável em várias partes está ao menos em testes internos, e pode ser licenciada pela mesma futuramente para outras empresas.

Isso não quer dizer, por exemplo, que no futuro smartphones e laptops com Android ou Chrome OS não possam ser flexíveis da forma como sugerem as patentes, pois a Big G pode executar o projeto em parceria com outras marcas, como Lenovo, LG e HTC, por exemplo.

Vale lembrar que o Android Q oferece suporte nativo a smartphones com telas dobráveis, como o Huawei Mate X e o Galaxy Fold. O registro feito pela empresa de ambos os conceitos não menciona a palavra smartphone, usando o termo "display para uso de dispositivos de computação modernos".

6a0168e68320b0970c0240a444cd6c200c 800wi tile
Patente do Google / © Patently Mobile

O desafio para esse tipo de tecnologia passa principalmente pela resistência de telas flexíveis em longo prazo, o que tem sido o maior dilema entre os aparelhos lançados recentemente com tais tecnologias. A Gorilla Glass está desenvolvendo uma camada anti-risco e que suporte impactos corriqueiros para ser usada em smartphones dobráveis. 

Com relação a ideia do Google, vale acrescentar que o conceito não é exatamente improvável, uma vez que a até o Presidente e CTO da LG, Dr. I. P. Park, comentou que os smartphones poderão ter telas enroláveis futuramente, em entrevista ao site Toms Guide. "Estamos explorando vários formatos para telas de celulares, incluindo dobráveis e enroláveis. Se o mercado necessitar de telas muito grandes, nós precisamos enrolá-las e dobrá-las. Então vamos explorar", disse o executivo.

Você acha que os enroláveis e ultra-dobráveis são o futuro das telas?

Fonte: Tom's Guide

Artigos recomendados

4 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.