Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 135 Comentários

Google reforça que suporte a novas versões do Android deve durar só dois anos

Não é de hoje que o Google vem promovendo uma certa desordem no que diz respeito a fragmentação do Android. A empresa, que é dona do sistema, definiu há alguns anos que o prazo máximo, e mais adequado, para oferecer suporte a novas versões do Android a linha Nexus seria de dois anos. Os fabricantes seguiram essa recomendação rapidamente para seus dispositvos, como esperado. O problema é que os usuários são os principais prejudicados com essa definição, que foi reforçada pelo Big G novamente.

Os usuários são prejudicados pela rotatividade dos modelos, que são muitos e também substituídos rapidamente por novas versões. A fragmentação é um problema que atinge em cheio essa quantidade de aparelhos que circulam no mercado, tornando-os obsoletos em pouco tempo. Nessa situação, inclusive, você pode incluir os topos de linha com dois anos de vida e que chegaram a custa mais de três mil reais quando lançados.

O Google publicou em seu site que nem mesmo a linha Google Pixel será deixada de lado da sua lógica de dois anos de suporte para novas versões. Introduzidos no mercado como uma série especial os Pixel não receberão nenhum tratamento diferenciado por parte do Google em relação aos updates no sistema. As atualizações de segurança, contudo, se estendem além do período convencional, totalizando três anos de suporte.

Android O Hero
Enquanto isso.... Android O vem sendo desenvolvido / © ANDROIDPIT

As atualizações de segurança são importantes, mas elas não ampliam as possibilidades de recursos no software, que é um papel desempenhado pelas novas versões do Android. As interfaces proprietárias acabam cumprindo uma tarefa importante neste cenário, oferecendo funções extras em cima de versões menos atuais do Android na tentativa de manter o usuário fiel a marca. Contudo, o que todo usuário espera realmente é ver seu aparelho atualizado por completo, com ou sem uma skin modificada.

A "lista da vergonha', divulgada pelo Google em maio do ano passado, visava expor as fabricantes que menos atualizavam seus dispositivos. De fato, vimos algum progresso em marcas como a Asus e a LG, mas com várias ressalvas. A questão é que, enquanto o próprio Google não rever esse prazo e não divulgar ações que mostram ao usuário que a empresa se importa em garantir updates à longo prazo, nada será feito por ninguém. Nem pelo Google, também não pelas fabricantes e muito menos pelas operadoras.

Você concorda com a posição do Google?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Denis 28/04/2017

    É um absurdo comprar um smartphone top de linha que em menos de dois anos, pode ficar defasado ou ser abandonado pela sua fabricante no quesito atualização. Um smartphone com 3 gigas de ram e um processador decente, ainda tem muito a oferecer. Querem um exemplo no Android? A OnePlus, que oferece atualização até onde é possível para os seus smartphones mais antigos e ainda atualiza de maneira rápida e eficiente os seus samrtphones mais atuais (inclusive os patchs de segurança). Tudo bem que ela (felizmente) tem uma linha de smartphones sóbria e enxuta e por isso mesmo, pode concentrar os seus esforços nas atualizações e implementação de melhorias... mas para as empresas chamadas de "grandes", ganham rios de dinheiro e tem recursos e funcionários, isso é uma vergonha. Por isso mesmo, meu próximo smartphone será um importado e de uma empresa que respeito o seu consumidor.

  • Bruno Salutes
    • Admin
    • Equipe
    28/04/2017

    As exigências com hardware estão aumentando demais, por sinal. Esse ciclo estabelecido pelo Google não se sustenta mais. A hora que as pessoas se importarem mesmo com isso e pararem de consumir, aí eles fazem algo.

  • Junior Fornazi 28/04/2017

    hoje no mercado móbile apenas a Apple tem esse respeito em atualizar aparelhos mais antigos com sistema mais atual..... que mata na Apple é que o iOS é muito fechado

  • Moisés 28/04/2017

    Atualização tem de ser oferecida. Fica como critério do usuário instalar ou não.

    Poderiam fazer assim...

    Entrada : 1 ano ( segurança a cada 4 meses)
    Médio : 2 anos ( segurança a cada 3 meses)
    High end : 3 anos ( segurança mensal )

    Dizer que suporte curto é para vender mais é desculpa.. Apple dá 5 anos e continua vendendo horrores.. Mesmo assim muitos trocam anualmente ou a cada 2 anos...

  • Fernando Henrique 28/04/2017

    Lei?
    Meu caro, os governantes ignoram as leis..
    Por isso que nesse dia de hoje o nosso país esta em greve geral.

135 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Bom que tenha mais duas ao Moto G5 Plus🙄

    CAV


    • Será que vai rolar o Android P?
      Tipo, a Motorola garantiu que a família Moto G⁴ (não sei se nisso ela considerou também o Moto G⁴ Play, mas...) receberia o Android O quando ainda estava rolando o Android Marshmallow.
      Mas no caso da família Moto G⁵, ela não prometeu nada, nem mesmo o Android O.


  • É só instalar uma rom customizada ou comprar o OnePlus 3T, obsolescência programada tô fora


  • Tá aí o motivo que me fez voltar a ter um smart da maçã também. iPhone 4s da pra usar até os dias de hoje, teve ou ainda tem suporte oficial da Apple.
    Quem tem um iPhone 6s ou 7 hoje vai usá-lo satisfatoriamente por um bom tempo. Põe aí 8 anos.. eles têm 1gb a mais de RAM que seus antessoceres .
    A Google tá dando mole com isso..


    • iPhone 4S já era. É questão de tempo até os apps começarem a descontinuar o suporte no iOS que roda nele.
      E depois disso, você vai conseguir fazer gambiarra no registro e puxar as atualizações mais recentes do iOS como se ele fosse um aparelho recente? Você vai conseguir instalar um Custom ROM do iOS 10 nele?

      Conta desativada


  •   77
    Conta desativada 30/04/2017 Link para o comentário

    Por que a Google não faz uma versão estável e aprimora ela durante algum tempo razoável? Por que tem que lançar uma nova porcaria cheia de bugs todo ano?

    CAVConta desativada


    • Porque os acionistas, a imprensa e o mercado clamam por isso, simples assim.
      Se a Google não anunciar nenhuma novidade (mesmo que não seja ao pé da letra), ela começa a perder dinheiro.

      Conta desativada


  • e pra forçar a gente a adquirir aparelhos novos :)

    Conta desativada


  • por este motivo que uso ROMs customizadas, com elas até os telefones antigos são atualizados e não preciso ficar comprando celular todo ano para me manter com o OS atualizado.


  • Até R$ 1.000,00 - 1 ano de atualizações
    Até R$ 2.000,00 - 2 anos de atualizações
    Até R$ 3.000,00 - 3 anos de atualizações
    Acima de R$ 4.000,00 - 4 anos de atualizações.

    Pode copiar, Google.


  • Isto é um desrespeito com os usuários, possuo um moto X2 (2014) que tem desempenho superior ao moto G4 plus (2016) e igual ao moto G5 plus (2017), então pessoal como dito acima, meu moto X2 tem desempenho suficiente para receber o Android 7, mesmo sendo o aparelho 2014, o G4 que é inferior tem suporte ainda para o Android 8 e o G5 que é igual tem suporte ao Android 8 e 9, e o meu X2 parou no Android 6.
    Isso é um absurdo!


  • Eu concordo com a Google e fabricantes, afinal c eles atualizarem eternamente seus smarts como venderiam​ os novo. Capitalismo né gente, achei q o pessoal daqui fosse mais inteligente. E afinal quem q fica mais de dois anos com o msm smartphone, eu nunca consigo ficar nem um ano sequer; quanto mais quatro.

    CAV


    • Exatamente.
      O pessoal tem que entender que quem fica com um mesmo telefone por mais de 18 meses é minoria, e não maioria.

      Conta desativada


  • Foi uma pena a Microsoft não ter triunfado no setor mobile.


    • Não triunfou porque entrou tarde no mercado, e porque cometeu erros estratégicos amadores, como descontinuar uma versão que nem se consolidou direito no mercado (o Windows Phone 7.x), tornou inútil uma versão que ainda tinha muito o que apresentar (o Windows Phone 8.x) e não consegue torná-lo atrativo mesmo com suas praticidades (Windows 10 Mobile).
      Pra começar, se a Windows Store fosse a mesma no Windows Phone 7, no Windows Phone 8 e no Windows 10 Mobile, já não teríamos um dos principais problemas, que é a discrepância em um mesmo aplicativo.

      E como os consumidores e os desenvolvedores passaram a rejeitar uma terceira alternativa...

Mostrar todos os comentários