O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

4 min para ler 92 Compartilhado 39 Comentários

Google irá remover da Play Store apps que usam Serviços de Acessibilidade sem necessidade

A Google continua empreendendo sua busca por mais segurança em sua loja de apps. Uma das principais críticas dos usuários, a Play Store está sempre cheia de aplicativos inúteis e com conteúdo malicioso. Mas, para melhorar nesse quesito, podemos acabar perdendo ótimos apps.

De acordo com o site AndroidPolice, diversos desenvolvedores de apps para Android estão recebendo emails da Google onde a empresa pede para que o uso dos Serviços de Acessibilidade sejam justificados para quem possui alguma deficiência real. Quem não modificar seus apps com essa explicação ou retirar os recursos pedidos, deverá retirar o app da loja ou poderá ser apagado pela própria Google.

servicos acessibilidade 2
App LastPass é um dos que utiliza a API / © AndroidPIT

Abaixo um dos emails que a Google está enviando aos desenvolvedores, já traduzido:

Estamos entrando em contato porque seu aplicativo, o BatterySaver System Shortcut, com o nome de pacote com.floriandraschbacher.batterysaver.free está solicitando o 'android.permission.BIND_ACCESSIBILITY_SERVICE.' As aplicações que solicitam Serviços de Acessibilidade só devem ser usadas para ajudar os usuários com deficiência a usar dispositivos Android e aplicativos. Seu aplicativo deve cumprir nossa política de permissões e os requisitos de divulgação proeminente da nossa política de dados do usuário.

Ação necessária: se você ainda não está fazendo isso, você deve explicar aos usuários como seu aplicativo está usando o 'android.permission.BIND_ACCESSIBILITY_SERVICE' para ajudar os usuários com deficiência a usar dispositivos e aplicativos Android. Os aplicativos que não atenderem a esse requisito dentro de 30 dias podem ser removidos do Google Play. Alternativamente, você pode remover todos os pedidos de Serviços de Acessibilidade de dentro do seu aplicativo. Você também pode optar por despublicar seu aplicativo.

[...]

Alternativamente, você pode optar por despublicar o aplicativo.

Todas as violações são rastreadas. Violações graves ou repetidas de qualquer natureza resultarão na rescisão da sua conta de desenvolvedor e na investigação e possível rescisão de contas relacionadas do Google.

Se você revisou a política e achou que pode ter ocorrido um erro, entre em contato com nossa equipe de suporte de políticas. Um dos meus colegas irá retornar a você dentro de 2 dias úteis.

Saudações,

A Equipe de Revisão do Google Play

O desenvolvedor que recebeu esse email abriu uma discussão no site Reddit, onde outros estão informando terem recebido o email da Google, que pede uma das ações em até 30 dias.

A cruzada da Google em favor da segurança é válida, e realmente o acesso aos Serviços de Acessibilidade é uma das maneiras pelas quais é potencialmente possível prejudicar usuários, uma vez que ao ter acesso a essa API, o aplicativo em questão pode passar a ler informações de outros apps, como programas de email, mensageiros, etc.

servicos acessibilidade
Apps famosos como Tasker, Cerberus e RescueTime também utilizam a API / © AndroidPIT

Porém, ao proibir acesso a essa API, muitos apps serão severamente prejudicados, e talvez uma parte deles deixe de existir. O acesso aos Serviços de Acessibilidade é o que permite funções chave dentro de diversos apps, e você provavelmente usa algum desses, pois estão muito presentes em títulos que modificam o sistema de alguma forma, ou que preenchem campos automaticamente, entre outros.

Entre os apps mais famosos podemos citar o LastPass, que guarda e preenche senhas; RescueTime, que monitora o uso de apps; Cerberus, que possui funções anti roubo; Tasker, que otimiza e automatiza diversas funções do Android, entre outros.

Desenvolvedores também criticam o fato de a decisão não possuir termos claros e definidos, abrindo muito espaço para interpretações. Um app que realmente utiliza os Serviços de Acessibilidade para auxiliar deficientes, por exemplo, pode ser utilizado por não deficientes, indo contra o pedido da Google.

O que você acha? A Google está certa na decisão?

Fonte: AndroidPolice

92 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Edivan Santos há 5 dias

    Antes tarde do que nunca. Nesse quesito a Apple Store está anos luz a frente da Google. Mais melhoria na PlayStore, por favor!

  • AC&MM há 5 dias

    A questão é que por causa de uns, todos pagam e a Google não quer concorrência. Mas quem pode garantir que determinados tipos de aplicativos, tanto os maliciosos quanto os ditos "bons", não estão apenas coletando dados de usuários para que possam ser usados em um determinado momento (se é que já não estão sendo usados.)?
    Ninguém está 100% seguro e com sua vida particular inviolâvel com o crescimento da globalização. Quem garante que, enquanto estamos com nossos dispositivos ligados, a câmera e o microfone estão realmente desligados como pensamos estar? Parece teoria de conspiração, mas é algo a se refletir.

  • Marcelo Enrico Franceschini há 5 dias

    O que mais tem é app como por exemplo uma simples lanterna, mas que pede acesso a quase tudo no celular. Afinal, é muito importante uma lanterna acessar seus contatos, suas fotos e videos...

  • Franco L. há 5 dias

    Ela tinha é q deleta os apps inuteis da loja isso sim

  • Leandro Marques há 5 dias

    Bem verdade, quando migrei para o IOS em 2014 tive dificuldade de encontrar um singelo player de vídeo que lesse legendas. A maioria era tudo pago, justamente por a Apple ser exigente com os desenvolvedores e eles acabam tendo que cobrar por isso. Mas em compensação os aplicativos são excelentes....

39 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações