Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Stadia é o novo serviço para streaming de jogos do Google

Stadia é o novo serviço para streaming de jogos do Google

A Google anunciou durante a Game Developer's Conference 2019, em San Francisco, o Project Stadia, seu serviço de streaming de jogos. Segundo Sundar Pichai, CEO da Google, a idéia é construir "uma plataforma de jogos para todo o mundo", eliminando as barreiras para que os jogadores possam acessar os jogos mais sofisticados do momento.

A experiência, segundo Pichai, deveria ser tão simples quanto clicar em um link do YouTube. A nova plataforma se chama Stadia (Estádio, em Latim), e pretende ser um lugar onde os jogadores e os espectadores podem, juntos, compartilhar uma experiência. O serviço é fruto de 2 anos de pesquisa, com a primeira demonstração pública, chamada Project Stream, lançada em Outubro passado fazendo streaming do jogo Assassin's Creed Odyssey.

Um "YouTube" para Games

Stadia não é um console, é um serviço. Os usuários poderão jogar em qualquer dispositivo com o navegador Chrome, de um PC desktop a um smartphone com Android, passando por mesmo o mais simples dos Chromebooks. A Google promete baixíssima latência, graças à sua extensa rede de datacenters ao redor do mundo, e a capacidade de "pular" de um dispositivo para o outro instantaneamente, retomando o jogo exatamente do ponto onde parou.

Durante os testes com o Project Stream, a Google transmitiu o jogo Assassin's Creed Odyssey em 1080p a 60 quadros por segundo, com som estéreo. Mas o Stadia vai além: a Google promete ser capaz de transmitir jogos em 4K com HDR a 60 quadros por segundo, com som surround. E segundo a Google, o serviço é escalável para transmitir jogos em 8K.

batch hinjbyl8ifpo2zjltsoz
Stadia promete a capacidade de jogar na "tela" que você quiser / © Google

Jogue do seu jeito

Para jogar, os usuários poderão usar qualquer controle USB ou Bluetooth que já tenham, mas a Google também desenvolveu um controle especial, o Stadia Controller, feito sob medida para o serviço. No controle, que se conecta via Wi-Fi diretamente com o servidor onde o jogo está rodando, há um botão para compartilhar automaticamente sua partida, em tempo real, em uma "Live Stream" no YouTube.

batch screenshot 2019 03 19 13.22.41
O Stadia Controller se conecta via Wi-Fi ao servidor com o jogo / © Google

Outro botão permite que os jogadores chamem o Google Assistant para dicas de como passar de partes difíceis de um jogo. Além disso os controles tem uma configuração bastante comum, com 4 botões de ação, 4 gatilhos, dois direcionais analógicos e 1 direcional digital. Ainda não sabemos se há sensores de movimento ou um sistema de vibração, por exemplo. A julgar pelas imagens no palco, o Stadia Controller estará disponível nas cores preta, branca e azul bebê.

Muito, muito poder

Stadia roda em servidores baseados em processadores da AMD, com uma GPU customizada com poder de cálculo de 10.7 Teraflops por segundo, mais de duas vezes o desempenho de um PS4 Pro. E isso é apenas uma "instância" da plataforma. Os jogos poderão adicionar ou remover instâncias, durante a partida, de acordo com o poder de processamento necessário naquele momento no jogo.

O sistema operacional é o Linux, e a plataforma suporta os engines mais populares na indústria de jogos no momento, como a Unreal Engine, Unity e o sistema de física Havok.

E os jogos?

Durante a apresentação Marty Stratton, produtor executivo da id Software, subiu ao palco para anunciar que Doom Eternal estará disponível no serviço, rodando em 4K com HDR+ a 60 quadros por segundo. Yves Guillemot, fundador da Ubisoft, também estava presente na platéia, o que indica que a empresa também suportará o serviço.

Legal! Como posso jogar?

O Stadia estará disponível ao público "ainda em 2019", lançando inicialmente nos EUA, Canadá, Reino Unido e "maior parte da Europa". Não foram divulgadas informações sobre preços ou planos de assinatura.

E você, o que acha do Stadia?

Artigos recomendados

20 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • finalmente . Microsoft e sony que se cuidem.


  • O futuro é esse. Com o 5G chegando aí, será bem mais prático jogar desse jeito da Google do que console físico. Se der certo a Google deu seu primeiro passo em direção a isso.


  • Mais Vida sedentaria para os sedentarios.


  • é bem interessante, porem no brasil vai demorar a chegar ainda, não temos internet pra rodar videos em 4k no youtube direito, imagina jogar assim rsrs


  • Muito interessante, muito mesmo.


  •   18
    Conta desativada 19/03/2019 Link para o comentário

    SE chegar ao Brasil as operadoras q querem a limitação de dados ficarão pra trás.


  • Isso vai exigir uma conexão bem estável, não é a realidade da maioria de nós brasileiros, infelizmente. Todavia, primeiro passado dado, proposta interessantíssima, espero que dê certo.


  • Tudo muito bom, mas ai vem o fantasma chamado OnLive, e sua super estrutura que tinha milhares de problemas..
    E interessante a empreitada da Google mas , e com o sistema funcionando que veremos se a gigante de Montain view resolveu os problemas das empresas que tentaram antes..A expectativa e enorme.

    Conta desativada


  • Vi a live e achei muito interessante

    Conta desativada


  • A Microsoft a um tempo atrás já havia falado que tem planos de fazer um serviço assim. E também já haviam falado que essa próxima geração de consoles pode ser a última. Não duvido que logo vamos ouvir mais notícias da Microsoft quanto a isso, ainda mais que o Google anunciou esse novo serviço. Realmente eu acho algo muito bom. Mas como sempre falo que o Brasil está ficando pra trás, esse tipo de serviço aqui no Brasil com a internet atual seria algo muito ruim e caro. E outra coisa é a questão de impostos, o governo está rangendo os dentes por causa do Streaming que mudou completamente o modo de se consumir mídias. Imagina as pessoas não comprarem mais mídias físicas ou digitais, que por si só já tem uma carga tributária enorme, fazendo uso de jogos somente via Streaming? Tenho certeza que isso no Brasil, na atual situação será complicado.


    • A google resolveu o problema com a instalação de servidores mais próximos, o que vai diminuir a latência e muito, porém realmente, se as empresas não alinharem suas redes, não serve de nada.


    • Project xCloud. Na E3 devem anunciar. Já vem sendo bastante comentado. Inclusive dizem que há servidores dedicados para o projeto no Rio Grande do Sul. A Sony já possui o PS Now e deve buscar ampliar. Ngm está parado.


  • a iniciativa é legal, mas ainda vai ser algo bastante restritivo pelo fato de ser somente online.


  • Espero que dê certo !!! mais conhecendo o serviço de internet brasileira, acho que aqui não vai ir para frente


    • Renato, um pouco de contexto: eu ouvi a mesma coisa de muita gente quando o Netflix estreou no Brasil. Infraestrutura evolui, ainda mais se houver um incentivo financeiro (mais assinantes, pagando planos mais caros) por trás disso.


  • Será que vai ser assinatura? Ou será que vai ser como o Nvidia Now que você compra os jogos?

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.