Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

9 min para ler 133 Comentários

Os prós e contras de importar produtos da China

Muitos de vocês, leitores do AndroidPIT, pedem matéria sobre importação de smartphones e eletrônicos aqui no site. Pois bem, vamos começar a trazer guias, tutoriais e opinativos para ajudar a todos com esse assunto delicado. Começamos com uma lista de prós e contras sobre esse modo de compra e, embora uma lista seja maior do que a outra, todos os itens possuem um grande peso na hora da sua decisão de compra. Vamos a eles.

Quais as vantagens de se importar um smartphone da China? 

Acesso a aparelhos que não são vendidos aqui

Muitas marcas de smartphones não vendem oficialmente no Brasil. É claro que muitas marcas duvidosas ficam de fora, mas infelizmente outras muito boas não chegam ao mercado, como Xiaomi, OnePlus, Huawei, Honor, entre outras.

lg v30 always on
Que tal ter um V30, mesmo ele não sendo vendido no Brasil? / © AndroidPIT

Com a possibilidade da importação, você acaba podendo comprar inclusive versões diferentes de aparelhos que são vendidos aqui, ou até mesmo de aparelhos cujas marcas têm representação oficial no país, mas escolhem não trazer todos os produtos. É o caso do V30 da LG, um dos melhores aparelhos da empresa, mas que não chegou oficialmente por aqui.

Variedade na escolha de produtos

Com esse acesso a marcas que não comercializam no país, o leque de escolhas cresce muito. No Brasil, as fabricantes vendem aquilo que deve vender ao grande público, mas muitos amantes de tecnologia, principalmente os early adopters, não costumam se encaixar nesse consenso.

Importar da China abre portas para aparelhos direcionados ao público asiático, que é muito mais complexo do que o brasileiro em matéria de smartphones. Por lá, telas duplas, sensores abaixo da tela e outras tecnologias já são corriqueiras, e sabemos que muitas dessas coisas jamais chegarão aqui,

Então, para quem quer um celular mais específico, mais nichado, de outra cor, não importa, será sempre uma grande vantagem importar da China.

AndroidPIT honor view 10 vs oneplus 5t 8651
Aparelhos da Honor e da OnePlus podem chegar na sua casa / © AndroidPIT

Preços mais baixos em muitos casos

Não vou entrar na questão econômica nacional aqui, isso é caso para um outro artigo. O que basta para constar em nossa lista de prós e contras é que, em dúvidas, comprar na China pode ser imensamente mais barato do que no Brasil. 

Essa vantagem, aliada às duas anteriores, fazem desse modo de compra algo muito atraente para diversas pessoas. Sabemos que no Brasil o dinheiro não está fácil, e quando você pensa em gastar R$ 2.600 em um Galaxy S8 ou R$ 1.900 em OnePlus 5T, ou ainda R$ 1.500 em um Moto Z2 Play ou R$ 730 em um Mi A1, fica fácil perceber porque tantas pessoas têm pensado em importar.

xiaomi mi a1 hero
Mi A1, um dos campeões chineses no custo benefício / © Xiaomi

Cupons vantajosos para pagar ainda menos

Para quem entende, para os que gostam de buscar, fuçar e procurar até fazer a melhor escolha, a China pode proporcionar extras muito interessantes. Além de preços geralmente mais baixos que no Brasil em aparelhos equivalentes, saber mais do procedimento rende mais frutos.

Cupons pipocam para todos os lados, e acabam rápido quando são bons. Saber onde encontrar as melhores ofertas, entender de datas importantes na China como o 11/11, ter conhecimento sobre os tipos e custos de frete e conhecer mais sobre o processo de importação e os tipos de entrega faz com que a economia possa ser maior ainda.

Quais as desvantagens de se importar um smartphone da China?

Impostos de 60% podem ser aplicados, mais outras taxas

Levando em consideração que pagar menos é uma das vantagens da importação, os impostos a taxação vão exatamente na contramão disso. De acordo com a legislação brasileira, produtos importados, inclusive para pessoa física, deve ser tributado em 60% do seu valor. E, nesse valor, está incluído também o frete, então são 60% em cima de produto e frete.

Dessa forma, os mesmos aparelhos que citei acima já ficam bem menos atraentes, com o Mi A1 passando dos R$ 1.100 e o OnePlus 5T chegando aos R$ 3.000. E isso se você não tiver escolhido alguma modalidade mais rápida de frete (nos sites chineses de importação mais famosos, o frete costuma ser gratuito para os modos mais simples de envio) para ter seu produto antes.

androidpit money cash 2
Prepare-se sempre para pagar o imposto do aparelho e seu frete / © AndroidPIT

Tributação é o padrão, não a exceção

E aqui entra algo que eu sempre falo para quem costuma choramingar pelo fato de ter sido tributado em algum produto: não ser tributado é sorte, a normalidade da Lei é o pagamento de impostos. Hoje em dia, os serviços dos Correios estão defasados e sobrecarregados, e não há como ficar olhando caixa por caixa. Sendo assim, os produtos são tributados por amostragem e por verificação não invasiva, usando raio X e outros. Por isso, alguns produtos passam sem essa tributação, mas isso deve mudar a médio prazo.

O mito dos R$ 200 de taxa

Há também o mito de que qualquer smartphone é tributado em R$ 200 pelos Correios, quando é pego na fiscalização. Isso não é verdadeiro, e esse valor acaba ocorrendo, mais uma vez, por causa da sobrecarga de produtos que chegam ao Brasil vindos da China. Nada garante que, caso você compre um aparelho cujos 60% ultrapassem os R$ 200, ele seja tributado em mais do que esse valor.

Taxa dos Correios

Por último, não podemos nos esquecer da taxa de recebimento dos Correios, que atualmente está em R$ 12, e mais outras taxas que podem ser cobradas por tempo de agência, entre outros. O mais sábio, quando se pretende importar algo, é juntar o dinheiro total do aparelho, incluindo as taxas e impostos. Se não for tributado, considere como lucro.

29213734989002
Todo mundo sabe que Correio pode ser sinônimo de dor de cabeça / © AndoridPIT

Demora na entrega do produto, que não tem data certa para chegar

Citando um caso real, eu comprei um smartphone OnePlus 5T em uma conhecida loja chinesa no dia 1 de novembro de 2017. No dia 20 de dezembro ele foi postado (houve demora, mas comprei na pré venda), e nesse mesmo dia constou em seu código de rastreamento (o envio escolhido foi o mais rápido) que ele tinha sido encaminhado da Suíça para o Brasil.

E assim ficou, essa é a última notícia que tenho dele. Já sã 62 dias no fluxo postal e ainda não tenho ideia de quando vou receber meu produto ou, até mesmo, SE vou receber. Ontem mesmo, me surpreendi quando chegou em minha casa uma encomenda de uma case que tinha sido postada há 110 dias e que eu já nem esperava mais receber.

Da mesma forma, há amigos meus que recebem seus aparelhos em 30 dias, ou até menos, e que compram muitas coisas na China. Eu mesma já recebi diversas coisas em menos de dois meses. Por isso, não há um padrão, é praticamente uma loteria, e seu produto pode chegar em um mês, dois meses ou quando o fluxo postal achar que você foi um bom menino e merece sua compra.

AndroidPIT Smartphone On fire
Se você precisar acionar a garantia, pode ficar meses sem o aparelho (de novo) / © AndroidPIT

Aparelhos não têm garantia, assistência é mais difícil

Caso seu aparelho quebra fora da garantia, é até possível encontrar quem o arrume no Brasil. Mas se encontrar assistências boas para aparelhos que são vendidos aqui já é complicado, imagina para produtos importados, de marcas que alguns técnicos podem nunca ter ouvido falar? Então não é impossível, mas bem difícil.

As lojas mais famosas oferecem algumas garantias aos produtos que vendem, mas também não é tão simples acioná-las caso necessário. Nem todos os atendentes falam português, ou falam de forma básica, e por isso o idioma pode ser outra barreira.

Você não tem nota fiscal do produto, não pode provar que é seu com facilidade, e na hora da venda, algumas pessoas pedem a nota. E também não tem como ir a uma loja em um shopping ou no bairro e pegar o aparelho na mão antes de comprar, sentir a pegada, ver se rola aquela conexão. Você compra embalado nas indicações de amigos ou nas que vê pela internet.

Tá certo que a garantia de produtos nacionais não é nem de longe aceitável, mas é mais fácil ter a justiça ao seu lado nesses casos (não que a justiça seja melhor do que o serviço de garantias, mas enfim...).

Incerteza, uma compra sempre pode ser diferente da outra

Baseada no depoimento que dei logo acima, sobre o OnePlus que comprei, é preciso dizer que esse, como um todo, é um processo cheio de incertezas, e que não é para todos. É preciso ter sangue frio, considerar que você pode ficar muito tempo sem ter um aparelho, e que pode até perder seu dinheiro, embora aconteça mais raramente.

Por isso, esse tipo de compra não é recomendado para quem não entende de compras na internet, quem não compra nem em e-commerces nacionais, para quem não entende nada de inglês, pessoas cujo dinheiro está contado e é importante, para quem precisa do aparelho com mais rapidez, para os que consideram garantia e nota fiscal algo importante e para quem não pode ficar tanto tempo sem seu próprio aparelho.

Why E Commerce Websites design and decelopment Are Important for Businesses atlanta usa
Nem todos já fizeram compras pela internet. Para o caso da China, tenha mais cuidado ainda / © AndroidPIT

Se tiver que resolver problemas, pode ser confuso e demorado (de novo)

No caso dos envios, dependendo da modalidade de envio, caso seu produto não chegue ou seja roubado no caminho, você receberá seu dinheiro de volta. Mas nem sempre a devolução é rápida.

Caso tenha pago com cartão, pode levar um mês ou mais para o valor ser devolvido, e em outros meios, até mais. No caso da garantia e dos problemas cobertos, é preciso que você reenvie o aparelho para a China, e espere receber um de volta, se confirmarem que o problema é contemplado pela garantia.

Até ir e voltar, podem ser mais dois meses, no mínimo, de espera. E também pode ser que o aparelho indo ou voltando se perca, ou seja roubado. E mais, pode ser que ele seja tributado na volta. Então, pagando ou não a tributação na primeira compra, o Governo considera o retorno como uma nova compra, e você pode ser tributado pela primeira ou segunda vez.

Em resumo, não recomendamos e nem desrecomendamos a importação de smartphones chineses. O objetivo desse artigo foi apresentar os prós e contras para que você possa pesar os fatos e decidir se para você vale a pena. Pelos depoimentos, você pode perceber que eu compro produtos na China, sempre comprei, mas sempre faço isso pesando tudo o que pode acontecer, de bom e ruim.

E você? Tem mais prós e contras em relação à importação de produtos chineses? Conta pra gente!

Os comentários favoritos dos leitores

  •   86
    Conta desativada há 7 meses

    Bem, já importo aparelhos há pouco mais de 1 ano e estou no 3° Xiaomi atualmente. Tem alguns pontos que as vezes as pessoas não atentam e que podem ocasionar problemas futuros.

    1° - Sempre pague o seguro de envio se estiver disponível. Caso seu produto se perca no caminho ou seja roubado nos correios (o que acontece) a loja devolverá 100% do valor junto com o frete.

    2° - Nunca, mas NUNCA peça frete EMS!!!! A taxação nessa modalidade além de certa, as vezes chega a ser abusiva por se somar multa (por ser declarado valor abaixo do real) e etc. Algumas vezes o valor cobrado passa facilmente o do produto comprado.

    Além disso, não precisa ter medo da taxação de 60%, Pq ela já é cobrada sempre que um smartphone é tributado. Os famosos R$200 são simplesmente a taxa de 60% em cima do valor de $100 (esse sim é o valor padrão de tributação, baseado em uma lei de 1980 que nunca foi atualizada, abaixo desse valor se for tributado, pode recorrer). Na verdade tenha medo de uma tributação de 60% em cima do valor real do smartphone kkkk, mas nesse tempo que importo e acompanho tanto na Internet quanto de amigos, isso é quase uma lenda.
    Sobre peças de reposição, principalmente telas que são as mais procuradas, lojas como a banggood vendem peças originais e o preço é bem barato comparado as peças de smartphones vendidos aqui. Também é fácil achar no aliexpress que além das originais, também tem similares...

  • Stella Dauer
    • Admin
    • Equipe
    há 7 meses

    Esqueci de comentar. Meu vestido de noiva foi comprado em site da China, rs. Chegou certinho, nas medidas que eu passei. Não me arrependo.

  • Stella Dauer
    • Admin
    • Equipe
    há 7 meses

    Abri meu coração para vocês nessa matéria, pessoal. Com meus próprios casos de importação, rs.

    Espero termos muitas opiniões por aqui, boas e ruins! Mas sempre respeitando a opinião dos outros, ok?

  • Deivis Schuman
    • Mod
    há 7 meses

    A grande verdade é que a única vantagem em importar é o preço!
    Fora isso é só desvantagens!

  • Sidney há 7 meses

    Eu nunca tinha importado. Em dezembro resolvi comprar um equipamento de trabalho que está muito mais barato na China, depois um case com bateria e um fone de ouvido. Dois já passaram pela alfândega sem imposto mas travaram no incompetente Correios. Eu sou daqueles que acha que o país só vai funcionar quando tudo for privatizado, e deveria começar pelos Correios e abrir o mercado para outras empresas.

133 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Infelizmente para mim e minha família deu tudo errado!!!
    Comprei um Xiaomi MI A1 em novembro/17. Ficou parado por 4 meses na alfândega apenas para ser dado a entrada do celular no Brasil. Está há 3 meses parado na Receita Federal porque de início a Gear Best disponibilizou uma fatura de US$ 100.00. Enviei à receita para comprovar valor e fui taxado com 60% de impostos e mais multa de 100% sobre os impostos por valor declarado errado, ou seja, a princípio tenho um celular preso na Receita cujo valor que paguei foi de 230 dólares, mas tenho mais 250 dólares entre impostos e multa para pagar se quiser ficar com um celular que deveria ter chegado aqui em janeiro/18.
    Enchi o saco da Gear Best em várias oportunidades. Primeiro porque o celular não chegava, mas na verdade estava sem mesmo dar entrada no Brasil. Mandaram outro em fevereiro e está parado na Receita desde começo de Abril/18. E agora, estou enchendo o saco deles por conta da multa que não querem de forma alguma pagar. Estou com os dois celulares e estou pensando seriamente em pedir à Receita que devolva os dois, porque pagar 2 mil reais em cada Xiaomi A1 não vale... Comprei pelo BR Express... que deveria ser um dos modos mais rápidos.


  • Importei recentemente um Xiaomi MI A1. Importei acessórios para ele como case, fone de ouvido, fone Bluetooth, etc... Não tive qualquer problema. Todas as encomendas chegaram no prazo, em perfeitas condições. Aparelho funcionando perfeitamente, há mais de 3 meses. Já importei itens mais baratos no ebay e aliexpress também, e tudo ocorreu como esperado.
    Apesar de algumas experiências ruins que vemos por aí, a grande maioria esmagadora que eu já vi até agora teve sucesso na importação.
    Particularmente, vejo mais prós do que contra na hora de importar, porém, é preciso pesquisar bastante, e ter muita atenção na hora de comprar: o site é confiável? A marca escolhida tem qualidade? O modelo desejado apresenta muitos problemas?

    Pra quem tem calma e paciência, vale muito a pena. O custo benefício é fantástico!
    Agora, se você não gosta de esperar, quer menos trabalho e pode desembolsar um pouco à mais por um aparelho por aqui, vá em frente. Não faça nada com receio, pra não se arrepender depois.

    O importante é estar ciente de todos os contras que pode enfrentar, sabendo que as vantagens nesse negócio valem a pena o risco.

    Bela matéria!
    Abraço!!!


  • Prós: Preço, variedade, frete gratuito.

    Contras: Correios, taxas, assistência.


  • Pra quem já gosta de sair da loja com o smartphone na mão, ou espera no máximo 7 ou 15 dias pra ter o aparelho, a importação hoje pode acabar não sendo uma opção muito interessante, por menos inconvenientes que a pessoa eventualmente possa ter a fazendo.

    Pois mesmo com a Receita Federal e os Correios não oferecendo nenhum entrave, 15 dias já parece ser o mais rápido que alguém pode conseguir ao fazer a compra nessa modalidade.

    A questão da garantia parece ser um problema, mas dependendo do caso, nem faz tanta diferença assim, e o fato de se ter um técnico qualquer que possa fazer o serviço acaba sendo mais decisivo, já que muita gente não tem muita prática ou paciência em fazer os reparos ela mesma, caso necessário.

    Logo, ainda é possível dizer que fazer uma importação é algo que só interessa entusiastas.


  • Minha primeira compra foi agora no começo do mês.
    Então vamos ver como será essa experiência no geral quando chegar.


  • Pois bem, tenho dois aparelhos da China. Mas não importei nenhum, preferi pagar um pouco mais e pegar pelo mercado livre mesmo. Fiz as contas e vi que ficou uns 300 reais mais caro, mas não tive nenhuma dor de cabeça. Chegaram rápido pois escolhi Sedex, e o vendedor ainda deu garantia nos aparelhos. Já estou com ambos há um ano e não tive problemas. Um é o Huawei mate 9 e o outro um OnePlus 5. Extremamente satisfeito.


  • Quem compra no exterior tem o mesmo problema com garantia.


  • já comprei muita coisa, mais de 100 itens, os celulares nunca demoraram mais de 40 dias. Fui taxado 2 vezes e nas duas nāo retirei o produto e peguei o estorno integral ( em no maximo 7 dias). Porém, em outubro comprei umas bolsas para a esposa e elas estāo a 120 dias em CURITIBA. O GearBest já devolveu o dinheiro e enviou uma mensagem: se receber considere um brinde.


  • Este maldito país que só tem ladrão começando pelo presidente.


  •   63
    Conta desativada há 7 meses Link para o comentário

    Realmente seria muito bom se os Correios fosse privatizado e abrisse para que outras empresas como a Fedex, que é muito eficiente por sinal.

    Os Correios não dão conta das encomendas, por isso normalmente atrasam ou são até extraviadas. O FHC na época privatizou a telefonia e esqueceu desse setor. Mas ele estava certo em privatizar, governo não tem que tomar conta de empresa pública, se toma conta, administra muito mal.


  • Ouvi falar que os fretes oriundos da Holanda ou BR express costumam chegar bem rápido. A última compra que fiz, eu utilizei esse frete da Holanda e a minha encomenda chegou no Brasil com 27 dias úteis, mas ainda irá passar um bom tempo lá em Curitiba...rsrsrsrs...


  • Sempre importei e nunca tive maiores problema, vale lembrar que na maioria das vezes estamos sujeitos aos mesmos "prós e 'contras quando compramos no mercado nacional.


  • o que acontece quando a loja nos envia a encomenda, a receita recebe aqui no brasil e mesmo com todos os dados ok não recebmos em casa ou agência dos correios? essa encomenda é leiloada ou vira presente p funcionários da receita? já vi alguns casos do pacote chegar, ser recebido no brasil e nunca mais atualizar o rastreio kk


  • Infelizmente a questão da demora se deve mais ao correio brasileiro, vide que Curitiba tá entupida até o teto de encomendas do exterior desde Novembro do ano passado e só coisa de meados de Janeiro em diante tão passando. A vinda para o Brasil é rápida, uma semana ou duas.

    Algumas coisas já havia comprado da China e infelizmente a não tributação é uma faca de dois cumes. Comprei um fone bluetooth passou sem taxa e em uma semana saiu de Curitiba (demorou uma semana pra chegar no Brasil). Fui comprar o vidro da tela do meu findado Moto Maxx. Uma semana depois de chegar ao BR foi liberado sem taxa e advinha? 1 mês pra sair de lá de Curitiba. Pra efeito de comparação, Blumenau, SC, que é a cidade onde moro, fica a 2/3 horas de carro de Curitiba.


  •   101
    Conta desativada há 7 meses Link para o comentário

    Os Correios me desanima! 😪

Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados