O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
10 Compartilhado 81 Comentários

O iPhone SE poderia complicar a vida da Samsung em mercados emergentes?

O iPhone SE foi anunciado pela Apple nesta segunda-feira (21), em uma apresentação realizada na cidade de San Francisco. O maior destaque desta novidade foi o seu preço: US$ 399, o mais baixo já praticado em um lançamento. Por isso, acredito que o iPhone SE pode dar umas boas dores de cabeça à Samsung, especialmente em mercados emergentes, como o Brasil. Entenda por quê achamos isso.

A Apple sempre praticou preços elevados, até mesmo nos Estados Unidos. O preço cheio do iPhone por lá sempre foi de US$ 649. Quando uma nova versão é lançada, a imediatamente anterior passa a custar US$ 549 e se torna a opção de aparelho intermediária. A opção de entrada, lançada dois anos antes, então diminui para US$ 449, ou seja, US$ 200 a menos que o modelo top de linha e mais atualizado.

Para exemplificar, quando a Apple lançou o iPhone 6S, ele chegou custando US$ 649. O modelo imediatamente anterior, o iPhone 6, teve seu preço rebaixado para US$ 549. Já o iPhone 5S, que se tornou então a versão de entrada, passou a custar US$ 449. A empresa já faz isso há anos. É algo previsível. Assim, os seus concorrentes, como a Samsung, pensam seus preços e lançamentos baseados nisso também.

Ao lançar uma versão atualizada do iPhone por US$ 399, ou seja, mais barato que o modelo de entrada e que já está no mercado há dois anos, a Apple surpreende não só o público, mas também seus concorrentes, como a Samsung.

As pessoas preferem celulares com tela pequena?

Qual seria a sua resposta para a pergunta acima? A minha é: não sei. O mercado simplesmente decidiu que as pessoas gostam de celulares com telas gigantes e, com isso, vimos uma extinção de modelos com display de 4 polegadas.

Quando encontramos algum smartphone com tela pequena, ele é uma versão “Mini” ou “Compact” de algum top de linha. Geralmente capada, com processador mais lento, menos memória e menos bateria. Assim, ele não se torna atraente para a maioria das pessoas. O último smartphone top de linha e que tinha uma tela pequena foi o Xperia Z3 Compact. Mas, mesmo assim, seu display era de 4,6 polegadas, o que não era tão pequeno assim.

androidpit sony xperia Z3 compact 8
O Z3 Compact foi o último top de linha com tela "pequena" / © ANDROIDPIT

Então, a minha teoria é de que a compra de celulares com telas menores diminuiu drasticamente por que o mercado deixou de oferecer opções que valessem a pena. Se houvesse um modelo top de linha, com hardware atualizado e preço competitivo, acredito que a venda de celulares com telas de 4 polegadas aumentaria.

Assim, a Apple fez uma grande aposta ao lançar um celular em pleno 2016 com uma tela de apenas 4 polegadas. Mas, se for uma aposta acertada, pode quebrar as pernas da Samsung, cujos celulares com telas menores não são muito bem vistos entre os usuários.

Preço Brasil

Quanto o iPhone SE custará no Brasil? Ainda não sabemos. Mas podemos fazer algumas conjecturas baseados na cotação do dólar. Nas últimas semanas o dólar está oscilando na casa dos R$ 3,60 e R$ 3,70. Portanto, para esta análise superficial, iremos adotar a cotação do dólar em R$ 3,60.

O iPhone 6S no Brasil custa R$ 3.999. Convertendo para dólares, isso daria mais ou menos 1.100 moedas do Obama. Ou seja, é uma diferença de cerca de 70% em cima do preço do iPhone nos Estados Unidos. Agora vamos aplicar a mesma lógica no iPhone SE.

Na terra do tio Sam ele custa US$ 399, certo? Adicionando mais 70% a esse valor, ele saltaria para US$ 678. Convertendo para o Real, temos mais ou menos R$ 2.476. Portanto, para facilitar a nossa linha de raciocínio, vamos arredondar esse valor para R$ 2.499.

Você pagaria R$ 2,5 mil no iPhone SE?

Efeitos na Samsung 

samsungevent
E agora, Samsung? / © Korea Business

Se o iPhone SE chegar ao Brasil por R$ 2.499, acho que podemos afirmar que a Samsung passará por um perrengue sério por aqui. O Galaxy S7 tem preço oficial de R$ 3.799,00. Porém, é possível encontrá-lo por cerca de R$ 3.300 em algumas varejistas. São R$ 800 mais caro que o iPhone SE, se ele chegar aqui por R$ 2.500, como estamos supondo.

Como no Brasil Apple é sinônimo de status, não é difícil concluir que aqueles que têm dinheiro para adquirir um Galaxy S7, poderiam optar facilmente por um iPhone SE, mesmo que este tenha tela menor.

E os que têm preferência por telas pequenas veriam no iPhone SE uma oportunidade e tanto de adquirir um aparelho com hardware atualizado, com preço um tanto quanto justo, dada a realidade do mercado atualmente. Ainda mais se rolar aquele cupom maroto com 10% de desconto e frete grátis.

Já no segmento de intermediários, a Samsung sofre com a concorrência ferrenha de fabricantes chinesas que conseguem lançar ótimos celulares com um preço razoável. É o caso da Xiaomi e o seu Redmi 2 Pro, que custa apenas R$ 649 à vista. Ou ainda o Vibe A7010, da Lenovo, que em algumas promoções está saindo por pouco mais de R$ 1 mil.

E por que não, alguns aparelhos da Motorola, como o Moto X Play e o Moto X Style, que são ótimos celulares e estão abaixo dos R$ 2 mil? Por sua vez, a Samsung possui uma variedade enorme de modelos, que são mais do mesmo e a maioria com apenas 1 GB de Memória RAM o que prejudica a usabilidade.

Trocando em miúdos, se o iPhone SE realmente chegar ao Brasil custando R$ 2.499, a Samsung poderá perder muitos potenciais usuários  para a Apple. E no campo intermediário, vimos que a situação está cada vez mais difícil, pois a concorrência chinesa não facilita.

Assim, queremos saber a sua opinião, prezado leitor. Com a chegada do iPhone SE, especialmente pelo preço que apostamos aqui, como você acha que o mercado de celulares Android reagirá?

10 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Michel Bergamasco 25/mar/2016

    Alguns podem achar que a opção pelo IPhone é simplesmente pelo status, mas não é. O IOS ainda é mais simples e mais fluido que o Android. A dificuldade de atualização também é um problema, estou com um Galaxy A7 no Android 5 com TouchWiz, enquanto já falamos de Android N. Já meu meu IPad 4 de 2013 atualizou essa semana para o IOS 9.3. Saudades eu tenho do meu Moto X 2014, esse sim era fluido com o Android quase puro.

  • Rogério Santos 25/mar/2016

    Muitos reclamando do AndroidPit por escrever sobre Apple. Li reclamações semelhantes em outras matérias.

    Ora, como poderiam falar de Apple em nosso antro sagrado? Que hereges!!!

    Meus caros, não estamos aqui discutindo religião, mas tecnologias. Por mais que eu goste desta ou daquela marca, desde ou daquele modelo, são tecnologias, simplesmente. Muitos idolatraram/idolatram o Deus Nokia, por exemplo. Onde está o seu Deus agora?

    Não se pode falar que a Apple é boa, sob determinados aspectos, que a Microsoft também tem os seus méritos, que já chegam de voadora. Só Android presta! Alfa e Ômega! O resto é lixo.

    Lá no MacMagazine, com certa frequência, agem como evangelizadores da maçã. Jobs é um Deus! E quem tenta questionar o evangelho é reduzido à condição de idiota.

    Não espero que o Android Pit siga numa direção semelhante. De tal modo, vejo com bons olhos que tenha uma linha editorial mais aberta.

81 Comentários

Escreva um comentário:

  • Por iCoisa SE por 2700 dilmas? Duvido fazer cosquinha no mercado de emergentes.


  • Não vejo o iPhone SE como uma real ameça, afinal de contas, não é difícil encontrar o iPhone 5C por R$ 2000 no mercado.
    Mesmo por esse preço eu nunca o vi incomodar as fabricantes que usam Android.


  • Que não demore a chegar aqui, saudade do iOS....


  • Eu sou do tempo do iPhone 4! Sou da época do Job. Sou um cliente clássico da Apple, e podem ter certeza, usuários Apple não gostam de extravagâncias, preferem qualidade, praticidade e comodidade. Até Jobs morrer ele nunca deixou a Apple entrar na onda de celulares com telas enormes, muito antes dos grotescos 6s e 6s plus, essas outras marcas japonesas etc já fabricavam celulares com 5 e 6 polegadas... Jobs sempre foi contra e já tinha barraco o projeto 6s plus, por achar de completo mal gosto o tamanho exagerado como dos japoneses, coreanos e cia. Foi só ele morrer que lançaram o grotesco 6s plus. Pois bem, o iPhone SE vem para resgatar esse espírito Apple que se perdeu com o lançamento desses celulares com telas enormes. Os usuários clássicos da Apple como eu sempre acharam exagerados e de mal gosto celulares enormes, mas sempre foram exigentes c a tecnologia. É para atender essa grande parte dos clientes Apple (seus clientes mais tradicionais) que a empresa resolveu lançar o SD! E nós agradecemos por isso! Viva o bom gosto e a praticidade de poder usar um celular que caiba na palma da mao!


    • Gosto é gosto. Se vc gosta de telinhas... e de iPhones... Meus pêsames. Mas vc como usuário clássico e tradicional Apple (uuui) tá meio deslocado. Seria bom partilhar sua alegria por esse lançamento com seus companheiros da MacMagazine que é mais futuro.


  • Tenho o Moto x2, com recursos excelentes e com uma qualidade fantástica e ainda tenho liberdade com o SO, tudo isso na faixo de R$1,300.


  • Eu JAMAIS pagaria R$2500,00 no iPhone SE. E achei a afirmação de que esse é "um preço um tanto quanto justo" um tanto quanto precipitada.


  • Considerando que gosto do sistema Android e da série Note, não trocaria em hipótese alguma.


  • Respondendo a primeira pergunta: "Você pagaria R$ 2,5 mil no iPhone SE?" Pagaria apenas na versão de 64GB. Mas acho eu que essa versão vai ficar perto dos R$ 2,9 mil, sendo inviável pra mim, e acredito que pra tantos outros também.
    Respondendo a segunda pergunta: "Com a chegada do iPhone SE, especialmente pelo preço que apostamos aqui, como você acha que o mercado de celulares Android reagirá?" Acho que vai continuar do mesmo jeito. Não são muitas pessoas que podem pagar quase R$ 3 mil num celular. Até porque o país em crise econômica, o salário baixo e impostos altos sobre os smartphones (com o fim da Lei do Bem), a única opção do brasileiro é optar por modelos mais acessíveis e de marcas já conhecidas como a própria Samsung. Vai atrair olhares, vai. Entretanto, não sabemos se vai vender bem aqui. Aliás, na Europa o SE está caro: à partir de € 489. E pode encarecer mais ainda dependendo dos impostos de outros países. Daqui pra outubro depois do lançamento do iPhone 7 (se acontecer), se o SE 64GB tiver custando até R$ 2,5 mil, eu troco. Bom, bonito e poderoso o telinha de 4" é sem dúvidas. Tem quem reclame das matérias falando de iPhone etc. Ainda bem que eu não sou "preso" somente ao Android pra procurar me informar somente notícias desse SO ou marcas relacionadas. Pode até ser que no MacMagazine ou Blog do iPhone nada se falem do Android, mas lá sabemos que só tem fãs da Apple. No AndroidPIT tem quem goste de iOS e Android. E eu sou um deles. Pra mim não tem nada de mais. Mas cada caso é um caso.


  • Claro que poderia, o Iphone SE vem como um suposto iphone 6s compact. Muitos brasileiros compram smartphones Android pois são mais baratos, que os smartphones da Apple. Olhem os preços dos smartphones da Samsung, são caros, não só o S7, mas tbm o S6, S6 Edge... Eles podem ter especificações técnicas de hardware melhor, mais ram, melhor GPU, mas a plataforma da Apple e muito mais fluida, com menos cores, menos ram, consegue um desempenho muito melhor, com o preço mais baixo e especificações de Top ... não complicará só a Samsung mas as outras marcas tbm.


  • Acho que não a tendência hoje é tela grande


  • `` Qualquer site sobre a Apple tb fala do Android´´

    OHOM
    Nunca vi NADA do Android no Blog do Iphone.


  • acredito que o fácil acesso deixa muitos matar a curiosidade de possuir um iPhone.


    O Android não vem mudando (evoluindo)

    pra mim Lollipop, marshmallow e Android N

    pra mim são a mesma coisa parece correções ... mudar um designer não é inovar, é personalizar! E isso fica meio enjoativo e as telas enormes aff. .. pra molecada pode ser bom, mas pro trabalho no dia dia é melhor ser discreto e prático E POTENTE!


  • Não acredito que esse iPhone concorra com o galaxy S7


  • Alguns podem achar que a opção pelo IPhone é simplesmente pelo status, mas não é. O IOS ainda é mais simples e mais fluido que o Android. A dificuldade de atualização também é um problema, estou com um Galaxy A7 no Android 5 com TouchWiz, enquanto já falamos de Android N. Já meu meu IPad 4 de 2013 atualizou essa semana para o IOS 9.3. Saudades eu tenho do meu Moto X 2014, esse sim era fluido com o Android quase puro.


  • Muitos reclamando do AndroidPit por escrever sobre Apple. Li reclamações semelhantes em outras matérias.

    Ora, como poderiam falar de Apple em nosso antro sagrado? Que hereges!!!

    Meus caros, não estamos aqui discutindo religião, mas tecnologias. Por mais que eu goste desta ou daquela marca, desde ou daquele modelo, são tecnologias, simplesmente. Muitos idolatraram/idolatram o Deus Nokia, por exemplo. Onde está o seu Deus agora?

    Não se pode falar que a Apple é boa, sob determinados aspectos, que a Microsoft também tem os seus méritos, que já chegam de voadora. Só Android presta! Alfa e Ômega! O resto é lixo.

    Lá no MacMagazine, com certa frequência, agem como evangelizadores da maçã. Jobs é um Deus! E quem tenta questionar o evangelho é reduzido à condição de idiota.

    Não espero que o Android Pit siga numa direção semelhante. De tal modo, vejo com bons olhos que tenha uma linha editorial mais aberta.


    •   77

      Não vi nenhum comentário idolatrando o Android em detrimento do iOS. Também não vi ninguém reclamando que estão invadindo nosso "antro sagrado". Me parece que isso é algo que saiu de sua imaginação. Assim como os outros que reclamaram, eu não gosto de ver matéria sobre o iPhone aqui, mas uma ou outra não faz mal. Porém, nas últimas 2 semanas, foram 5 matérias somente sobre esse modelo SE, o que me parece um grande exagero. Uma matéria seria o suficiente.
      Vários leitores reclamam a falta de matéria sobre determinado aparelho, seja da Motorola, da Xiaomi, LG ou qualquer outra. Por que o AndroidPit não gasta suas energias e seu tempo com essas matérias que interessam muito mais seus leitores? Por que fazer 5 matérias sobre o iPhone SE? Isso que não entendemos.
      Outro motivo é que as matérias sobre iPhone são muito rasas, incompletas para falar a verdade, somente ocupando o espaço que poderia ser preenchido por uma matéria completa de um smartphone, por exemplo, da Sony. E, para leitores como eu, que gostam de tecnologia, o melhor é ler sobre um aparelho na página especializada naquela marca ou sistema operacional.
      Você citou a MacMagazine. Pois bem, foi lá que li um review completo do iPhone SE, muito bem elaborado e escrito.
      Será que a minha explicação foi suficiente para você entender que ninguém está se sentindo invadido, mas na verdade, com a sensação que o tempo poderia ser gasto para algo mais importante e direcionado aos leitores de um blog sobre Android?
      Volto a repetir. Vi muita gente parar de comentar esta semana. Pessoas que comentavam com certa frequência e pararam logo após reclamarem do excesso de matéria sobre esse iPhone. Espero que todos tenham viajado para algum local onde não tem internet e voltem logo, assim este blog não vai ter o mesmo fim do Diário do Android.
      Entendeu que na verdade o que queremos é a qualidade do blog e não a exclusividade idiota que você tentou impor em nossas palavras?


      • não perca seu precioso tempo amiguinho. isso faz mal pro coração... reclamar da matéria os que gosta fica tristim amiguim


      • Você vê de um modo, eu vejo de outro. Não enxergo nenhum problema em haver divergências. Mas quando você diz que é fruto da minha imaginação, tenta reduzir os meus argumentos à devaneios de quem os tenha escrito. Essa parte, realmente não concordo.

        Já no início da semana, muitos questionaram a pertinência de haver matérias sobre iPhone. E isso não foi resultado de uma insatisfação que foi crescendo ao longo dessa sequência de matérias. Basta que se escreva sobre Apple, que os insatisfeitos se apresentam. Questionam se não estariam maculando seu antro sagrado.

        Ex.
        "O Site é sobre IOS ou Android?
        Ou ambos? Porque frequentemente vejo tanto falar-se do IOS e Iphone aqui, que fica até estranho entrar em um site chamado ANDROIDPIT e ficar vendo falar de IOS e Iphone!"

        Não é possível escrever sobre Apple sem provocar manifestações semelhantes a essa.

        O que estou tentando dizer é: ainda que tenhamos preferência por esta ou aquela marca, não nos deixemos cegar pelas paixões que, porventura, elas nos provoquem.

        Vejo em muitos mais preocupação em ver "o time ganhar", do que analisar o que seja mais pertinente para o uso. E se for iPhone, Windows, qual o problema?

        Sobre esse buzz em torno do lançamento da Apple, penso o seguinte:

        1. Gostemos ou não, o mercado tem grande interesse pelos lançamentos da maçã. Inclusive, a matéria acima trata dos possíveis impactos no mercado brasileiro de smartphones, pois o iPhone SE atende a uma demanda ignorada por muitos fabricantes.

        2. O iPhone SE não é inovador, é raro. Trata-se de um produto em extinção. A matéria foi competente ao expor esse aspecto.

        Também vi grande repercussão com o LG G5. Já esse, por trazer novidades interessantes. É relevante, atraiu a atenção de diversos sites. E creio que o mesmo aconteça em lançamentos relevantes da Samsung, Xiaomi ou Sony.

        Penso que a pauta é também escolhida pelo impacto e relevância que um lançamento pode causar, num determinado contexto. Sendo assim. Não vejo qualquer exagero por parte do AndroidPit.

        Você disse:
        "na verdade o que queremos é a qualidade do blog e não a exclusividade idiota que você tentou impor em nossas palavras?"

        Somos leitores assíduos, imagino. De tal modo, também quero "a qualidade do blog". De que forma conseguiremos essa qualidade? Temos um consenso sobre o que seja qualidade?

        Eu não penso que contribuirei para a qualidade do blog censurando o que já está em pauta. Se não está, sugiro, se está e não me interessa, pulo para a próxima.

        Além disso, eu penso, um blog de qualidade dá espaço para vários posicionamentos. E qualidade se constrói num contexto em que pessoas pensem diferente, exponham suas opiniões e não sejam acusadas disso ou daquilo. Não impus absolutamente nada. Ninguém aqui é obrigado a concordar com minhas palavras. É apenas um ponto de vista.


      •   77

        Por exemplo, um leitor está perguntando sobre o Xperia X3 há duas semanas e nem resposta nos comentários tem. Mas matéria sobre Apple agora tem 2 no mesmo dia. Volto a dizer que você está reduzindo uma discussão deste nível a "antro sagrado de fanboys de android", enquanto eu falo que gostaria de ver o espaço preenchido com mais matérias sobre Android, pois essa é a política do site, como o Deivis demonstrou em outra matéria que colocaram no mesmo dia desta com uma chamada dúbia. Parece que é sobre Motorola e na verdade é sobre Apple.
        Não reduza a discussão ao corporativismo, porque não é. O que queremos é matérias sobre Android em um site sobre Android e matérias sobre Apple em um site de Apple. Claro que pode haver matérias sobre Apple aqui. Mas precisa ter 6 em duas semanas e 2 no mesmo dia?


  • Não curto a Apple, pois na minha opinião ela não respeita os consumidores Brasileiros! E não curto a Samsung, por que ela tenta Copiar a Apple! Mas na boa, com certeza o S7 logo vai estar com desconto, então comparando o S7 com SE não preciso nem dizer quem é mais compensativo, não vou usar nenhum termo pejorativo aqui para descrever as pessoas que possivelmente poderão trocar o S7 pelo SE, só pelo já famigerado "Status"... Fala sério né?! Mas tem louco pra tudo... vai saber!!!! Que as duas Morram Abraçadas! Que venham as Chinesas!!!


  • Essa tá fácil: Não. Próxima!


  •   77

    Quando coloco isso, alguns falam que estou de "choradeira", mas o Diário do Android começou com essa história de ficar fazendo matéria sobre a Apple e perdeu tantos leitores que acabou fechando as portas. Você entrava nos artigos e tinha "zero" comentários. Espero estar realmente errado, porque gosto muito do AndroidPit, mas neste mês eles fizeram uma pancada de matérias com o iPhone e isso pode estar espantando seus leitores.
    Só nesta matéria eles citam 5 matérias sobre o iPhone que foram feitas este mês.


    • Eu entrava umas 10 vezes por dia, agora, 2 vezes ao dia
      ta uma bosta


    • É difícil entender que nesse ramo é preciso focar não apenas no assunto central mas também na concorrência? A apple é uma empresa premium, sem falar no seu "status" ela ainda tem o prós de ser a única fabricante de Smartphone que roda o seu próprio SO, o mesmo que acontece com a Microsoft e o windows mobile, mas o mesmo não tem tanta atração por ser um sistema não muito atrativo e também a própria Google com o nexus que são muito bons, porém o Brasil está sempre de fora. Então a apple que já é sinônimo de poder tem interferência sim no mercado android, e ela lançando um iphone potente e mais barato, claro que os consumidores do android tem a ganhar com isso porque assim as fabricantes do so da google teram que correr atrás do prejuízo. E sim, o android pit tem o dever de relatar tudo o que ocorre, não só o Android pit mas todos para Samsung e companhia saberem que nós temos ciência e como consumidores exigimos o mesmo.


      • O q é chato é falar demais da concorrência ñ acha? Falar sim, mas td tem limite.


      •   77

        Não, Lordney. Não é difícil entender tudo o que você colocou. O que é difícil entender é porque precisam fazer 4 matérias sobre o iPhone SE no AndroidPit em duas semanas. Inclusive, duas muito parecidas, mudando somente o nome Android para Samsung no título.
        Minha preocupação não é com leitores como você que aceitam qualquer coisa e respondem com rancor somente para serem contrários à opinião de alguém. Minha preocupação é que este blog, que é muito bom, perca leitores, como aconteceu com o Diário do Android, até fechar. E pode ter certeza que tem muita gente incomodada. Basta ver os comentários nas matérias passadas. E, se você notar, alguns que comentaram nas primeiras matérias sobre iOS ou iPhone, simplesmente não comentam mais. Isso mostra que já estão abandonando o AndroidPit. O próprio Igor, aí em cima, deu o exemplo.
        Faça o seguinte: guarde o rancor na gaveta e pare para pensar que isso pode ser prejudicial ao blog que você gosta, assim como eu.


      •   77

        Concordo Andreu. Precisava ter feito 5 matérias em pouco tempo? Precisava ter feito duas matérias com o mesmo título, mudando somente o nome Android para Samsung?


      • Eu acho que se a Apple ceder um iPhone SE capaz de sair até um diário!


      • Não falei com rancor, você deve ter me entendido mal. Até por que não tenho motivos para isso, não sou puxa saco de empresas nem de sites. Apenas concordo com a diversidade do assunto, o que não é aceitar tudo. Tanto que além do android pit eu me interesso pelo tudo celular para ficar informado sobre tudo, até mesmo sobre o windows phone que eu já tive e não quero nunca mais. Enfim, cada um é cada um e é por isso que aqui tem que ter matérias que atendam a todos, claro que não deve ficar fazendo merchandising das outras, mas quando o assunto puder interferir no android eu não vejo problema nenhum. É só não ler quem não quiser, aqui tem matérias sempre, de fato algumas repetitivas mas as novidades que interessam a todos não vai deixar de chegar.


      •   77

        Concordo com quase tudo que você falou. Mas precisa de tanta matéria sobre um aparelho, que não tem nada a ver com o Android, em tão pouco tempo? Não seria melhor terem gastado esse tempo escrevendo sobre coisas mais interessantes para quem entra aqui a fim ver matérias sobre Android? Eu leio sobre o iPhone, mas na MacMagazine, não aqui.


      • Claro que sim Steven, por falar em produzir matérias eu queria saber daquele concurso que teve aqui para selecionar novos redatores... Alguém foi selecionado?


      • o Android não me possui, mas sim escolhemos o qual possuir :)

        acho que saber da concorrência, nos faz mais exigentes man


  • Tomara que afete.
    Lembrando que o SE não eh iphone qualquer, tem a mesma performance que o 6s, porém com uma tela menor, de apenas 4 polegadas, mas tem um design premium, e performance atual de um top de linha da Apple.


  • Melhor para nós consumidores. Quanto mais escolhas e modelos, melhor. Muitos vão comprar o 5S, porque é "parecido" com o SE.


  • Tenho 3900 Dilmas e posso confessar: está iPhone SE me deixou com muita vontade de dá o meu dinheirinho😄 pra Apple, pois tem tudo o que eu quero: Processador podereso em um smartphone pequeno. Enquanto a o consumo de mídia, nem vou sentir impacto assim: meu notebook 2 em 1 e minha TV com Chromecast irá mandar lembrança, hehehehe!
    Mais Ainda sim na esperança de vê um S7 compact ou qualquer outro topo de linha atual na versão compact.

    =]


  • Acho que não irá afetar as vendas da Samsung não, mesmo tendo um valor mais baixo do que o S7 as pessoas podem optar por tela grande. O que acho que a Samsung irá fazer é lançar um outro aparelho com a mesma faixa de preço do SE para poder competir. Os clientes que são destinados ao S7 são os mesmos do 6S, então, teoricamente não comprariam um aparelho mais barato.


  • Acho improvável o Iphone SE afetar as vendas do S7 e nem dos intermediários como A5 e A7, M5 da Sony ou Moto X. Tela de 4 polegadas tem muita diferença se comparado à uma tela de 5 polegadas pra cima. Quem gosta de tela maior não se contenta com tela menor e vice-versa. Acredito que sejam públicos diferentes.

    Entretanto, tenho quase certeza absoluta que a Samsung, ano que vem, vai lançar um S8 Compact de 4~4.5 polegadas que tenha as mesmas especificações do S8 normal a um preço mais razoável.

    Quanto à preferência das pessoas, as fabricantes tem que fazer uma pesquisa de mercado bem detalhada pra averiguar por quais motivos a pessoa prefere um determinado tamanho de smartphone e qual a relevância desses motivos. Pra mim, por exemplo, tenho um S6 e ele cabe no bolso tranquilamente, mas a pegada não é legal pois a traseira é muito retona. Quando vi o S7 na loja da Sammy, fui sentir a pegada e me surpreendi com a sensação compact que eu tive. O S7 caberia no meu bolso pois tem o mesmo tamanho, e a pegada ficou confortável, então tá tranquilo e favorável. Eu tinha um Z3 compact antes do meu atual Galaxy S6, mas eu pensei em ter comprado um Z5 compact por causa do tamanho, mas agora que vi o S7 compraria ele numa boa pois o que me incomodava, a pegada, de fato foi resolvido.


  • Brasileiros são leigos em relação a hardware e software, logo, não ligam para o mesmo. Brasileiro gosta é de tela grande, pois acha que um smartphone só se faz de polegadas.


  • Creio que não será um problema, visto que alguns tops de linhas Android custam menos que o iPhone SE.


  • Não Brasileiro não gosta de tela pequena e o preço não vale a pena


  • Acredito que sim. Aqueles que juntaram um dinheirinho e querem entrar em um sistema diferente (IOS), vão querer trocar de celular. Fora as facilidades de parcelamento e tal, se cair no bolso do consumidor, vai vender bem.


  • alem que seria interessante um ´´galaxy s7 compact`` com tamanho do galaxy A3 2016,chipset do S7 e o resto do S6(bateria,tela,sensores,entre outros)


  • é certo que o iPhone SE vai custar na casa dos 3 mil reais


  • Não vai complicar, pois no Brasil a Apple enfia a mão e essa tabela em dólar só serve para o EUA e Europa!


  • Não né. Poupe.


  • Pelo status ,bons apps, garantia de um bom período recebendo atualização de OS o SE irá com certeza roubar clientes dos high ends android na importa de qual OEM , é um concorrente de peso .


  •   45

    399 é mais caro que um z3, ou seja não acredito que chegue aqui por menos de 2700


  • Acho que o iPhone SE seria mais um modelo de entrada da Apple ou um possível substituto do iPhone 5c.

    Se fosse pra mim escolher entre o iPhone SE e S7 por diferenças mínimas de preços, com certeza iria de S7


  • Certeza que não, pois mesmo sendo um Iphone com baixo preço, mesmo assim vai chegar caro aqui!


  • Normalmente eu diria que não, mas esse preço realmente surpreendeu. Então, pode ser que, em mercados onde o preço dos celulares seja mais justo, a Samsung tenha problemas.
    Aqui no Brasil eu diria a mesma coisa não especificamente pelo preço, afinal, existem bons intermediários na faixa dos 1600 reais, mas sim pelo status que ter um iPhone proporciona e pelo consumismo da galera.


  • Só uma mente fraca pensa que alguém troca o S7 por esse iPhone SuperEncolhido aí. Seria no mínimo mal gosto. Pode ter certeza que quem tem dinheiro pra comprar o S7 ou qualquer outro top de linha que beira ou ultrapassa 4k, se gostasse de iPhone ou quisesse trocar de plataforma, compraria um 6S, ñ um SuperEncolhido. A diferença de preço é mínima e ñ justifica.


    • R$1500 é uma diferença mínima?


      • Segundo o redator S7 a 3.3K e 6S a 4K. Agora se na t calculadora deu 1.5K... Isso pq eu fui no preço do S7 q ele deu de "alguns varejistas". Na vdd creio q o preço real é 3.8k, esse desconto que "alguns varejistas" estão dando tá bom demais pra ser vdd.


      • Se vc leu meu comentário eu me referi a troca do S7 pelo SE como está na matéria, ñ do 6s pelo SE. Essa troca aí é por sua conta. Acho q a jegue aki é outra... Provavelmente uma que ñ lê e nem compreende a postagem nem o comentário alheio antes de replicar.


    •   12

      Andreu Vasconcelos, o problema são os preços praticados no nosso país. Se fosse fora, com valores ditos no artigo, sem os impostos exorbitantes que circulam aqui e todos os outros fatores que pessoas mais por dentro sabem e eu não, eu trocaria de olhos fechados. Não por ser mente fraca, mas pelo tamanho e pelo hardware ser suficiente para mim. Entendo que, aqui no site, certamente é difícil encontrar um usuário que ainda seja adepto de telas menores, mas ainda existe sim mercado para isso.


  • Se o SE de 64 gb chegar por 3000 vai atrapalhar a Sammy sim, pois além de ser Apple ( o que já ganha um ponto por si só), tem desempenho excelente e possivelmente superior ao S7, possui câmeras excelentes, bateria boa para o padrão iphone e pelo que vi até melhor que do S7, e a tela pequena é algo que as pessoas gostam, as pessoas estão usando 5" pois as opções são daí pra cima, Moto G de 1° geração continuou vendendo bem em relação ao 2° geração por causa da tela que ficou maior no 2, entre outros fatores. Aí um iPhone pequeno, com bateria melhor que o modelo mais caro e mesmo poder de fogo, e mais barato que a concorrência, e sendo iphone, é meus amigos, que comecem os jogos.


  •   12

    Acredito que não.


  • Nem de graça. Só se fosse de graça pra eu revender prós troxa


  • Em resposta ao título a resposta é...não!!!

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi