Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

A Lenovo venceu o primeiro round contra a LG na “disputa dos módulos”

A Lenovo venceu o primeiro round contra a LG na “disputa dos módulos”

No Mobile World Congress desse ano, a LG roubou a cena ao apresentar o G5, o primeiro smartphone com conceito modular a chegar ao grande público. Além dele, a empresa apresentou os primeiros módulos para o aparelho, como um auxiliar para fotos, um para música e uma bateria extra. Só que a Lenovo correu por fora e venceu o primeiro round dessa batalha. Entenda o porquê.  

Conheça os Moto Snaps

Nesta quinta-feira (09/6), a durante a Lenovo Tech World, a fabricante chinesa apresentou a linha Moto Z, que traz dois novos smartphones topos de linha da família Moto by Lenovo. Além das configurações robustas e do belo design, os aparelhos traziam uma característica a mais: assim como o LG G5, eles também aderiam ao conceito de módulos, permitindo que diversos acessórios do gênero fossem conectados a eles. 

Com isso, a Lenovo apresentou os Moto Snaps (ou Moto Mods, nos EUA), que são os módulos que podem ser conectados aos dois Moto Z. 

MOTOSNAPS
Moto Snaps: módulos compatíveis com o recém-lançado Moto Z / © Lenovo

São três periféricos: o Moto Insta-Share Projector, que traz um projetor embutido e que reproduz imagens de até 70 polegadas em qualquer parede ou superfície lisa; o JBL Soundboost, um pequeno mas – aparentemente – potente alto falante que leva a grife da JBL; e o Power Pack, uma bateria extra que promete uma boa carga extra ao aparelho, sem comprometer o seu design. 

E por que a Lenovo bateu a LG nesse “duelo modular”?

Por três motivos: o primeiro atende pelo nome de praticidade. Os módulos da LG – chamados de Friends – exigem que você tenha de desligar o LG G5, tirar a bateria, conectá-los e, finalmente, religar o aparelho. A exceção por conta da LG 360 Cam, a câmera que faz fotos e vídeos em 360 graus, que não exige esse procedimento. 

AndroidPIT lg g5 friends 0428
Os módulos LG Friends: a exigência de desligar o G5 para conectá-los/ © ANDROIDPIT

Já os Moto Snaps não exigem que os Moto Z sejam desligados ou que você precise retirar alguma parte do aparelho. A comunicação entre o módulo e o smartphone se dá por conta de conectores magnéticos, simples de encaixar. Basta plugar um ao outro e pronto! 

O segundo motivo é que os módulos da Lenovo têm mais utilidade prática que os da LG. Eu me vejo usando um projetor, um speaker e uma bateria extra no meu cotidiano, como é o caso dos Moto Snaps. 

Mas, honestamente, com exceção da bateria e da CAM Plus - para fotos - não me imagino produzindo conteúdo em 360 graus todo santo dia com a LG 360 Cam e não sou tão detalhista assim com áudio a ponto de exigir um módulo Hi-Fi da Bang & Olufsen para ouvir música, como é o caso do LG Hi-Fi Plus. E ele ainda exige um fone de ouvido com qualidade equivalente. 

LGVSLENOVOAUDIO
O que você acha mais prático na hora de escutar música? O speaker da Lenovo ou o módulo Hi-Fi da LG? / © ANDROIDPIT

E, por fim, o terceiro motivo está no planejamento: ao apresentar seus módulos, a LG pouco falou sobre o desenvolvimento de futuros acessórios do gênero ou parceria com outras empresas com esse objetivo.  A impressão que ficou é que os módulos que foram lançados se bastariam por si só. 

Já a Lenovo apresentou o Programa de Desenvolvedor Moto Snaps, que permite tanto às grandes empresas quanto aos pequenos desenvolvedores oferecer suas ideias para a criação de outros módulos que integrem a família Moto Snaps. Segundo a empresa, o plano é oferecer “um ecossistema de arquitetura aberta e todas as ferramentas necessárias para que a ideia de novos módulos ganhe vida”.

Qual empresa lançou os módulos mais legais para smartphone ?

Conclusão

Embora a LG tenha saído na frente, ao apresentar o LG G5 no começo do ano, a Lenovo mostrou nesta quinta-feira que se preparou melhor para explorar o nicho dos smartphones modulares. Mas, claro, tudo pode mudar nos próximos lançamentos. 

O que interessa, de fato, é que esse tipo de telefone ganhe escala, tenha seu preço reduzido e, tão importante, quanto, ganhe uma ampla variedade de módulos, para as mais diversas funções. Algo relacionado a games, por exemplo, seria muito bem-vindo nos próximos meses. 

Que a disputa continue! 
 

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

117 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Que os módulos da Lenovo são mais práticos, e deverão atingir um maior público, não se pode negar. Mas é tudo muito subjetivo, dependendo do usuário. No meu caso, por exemplo, seria mais útil o módulo Hi-Fi da Bang & Olufsen que a caixa da JBL, pois curto mais qualidade de áudio nos fones (não que eu fosse comprar um celular com um módulo exclusivo apenas para isso).


  • Concordo com você, Rui!
    Que a disputa continue para que possamos ter esses acessórios (ou pelo menos um desses) fenomenais a preços mais acessíveis.


  • Aquele do audio jbl é melhor do que qualquer sistema de som estério frontal, nessa a lenovo me supreendeu... Só falta vir com o aparelho, kk.



  • 'A Lenovo venceu o primeiro round contra a LG na “disputa dos módulos”'... mas tá apanhando feio no quesito design. Esperava que depois de muitos feedbacks negativos com o botão home placebo, o pessoal da Motorola tivesse mais bom-senso e movesse o leitor de digitais para a parte traseira, onde não seria confundido com a tecla home e onde não "enfeiaria" o design. Pelo visto, o comando da Google está começando a fazer falta.


  • As duas propostas são boa, as a da Lenovo é realmente melhor só pela proposta de desenvolvimento e alguns protótipos. Os da LG não são tão práticos e são caros.


  • bom, no momento não me vejo precisando dessas coisas em smartphones, mas a proposta da Lenovo sem dúvidas parece ser bem mais interessante que a da LG, e que venha com um preço não muito exagerado, por favor... o smartphone em si eu achei muito bonito...


  • Sobre a LG este ano: Kuririn é você?


  • show de bola esse projetor mim eles acertaram em cheio muito mais praticidade na hora de assistir filmes baixados do YouTube ou gravados pelo meu celular fotos e tudo mais assistir em imagens até com mais de meio metro de tamanho muito top


  • Duas bostas,.... não tem o q enventar de novo nos Smartphone aí essas duas marcas coco, enventa esses mods kkk aff verdadeiro mata design, Motorola e lg já não tem, .... porq não inventam um mod de design pra esses celular feio da porra??!


  • Na minha opinião quem venceu foi a SAMSUNG! E olha que odeio a Samsung e a TouchWiz!

    Para mim esses MODs são um retrocesso e não um avanço.

    O grande trunfo dos smartphones sempre foi ter TUDO o que você precisa em um único aparelho.

    Aí lançam essas palhaçadas de MODs. Agora além do smartphone você tem que levar uma BOLSA DAQUELAS DE CINTURA para carregar esses MODs todos.

    Em vez de melhorar a qualidade da câmera, cria-se um MOD de câmera. Em vez de uma bateria decente, cria-se um MOD de bateria. Em vez de auto-falantes stereos, cria-se um MOD de som.

    Daqui a pouco vão criar um MOD GPS, pra poder usar o Waze e o MAPS. Um MOD de memória RAM extra, pra rodar jogos pesados. Um MOD de NFC pra poder usar o NFC...

    É uma idéia tão idiot@ que dá vontade de rir!!!

    A Samsung nesse quesito vai nadar de braçada! Traz uma câmera boa, uma bateria boa sem precisar de idiotices de MODs. E se precisar de um SOM de qualidade, melhor comprar uma caixa de SOM JBL (bluetooth) do que carregar um MOD.

    E a ASUS também vai arrebentar este ano, trazendo o que as pessoas realmente precisam (smartphones potentes, baratos e sem "revoluções".)

    LG e Lenovo (MOTO) pelo jeito vão pro buraco! As vendas vão confirmar isso...


  • Pena que ambas fizeram a mesma coisa... Diminuíram a bateria padrão pra vender mais os módulos de bateria... :/.


  • Com certeza a Lenovo desbancou a LG, todos os motivos citados na matéria já mostram isso. Além desses módulos serem melhor pensados! Tudo bem que os da LG podem ter a bateria removível, mas, prefiro que a bateria não seja removível do que ter que desligar o aparelho toda vez que eu quiser usar um módulo especifico.


  • Controverso, se parar pra pensar.
    "Eu me vejo usando um projetor, um speaker e uma bateria extra no meu cotidiano, como é o caso dos Moto Snaps".
    Exceto o projetor, temos módulos equivalentes pela LG. E, a não ser que você trabalhe com isso, muito dificilmente fará uso de um projetor. No lugar do projetor, a LG trouxe o módulo para a câmera, que, entretanto, é mais atraente na bateria do que nas próprias (faltas) de funções de câmera.

    Quanto à "praticidade": de fato, nos novos Moto Z's, não é preciso desligar o aparelho. Entretanto, você fica com um tijolo nas mãos (ao menos olhando pelas imagens divulgadas). Na LG você tem o incômodo de ter que desligar o aparelho, mas o aumento na espessura não é tamanho.

    Ainda assim, acho que a Motorola/Lenovo trabalhou melhor na grande maioria dos quesitos para implementar os "módulos" em seus novos aparelhos. Entretanto, é uma tecnologia ainda estagnada.
    Nem LG nem Motorola me chamaram a atenção em nada com esses "módulos".


  • O apressado come cru #LG kkkkkk. Planeja melhor na próxima modinha viu kkkkkk


  • Só vou confiar em investir em um módulo se eu tiver segurança que ele pode funcionar em um próximo aparelho, nesse sentido seria uma forma de uma marca fidelizar seu público, não é?


  • Trágico........Trágico


  • Não sei sobre o futuro destes smartphones modulares, ainda falta praticidade em ambos os modelos, pois obriga o usuário a carregar mais acessórios simplesmente para montá-los no celular. E cada vez mais as empresas estão caminhando pra incompatibilidade de componentes, já que estes módulos não serão compatíveis a nenhum outro aparelho, e com isso dando menos liberdade de escolha aos consumidores.


    • Sobre carregar os acessórios, não acho tão incômodo. É como carregar capinhas a mais dentro da bolsa. E acho mais fácil carregar aquele powerbank que acopla na traseira do telefone do que os normais, que são trambolhudos e precisam de fio.

      Quanto a incompatibilidade, pelo menos eles vão continuar sendo compatíveis com os futuros Moto Z. Faz sentido manter os conectores únicos/sob medida para o telefone porque esses mods dependem do design do celular para funcionar. Daí fica complicado fazer um que seja compatível com tudo.


    • comentário totalmente cheio de idiotices ... ninguém vai carregar acessórios "simplesmente para montá-los no celular"... vai carregar por vê um OBJETIVO para eles. um som melhor, projetar um vídeo na parede no trabalho ou em casa, etc... "já que estes módulos não serão compatíveis a nenhum outro aparelho"...LÓGICO! isso se chama concorrência, criar algo que atraia os consumidores para o SEU produto, ou vc, pela raciocínio tosco, provavelmente investiria milhões e fabricaria algo pro seu usuário usar no concorrente... aff! "e com isso dando menos liberdade de escolha aos consumidores." exatamente AO CONTRÁRIO... quem não faz questão, fica com o celular puro, quem quer música compra o mod das caixas de som, quem trabalha pode comprar o projetor, tem mais escolhas. resumindo: total falta de raciocínio lógico. #EnemFail.


  • Pra mim esses negócios de módulos mata o design docelular, se a própria desenvolvesse um celular porreta com câmera de altíssima qualidade e bateria que durasse dias distante da tomada e também contra quedas e arranhões, aí sim evitaria esses trambolhos que só servem pra destruir o design original do Smartphone.


  • Afinal de contas, a matéria relata de módulos mais sofisticados e atraentes, ou uma luta UFC?😆😆😆😆😆


  • Primeira vez que vejo uma bateria extra ficar tão bem em um aparelho, com capa com bateria extra ele ficou mais bonito do que ja é! Bem top..


  • Eu não me arriscaria a comprar um módulo no momento. Fora o preço não ser barato, não sabemos nem se esses módulos vão ser compatíveis com as próximas versões de smartphones. Fora que se você trocar de modelo iria perder todos os módulos.


  • Resta saber os preços


  • Olha... Como a pergunta foi "mais legais" eu achei que a LG foi melhor, mas ok


  •   47
    Conta desativada 10/06/2016 Link para o comentário

    .

    Conta desativada


  • A Lenovo fez um trabalho invrível! e a Lg continua se afundando sozinha assim como a Sony.

    Conta desativada


  • A Lenovo está procurando acertar com todas estas inovações,aproveitando a grande aceitação que teve à linha de smartphones Moto X, que ficaram conhecidos, como ótima qualidade, em todos os sentidos.Tenho um Moto x, primeira geração e, agora comprei o Moto Maxx,aparelho que possui uma Bateria de 3.900mA.Não entendo o por que,com todas estas inovações, que à Lenovo, está realizando, na linha Moto X, esses experts em Designer e Hardware,se esqueceram de inovar na Bateria.O Moto Maxx, é o smartphone da Motorola, com a Bateria mais potente, e a empresa estagnou nele, agora a Bateria está diminuindo de valôr, nesses novos lançamentos.O correto seria, realizar uma grande inovação, nesta área.O ideal seria, uma Bateria de 5000mA.


  • Mais uma surra, desculpe lg..

    Conta desativada


  • Trantando-se de Praticidade e facilidade a Lenovo nocauteou a LG... Mas atualmente pra mim essa tecnologia mesmo que muito interessante é dispensável.


  •   85
    Conta desativada 10/06/2016 Link para o comentário

    Sinceramente? não curto esse negócio de módulos, e pelo visto tá virando "modinha". Saudade de 2014, os smartphones eram mais originais, mesmo os tops tendo praticamente o mesmo hardware, ao menos eram fiéis a filosofia de cada marca....


  • Não vejo um futuro para esta tendência enquanto um padrão não se firmar. Que vença o melhor, caso contrário não vai pegar no tempo certo e cairá no esquecimento, assim como aconteceu com os smartwatches. O Project Ara deveria ser o guia nessa nova tendência, assim como o IBM PC definiu, mesmo que sem querer querendo, os padrões que hoje encontramos nos componentes que formam o computador desktop. O Ara em seu conceito puro era muito ambicioso e utópico demais, foi atrasado, se atrasou, se redefiniu, e as fabricantes não quiseram esperar.

    A modularização acabou virando uma estratégia desesperada das fabricantes para chamar a atenção do consumidor para as suas linhas de produtos mobile, já que a inovação não aparece no meio já faz um tempo. Digo desesperada, pois serve mais para destacar o dispositivo na vitrine, e só: na prática a maioria dos donos desses novos aparelhos provavelmente não vai comprar os módulos, já que as features embutidas nos smartphones satisfazem a maioria deles. Sem contar que ser dono de um módulo para o dispositivo de uma fabricante específica tira a tranquilidade de trocar de dispositivo por de uma fabricante concorrente, já que os módulos não são compatíveis e jogariam todo o investimento extra no lixo. Parece que o mobile está querendo imitar o mercado de computadores pessoais na década de 80, época em que cada fabricante projetava e montava o seu hardware, sem se preocupar com intercompatibilidade.


  • Muito top esses módulos da lenovo


  • Tenho minhas dúvidas em relação a estes módulos , considero muito pouco provável que os atuais módulos para o moto Z 2016 possam ser utilizados no moto Z 2017 , conhecendo a picarategem das OEMs e a falta de padronização o mundo Android em breve estará inaugurando uma nova fragmentação ........ a dos módulos


    • Segundo informações no site da Motorola, será possível utilizar os módulos do Moto Z que lançou hoje, em futuros lançamentos da marca. Fica a dia :D


  • trazendo pra cá o VERDADEIRO top de linha já venceu a LG


  • A LG está ficando louka com preços absurdos.


  • Pra mim a LG peca muito no fato de ter que reiniciar o aparelho toda vez que for trocar de módulo, acho que esse é o calcanhar de Aquiles.


  • Penso que o alto escalão da LG tá listando cabeças que vão rolar. Porque, o cacete será mastodontico. Não tem um aparelho top. Não tem atrativos legais. E tem um preço que faz hora com a cara do freguês.


  • Lenovo fez bonito com os mods. Eu compraria o da JBL no mínimo. Mas acho que o preço será salgado. =/


  • A Lenovo lembrou-me do meu velho Motorola Lite II e suas duas baterias .
    Durante o dia usava a parruda. Durante a balada era vez da fininha.


  • Aparelhos custando quase 4000 mil módulos entre 700 a 2500 que não substituem nenhum equipamento profissional de verdade, isso tudo é pura balela já disse outras vezes e repito é apenas perfumaria para obterem outra receita, o mercado de smarts esta saturado, apenas empresas com portifólio alto está conseguindo sobreviver, com esse dinheiro todo podemos comprar uma câmera profissional, um projetor profissional, pedestais profissionais levar seu amor num cruzeiro, e ainda sobra pro motel e pra cerveja com os Brothers


    • Hehe. Bem isso cara. Seu comentário foi show. Mas não nego que foi muito legal os mods. Mas sabendo que vão custar mais que um absurdo, fico só observando mesmo mas nem me dou ao luxo de querer um. Mais de 2 mil reais em aparelho que seja eu penso ser exagero.


  • Sinceramente achei esses "módulos", bem inúteis, por exemplo eu não andaria com algo a mais que meu smatphone no meu bolso.
    Seria mais útil se fosse como no Projeto ARA, onde havia a possibilidade de troca de peças, bem ao contrario de apenas juntar uma bugiganga atrás do aparelho como a Lenovo e LG estão propondo, me parece muito mais útil que essas besteiras o modo continuum da M$ no windows 10 mobile que realmente parece ser funcional de verdade, poderia o Google dar continuidade ao projeto ARA com a possibilidade de escolha do OS também ai seria top, ainda a Google disponibilizar as ultimas versões do android para instalar em qualquer aparelho manualmente e também a possibilidade de espelhar o android no desktop assim como o modo continuum da M$.


    • Depende cara, esses módulos da Motorola não são tão inúteis por exemplo eu trabalho com projetos elétricos vivo usando projetores e tals para mostrar o plano para o cliente ê estou muito interessado nesse Lenovo justamente pra poder parar de andar com um projetor por aí


  • e a evolução da tecnologia, ha 10 anos atrás praticamente usavamos celular apenas para SMS e ligações

    Conta desativada


  • o melhor foi liberar para outros devs criarem projetos para o moto z


  • Realmente esses módulos convenceram muito mais. Se vierem com preços acessíveis, a surra pra cima da LG vai ser maior ainda. O Moto Z também me agradou mais do que o G5, só peca na bateria assim como o outro.

    DiegoConta desativada


  •   82
    Conta desativada 10/06/2016 Link para o comentário

    Esse ano bater na LG é covardia, tá muito fácil, só fez besteira. É igual espancar bêbado...


  • Lenovo não lançou nenhum mod de Câmera? Poxa :(


  • A Lenovo ganhou na disputa dos módulos. Mas e aé quanto a questão do Hardware?

    A LG tem um grande poder de fogo por isso prefiro ela por um melhor conjunto: Camera potente, Tela incrível e processador excelente.


  • A LG tinha que ter colocado uma bateria interna para dar tempo de trocar os módulos sem ter que desligar


  • A lenovo, e venceu com elegância. Entregou um design que não lembra nenhuma marca concorrente. Sinceramente acho que esse moto z tem tudo para fazer sucesso, vamos vê se capricha no preço, né.

    Conta desativada


  • Smartphone muito bonito... Deu até vontade comprar 1


  • legal, tomara que os outros fabricantes entrem também na disputa para que isso se torne realmente popular


  • Foi como falei quando começaram a vazar informações do G5, se tiver de desligar o aparelho para mudar módulos e etc, então não será prático. Já esses Moto Snaps são geniais, fácil de plural, fácil de retirar, colocaram em foco a praticidade e não o design, que convenhamos está mais bonito que o G5, exceto a frente que ficou meio bost@.


  • Parabéns a Moto. Praticidade é o que importa na hora de trocar módulos. Odiaria ficar desligando o aparelho a cada troca.


  • Só falta lançarem por um preço mais justo, para a vergonha da LG ser completa!


  •   93
    Conta desativada 10/06/2016 Link para o comentário

    Os chineses foram mais inteligentes que os coreanos nos módulos, já que no Moto Z não há risco dos encaixes ficarem frouxos ou quebrarem! Esse encaixe por pinagem foi uma grande sacada mesmo. Quanto ao leitor biométrico na frente, está explicado o porquê também!

    Conta desativada


  • Parabéns a duas Pela inovação! E só lamento para nós Brasileiros, que na sua grande maioria vai só sonhar com esses dispositivos modulares! Fazer o que?!


  • Nem era tão difícil a Lenovo ganhar da LG. A LG cagou no pau com esses módulos e no smartphone capado que lançou no Brasil.


  • se tratando de modulos a Lenovo realmente trouxe mais praticidade nos seus modulos


  • AndroidPit sendo AndroidPit, e babando o ovo da Moto by Lenovo mais uma vez. Vc disse que não usaria o LG 360 cam todos os dias, não foi ? E desde quando usaria um projetor que reproduzir imagens de até 70 polegadas todos os dias, e não se esqueça o módulo de som Hi-Fi da LG foi feito para ajudar a melhorar o som, sendo assim se vc não é tão detalhista a ponto de não quere-lo não compre, é simples, deixe para quem quer uma boua qualidade de som.


  • Eu prefiro o Moto Lenovo, bem superior, não tem comparação.

    Conta desativada


  • As duas empresas foram bem inovadoras em lançarem aparelhos do gênero, mas a Lenovo trouxe uma simplicidade maior para fazer as conexões.
    O módulo de bateria não deixa o aparelho tão grosso, isso é bem interessante.


  •   99
    Conta desativada 10/06/2016 Link para o comentário

    Como escreveu Rui Maciel
    Que a disputa continue!
    Moto by Lenovo humilhou e ganhou esta disputa!


  • Estou curioso em saber se esses módulos afetarão as atualizações do Android.


  • Lenovo arrebentou geral. Coitada da LG

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.