Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 25 Comentários

LG anuncia versão econômica do G7 e outra com Android puro

O LG G7 ThinQ é um ótimo dispositivo e foi desenvolvido para levar recursos de Inteligência Artificial para novos usuários. A empresa está anunciando duas versões do seu topo de linha, sendo a primeira com processador Snapdragon 821 e a segunda como parte do programa Android One.

LG G7 Fit

Apesar do nome sugerir um modelo menor ou então mais leve ou fino, na verdade o G7 Fit perde três características de seu irmão menor: câmera, processador e memória RAM. Ao começar pela câmera, o novo modelo traz apenas um sensor na traseira, de 16 MP, e não uma câmera dupla que permite tirar fotos com ângulo aberto e fechado. O processador aqui é o Snapdragon 821, lançado em 2016, acompanhado por 4 GB de memória RAM.

As demais especificações seguem da forma original, como tela de 6,1 polegadas QHD, bateria de 3.000 mAh e carregamento rápido com tecnologia Quick Charge 3.0.

LG G7 Fit 01
LG G7 Fit / © LG

LG G7 One

O segundo modelo faz parte do programa Android One, que leva a versão pura presente nos smartphones Google Pixel direto para os dispositivos participantes. O software não pode ser alterado e, diferente do Android Go, a ideia do One é que o sistema esteja presente em modelos com melhores especificações e seja atualizado pelo Google.

Com relação ao hardware, a LG manteve grande parte das especificações do LG G7 ThinQ, exceto o processador, que passa do Snapdragon 845 para o 835.

LG G7 One 01
LG G7 One / © LG

Os preços de ambos os dispositivos ainda não foram revelados, visto que o lançamento em si ocorrerá durante a IFA 2018, que começa no próximo dia 30. Vale lembrar que a LG deve lançar ainda este ano o LG V40, ou seja, esperamos que ao menos um desses novos aparelhos chegue ao Brasil.

O que você achou do LG G7?

Fonte: LG

25 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • O Asus 5Z, apesar do famigerado entalhe, é muito mais vantajoso. Essa versão light do G7, deveria vir com o Snapdragon 835, então, seria mais jogo.

    CAV


    • A LG não pensou no G7 Fit como a Sony pensou no Xperia XZ2 Compact (se deveria ter pensado ou não, é outra história!).
      Se não fosse o Snapdragon 821, provavelmente ele teria vindo com o Snapdragon 660 ou Snapdragon 636.

      Talvez seja concorrente do Samsung Galaxy S8 Lite.


  • O One é boa opção

    CAV


    • Essa iniciativa da LG com o G7 ThinQ e o G7 One (G7 com Android Stock) é muito parecida com a iniciativa que a Samsung teve em 2013 com o Galaxy S4 e o Galaxy S4 GPE (Galaxy S4 com Android Stock).


  • Não resta dúvidas de que é pura jogada de marketing e propaganda, essas customizações do Android. Todas as marcas vão acabar adotando o Android puro, pois os consumidores estão de saco cheio de bugs e problemas com Android, isso sem falar nas atualizações, que, quando chegam acabam por piorar a situação, deixando os celulares com mais problemas. Resta saber se vai funcionar mesmo, ou seja, se as atualizações vão chegar mais rápido, e sem bugs.

    CAV


    • Ainda é cedo para se concluir a respeito do Android One, porque com exceção da HMD, as fabricantes lançam apenas um ou outro aparelho nesse programa.
      Na verdade, a situação não parece estar muito diferente da época dos aparelhos Google Play Edition, pois atingem apenas um nicho que realmente se importa com o Android Stock (que provavelmente não é a maioria, ao menos, por enquanto), e se importa em ter as atualizações do sistema sob a tutela da Google, mesmo que parcialmente (já que a distribuição ainda é de responsabilidade da fabricante).


  • Finalmente alguns fabricantes estão entendendo que existe um bom mercado para produtos sem interface proprietária e atualizados diretamente pelo Google.

    CAV


    • Embora sem interface proprietária o G7 One não é o primeiro lançamento da LG nesse sentido.
      O K5 2016 e o K4 Novo já vieram de fábrica com o Android Stock aqui no Brasil.


  • Esta é primeira vez que lançam um aparelho com processador high end tão defasado? Confesso que não me lembro de outra fabricante ter optado pela mesma estratégia


    • é defasado, mas dá conta do recado, o meu LG G6 aguenta o tranco de boas, agora o ruim é que sabemos que o preço a ser cobrado não será de um Pocophone da vida..


      • Concordo que dá conta. O que me causa estranheza é que não lembro de outra fabricante que tenha adotado esta estratégia. Usar processadores de gerações passadas é comum em computadores (principalmente em notebooks), mas em smartphone não

        CAV


      • Motorola também lançou o Z3 com o 835 esse ano... a diferença no uso diário desses processadores nem é tão absurda assim a "evolução" acontece anualmente só pra dizer que tem novidades mesmo e elevar ainda mais o valor.
        Talvez do 855 em diante comece ter uma diferença significativa.


    • Zenfone V


  • O G7 One pode até ser interessante, dependendo do preço, mas esse G7 Fit só deve existir pq a LG deve ter um estoque muito grande processadores 821 por causa do fracasso do G6...


  • Uma dúvida, o app de câmera vai ser o da LG, o do Pixel ou do Android stock?


    • Do Pixel com certeza não vai ser. Deve ser o app da LG mesmo.

      CAV


    • Bruno Salutes
      • Admin
      • Equipe
      há 3 meses Link para o comentário

      É o software stock da versão do Android. No caso, os Pixel rodam com a versão sotck e algumas mudanças. O Google considera que essas mudanças são alterações feitas no AOSP e exclusivas destes modelos, assim como funciona com uma interface proprietária. Logo, o software em si tem versões puras desses aplicativos nativos sem customizações, que são usadas no projeto One.


      • errado bruno em relação ao app de câmera pode sim ter modificações...e não é a google q libera o software ela manda o sistema pura a fabricante faz as modificações do app de camera e solta aos usuários


      • Não acredito que ele esteja errado não... se a intenção do Android One é ser exatamente o que tem nos pixels, obviamente isso inclui os aplicativos já inclusos.
        Talvez seja possível mudar quanto ao Android Go

        CAV

Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados