Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 68 Comentários

Xi... LG terá lançamentos mais espaçados de smartphones

A LG aproveitou a CES 2018 para dar uma notícia um tanto impactante: deve deixar de lançar novos smartphones com tanta frequência – exceto quando isso for realmente necessário. Cho Sung-Jin, CEO da empresa, falou sobre o assunto em uma coletiva de imprensa realizada durante a feira que aconteceu em Las Vegas, nos EUA. “Nós planejamos reter os modelos existentes por mais tempo, revelando mais variantes das séries G ou V por exemplo”.

Daqui pra frente, não veremos mais a coreana produzindo smartphones só para competir com as rivais. Isso muito provavelmente se deve ao fato de que a LG já não vinha muito bem das pernas no que diz respeito a mobile. Recentemente, soubemos que a empresa teria fechado o último trimestre do ano passado com lucro abaixo do mercado. E a culpada seria justamente a divisão mobile da empresa. Analistas apontam que a área ainda funciona no vermelho, e que quem segurou as pontas nos últimos anos foram as  TVs OLED e as aplicações para casa.

raspberry red v30 2 1008x1024
V30 rosa framboesa foi mostrado na CES 2018/ © LG

Ainda que compreensível e até esperado, é um tanto quanto chocante ver uma grande empresa do setor mudar o cronograma de lançamentos.. De fato, uma nova versão do V30 não veio, apenas uma variante de cor, e o G7, que normalmente era visto em fevereiro, na MWC, deve vir só em março ou abril. Será que outras grandes fabricantes também estão pensando em espaçar mais os lançamentos ou é só a LG tentando dar conta do prejuízo? Por outro lado, sabemos que aparelhos de média e alta gama têm uma vida útil cada vez maior e que focar em bons, mas poucos aparelhos é uma estratégia que pode funcionar.

LG Icon, Aicon e Aiconn?

Em paralelo a essa notícia, porém, vem correndo boatos de um novo nome de celular da LG. De acordo com um banco de dados norte-americano, a empresa teria registrado algumas marcas comerciais: LG Icon, LG Aicon e LG Aiconn.

Outros nomes, como GX ou G10, passaram a ser cogitados por quem gosta de especulação para o próximo grande lançamento da marca, mas o esperado G7 continua sendo uma opção forte. Isso porque, discretamente, a própria LG acabou soltando o nome LG G7 em seu próprio site. Na página em que explica o funcionamento do Quick Charge 4.0, listou o aparelho G7 como compatível com a tecnologia.

A verdade é que termos que aguardar para saber o real nome e entender essa mudança de portfólio da empresa.

Enquanto isso, o que você acha dessa movimentação?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Victor Lima há 8 meses

    bora LG... desperta !!! melhora essa concorrência

  •   94
    Conta desativada há 8 meses

    A divisão mobile da LG vai de mal a pior, enquanto em smarttvs eles trazem muitas inovações e são líderes de mercado!
    Vai entender...
    Demorar pra lançar smartphones não vai resolver o problema da LG e sim copiar o modelo de negócio, inovação e tecnologia das smarttvs da empresa.

  •   26
    Conta desativada há 8 meses

    Não é só questão de desing, celulares da sony tem preço alá apple...

  •   94
    Conta desativada há 8 meses

    Tendências frescas de design?
    Dureza é o design quadradão há 500 anos...

  • Cristiano A. há 8 meses

    Olha, os problemas delas são diferentes. LG parece que resolve investir em outros seguimentos e não dá a atenção que o setor mobile precisa. Já Sony parece querer parar no tempo com cabeça dura em relação a design e manter o preço de algo desinteressante nas alturas! Mas na essência é o mesmo. Falta de adaptação de mercado. Se não se adaptarem já era!

68 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  •   101
    Conta desativada há 8 meses Link para o comentário

    De 2 em 2 anos? rsrs
    Não consigo confiar na LG, mas se for para melhorar...


  • acho esta estratégia da LG bem interessante. lançar um top por ano satura muito... as empresas poderiam lançar a cada 16 meses os TOPs


  •   86
    Conta desativada há 8 meses Link para o comentário

    Gostaria que a LG voltasse a fazer bons smartphones como antes, tive alguns da marca e fui muito bem suprido na época.....


  • Se pararmos para analisar de outro ponto de vista, isso pode ser bom, menos aparelhos, "mais atenção para os que são lançados e estarão no mercado", isso pode fazer com q o dispositivo receba updates por mais tempo, e conquiste mais clientes.


  • é uma pena, eu não gosto muito dos smartphones da LG mas os últimos lançamentos foram ótimos, seria uma bela perda a LG desistir do mobile.


    • Como a LG ta sendo infantil só liga pro eletrico domésticos cade a marca LG mundial vai deixa a samsung damina o mundo vomo LG com seu engenheiro cria um smartphones de lideraça com tanto dinheiro no cofre pessa pequeno. Meu LG K10 2017 n gostei muito n poca qualidade. Cade o flesh de frente


      •   26
        Conta desativada há 8 meses Link para o comentário

        Pouca qualidade pq não tem flash na frente ou tu quis dizer outra coisa ? se for isso que crítica mas idiota namoral , é poucos aparelhos que tem isso de flash frontal....


  •   63
    Conta desativada há 8 meses Link para o comentário

    Se eu fosse presidente da LG ou algum diretor da empresa, iria cobrar ao máximo empenho desses engenheiros do setor mobile, e iria estabelecer metas e prazos com o foco em qualidade a um preço menor. Iria ainda balançar o mercado oferecendo 2 anos de garantia direto, com a compra realizada no site LG. Duvido se não iria melhorar a empresa.

    Vetores os quais julgo importantes numa empresa

    Dedicação ao máximo ao seu cliente, qualidade e preço.

    Seriam aparelhos de entrada custando no máximo R$500,00. Aparelhos intermediários custando R$1300,00 e topo de linha por R$2.200,00. Todos com direito a duas atualizações de sistema, buscando o melhor da experiência Android para o cliente, deixando o sistema mais leve com pouca mudança na interface.

    Sabendo trabalhar, tudo é possível, mas como sempre falta vontade, pois dinheiro, a LG tem!


  • Força LG estamos contigo!
    Que essa estratégia funcione e que as coisas começam a fluírem novamente!


  • Prevejo que a LG abandonará a divisão mobile ou a venderá em pouco tempo. Eles nunca conseguiram penetrar no mercado que já está dominado por outras grandes. O negócio dela é se preocupar com suas TVs, eletrodomésticos e afins. Tenho uma lavadora de roupas ótima dessa marca.


  • O primeiro problema da LG é o preço inaugural de seus produtos, principalmente os de entrada. O Q6 possui hardware de entrada e chegou custando uns 1300 reais. Fica difícil.
    Segundo: a marca está queimada pela qualidade dos seus aparelhos.
    Terceiro: Pouco investimento em aparelhos intermediários.
    Quarto: Possuir um diferencial.

    Por fim uma opinião pessoal: interface do sistema não tem ajudado.


  • Que ótima notícia, assim paramos de ter aparelhos meia-boca e fadados ao esquecimento no que diz respeito as atualizações. Parabéns a LG pela coragem e iniciativa.


  • Se a estratégia de enxugar o portfólio for em prol de avanços consideráveis, trazendo aparelhos melhor acabados, com hardware atual a preço competitivo, eu creio que deva ser uma atitude sensata, a LG tem tudo pra ser uma fabricante de destaque no mercado (assim como a Sony) mais parece que falta ousadia em sair dessa zona de conforto e impressionar o mercado.

Mostrar todos os comentários

Recommended articles