Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

OPINIÃO 5 min para ler 48 Comentários

LG: V30S e AI aumentam expectativa pelo topo de linha

Uma vez na MWC, é bastante complicado para uma fabricante não aparecer no evento. Pode ser que ela não venha com grandes lançamentos em dispositivos móveis, como foi o caso da Motorola, mas uma vez na lista de expositores, é melhor não sair e tratar de chamar a atenção para o seu estande, da forma que for.

A LG conseguiu esse feito com o LG V30S ThinQ, um aparelho que infelizmente não sabemos se virá para o Brasil ou não mas que, no geral, teve uma boa recepção e que nos dá alguma pista sobre a estratégia da marca para o futuro. Com isso, a ausência de um topo de linha na maior feita do setor foi amenizada, mas por pouco tempo. Voltaremos a isso. Antes, o LG V30S ThinQ.

As pistas do V30S ThinQ

Existem duas diferenças principais entre o V30S ThinQ e o V30: RAM e cores. O V30S oferece 6 GB de RAM e 128/256 GB em comparação com os 4 GB de RAM e 64/128 GB do modelo padrão já comercializado. As duas novas cores são chamadas de azul marroquino (um azul com tons de verde) e platinum grey (um cinza mais escuro). A principal diferença é que o V30S atingirá o mercado com todos os novos recursos de inteligência artificial anunciados.

20180228 134924
LG V30S no azul marroquino/ © AndroidPIT

A LG vem trabalhando em inteligência artificial há mais de um ano, ainda que a tecnologia tenha explodido no mundo dos smartphones apenas alguns meses atrás. A Huawei, de certa forma, se tornou a porta-voz da integração de AI em smartphones com seu chip Kirin 970, mas não é a única que deseja oferecer os benefícios da tecnologia aos seus usuários. Asus e também LG estão de olho nesses recursos.

Vision AI é o sistema de reconhecimento de imagem projetado para otimizar a experiência de fotografia nos novos smartphones da marca. As vantagens oferecidas são semelhantes às que já vimos no Mate 10 Pro: ao apontar a câmera para um objeto, ela será capaz de reconhecê-lo automaticamente e sugerir modos e configurações adequados para disparos melhorados. Isso é possível graças ao grande banco de dados de imagens e categorias criadas pela LG em colaboração com outros parceiros, incluindo o EyeEM. 

20180228 135658
AI na câmera / © AndroidPIT

Para otimizar as fotografias quando a iluminação é fraca, o Vision AI apresenta o modo Bright que registra o nível de brilho da imagem, a fim de oferecer uma melhor solução para o usuário escolher ou não. O Vision AI também permite que o usuário aproveite o reconhecimento automático de imagens para comprar, procurando por um produto e mostrando-lhe onde é possível comprá-lo ao melhor preço, um pouco parecido com a Bixby Vision.

A LG, que possui uma ampla gama de dispositivos Smart Home, isto é, para a casas inteligentes, não desenvolveu seu próprio assistente, mas decidiu colaborar com o Google Assistente para permitir que seus usuários usem a voz como comando.

Se você já está familiarizado com o Google Assistente, vai gostar dos 32 comandos de voz da LG que permitem que você interaja com a câmera do seu smartphone ainda mais. Na verdade, existem 9 novos comandos introduzidos pela marca, somados aos 23 já existentes desde o ano passado.

20180228 134928
Será que o LG V30S vem para o Brasil? / © AndroidPIT

Timing é importante

Timing talvez seja uma das características do mercado de smartphones mais subestimadas por seus participantes. De certa forma, todas as fabricantes participam de um mesmo calendário. E se a LG quer continuar a fazer parte da primeira divisão, terá que correr.

Com o V30S restrito a alguns mercados, a LG vai deixando brecha para outras marcas crescerem no segmento premium como, por exemplo, Motorola. No Brasil, pelo menos, está bastante claro que a Motorola, terceira fabricante que mais vende no Brasil, já mira o segmento de gama alta com seus Moto Z e snaps.

Durante uma conferência de porta fechada, Ji Youn Lheem, designer estratégico da marca, falou sobre o que a LG vê como smartphones no futuro. Uma única tela que permite a interação direta com o dispositivo através dela, a tela. Isso é tudo. Uma abordagem minimalista: livrar-se de tudo, exceto da tela.

Uma ideia interessante, sem dúvida, mas quando poderemos realmente vê-la implementada? O próximo aparelho da série G mostrará os primeiros passos concretos? Quando?

Depois do caso da bateria do Note 7, toda a indústria de smartphones aprendeu que é melhor atrasar o lançamento de um produto do que correr o risco de ter que fazer um recall e, pior do que isso, tirar toda uma linha de produtos do mercado. A LG parece estar fazendo isso com a próxima geração do seu flagship, mas não pode demorar muito.

ThinQ é futuro da LG

Para a LG, o desenvolvimento da IA é uma apólice de seguro de vida. Por quê? Simples: a LG não faz seus lucros com smartphones, mas com eletrodomésticos e TVs. Como sempre, ao percorrer o estande da marca, vimos máquinas de lavar roupa, geladeiras, televisores e muito mais, mas sem um smartphone, a LG perderia uma oportunidade. 

Dentro de alguns anos, a casa será inteligente e estará conectada em rede com assistentes, e a LG atualmente está trabalhando nisso com a marca ThinQ. Mais cedo ou mais tarde, seus smartphones também estarão envolvidos nesse sistema.


 *Artigo escrito em parceria com Hans-Georg Kluge e Jessica Murgia, do AndroidPIT.com. 

Os comentários favoritos dos leitores

  •   85
    Conta desativada há 6 meses

    Gosto da linha V é muito melhor que a G porem tem seus problemas de burn in tbm enfim ao menos n tem a maldita franja

  • Soterio Salles há 6 meses

    Que continua sendo o mesmo LG V30 com mais RAM, armazenamento e nova cor. O que você diz ser inteligência artificial na câmera nada mais é do que um equivalente ao Google Lens e ao Bixby Vision que já estão disponíveis no Google Pixel 2 e Samsung Galaxy S8 desde o ano passado.

  •   48
    Conta desativada há 6 meses

    Então que comercialize o V30 mundialmente, não se pode deixar esse espaço vago enquanto não lança o G7. Daí o crescimento de outras marcas, aproveitando esse vazio e lançando com concorrência a menos . Como bem descrito no texto, o lucro da LG nunca veio de smartphones e sim da linha branca e TV em geral. E acho difícil no Brasil a LG se tornar líder um dia.....

  • Sidney há 6 meses

    A LG não tem lucro com sua divisão de smartphones porque não quer. Capacidade para isso tem, mas parece que faz força para não conseguir.

  •   85
    Conta desativada há 6 meses

    Tem varias qualquer pesquisa simples no google vc encontra problemas com burn in , alias é algo totalmente comum em telas LG ate o google pixel 2 ta tendo problema .... google tbm é bem burra em usar telas lg

48 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Recommended articles