O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

Opinião 3 min para ler 125 Comentários

Porque a linha Moto G mudou tanto?

Chegamos àquela época do ano em que a Motorola traz ao mundo sua linha de mais sucesso, a do Moto G. Mais uma vez, o lançamento foi no Brasil, mostrando a importância do nosso mercado ao mundo. Esse foi também o primeiro evento do novo CEO, o brasileiro Sergio Buniac. Muitos ficaram chocados, pois o Moto G6 chega muito diferente dos antecessores, e nos perguntamos qual o objetivo da Motorola com isso.

Em um primeiro momento, podemos perceber que, hoje em dia, aparelhos intermediários já conseguem suprir o uso de 95% dos usuários de smartphones. Sendo assim, as empresas começam a investir mais nessa categoria, que se desmembra em outras, indo do premium ao entrada. A Motorola está então fatiando sua categoria, e temos Moto G, Moto X e Moto Z Play dentro dela. Até um Moto E caberia aí.

IMG 8724
Moto G6: mudança de posicionamento / © AndroidPIT

Sendo que os intermediários suprem o que os usuários precisam e topos de linha são menos procurados, melhorar a qualidade dessa gama é preciso, pois a exigência acaba aumentando também. Se o processamento de um intermediário me supre, preciso de câmera, bateria, design e outros que supram também.

A estratégia não é nova. Se você observar bem, essa é a mesma coisa que a Asus vem fazendo. Lembrando do Zenfone 5 de 2015, a primeira investida séria da empresa no mundo dos smartphones, um aparelho em plástico, ajudado por uma parceria com a Intel; e o Zenfone 5 desse ano, um aparelho caprichado no design, com processador Snapdragon e bordas finíssimas. A empresa evoluiu, o. Consumidor ficou mais exigente, o produto muda.

IMG 1412
A Motorola passa por algumas crises, mas se mantém firme / © AndroidPIT

Mas há outros itens que explicam essa mudança da Motorola. Tendo prometido uma situação azul desde que foi comprada pela Lenovo, a empresa não conseguiu cumprir suas metas. A solução está sendo uma renovação do portfolio, sem perder sua essência, mas atingindo um consumidor novo, que pode gastar um pouquinho mais.

E esse consumidor não é apenas brasileiro. Em uma entrevista de Buniac dada ao site da Exame, ele explica que a Motorola também mira a Europa com a linha Moto G. Se antes eles se esforçavam para vender a linha Moto Z, mais premium, hoje percebem que a guerra com Samsung e Apple é custosa demais para o momento que vivem, e que precisam conquistar os europeus com algo mais em conta.

A ideia é roubar o espaço da Samsung e suas linhas A e J, um terreno difícil, mas mais barato e mais fácil do que ter que lidar com a Apple também, além de outras marcas que crescem a cada dia. No Brasil, a Motorola é a segunda maior fabricante, atrás apenas da Samsung.

Das opiniões que eu recolhi, o feedback tem sido mais positivo do que negativo. As pessoas estão gostando da nova linha, e muito interessadas no Moto G6 Plus. Testes feitos por amigos já mostram que a câmera é melhor do que se pensava, e teremos testes aqui para comprovar ou não isso.

Mas, mesmo com essas opiniões, só o mercado vai dizer se essa aposta da Motorola (e até da Asus) é boa. Eu sempre torço para que todas as fabricantes aumentem sua qualidade e sua concorrência, pois quem ganha mesmo são os usuários.

E você, o que acha?

Fonte: Exame

149 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Anderson Ramos há 4 semanas

    Não sei se teve gente que percebeu mas a motorola mudou muita coisa no G6 plus é pra melhor. Não só foi o aumento de ram, memória, mais bateria, mais tela...mas também teve USB C, inclusão da bússola, retorno do slot não híbrido, volta da entrada do fone de ouvido em baixo, entrega de capa protetora e dois pontos excelentes além do slot que já falei: melhoria do fone de ouvido e um pequeno detalhe que pouquíssimos YouTubers perceberam. O moto G6 plus é arm64. Ou seja tanto o processador quanto o sistema são de 64 bits. Coisa que nem o z2 play é.

  • Deivis Schuman
    • Mod
    há 4 semanas

    "Porque a linha Moto G mudou tanto"?

    Porque a Lenovo não tem a competência que o Google tem!

  • Claudio R. há 4 semanas

    Também torço para que todas as fabricantes aumentem sua qualidade e sua concorrência, mas que seja com preço justo...

  • Phelipe B. há 4 semanas

    As mudanças são inevitáveis, o problema é que muitas delas foram bem desacertadas ao longo da história do Moto G.
    A principal reclamação é o preço, mas gente, estamos no Brasil, juros em cima de juros, inflação descontrolada. Basicamente é impossível oferecer um produto por um preço justo. Infelizmente a gente não comprará mais Moto G por R$799.

  • Marcelo Neri há 4 semanas

    Concordo com a parte do Lula preso!

125 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Queria que a Motorola trouxesse a linha Moto Mais para o Brasil.


  • Linha Moto G começou como o aparelho bom e barato, e isso fez a fama do modelo. Com o tempo foi ganhando algumas funções melhores, mas perdeu o foco do custo benefício com preços elevados até demais. Fui muito feliz com o Moto G1 mas vivi um inferno com o Moto G4 e seus bugs nativos e sem solução. Hoje em dia, não quero nem de graça....
    #MotorolaIsDead


    • Olha minha mãe sempre diz o ditado: nunca diga dessa água não beberei. Eu tinha um Gran duos da Samsung o celular desligava sozinho nunca tive o problema sanado. E pensava não quero Samsung nem de graça. Um tempo depois eu mesmo comprei um Samsung.


  • proteção para respingos e pouco e não se esqueçam o moto g3 ficou sem atualização e os usuarios que sofreram, e lançaram o moto g5 plus com 32g sendo que fora do brasil veio com 64 , acho que devemos esperar a linha z3 para ver se vem com proteção pelo menos para chuva .


  • Bem, eu gostei muito do aparelho. Entretanto creio que esse tipo de tela funciona melhor num aparelho onde há praticamente 0 borda. Colocar uma tela num aparelho com bordas (mesmo que pequenas) deixa o aparelho extremamente gigante. Creio que seja o único detalhe negativo.


  • Gente minha opinião. O calombo das câmeras da Moto não são mais por questão funcional (de espaço interno) é mais uma identidade visual. Tipo propaganda indireta, quando olharmos para alguém falando ao telefone mesmo que de uma certa distância sabemos que ela utiliza um Motorola. Com a onda de telas 18:9 muitas marcas ficaram idênticas quando vistas de frente em uma mesa. Motivo esse pelo qual eu acho que a Moto colocou Motorola escrito. Para enfatizar que aquele celular que vc esta vendo na mesa ao lado é um Motorola. E quase todos os videos que vi, o pessoal fala que não precisaria ter o nome ali. Mas a intenção é essa! Se destacar num monte de celular monobloco todos similares entre si. Quem nunca olhou para um celular em uma mesa ou no rosto de alguém e ficou tentando advinhar que celular era aquele? Eu faço isso direto.


    • bem observado.


      • Mas se vc olhar um S9 de costas ou de frente sabe que se tratar de um Samsung sem um trambolho atrás ou o nome na frente, acho que dá pra buscar sua própria identidade de outras formas


      • Depende! A gente que curte tecnologia até identifica aparelhos e tal. Mas a maioria não tem essa noção. Se até hoje eles não sabem diferenciar um Iphone de um smartphone Android, vc realmente acredita que eles vão saber identificar um s9 só olhando para a frente do aparelho? Tu tem que pegar a criaturinha pela mão e dizer tá vendo esse celular aqui? Ele é um celular da Samsung ó! E para reforçar vc vira a traseira e mostra o nome da Samsung nas costas do aparelho.


      • O MI 4 tem a lente quadrada também e no centro superior do aparelho, se não fosse a difença de tamanho do aparelho, um leigo poderia confundir facilmente.


  • As mudanças seriam inadiáveis, ninguém absolutamente ninguém,pode contestar os erros da linha G5 original, que teve uma recusa mais pelo desenho que configurações,daí porque quase seis meses depois novo modelos da mesma série para alavancar as vendas ( fato está extremamente feliz ,basta olharmos as pesquisas e compras pré e pós Black Friday) um outro ponto é mais importante , o número de pessoas que estão comprando ou importando smartphones é cada dia maior , neste segmento a Xiaomi , Huawei entre outros fabricantes já entregam celulares com 4 ,6 é até 8 giga de RAM com.precos bem mais "populares" que os habituais players do varejo. um outro ponto é que não dá mais para errar como na edição passada , a volta da linha mais enxuta com opções bem definidas fará uma diferença considerável no momento da compra. O fato do CEO brasileiro ,de um modo o outro pode ter contribuído para isto. Acredito que vá vender bem, um dos reis da "parcela" neste ano .


  • Será q dá pra confiar numa empresa q não resolve bugs do G4 nem dá satisfação aos seus clientes? Como saber q nesses novos aparelhos não virão com novos problema?

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações