Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

8 min para ler 72 Comentários

Os melhores smartphones importados por menos de R$ 1.500

Cada vez mais, os smartphones importados se mostram uma boa opção de compra no Brasil. Envolve uma série de riscos, mas com as dicas certas e sabendo tudo o que pode acontecer, você fica mais tranquilo. Depois de aprender tudo nos dois links abaixo, você está pronto para conhecer nossa lista com 10 opções por preços acessíveis.

10 smartphones importados com preços acessíveis

Xiaomi Mi A1 - De R$ 731 a R$ 911

xiaomi mi a1
O único Android One da lista / © GearBest

Tenho um certo apreço pelo Android, especialment eo mais próximo do puro, e atualmente isso é fácil de ser conseguido com o Android One. Embora não seja satisfatório o número de fabricantes que estão aderindo a esse projeto da Google, a Xiaomi, uma das empresas que mais mexe em seu sistema, lançou o Mi A1 com o One.

O resultado é um smartphone bonito, com processamento de intermediário rodando bem no sistema mais leve, atualizações mais rápidas e uma câmera razoável (que fica excelente se você instalar direito a Google Camera nele). O Mi A1 é uma ótima opção para quem não quer um smartphone cheio de recursos, e sim algo que seja funcional e útil. É também o mais barato da nossa lista.

  • Processamento: Qualcomm Snapdragon 625
  • RAM: 4 GB 
  • Armazenamento: 32 ou 64 GB
  • Telas: 5,5” FullHD
  • Câmera: dupla de 12+12 MP e frontal de 5 MP
  • Sistema: Oreo 8.0
  • Bateria: 3.080 mAh

Elephone U Pro - De R$ 1.300 a R$ 1.355

elephone u pro
A foto não mostra que ele não é tão sem bordas assim / © Elephone

Se você curte um smartphone mais elegante e gostou do efeito da traseira do Moto X4, dê uma olhada no U Pro. E se você quiser uma frente de S8, também tem. É um aparelho muito elegante e com bom acabamento, com opção de um azul bem interessante.

Com tela AMOLED sem bordas, traz também um bom armazenamento interno, processador intermediário premium e já vem com o Oreo instalado. O conjunto de câmera dupla é competente e faz desse um bom aparelho para quem não pode ter um topo de linha, mas que precisa de desempenho acima da média.

  • Processamento: Qualcomm Snapdragon 660
  • RAM: 4 ou 6 GB 
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB
  • Telas: 6” FullHD+
  • Câmera: dupla de 12+13 MP e frontal de 8 MP
  • Sistema: Oreo 8.1
  • Bateria: 3.550 mAh

Vernee X - De R$ 1.156 a R$ 1.016

vernee x
Vernee X: simples, mas bonito / © Vernee

Com duas opções que cabem no orçamento, o Vernee X tem um visual mais simples, embora seja fino e trabalhado em metal, além de também trazer uma bonita opção em azul. Além disso, abusa da tela sem bordas, que ocupa uma boa parte da frente.

Apesar de trazer processador MediaTek e por isso sofrer algum preconceito, seus destaques ficam nas quatro câmeras, tela grande e bateria enorme que possui. É aquele típico smartphone para quem precisa de mais do que desempenho, e abre mão de um pouco para ter outros itens.

  • Processamento: MediaTek Helio P23
  • RAM: 4 ou 6 GB 
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB
  • Telas: 6” FullHD+
  • Câmera: dupla de 16+5 MP e frontal de 13+5 MP
  • Sistema: Nougat 7.1
  • Bateria: 6.200 mAh

Xiaomi Mi Max 2 - De R$ 780 a R$ 1.511

AndroidPIT xiaomi mi max 2 1828
Parece normal, mas é enorme / © AndroidPIT

Para os que não enxergam muito bem, ou que simplesmente apreciam telas bem grandes para jogos e leituras, o Mi Max é praticamente a única opção válida. Seu corpo é dos mais simples em construção, mas não é isso o que importa aqui.

Para segurar essa tela, uma bateria grande está presente. Ele é realmente grandão, pois não trabalha no quesito das telas sem bordas, sendo um tipo bem genérico. Traz a MIUI, interface que a Xiaomi coloca em cima do Android, do qual muitos são fãs. Não tem câmera dupla.

  • Processamento: Qualcomm Snapdragon 625
  • RAM: 4 GB 
  • Armazenamento: 32, 64 ou 128 GB
  • Telas: 6,44” FullHD
  • Câmera: dupla de 12+12 MP e frontal de 5 MP
  • Sistema: Nougat 7.0
  • Bateria: 5.300 mAh

Nubia Z17 Mini - De R$ 640 a R$ 1.331

nubia z17 mini
Aí dentro tem 128 GB de armazenamento / © Nubia

Armazenamento gigante, com direito a entrada para microSD, e preço bem em conta, é esse caso aqui. A Nubia é da ZTE, que já tem tradição no mercado, e que com o Z17 Mini traz um design bem fino e interessante.

A bateria não é das maiores dessa seleção, mas a câmera frontal com seus 16 megapixels merece uma atenção dos amantes de selfies. Peca no Android defasado, mas traz um conjunto de processamento bem interessante para o preço.

  • Processamento: Qualcomm Snapdragon 653
  • RAM: 6 GB 
  • Armazenamento: 128 GB
  • Telas: 5,2” FullHD
  • Câmera: dupla de 13+13 MP e frontal de 16 MP
  • Sistema: Marshmallow 6.0.1
  • Bateria: 2.950 mAh

Honor 9 - De R$ 1.132 a R$ 1.360

AndroidPIT Honor 9 0875
Honor 9, um belíssimo aparelho / © AndroidPIT

Nem só de Qualcomm e MediaTek vivem os chineses. A Huawei, dona da Honor, fabrica seus próprios chips, os Kirin, que rodam dentro desse belíssimo smartphone. A cor azul parece uma febre entre os chineses, e aqui ela vem junto a uma traseira em vidro e sensor frontal.

O preço para seu conjunto é muito interessante, que tem como destaque uma dupla de câmeras muito boa na traseira. O Android é modificado, trazendo a interface EMUI, que é mediana em matéria de design, mas que pode te conquistar.

  • Processamento: HiSilicon Kirin 960
  • RAM: 4 ou 6 GB 
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB
  • Telas: 5,15” FullHD
  • Câmera: dupla de 12+20 MP e frontal de 8 MP
  • Sistema: Nougat 7.0
  • Bateria: 3.200 mAh

Xiaomi Mi 6 - De R$ 1.355 a R$ 1.502

AndroidPIT xiaomi mi 6 0205
Um flagship a preços acessíveis / © AndroidPIT

São muitos Xiaomi nessa lista, mas não poderia faltar o flagship da empresa aqui. Afinal de contas, temos um processador de topo de linha, boa RAM e bom processamento, tudo por R$ 1.500. Tem um visual parecido com o de outros aqui, mas traz boa construção.

Tem poucas bordas laterais, mas sobra acima e abaixo, fazendo com que não seja um dos mais bonitos, mas o vidro traz o ar de elegância. Vai rodar tudo, e com uma tela um pouco menor que pode agradar quem não quer um phablet no bolso.

  • Processamento: Qualcomm Snapdragon 835
  • RAM: 4 ou 6 GB 
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB
  • Telas: 5,15” FullHD
  • Câmera: dupla de 12+12 MP e frontal de 8 MP
  • Sistema: Nougat 7.1.1
  • Bateria: 3.350 mAh

UMIDIGI S2 Pro - De R$ 948 a R$ 1.163

UMIDIGI S2 002
Até que os círculos atrás combinam... / © UMIDIGI

Com um visual que lembra o Zenfone 4 Selfie Pro, o S2 Pro tem um ar mais jovem, mais moderno, embora não deixe de ser fino e bonito. Com a frente de vidro arredondado e com pouca borda lateral, ele nem parece muito que tem 6 polegadas de tela QuadHD.

Outra coisa grande é a bateria, que segura um conjunto interessante e intermediário. Possui especificações para quem quer gastar menos de mil reais e ainda contar com detalhes mais premium, embora continue sendo um intermediário.

  • Processamento: MediaTek Helio P25 
  • RAM: 6 GB 
  • Armazenamento: 128 GB
  • Telas: 6” QuadHD
  • Câmera: dupla de 13+5 MP e frontal de 16 MP
  • Sistema: Nougat 7.0
  • Bateria: 5.100 mAh

Maze Alpha X - R$ 1.010

MAZE Alpha
Quase sem bordas, por mil reais / © MAZE

Uma das marcas mais desconhecidas dessa lista, a Maze passou por uma recente reformulação e conta com aparelhos bem interessantes. Se não temos um Mi Mix para trazer bordas quase nulas, o Alpha tenta ao máximo cumprir esse requisito.

Seu visual em metal e vidro é muito bonito, e as câmeras trazem sensores Sony. A tela é grande, o sensor fica na frente e um conjunto de 6 GB de RAM com 128 GB de armazenamento pot mil reais, aliado ao belo design, é algo que certamente deve ser considerado.

  • Processamento: MediaTek Helio P25 
  • RAM: 4 ou 6 GB 
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB
  • Telas: 6” FullHD+
  • Câmera: dupla de 13+5 MP e frontal de 5 MP
  • Sistema: Nougat 7.0
  • Bateria: 4.000 mAh

Xiaomi Mi Note 3 - De R$ 1.186 a R$ 1.366

AndroidPIT xiaomi mi note 3 2100
Um Xiaomi que diz ter um ótimo conjunto de câmeras / © AndroidPIT

Nossa lista se encerra com – surpresa – mais um Xiaomi. Com um preço bem atraente, ele é um intermediário com ótimas especificações, que deve rodar praticamente tudo o que você desejar. O visual não é dos mais diferentes, e ele se parece com outros da lista, mas é bem bonito.

Traz o melhor conjunto de câmeras que a Xiaomi já usou, e isso resulta em fotos bem acima do esperado para a marca. Se você está procurando o Zenfone 4 com Snapdragon 660 e não encontra, essa pode ser uma opção.

  • Processamento: Qualcomm Snapdragon 660
  • RAM: 6 GB 
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB
  • Telas: 5,5” FullHD
  • Câmera: dupla de 12+12 MP e frontal de 16 MP
  • Sistema: Nougat 7.1
  • Bateria: 3.500 mAh

Você está pensando em comprar um desses aparelhos?

*Os preços foram pesquisados em 22/03/2018 nos sites Gearbest e Banggood.

Os comentários favoritos dos leitores

  • Soterio Salles há 6 meses

    O que faz marcas chinesas venderem tão barato é mais ou menos o seguinte.
    Gastos com logística são muito menores já que muitas fábricas de componentes já trabalham na China mesmo.
    Estoques menores, vide Xiaomi e suas flash sales, estoque pequeno gera menos custos de armazenamento.
    Marketing... Como muitas dessas marcas não vendem globalmente não há necessidade de investir tanto em marketing igual uma Apple ou Samsung por exemplo.
    Patentes e propriedade intelectual na China não existe o que já tende a aumentar os custos de produção para empresas globais não se aplica a uma grande quantidade de chineses.
    A concorrência acirrada faz empresas venderem a preços competitivos e a carga tributária deve ser bem menor na China... Fora a questão da mão de obra barata...

    E por fim o fone de ouvido... Deve ser um componente muito caro lá na China porque ele é quase sempre removido dos pacotes de acessórios dos smartphones kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Mas os componentes são geralmente os mesmos usados em smartphones de marcas globais...

  • Marcio A. há 6 meses

    É melhor pensar em que mágica fazem pros aparelhos no Brasil serem tão caros. Já importei Lenovo e vários Xiaomi e nunca tive problema. Outras marcas ainda não testei.

  • Victor Lima há 6 meses

    do jeito que estão os correios... fico até receoso de importar... mas são belos aparelhos

  • Marcelo Neri há 6 meses

    Pensar em importar muita gente pensa, mas usando os Correios não dá!
    A lista ficou muito boa, valeu Stella.

  •   63
    Conta desativada há 6 meses

    Em tese Sidney, teriam duas teorias:

    Os aparelhos tem peças de qualidade, mas as empresas vendem mais barato para conquistar o mercado e derrubar as já tradicionais ou então, seriam peças de baixa qualidade.

    Segundo o Dr Reclama, youtuber que lida com esses aparelhos, eles são bons e melhores construídos que os tradicionais. Fui tirar também essa dúvida, com outros técnicos, também afirmaram que são bons, mas é claro, que podem quebrar também como qualquer outro aparelho, mas a incidência seria menor.

    Eu sei que a Huawei e Xiaomi, por exemplo, hoje são muito bem conceituadas lá fora.

72 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados