O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
2 min para ler 12 Compartilhado 36 Comentários

Microsoft anuncia compra do LinkedIn por US$ 26 bilhões

Apesar do inverno com temperaturas escandinavas, a segunda-feira (13/6) começou quente. Isso porque a Microsoft anunciou a compra do Linkedin, a maior rede social corporativa do mundo, por mais de US$ 26 bilhões. Saiba mais logo abaixo.

Em comunicado oficial, a Microsoft afirmou que pagou US$ 196 por ação ao Linkedin, totalizando US$ 26, 2 bilhões. De acordo com o documento, a rede social “manterá sua marca, cultura e independência”, e seu atual CEO, Jeff Weiner, será mantido no cargo, reportando-se diretamente a Satya Nadella, CEO da Microsoft. 

Segundo a Microsoft, o ritmo de crescimento e a diversificação de produtos do Linkedin foram essenciais para chamar a atenção da criadora do Windows. Em números apresentados pela empresa, a rede social corporativa vem apresentando uma média de crescimento de 19% ano a ano, com mais de 433 milhões de membros cadastrados.

A marca Linkedin, bem como suas operações, serão mantidas de forma independente

Além disso, são 105 milhões de unique visitors - visitantes únicos mensais - por mês (um crescimento de 9% ano a ano), maior engajamento em seu aplicativo mobile (60% do total de acessos) e um crescimento de 34% no número de page views - 45 bilhões de visualizações no último trimestre. Houve ainda um crescimento de 101% no número de anúncios de empregos ativos (7 milhões de vagas). 

AndroidPIT Microsoft eats linkedin
Microsoft afirmou que pagou US$ 196 por ação ao Linkedin / © ANDROIDPIT

Para completar, a Microsoft destacou ainda algumas ações do Linkedin que geraram o crescimento da rede. Entre elas está a compra da plataforma Lynda.com, que oferece cursos online nas áreas de negócios em vários idiomas, bem como o lançamento de uma versão remodelada do Recruiter, focada em seus clientes empresariais. 

Ainda segundo o comunicado, a compra foi aprovada por unanimidade pelos Conselhos de Administração de ambas as empresas. Agora, o acordo precisa ser aprovado pelos acionistas do Linkedin, bem como passar por aprovações regulamentares, itens de praxe em negociações do gênero.

Será que o LinkedIn terá um bom futuro nas mãos da Microsoft?

12 Compartilhado

36 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi