Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Review do Moto X Force: a inovação que todos estavam esperando!

Review do Moto X Force: a inovação que todos estavam esperando!

A emblemática linha Moto X 2015, da Motorola, ganhou seu terceiro integrante: o Moto X Force. O dispositivo é a aposta da empresa norte-americana para fechar o ano com chave de ouro. O Moto X Force não seguiu à risca as características da bem-sucedida linha Moto X, pois, além de uma bateria de grande capacidade, como a do Moto X Play, temos agora uma tela inquebrável com resolução Quad HD e um acabamento mais moderno. Não existem dúvidas de que este dispositivo entrará para história da indrústria de smartphones, assim como muitos outros aparelhos da Motorola. No Brasil, contudo, o Moto X Force será lembrado também como o celular mais caro da história da Motorola. Confira nosso review completo do Moto X Force e descubra se este dispositivo é realmente inquebrável e vale os mais de 3 mil reais.

Avaliação

Prós

  • Tela resistente a quedas
  • A melhor câmera que a Motorola já desenvolveu
  • Bom acabamento
  • Autonomia da Bateria

Contras

  • Alto-falante mono

Moto X Force – Data de lançamento e preço

O Moto X Force é a versão nacional do Droid Turbo 2, lançado em parceria com a operadora Verizon, nos Estados Unidos. Se nos EUA o dispositivo é comercializado pela Motorola por 624 dólares sem contrato, algo em torno de R$ 2.447,89, no Brasil, esse cenário muda um pouco com o acréscimo de impostos e encargos. Por aqui, o Moto X Force custa R$ 3.149,00 na versão com 64 GB de armazenamento interno, tornando-se o dispositivo mais caro já comercializado pela Motorola no país. 

O dispositivo já está disponível para compra no site da Motorola, e a pré-venda no varejo se iniciará a partir do dia 10 de novembro. Além disso, a Motorola está oferecendo quatro anos de garantia contra quebras e estilhaços na tela, o que pode ser uma boa notícia para os usuários menos cuidadosos. Ao final deste artigo você pode conferir uma lista de lojas que possuem as melhores ofertas para o Moto X Force.

Por fim, o serviço Moto Maker também estará disponível para todos os usuários gratuitamente, permitindo que o acabamento traseiro do dispositivo seja substituído pelas seguintes opções: Nylon balístico, couro sintético ou silicone. A customização de cores, botões e aro da câmera são gratuitos no Moto Maker.

Moto X Force – Desenho & Qualidade de Construção

Os usuários que gostam do aspecto visual do Moto X Play e do Moto X Style encontraram no Moto X Force uma mistura de ambos, mas com algumas melhorias. Em uma comparação direta com esses dois dispositivos, o X Force lembra mais o Moto X Style do que o Moto X Play, só que um pouco mais largo e com uma nova textura na parte traseira. A Motorola não economizou na qualidade dos materiais utilizados na construção deste dispositivo, visto que, praticamente não existe nenhum sinal de plástico ou de qualquer outro material que não sejam vidro e alumínio.

androidpit MOTO Force 2
Parte frontal do Motorola Moto X Force. /  © ANDROIDPIT

A unidade que testei possui o revestimento traseiro em Nylon Balístico, semelhante ao acabamento utilizado no Moto Maxx, só que menos propício a desgastes ou problemas de costura. Em vez de uma traseira totalmente curva, a Motorola optou por uma superfície plana no centro e levemente curvada nas laterais. Essa mudança de superfície torna o dispositivo ergonômico, mas não muito confortável nas mãos como acontece outros modelos da empresa, como o próprio Moto X Style.

traseiramotoxforce
Acabamento traseiro em Nylon Balístico do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

Outro ponto que me chamou atenção foi o novo posicionamento da bandeja do chip SIM, que agora está na parte superior do dispositivo e não mais na lateral. Em comparação com o Moto Maxx 2014, por exemplo, essa mudança de posição foi totalmente válida, pois para quem não lembra, o slot do modelo anterior ficava camuflado dentro dos botões de volume. Assim como acontece com outros dispositivos da linha Moto 2015, o Moto X Force oferece um slot híbrido para os cartões nano-SIM e microSD.

slotmotoxforcereview
Bandeja híbrida para o chip-SIM e microSD do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

Olhando para o dispositivo de frente, é possível notar que suas linhas são ligeiramente mais retas do que qualquer outro modelo da Motorola, principalmente nas extremidades. O speaker superior proeminente é igual ao do Moto X Style, enquanto a saída de áudio interior foi posicionada internamente e separada em duas partes.

Essa diferença nos alto-falantes quebrou um pouco a elegância do design do dispositivo, principalmente no modelo de cor branca. Além disso, vale mencionar que apenas a saída inferior direita corresponde ao alto-falante mono do dispositivo, visto que a grade esquerda serve apenas para tornar o visual do dispositivo mais harmônico. 

speakermotoxforce
Alto-falante mono (direito) do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

Na parte superior, temos um flash de LED em tom quente, igual ao do Moto X Style. Ao lado direito, temos os sensores de proximidade e um LED de notificações. No rodapé do dispositivo ficam os sensores de proximidade que funcionam em conjunto com o software da Motorola que traz as notificações ambientes no display, o Moto Tela, de acordo com os movimentos ou a proximidade do usuário.

De modo geral, o visual do Moto X Force segue o atual padrão de design adotado pela Motorola, um pouco "trambolhudo" para alguns, moderno e robusto para outros. Pessoalmente, achei o dispositivo agradável e muito elegante, principalmente na parte traseira. Todas as pessoas que viram o dispositivo comigo tiveram a mesma opinião: bonito na traseira e um pouco estranho na frente, principalmente pelos alto-falantes inferiores.

motoxforceonwork
Visual do Motorola Moto X Force. / © ANDROIDPIT

Moto X Force – Tela

A Motorola resolveu fugir da tendência dos sensores de impressões digitais e apostou no desenvolvimento de uma tecnologia que revolucionou o mercado de smartphones. Depois de lançar o Moto X Style com um novo revestimento em silicone contra descoloração e desgastes naturais, e de trazer a certificação IPX7 ao Moto G 2015, agora temos um dispositivo com tela inquebrável.

A Motorola fez um ótimo trabalho na construção do novo painel de 5,4 polegadas, com tecnologia AMOLED e resolução 2K (1440 x 2560 pixels - 544 ppi). A construção de uma tela em 5 partes reforçou a estrutura do display que resiste a impactos rotineiros. A empresa batizou essa tecnologia de Moto ShatterShield, que usa 5 camadas em sua construção, são elas:

  • Primeira: Se trata de uma lente externa que possui uma camada protetora com revestimento especial e resistência à riscos e arranhões. Essa lente substitui o uso do Gorilla Glass, por exemplo, pode ser observada facilmente na superfície do dispositivo como uma espécie de película de vidro.
  • Segunda: Debaixo da lente externa temos uma lente integrada que foi desenvolvida para ser mais flexível do que um vidro comum. Essa lente não prejudica a reprodução de cores ou nitidez do painel, visto que a mesma foi projetada pela Motorola para manter a clareza e a fidelidade das informações exibidas no dispositivo.
  • Terceira: Diferente de outros dispositivos, o painel de toque não está junto ao vidro superior e sim como uma terceira camada desse conjunto. A Motorola resolveu afastar o painel touch da superfície da tela para que dispositivo mantenha a resposta ao toque mesmo após algumas quedas. Ao invés de perder a sensibilidade e a resposta do painel logo na primeira queda, a camada dual-touch fica sendo protegida pelas duas primeiras camadas para garantir uma vida útil melhor ao dispositivo.
  • Quarta: Aqui temos a tão comentada tela flexível que, tecnicamente, recebe o nome de P-OLED. A letra P que antecipa a nomenclatura OLED significa plástico (Plastic), fazendo referência a capacidade de flexibilidade desse painel. Essa tela garante que o conjunto de lentes e painéis tenham uma capacidade melhor para absorver impactos.
  • Quinta: Para garantir maior durabilidade e proporcionar um suporte melhor ao conjunto de lentes e painéis superiores, a Motorola desenvolveu um chassi em alumínio rígido. Essa peça também serve para proteger os componentes internos do dispositivo em caso de quedas bruscas. Sem essa peça, a pressão do impacto poderia destruir os componentes que são interligados ou próximos da tela.
telalateralmotoxforce
Cores do painel P-OLED do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

Durante meus testes submeti o dispositivo a quedas e provocações com canetas e outros periféricos pontiagudos. Para minha surpresa o dispositivo saiu ileso de todos esses ataques. A tela P-OLED do Moto X Force não é muito intensa ou vívida como em outros dispositivos que utilizam esse mesmo painel, nota-se na imagem acima que o fundo preto dos botões de navegação não é tão profundo como o padrão Super AMOLED, da Samsung, por exemplo. 

Existe uma preocupação entre os usuários com relação à sensibilidade do painel de toque do Moto X Force, visto que a camada touch não está unida ao painel P-OLED como acontece em outros dispositivos que utilizam a tecnologia AMOLED (não flexível). No entanto, posso garantir que a reposta do toque na tela do dispositivo é excelente, sem atrasos e muito confortável mesmo com a película anti-risco aplicada acima da tela. Segundo a Motorola, essa película pode ser substituída pela assistência técnica da empresa, e em nada implicará na sensibilidade do painel touch.

telamotoxforcequad
Nitidez e coloração da tela do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

A nitidez e os ângulos de visão são excelentes, assim como o equilíbrio do contraste e do brilho. O brilho, por sinal, é intenso e contribui para a legibilidade do painel em ambientes abertos e com forte iluminação.

Algo que também precisa ser mencionado é que quando o aparelho cai no chão, a lente superior (primeira camada) pode amassar, mas não quebrar a tela ou danificar as outras quatro camadas internas. Essa camada, assim como a segunda camada, está coberta pela garantia de quatro anos da Motorola. Aqui fica uma observação importante: a garantia de quatros anos oferecida pela Motorola cobre apenas a primeira e a segunda camada do Moto ShatterShield. A tela P-OLED, o painel dual-touch e o chassi não estão cobertos pela garantia por serem partes comuns e não resistentes à quedas como as duas primeiras.

A estrutura do dispositivo não recebeu nenhum reforço especial, ou seja, o couro pode se desgastar e o Nylon pode manchar ou desfiar com o tempo, além da estrutura em alumínio estar propensa à riscos, quebras e amasso. Minha dica de uso para você é: use o Moto X Force com o mesmo cuidado que você tem pelo seu atual dispositivo, mas sinta-se seguro se por acaso o dispositivo cair em algum acidente ou durante o uso cotidiano.

kevlarmotoxforce
Estrutura do Moto X Force não possui reforços especiais. / © ANDROIDPIT

Moto X Force – Características Especiais

Resistencia a respingos d'água

Assim como o Moto X Style, o Moto X Force possui uma tecnologia de nano-revestimento interno que o torna resistente a respingos d'água. Essa tecnologia, contudo, não torna o modelo resistente a submersões ou exposições à água doce, salgada, quente ou fria. Essa tecnologia da Motorola protege o Moto X Force de dentro para fora contra derramamentos acidentais de água, respingos d'água ou até mesmo contra molhaduras rápida durante a chuva.

Aplicativo Moto

Como um legítimo integrante da família Moto X, o Moto X Force possui todos os comandos de voz, gestos e movimentos característicos da série. O conjunto de processamento do dispositivo também é semelhante aos demais modelos da linha Moto X, formado por um processador de linguagem natural e outro de computação contextual, além da integração do software com esses co-processadores e sensores de proximidade, aceleração e movimento.

O aplicativo Moto vem instalado de fábrica no Moto X Force e possui os mesmos recursos que estão presentes no Moto X Style, como a possibilidade de usar o Moto Voz no ouvido igual a uma chamada e também os tradicionais recursos do Moto Assist. Durante meus testes pude notar que o assistente de voz da Motorola está mais sensível ao seu comando de ativação, independente dos ruídos do ambiente em que eu estava.

Além disso, o Moto Tela está presente no modelo com todas as suas características originais, como passar a de passar a mão sobre o dispositivo para conferir notificações e consultar detalhes de um e-mail sem a necessidade de desbloquear a tela. Todos as funções do aplicativo Moto funcionaram bem em meus testes, sem exceções.

howcanihelpyoumotoxforce
O Moto Voz está presente no Moto X Force. / © ANDRODIPIT

Dual-SIM Inteligente

O software que reconhece a melhor conexão de internet ou sinal de operadora disponível para o usuário está presente no Moto X Force. O Dual-SIM inteligente funciona bem e pode ser configurado em dois passos: informando seu DDD e confirmando se os nomes de ambas as operadoras estão certos. A partir daí, o software realiza a mudança entre os chips procurando pelo melhor sinal ou melhor conexão, com a possibilidade de configurar um alerta de aviso a cada nova troca para que a mesma não ocorra automaticamente sem a permissão do usuário.

chipinteligentemotoxforce
Funçõa dual-SIM inteligente do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

Moto X Force – Software

O dispositivo sai de fábrica rodando com o Android Lollipop 5.1.1, sem novidades de software em comparação aos demais modelos da linha Moto. A Motorola confirmou que esse dispositivo receberá o Android 6.0 Marshmallow em breve, só não disse exatamente quando. Além da interface padrão e pouco modificada, os recursos também são os mesmos dos demais modelos da empresa, funções essas que ficam reunidas no aplicativo Moto.

O software roda com a experiência visual do Google Now Launcher (App do Google), ou seja, você terá a gaveta horizontal de aplicativos do Android 6.0 Lollipop e alguns papéis de parede stock dessa versão. O único ponto que eu acho desagradável é a impossibilidade de remoção da barra de pesquisas do Google das telas iniciais.

sistemaandroidmotoxforce
Tela inicial e gaveta de aplicativos do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

O dispositivo carrega 36 aplicativos nativos, sendo 4 deles da Motorola e o restante do Google. Não existem aplicativos duplicados, mas, ironicamente, a loja BR Apps está instalada no aparelho e não pode ser removida pelo usuário. Para quem não sabe, apenas modelos cobertos pela Lei do Bem e que custam menos de mil e quinhentos reais são obrigados a apresentarem a loja pré-instalada. Fora isso, tudo segue da mesma forma como qualquer outro dispositivo da série Moto X.

Moto X Force – Performance

O Moto X Force é embalado pelo processador Snapdragon 810 (MSM8994), de oito núcleos, a uma frequência de 2,0 GHz, onde quatro deles são Cortex-A53 de 1.5 GHz e quatro Cortex-A57 de 2,0 GHz. A GPU que equipa o dispositivo é a Adreno 430, capaz de rodar vídeos em 4K e executar jogos com alto nível de detalhamento gráfico sem queda de frames. Nessas configurações, o dispositivo aguenta qualquer aplicativo ou jogo disponível na Play Store, além da experiência com o software ser livre de congelamentos, engasgos ou interfaces proprietárias.

O Moto X Foce nacional possui 64 GB de armazenamento interno e oferece a possibilidade de expansão da memória através de um cartão microSD de até 2 TB (terabytes). Não presenciei nenhum tipo de aquecimento durante o carregamento do dispositivo, uso da câmera ou quando executava jogos mais pesados, como o Implosion, por exemplo. Parece que a Motorola se deu bem com o Snapdraghon 810, ao contrário da Sony com o Xperia Z3+ e seus problemas de aquecimentos.

Abaixo você pode conferir os resultados de alguns testes de benchmarks realizados no Moto X Force. No Vellamo (à direita), que avalia especificamente a performance online do dispositivo, o Moto X Force obteve 4.866 pontos, enquanto no Geekbench 3, que avalia o uso do processador e da memória RAM separadamente, a pontuação do dispositivo foi de 1.309 para a performance individual por núcleos do chipset e 3.978 no desempenho multi-core.

O resultado abaixo da média ficou por conta do AnTuTu, onde o Moto X Force obteve 52,245 pontos, logo abaixo de dispositivos com especificações semelhantes, como o Xperia Z5, que marcou 63 mil pontos no mesmo teste. Confira os resultados abaixo:

geekbenchmotoxforce
Resultado do Moto X Force no Geekbench 3. / © ANDROIDPIT
antutubenchmarkmotoxforce
Pontuação do Moto X Force no AnTuTu. / © ANDROIDPIT
vellamomotoxforceresults
Pontuação do Moto X Force no Vellamo. / © ANDROIDPIT

Moto X Force – Áudio

Não é apenas na estética que os alto-falantes do Moto X Force deixam a desejar, na prática eles não impressionam. Apenas o speaker direito é um alto-falante mono, enquanto a grade esquerda é uma saída de ar e parte do equilíbrio estético do dispositivo. O som reproduzido por essa saída mono é limpo, no entanto, é carente de agudos e graves. A assinatura sonora da Motorola tem essa característica, mantendo o equilibro entre as sonoridades, mas com falta de graves ou alugados mais intensos. 

Quando depositado sobre a mesa, a reverberação não muda quase nada. Os fones de ouvido são os mesmos que acompanham a linha Moto X desde o lançamento do primeiro modelo, em 2013. Nos fones de ouvido, a qualidade sonora melhora com a ajuda de um equalizador, no entanto, a falta de agudos ou graves permanece.

fonesaudiomotoxforce
Fones de ouvido do Moto X Force. / © ANDROIDPIT

O speaker superior cumpre seu papel durante as ligações, fazendo com que todas as vozes sejam reproduzidas claramente. O volume para ligações é excelente, mesmo durante o uso com os fones de ouvido ou quando em modo viva-voz. Vale mencionar que o Moto X Force possui 5 microfones ativos e dedicados ao cancelamento de ruídos. Para os fãs de rádio AM/FM tenho uma má notícia: o Moto X Force não possui rádio ou compatibilidade com frequências de radiodifusão (TV e rádio).  

Moto X Force – Câmera

A câmera traseira do Moto X Force possui 21 MP, com abertura f/2.0 e vem acompanhada por um flash de LED dual-tone. Recursos simples foram rebatizados por nomes elegantes, como o Zero Shutter, que nada mais é do que a captura de imagens sem atrasos do software da câmera, algo como "zero atraso". Além disso, o software da câmera oferece recursos interessantes, como o Rapid Focus (foco rápido), HDR, panorama, geolocalização e um leitor de QR Code integrado. O flash de LED traseiro é dublo, com tecnologia de balanceamento de cores CCT. 

A câmera frontal é de 5 MP e possui um LED que ajuda em ambientes mais escuros. Os resultados obtidos são iguais aos do Moto X Style, ou seja, a câmera do Moto X Force é ótima para selfies individuais e em grupo.

Abaixo, você confere uma galeria de fotos da câmera do Moto X Force.

Durante os meus testes notei que as fotos obtidas pelo dispositivo carecem de vibratilidade, embora a nitidez seja excepcional. Quando observadas pelo computador é possível notar que as imagens da câmera traseira do Moto X Force são realmente boas, com bom nível de detalhamento e balanço de branco.

Moto X Force – Bateria

A bateria do Moto X Force é um dos pontos fortes do modelo. A Motorola optou por oferecer uma bateria de 3.760, com autonomia para até 36 horas em uso moderado, isso segundo a promessa do fabricante. Na prática, consegui atingir até 16 horas em uso moderado no 4G e 22 horas no Wi-Fi.

O dispositivo é compatível com a tecnologia de Carregamento Turbo da Motorola (Turbo Power). A fabricante oferece o carregador junto com o kit do modelo, e o mesmo possui potência de 25W. O carregamento turbo do Moto X Force também pode ser utilizado em carregadores sem fio que sejam compatíveis com a mesma tecnologia, assim como acontece com o Galaxy S6 Edge Plus, por exemplo. Outro diferencial do modelo é o carregamento sem fio no padrão Qi, que o torna compatível com a maioria dos carregadores wireless do mercado. 

Confira abaixo meus números de autonomia com a bateria do Moto X Force:

Uso moderado Tempo médio
Wi-Fi
(Instagram, Chromecast, Netflix, push mail e sincronização ativa)
11 horas
4G
(Instagram, Facebook, WhatsApp e sincronização desativada)
16 horas
Wi-Fi
(WhatsApp, Instagram e sincronização desativada)
22 horas

O tempo médio informado em nosso teste pode variar de acordo com a qualidade de sua conexão com a internet (Wi-Fi/ móvel), nível de brilho e quantidade de aplicativos instalados. O teste foi realizado com a conectividade 4G ativa como preferencial, brilho entre 15 e 43% e localização desativada na maioria do tempo.

Moto X Force – Especificações Técnicas

Dimensões: 149,8 x 78 x 7,6 mm
149,8 x 78 x 9,2 mm
Peso: 169 g
Tamanho da bateria: 3760 mAh
Tamanho da tela: 5,4 polegadas
Tecnologia da tela: AMOLED
Tela: 2560 x 1440 pixels (544 ppi)
Câmera frontal 5 megapixels
Câmera traseira 21 megapixels
Versão do Android: 5.1.1 - Lollipop
RAM: 3 GB
Memória interna: 32 GB
64 GB
Memória removível: microSD
Chipset: Qualcomm Snapdragon 810
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 2 GHz
Conectividade HSPA, LTE, NFC, Dual-SIM , Bluetooth 4.1

Veredito Final

No decorrer de 2015, vimos poucas inovações entre os dispositivos Android, principalmente os modelos que estão disponíveis no Brasil. O Moto X Force pode parecer uma simples atualização em comparação com o Moto Maxx ou Moto Style, entretanto, quando o dispositivo é lançado ao chão pela primeira vez conseguimos entender que ele está muito a frente de seus concorrentes no quesito inovação. Ele não quebra, embora seja possível estragar o display, a tela desse dispositivo possui uma resistência digna dos celulares Nokia mais antigos.

Foram três anos de pesquisa e desenvolvimento por parte da Motorola até que a tecnologia Moto ShatterShield estivesse disponível para o consumidor final. A empresa inovou não apenas na construção do novo painel e em sua resistência, mas também pelo fato de ter conseguido entregar toda essa tecnologia em um dispositivo relativamente fino e leve, que em nada lembra o sacrifício estético que o Moto Maxx sofreu para suportar uma bateria. No entanto, essa tecnologia chega por um preço nada atraente para os consumidores brasileiros: R$ 3.149,00.

Levando em consideração o preço, o Moto X Style é o modelo mais indicado e que possui configurações semelhantes e a mesma experiência com o software e a câmera. O Moto X Force reúne todas as vantagens do topo de linha da empresa, mas com maior autonomia de bateria, tela resistente à quedas e acabamento com mais opções de revestimentos. Se você não é um usuário desastrado ou entusiasta da tecnologia, considere outro dispositivo no lugar do Moto X Force. Eu mesmo escolheria o Moto X Style pela relação custo/beneficio do aparelho.

E aí, o que você achou do Moto X Force?

Moto X Force – Onde comprar

O preço sugerido para o Moto X Force pela Motorola é de R$ 3.149,00 em seu site oficial. No entanto, é possível encontrar alguns descontos de acordo com a forma de pagamento escolhida em algumas lojas online. Lembre-se que neste momento o dispositivo encontra-se em pré-venda, com previsão de entrega entre os dias 10 e 17 de novembro. Separamos as melhores ofertas para o Moto X Style abaixo:

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Luiz Fernando 29/10/2015

    Galera, pra resumir: FANTÁSTICO. Os sites estão tão sedentos de informações que esquecem de informações fantásticas a respeito dele. Mas vamos lá. Como consumidor da marca, quero colocar algumas informações para complementar.
    Câmera: super interessante. Dos 4 melhores celulares do mundo, neste quesito, a Motorola emplacou 2 e passou a ser referência, finalmente. X Force e Style respectivamente, empatando com diversos outros no mesmo quesito, tais como Z3, Note 4, Iphone 6 plus, no caso do X Force, segundo o melhor site no assunto, o DxOMark.
    Tela: o que dizer dessa tela? Com 4 anos de garantia para quebras, rachaduras e estilhaços? A maioria dos entusiastas de smartphones, não fica 3 anos com o mesmo modelo. Fantástica essa iniciativa. A melhor novidade de 2015 sem dúvida.
    Resistência: IP58 (resistência a poeira e água até 1.5 metros por 30 minutos). Pouco divulgado mas uma excelente novidade!!!!!!!
    Bateria: Ficou menor, mas se tiver gerenciamento inteligente na nova versão do snapdragon 810, vai mesmo durar 36 horas em uso moderado. Melhor que o monstrinho moto maxx.
    Cartão SD: que concorrente ficou com este item? Nenhum. Todos tiraram e a motorola colocou de volta. Agora com capacidade de até 2 TB. Daqui a pouco notebook pra quê?
    O que faltou detalhar: tiraram o infra vermelho? O assistente de voz, moto assist, smart lock, tiveram alterações e melhorias com os novos sensores?
    2 chips: com certeza terá o mesmo gerenciamento inteligente do Style. O aparelho escolhe a melhor rede naquele momento, para priorizar sempre a internet mais rápida.
    Faltou: sensor biométrico, que já fez parte do Motorola Atrix em 2011, muito antes dos iphone e samsung.
    Preço: surpreendeu. o mercado todo aguardava algo acima de 3.500 e veio por menos. Acredito que em até 6 meses, vai bater na casa dos 2.699, com certeza. Ou até menos. =D
    Valeu! Abs.

  • Sérgio Henrique 29/10/2015

    Tá, eu tbm achei caro.
    Mas olha só os preços de lançamento de alguns tops lançados esse ano:

    Galaxy S6 = $3.299
    Galaxy S6 Edge = $3.799

    Galaxy Note 5 = $3.799

    Xperia Z5 = $4.299,00

    LG G4 = $3.099

    Moto X Style = $2.499

    Moto X Force (64gb) = $3.149

    Levando em conta que os smarts top da Motorola são sempre mais baratos que os das outras, não vejo o pq de tanta surpresa.
    Repito, pra mim ta caro ainda e eu só compraria depois de meses lançado e com uma promoção que o fizesse ficar uns $900/$1000 mais barato, pelo menos.
    Mas será que em todo review de lançamento das outras fabricantes teve todo esse mimimi? 😏

  • Luiz Fernando 30/10/2015

    Deve ser porque estamos vendo os fabricantes se mexerem pra resolver isso. Já era hora. A Motorola parece que saiu na frente. Valeu! ABS! =D

  • Artur Rodrigues 29/10/2015

    Compareci ao evento e me surpreendi com a qualidade do aparelho. O mais incrível foi que quando realizei o teste no Antutu, ele marcou mais de 58K pontos sendo em que nenhum momento o aparelho mostrou um aquecimento, isso mesmo, não chegou nem a ficar morno. Não sei o que fizeram para fazer esse milagre. Nem mesmo depois do teste ele mostrou o superaquecimento.

  • Leonardo Alves 06/11/2015

    Esse Moto X Force, na minha opinião, tem feito mais barulho do que deveria.
    O único ponto a ser realmente destacado, e merecidamente, é a nova tecnologia de resistência da tela.

245 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • parou de carregar rapido leva ate seis horas pra carregar 100%o que fazer nesse caso, carregador sem fio resolve e qual
    ,


  • Sensacional esse dispositivo, fiquei com muita vontade de comprá-lo, mas o preço estava (ainda está proibitivo) muito alto, então optei pelo Moto Maxx e economizei um grana preta além de estar muito satisfeito.


  • Galera, ainda vale a pena comprar um hoje em dia, devolvi um style pro submarino ontem e tô pensando em pegar o Force. Vou esperar os lançamentos que vai ter agora no fim de fevereiro pra ver se o preço cai um pouco.


  • Fico aqui me perguntando o porquê que o Moto X Force tem uma pontuação de 4,5 e o Sony Xperia Z5 Premium tem apenas 3,5 sendo melhor.
    O que deu pra perceber é no Androidpit tem muito fanboy puxando a brasa pra fogueira da Motorola.
    Sony Xperia Z5 Premium vs. Moto X Force:

    Tela: 4k vs Inquebrável - Empate técnico
    Câmera: Z5 - 1×0
    Áudio: Z5 - 2×0
    Caracteristicas Especiais: sensor biométrico e design à prova de água vs moto voz e resistente á respingos
    Processador: usam o mesmo SoC mas o Z5 tem uma performace superior - 3×0
    Memória Expansível: Empate técnico
    Carregamento Rápido: Empate técnico


  • Pessoal tem que ficar de olho ao comprar o Moto X Force, se ele não vender ( o que deve acontecer) a Motorola não vai dar prioridade no atendimento e nas atualizações do aparelho e o respeito com o cliente irá para a fossa!

    Usuários do Moto Maxx estão sendo deixados de lado, sem atualização do aparelho e sem data para atualiza.

    Eu pensei em comprar o Moto X Force, mas como estou sofrendo com o Moto Maxx, desisti de comprar os aparelhos TOP da Motoenrola.


  • Comprei um moto x force a 1 mês o mesmo apresentou uma linha verde na tela, levei para a garantia e disseram que foi mal uso líquido no aparelho única solução e acionar justiça pois e um defeito de lote.


  • É sem dúvida uma máquina essa force, não trava sua câmera é ótima enfim muitas qualidades pena que essa tecnologia de que não trinca nem estilhaça não tem nenhuma logica. Comprei o meu moto x force e já estou com dor de cabeça com essa tela de plástico, é isso mesmo de plástico. Deixei o aparelho cair da altura de dois palmos e já arranho a tela e agora estou procurando películas e mais películas pro aparelho e pra piora as de vidro não da certo no aparelho por conta de um pequeno relevo no final da tela na parte de baixo, cinseramente preferia mil vezes que essa tela Foce o gorila glass..


  • Estou decepcionado com o moto x force, 5h de tela no máximo, um uso diario bem moderado vai até o fim do dia, ontem só usei wattsapp das 9 da manha em diante e 19h ja tava em 40% apenas, tenterei fazer um hard reset e um wipe para melhorar, mas perdi a esperança e vocês tem tido experiencias semelhantes?


    • Tudo depende de como você está usando. Sincronização automática, localização, Bluetooth e uma rede instável de operadora celular gastam muita bateria.

      O que é indiscutível é que ele sabe gerenciar bem a bateria quando ocioso. Experimente carregar seu aparelho até os 100% antes de dormir, sem usar ele e veja ao acordar quanta bateria ele gastou, será no máximo 3%.

      Com relação a Tela, grande discussão nas redes sociais, depende muito se você está usando ela ou mesclando com outras formas de gastos de bateria. Se você estiver jogando não há como medir a autonomia da tela, a mesma coisa se você está usando pouco o aparelho e com isso tirando tirando a bateria quando ocioso (mesmo que pouco).

      O ideal para você saber como é a autonomia da tela do X Force é usar o aparelho com o brilho até 30% e no modo adaptável, localização, Bluetooth e sincronização automática desativados. Após esses ajustes, use constantemente o aparelho de forma moderada, ou seja, sem jogar, sem streamings pesados de áudio e vídeo, apenas o básico que são redes sociais, checagem manual de email, navegação na Internet, ligações.

      Eu uso um pouco mais pesado, mas mesmo assim, quando há possibilidade de aferir a autonomia do tela de forma Justa, sempre bate umas 5 horas.


    • Você tem que levar em conta que o Whats gasta muita bateria ao meu ver, sendo que na WiFi um pouco mais. Como a tecnologia é AMOLED, tente usar fundos pretos ou wallpapers que tenham o preto, pois já foi comprovado que há uma grande diferença no gasto de bateria já que a cor preta não acende a parte da tela.
      O meu X Force aguenta 5h de tela jogando, ouvindo música e usando intensamente. Minha bateria em uso normal vai pra umas 12 horas, sem mencionar que a próxima atualização do Android Marshmallow tende a aumentar a autonomia da bateria.
      Também pensei que a bateria seria um monstro, mas se aguenta mais de 10h em uso normal, não tem o que se preocupar, ainda mais com um carregador monstro.


  • comprei o meu na black friday pelo preço de R$ 2800,00 estou muito satisfeito com o aparelho, embora eu achei a tela muito fácil de riscar, mesmo que ela não quebre rs, digo isso pq só de andar dentro do bolso por esses dia ele já apareceu com dois riscos (imperceptíveis praticamente), penso muito na possibilidade de uma película comum para apenas evitar riscos, porque o resto está protegido rs.

    de um modo geral achei o celular muito rápido, a bateria ainda não esta dentro do esperado, mas creio que isso seja por ela não possuir um ciclo de cargas para atingir a duração especificada pelo fabricante.


    • Minha tela riscou muito fácil, ainda estou precisando de uma assistência autorizada que mexa com esse modelo para trocar essa primeira camada, pois até agora muitas não trabalham :/


  • Irei tecer aqui minha opinião acerca do aparelho.

    Quero enfatizar que sair de um HTC One M8 para o então Moto X Force.

    Quem já foi usuário HTC sabe o quão forte é a qualidade do áudio dos aparelhos da marca, todos os tops de linha equipados com caixas frontais com som estéreo.

    Desta forma, posso relatar que a mesma experiência não é possível no Moto X Force.

    Esse é um dos únicos pontos negativos que vi no aparelho.

    Nos outros pontos apontados aqui na review, realmente não ha exageros. O aparelho cumpre com o seu papel de top de linha, deixando a desejar no áudio externo e por não ter sensor biométrico como era de se esperar que tivesse.

    Com relação aos problemas de superaquecimento eu vos digo que o Snapdragon 810 no Moto X Force não apresenta tal problema. Executei diversos testes de estresse, bem como diversos jogos e não houve esse problema.

    Sobre a bateria, não sei como foi de fato a gestão da mesma no review dessa página mas posso detalhar que nas minhas mãos, em uso moderado de Wifi e 4G chegou as 36 horas de uso.

    A câmera é extremamente rápida, de alta qualidade e surpreende em todos aspetos principalmente a frontal que possui Flash e angulação única.

    Para finalizar uma dica para quem estar querendo comprar é de que não irá de forma alguma se arrepender. Pode ter certeza que terá um aparelho único em suas mãos.


  • Alto Falante mono, sem leitor de impressão digital, snap 810 com problema por 3.149. Eu que tenho muito zelo pelos meus aparelhos, passaria isso facil.


  • Olá pessoal, meu primeiro comentário aqui. Espero que todos estejam bem.

    Sem dúvida o X Force/Droid Turbo 2 apresenta especificações que, se não são tão novas, ao menos coloca o aparelho em uma relação custo/benefício bem justa, pra quem procura um celular premium. Pena que a alta do dólar dê uma certa brochada, but...

    Agora, sem dúvida os dois fatores que julgo superação neste aparelho: a tela quase inquebrável e... A expansão de armazenamento. E reza-se uma lenda de que a Google ainda insiste em desdenhar a memória externa, é isso mesmo produção?

    Enfim, pra quem procura algo acima da média, vale sim muito a pena. Agora, como já foi sugerido aqui, é bom esperar a poeira baixar para adquirí-lo.

    Abração,

    Edu.


  • ótimo aprarelho o style mais bateria muito ruim...eu tenho e ja quero vender em menos de um mes.


  • Não achei nada inovador, apenas uma boa idéia e bem feita mas nada de inovação e o telefone nem é isso tudo na minha opinião pra levar 5 estrelas, engraçado que como os Motorolas ganham 5 estrelas fácil mesmo não sendo isso tudo aí não na minha opinião.


  • TOP, TOP, TOPADO


  • Esse Moto X Force, na minha opinião, tem feito mais barulho do que deveria.
    O único ponto a ser realmente destacado, e merecidamente, é a nova tecnologia de resistência da tela.


    • Sim, também achei... Principalmente nos meios brasileiros. Nada contra o aparelho, que pessoalmente achei muito bom, só não acho que mereça tanta exaltação.
      Por exemplo, o aparelho não traz sensores de digital, infra-vermelho e de batimentos cardíacos e isso nem foi comentado no artigo! Tudo bem, não é obrigação ter, mas ele é um top de linha! Acho que deveria ter sido sim comentado que pelo preço que é cobrado no aparelho, ele deveria vir mais completo...


      • Exato, Luis, exato!
        Sem contar a falação toda por conta da câmera, que nem chega a ser tudo isso (a pé de comparação com alguns aparelhos do mesmo ano, ou os antigos que continuam líderes isolados em relação à câmera), apenas foi o primeiro acerto da Motorola.


      • Siiiim!! Mas é aquela velha história vista por aqui, quando outra marca acerta, não está fazendo mais do que a obrigação... mas quando a Motorola acerta... se preparem pra cerimônia! HAHAHA


      • Concordo com vc Luiz Boccard o moto x force é um bom celular mais o S6 é mais barato que o force e continua sendo melhor em questão de processador, camera e tem uma tela super amoled que é melhor que a tela do force. Ele só focou na tela inquebrável


      • Também penso assim. Sem questões de preferência por marcas aqui, eu pessoalmente acho o S6 um aparelho bem acertado e pelo preço que está hoje, compraria ele antes do Force sem pensar 2 vezes.


    •   44
      Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

      Concordo plenamente com vocês.


  • Não entendi as dimensões, ele tem 7,6mm ou 9,2mm de espessura?


  • Espero que o ''mimimi'' sobre o Snapdragon 810 diminua, após reviews como esse esclarecerem que a Motorola usou esse processador de ''má fama'', porém tratou de ajustá-lo para evitar o tal superaquecimento polêmico. E o ''mimimi'' sobre o preço também, pois diversos outros smartphones dessa categoria chegam aos 4000 Reais, ou seja, dentro da categoria, ele é um dos mais baratos, e o melhor custo-benefício, por incrível que pareça!
    Confesso que quando vi esse design pela primeira vez, achei horrível, pelo alto-falante frontal dividido. Mas agora, após alguns meses, observando mais, acho muito bonito e elegante, e essa ''quebra'' no design frontal acabou por deixando-o único, diferindo de todos os outros da marca, já que a linha 2015 trouxe um design quase unificado.
    Esse aparelho está no topo da minha lista agora, espero só que o preço chegue a menos de 2500 Reais lá para o início do segundo semestre de 2016, para eu me sentir confortável a comprá-lo.


  • Deixando de mimimi sobre preço e sobre o que eu li abaixo "kd a inovação?! A tela é inquebrável! kkkkkkkkkk Celular igual desde o moto G"

    Gostei muito do aparelho, é uma pena ele ter autofalantes mono, mas esse é o menor dos problemas.
    Desempenho tá bom, bateria tá boa e a câmera... a câmera está perfeita!

    Com certeza esse será meu aparelho de 2016.


  • Tem um erro ai, os fones de ouvido são iguais do moto x 2014 ! 2013 o fone era igual do moto g !


  •   54
    Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

    muito caro. Infelizmente sempre os chamados carro chefe vão sempre chegar aqui a preços absurdos. Com este dinheiro todo da pra comprar um bom notebook e o moto g terceira geração, já é o suficiente. Na verdade quanto mais smartphones se fabricam, acabam deixando muitos ansiosos e endividados por não se conterem em ter seu modesto smartphone. As empresas estão frenéticas pra vender que mal lançam um aparelho e já estão lançando outro. O final disto é muitos com problemas financeiros. Deveriam ir um pouco mais devagar, mais a verdade é que isto é fato em todos os fabricantes. Procuram sempre lançar um novo, a tecnologia é boa, agiliza a vida, mais do jeito que estamos caminhando neste desejo de sempre ter o melhor muitas outras coisas importantes serão, a cada dia deixada pra trás. paga-se 3 mil, 4 mil em smartphones, que só em sair da loja já perde, pelo menos uns 20% do valor. Bens que evaporam. Não sinto nenhuma atração por tais aparelhos, me contento com um entre 500 a 700 reais. Mediano, mais funciona do mesmo jeito, tira boas fotos, tem os mesmos aplicativos falando em geral, não de aplicativos específicos, envia email, recebe, tem os chats..., etc. E o pior é que a maioria das empresas, ou será poucos, garantem aí atualizações do Android umas três vezes. Fica-se com um aparelho caro, que dentro pouco tempo a empresa que só quer vender aparelhos, o abandona. Não lhe oferece mais atualizações. Triste realidade.


  • kd a inovação?! A tela é inquebrável! kkkkkkkkkk Celular igual desde o moto G


    •   44
      Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

      Felipe, eu possuo uma opinião contraria a sua.
      Se formos analisar o ShatterShield é sim uma inovação, pelos seguintes motivos:
      - nenhuma empresa, pensou em aplicar tal conhecimento;
      - é algo que o mercado demanda (smartphones cada vez mais resistentes).

      Agora se for analisar a inovação em nível amplo aplicado a diversos setores do mercado, a resposta com certeza seria não, pois a tecnologia de camadas em vidro para absorção de impacto existe a anos.

      Enfim, a Motorola tem méritos e merece seu reconhecimento, pois foi ela que idealizou a implantação dessa tecnologia em Smartphones.

      Abraços.


  • que saco estas matérias repetidas.tá parecendo a lagoa azul da globo


  • Bom aparelho, quando abaixar o preço será um ótima opção. Resta aguardar pra ver o preço abaixar.


  • É um excelente aparelho, inovou bastante no quesito resistência da tela, porém ainda estou decidido em adquirir o Moto X Style por trazer especificações semelhantes, custando praticamente R$1000 a menos, também achei a frontal do Style mais atraente por trazer bordas mais finas. Enfim, dois grandes aparelhos!


  •   85
    Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

    Motorola tinha que "cagar" o aparelho com esse alto falante mono.E a câmera, bem a câmera.... Motorola nunca fez nenhuma que fosse boa mesmo.


    • Leandro, teve uma matéria algum tempo atrás que dizia que o x force está entre as 3 melhores câmeras do mercado de smartphones.
      Acho que o alto falante é um erro, mas câmera, bateria e desempenho pelo review são excelentes, eu compraria ele, se, não fosse tão caro ou se minha condição financeira me permitisse esse "luxo" de pagar esse valor neste aparelho.


  • Esse sim deveria ser o sucessor do moto x2014!


  • que fotos horríveis kkkk


  •   35
    Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

    3.149,00 e eu com meu que custou 350,00, quase 10 vezes menos. Que ironia.


  •   44
    Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

    Um excelente smartphone, com certeza um dos melhores do mercado. Mas ao ler muito e refletir muito sobre essa nova tecnologia da Motorola ShatterShield, cheguei à conclusão de que a mesma é apenas uma blindagem e não algo revolucionário como muitos afirmam. É algo que muitas empresas não pensaram, um conceito simples o que foi utilizado, camadas que em conjunto formam uma proteção capaz de absorver alguns impactos, algo já existente na ciência, e que é aplicado em diversos ramos (principalmente em segurança e dispositivos duráveis). Parabenizo a Motorola por enxergar essa oportunidade.
    Revolução de verdade é o chamado vidro de aço recentemente criado pelos Japoneses, pesquisem.
    Gostei do design do smartphone, muitos dizem que é mais do mesmo da linha Motorola, mas eu o achei bem diferente e um pouco distante do design do Moto X Style, Play e G (que por sinal o design destes, não me agradou nem um pouco).
    Uma coisa que não me agradou, foi a adoção do Soc Snapdragon 810, todo esse histórico de thermal throttling me incomoda, mesmo que a empresa “talvez” tenha conseguido uma solução para tal problema (me desculpem, mas eu não tenho muita esperança, vamos ver testes de sites especialista no assunto).

    Enfim, no momento, este é um smarphone que eu compraria: “Não. Pois para mim, o preço não é justificado.”
    (quem sabe quando o preço abaixar)

    Obrigado.

    Abraços.


  • Só faltava mesmo ser estéreo. No restante, um ótimo e inovador produto.


  • Com certeza a Motorola se redimiu e entregou realmente um aparelho com inovação frente aos concorrentes e ao antecessor. Um dos melhores senão o melhor aparelho lançado no ano, no quesito inovação.


  • Excelente smartphone! sem mais.


  • Pra mim esse é o melhor celular lançado esse ano apesar dos contras. A tela inquebrável é uma função esperada há anos por todos e pra mim isso faz toda a diferença pra quem for escolher um celular top de linha esse ano. Ninguém quer pagar 3 mil em um celular e depois pagar mais mil se a tela quebrar e continuar pagando mil reais todas as vezes que a tela quebrar. Mas comparado ao Moto Maxx 2014, o Moto X Force deixa a desejar um pouco.


  • Achei muito fraca essa autonomia de bateria, pra mim que já acostumei com o maxx ia ser difícil aceitar que teria que voltar com a rotina de levar carregador para o trabalho.
    Com meu uso muito intenso faço 15 horas de bateria

    CarlosConta desativadaConta desativada


  • O Moto X Force tem muitas qualidades, más pecou no design... Fizeram um aparelho com a maior novidade dos últimos anos e é feio pra kct !


  • Bruno Salutes, a falta do leitor biométrico não foi um ponto negativo, na sua opinião?


    • o leitor biométrico vai vir com o Android m. a motorola já sabe disso e acredito não ter implantado a tecnologia por isso.
      vai ficar igual aos do iPhone. na tela


      • Mas que loucura foi essa que você falou?! Primeiro que o leitor do iPhone não fica na tela. E segundo: por acaso a atualização vai vir com um sensor (peça de hardware, físico) para grudar na tela? Porque se não, não existe maneira de fazer a tela ler sua impressão digital.


      •   44
        Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

        Michell, quer dizer que você acha que é só instalar o Android M e o leitor biométrico vai ser ativado do nada, sem ao menos ter hardware?
        Na boa gente, vamos diminuir na cachaça ai, pois esta afetando seus neurônios heim.

        rsrsrs


      • Michell, o que o iPhone tem na tela é "Touch 3D", que não tem nada a ver com o leitor biométrico. Sobre o Android M... ele só vai permitir o uso do leitor para mais tarefas, desde que o aparelho já tenha o leitor fisicamente, o que não ocorre com o Moto X Force.


    • Luis, de forma alguma eu acredito que essa ausência seja um ponto negativo. Existe sim essa tendência de mercado para os sensores de impressões digitais, mas, talvez por um questão mercadológica, ele seja inviável para a Motorola neste primeiro momento. Não só por encarecer o produto mas também pela utilidade desse item e o benefício real que ele poderia agregar aos usuários da empresa nos países em que ela é mais forte, como Brasil, México e etc. Acredito que os próximos smartphones da Moto que saírem de fábrica com o Marshmallow terão o sensor embutido.


      • Sem contar que o leitor biométrico causa um conflito com a tecnologia atual empregada na linha Moto X, pois 90% das pessoas que compra um aparelho desses, gosta de usar as funções do aplicativo "Moto" (controle por voz e Moto Tela principalmente), e necessitar da digital para desbloqueio anularia o benefício dessas funções exclusivas, que perderiam o destaque que a Motorola gosta de dar a elas como diferencial em seus aparelhos...


      •   44
        Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

        Conflito Nicolas?
        Então quer dizer que as duas tecnologias não podem co-existir no mesmo smartphone?


      • Valeu Bruno, bom ponto de vista.
        Nikolas, o leitor biométrico jamais entraria em conflito com os recursos Moto, aliás, ele pode ser usado pra várias outras coisas além de apenas desbloquear o aparelho. É um item de segurança muito bem vindo, e na minha opinião, diferente da do Bruno, eu acho que pelo preço cobrado ele deveria sim oferecer o recurso, garantindo assim uma vida mais longa pro aparelho, já que se o recurso se tornar mais popular daqui um tempo, quem comprar ele vai "ficar na mão".

        Conta desativada


      • Poder, podem, mas geraria um conflito de marketing, no caso, pois colocar biometria nos modelos atuais ia "ofuscar" as funções exclusivas deles que eles tanto exaltam. Sem contar que, como o Bruno disse, os próximos modelos virão com o Android Marshmallow embarcado de fábrica, e aí torna-se um motivo coerente para só então eles colocarem o sensor, já que a Motorola usa o Android "quase puro", e só a versão 6.0 tem suporte para biometria de forma nativa. Aí sim vão vender como a grande novidade para a linha 2016. Tudo é questão de marketing também, não só de funcionalidade!


      • Provavelmente o aparelho só não beira os 4000 Reais por conta da não-inclusão de recursos extras como esse, pois só a tecnologia da tela deve ter encarecido e muito o projeto. E para conseguir manter o preço competitivo, corta-se de um lado para melhorar de outro...


      • Sim, se for olhar pelo marketing é isso ser mesmo Nikolas, eu concordo com você. Mas também acredito que se fosse vontade da fabricante, ela conseguiria fazer uma jogada de marketing unindo os recursos Moto + o leitor.
        Mas fora essa questão de marketing e conflitos, eu penso mais no lado da segurança e custo pro meu bolso! Veja bem, a Motorola é a fabricante que (segundo praticamente toda a humanidade) atualiza mais rapidamente os seus telefones, então logo o Moto Force estará rodando o novo Android, sem poder usar os novos recursos de segurança por falta de hardware...
        E citando o Bruno Salutes em seu artigo de um tempo atrás aqui do AndroidPit (Estes 20 recursos todos os smartphones Android deveriam ter!), o leitor é um item de segurança e possível de instalar sem maiores custos :

        "A presença do leitor de impressões digitais em um modelo não deve, teoricamente, encarecer muito o preço final do dispositivo, visto que esse item é mais um implemento de segurança do que um recurso de luxo. O OnePlus 2 é um belo exemplo dessa teoria, oferecendo um scanner de digitais por um preço acessível internacionalmente."


      •   44
        Conta desativada 06/11/2015 Link para o comentário

        A sim, analisando pelo lado do Marketing, concordo com sua opinião Nicolas.
        Pensei que fosse algum conflito de hardware que até então eu não conhecia


      • Sim, faria muito mais sentido se já viesse, já que estamos com "o pé no Android Marshmallow", mas infelizmente só teremos esse recurso nas gerações seguintes da marca, creio eu que por mera jogada de marketing mesmo, pois como você disse, esse componente não encareceria muito. Porém tenho certeza de que o preço final ao consumidor seria "inflado" pela fabricante em até 500 Reais, com base nos aumentos de preço que a Lenovo vem praticando esse ano.


  • Este artigo foi atualizado. Os comentários abaixo deste podem fazer referência a uma versão anterior da matéria.


  • tenho um Nexus 4 resisti com ele até agora, com á tela quebrando 4 vezes, quebrou á 5° vez este mês ( depois da primeira vez que quebra qualquer tombo o celular fica vulnerável... Só que desta vez esta funcionando as outras tive que trocar cada troca foram na media de R$330.... única duvida este celular (X-FORCE) me deixa é seu desempenho mais é sem duvidas que irei pega-lo pelo oque ele tem... mas o betchmark esta com 48000 é meio que modelo 2014....


  • Achei meio feio ... rs'


  • A onda de 2015 são os aparelhos á nível Dilma, acima de 3k.. #tofora


  • E o Z5 não tem 4gb de ram


  • Quem vai dormir na fila ou em frente do computador para comprar um kkkkkkkk


  • 52k no antutu snap 810: dentro da média
    z5 faz 65k snap 810: ninguém releva.


  • Estou em dúvida se pego o Moto X Style ou Force. O Force tem hardware mais potente porém o achei o Style mais bonito e melhor acabamento. A tela do Force tem super resistência porém o Style tem 5.7 e bordas super finas. Alguém que tenha o Style, como está sendo a experiência?


    • Cara, comprei o Style por impulso, em uma promoção relâmpago do Submarino. Caiu de 2499 reais para 1799 reais. Doei meu Moto Maxx para a esposa. Ele é, de fato, um ótimo aparelho. Mas, ao comparar com meu antigo Maxx, vi que o Style não é excelente. Isso apenas porque sua tela não é tão boa quanto a amoled do Maxx. Vc percebe a diferença. Os ícones do Maxx só não são mais bonitos e definidos que os do novo Galaxy Note 5. Mas, vá lá! A tela é muito boa, sem dúvida. O que estraga o Style é sua bateria. O calcanhar de Aquiles é sua bateria. Se vc tiver grana, sugiro comprar o X Force (na verdade, o Moto Maxx 2). Porém, vc deve pesar o custo-benefício: Até o final deste mês, na Black Friday, o Force deve cair, no máximo, para 2,5 mil. O Style, possivelmente, deve andar neste patamar, entre 1,5 mil e 1,8 mil. Com estes valores, eu ficaria com o Style. Mas, meu sonho de consumo é o X Force!


      • Valeu! Vamos acompanhar pra aproveitar uma boa oferta no X FORCE. Ricardo eletro também costuma fazer promoções relâmpagos. Nesta 6ª, o S6 estava a 2000 e o moto maxx já foi vendido a 1599 lá. ABS!


      • Moto Maxx chegou, recentemente, no Submarino (somente para quem tem cartão Submarino) a 1359,00 à vista no cartão!


  • Até que enfim um top que não é feito de açúcar . Bem equilibrado . IP58 resistência a água e poeira , tela incrível quem nunca deixou o aparelho cair que atire a primeira pedra . Robusto para mim o melhor dual chip atual !!! .


    • Sim


    • E ainda tem expansão de memória com micro SD. Se o Marshmallow cumprir uma de suas metas (pouco divulgada), a expansão por sd será fundamental, pois vai-se poder gravar tudo no cartão (aplicativos na íntegra, inclusive), tornando o sistema similar aos Windows Phone. Caso essa premissa não funcione, ainda poderemos aproveitar 64 Gb de memória para apps e o cartão para salvar fotos, músicas e mais... Nota 10! Eu ficaria apenas atento ao 810, que não esta esquentando, mas sua razão pode ter ocorrido por terem minorizado as funções deste poderoso chip. No antutu, ele ficou com pontuação abaixo dos antecessores poderosos (Maxx e Style).


  • uma dúvida:
    droid turbo=motox force
    e
    maxx2=motox style
    é isso???


    • Isso. Droid é marca da verizon, operadora americana. Fora de lá, a Motorola tem que adotar outros nomes. Aí preferiu seguir uma tendência e adotar um nome só para um lançamento mundial.
      Assim, droid turbo 2 = X FORCE. Droid turbo é nosso moto maxx.
      Droid maxx 2 = moto X PLAY.
      VALEU, ABS! =D


    • Pra mim não houve sucessor para o Moto Maxx pois o Force é da linha X, não Maxx então o Maxx está sem sucessor.


  • De repente acabaram as criticas e as piadas com o snapdragon 810...


  • a esse valor deveria vir no mínimo com sensor de digital, nesse valor e muito melhor comprar o s6 edge plus ou nexus 6p que deve vir nessa faixa em lojas como a doug Shop que vende o edge plus a essa faixa de preço.


    • Me diz ai, o que o Mega super blaster S6 edge plus tem que o Moto X Force não tem ? Tela curvada ? Ah tá, mas se cair no chão era uma vez tela. Eu prefiro dar 3.149,00 no X Force do que 3600,00 a quase 4 mil no S6 edge plus.


    • 3 anos pra desenvolver uma tecnologia de tela como essa que outras fabricantes ainda não tinha pensado nem a famosa corming gorila class tinha dado jeito eo cara vem falar de sensor biométrico fala sério que aliás foi a própria motorola que teve a idéia de implementar um sensor biométrico em smartphone que o Motorola Atrix que foi o primeiro smartphone a vir com um sensor de biometria.


  • $3.000,00 boa sorte aí para quem pode eu to fora


  • queria saber o pq motorola voltou a amoled no moto x force. aquela história de a IPS ser uma escolha melhor e depois colocar o force com amoled não me desce


    • Thiago, foi uma boa escolha. IPS usa tecnologia LCD que consome mais bateria, embora tenha maior durabilidade. Mas como a tela ganhou superproteção, e garantia de 4 anos, a Motorola fez opção pelo mais moderno, mesmo que para isso, tenha um ligeiro aumento no consumo de bateria, se comparado com o LCD do IPS. Mas com essa bateria monstro, não trará qualquer incômodo esse pequeno aumento. Ou seja, ela preferiu proporcionar uma melhoria considerável na experiência do usuário. Valeu! Abs! =)


      • Esse papo nunca me convenceu. LCD é uma tecnologia mais rudimentar, mais barata e menos eficiente energicamente. O nível dos pretos pode ter melhorado muito, mas nunca alcançará o nível de perfeição das AMOLED. A única vantagem que vejo no LCD é que os brancos são menos amarelados, mas isso também tem uma desvantagem: em ambientes escuros, dói mais na vista olhar para fundos brancos. No fim, a mudança de AMOLED para LCD nos Moto X Play e Style foi um claro downgrade.


      • Imagino que sempre é uma satisfação ver um branco realmente branco na tela. Se estiver em ambiente escuro, é elementar diminuir o brilho de tela.


      • Luiz Fernando vc tá ganhando quanto da Motorola ?


      • Nada. Esse é meu 1º android depois de 5 iphones. Agora tenho um moto maxx, ou uma bateria que roda Android puro. Só estudo sobre , pois sou entusiasta de tecnologia. Valeu! ABS! =D


    • Pra mim a IPS foi pra economizar mesmo, já que torna a moto tela meio inútil (lembrando que a proposta inicial da google era economizar bateria com pixels pretos ao exibir as notificações, e isso só é possível com a amoled)


    • Pessoalmente, acho as telas AMOLED mais bonitas que as LCD. Embora dentre estas últimas haja algumas muito boas, como as do LG G3 e do iPhone 6 Plus, a intensidade das cores e os pretos perfeitos do AMOLED fazem a diferença.


    • Na vdd não tem mistério nenhum, a motorola foi obrigada a colocar uma tela AMOLED nesse aparelho, pois o AMOLED é "dobrável" conseguindo absorver impactos que o LCD não conseguiria e acabaria quebrando, foi graças a isso tbm que o S6 edge conseguiu uma tela curva, por exemplo.


  • Só esqueceram de colocar o sensor de batimentos cardíacos e o leitor de impressões digitais, se tivessem colocado certamente estaria completo, por isso vou aguardar um pouco mais. Quem sabe o próximo venha completo!


  • Sem chance! Meu moto maxx 2014 bateria mais potente, paguei R$ 19,00 para colocar película de vidro, comprei ele a dois meses por 1.790.00. Celular excelente e sobre medida para meu uso, tela de 5.2 é o maximo para mim, não passarei dessa medida.


  • Sinceramente? Na atual situação que estamos passando, pagar $2.000,00 de diferença por processador q esquenta e por detalhes de acabamento, sem chances. Estou super feliz com o meu Moto Maxx, não penso tão cedo em abandona-lo. Pior q em Dezembro, os impostos vão subir, imagina só pra quanto não vai o preço do Droid.


  • Ah, e mesmo estando caro 2550, eu achei por este preço usando o CUPOM aqui:

    ofertaesperta.com/promocao/43426/Smartphone-Motorola-Moto-X-Force-Dual-Chip-Desbloqueado-Android-Lollipop-Tela-5434-64GB-4G-Wi-Fi-Camera-21MP---Preto---Submarinocom


  • A motorola colocou 700 de impostos poderia ter feito uma força pra ser ao menos 2800,o style também poderia ser 1900,mas a motorola tá fazendo questão de roubar os brasileiros


  • Já que é de outra categoria, de outra faixa de preço, poderia (ou deveria) ter uma frente diferente do resto da linha. Parece a Volkswagen! Fox, Gol, Jeta e Passat têm, praticamente, a mesma frente. E outra: a linha 2015 da Motorola agora tem 3 Moto X! Daqui à pouco vira a Samsung, que lança um Galaxy Qualquer Coisa por semana.


  • Na realidade, venho acompanhando todos os modelos e escolhi para meu uso o MOTO X PLAY 32GB, MAIS VOU CONFESSAR, só propaganda a bateria não dura o que eles relatam na propaganda, a tela esquenta muito, obtive um risco na tela que me irrita até hoje, entrei em contato com a MOTOROLA E NADA DE SUPORTE OU RESPALDO.


  • Ele não é resistente à água então?


    • Não


      • Classificação IP-58 não é resistente a água? Está uma abaixo da classificação máxima! É claro que é, gente.
        Cuidado com o que lêem. Respingos dágua era no Moto Maxx. E no dia do lançamento do X FORCE, foi dito em vários sites, ele tem classificação IP-58, o que lhe dá resistência não só pra água, como para submersão, derrubar dentro dágua, por exemplo. Valeu! Abs! =D


  • Eu tenho meu celular um ano e até hoje a tela está intacta. É questão de ter zelo com o aparelho, pq pagar por dois?


  • Bom trabalho da Motorola nesse smartphone.


  • Uma questão, o Moto X Force tem som estéreo? Alguém sabe me informar.


  • Enquanto o PT e alguns políticos corruptos estiverem no "des" comando do Brasil bens duráveis como esse e muitos outros ,não passarão de sonhos muito distantes! Nós, meros mortais,estamos batalhando pelo sustento de nossas famílias! Só em terras tupiniquins, um celular custa o mesmo que uma moto de 125 CC usada! Sinto vergonha de ter nascido aqui!


  • showwwww meu próximo celular💚


  • E quase acertei o valor! Meu palpite há uma semana atrás para ele foi de + - R$ 3000,00 , portanto, não me surpreendi com o preço rsrs.


  • A questão principal com esse modelo é: durante o tempo que o aparelho esteve em mãos no evento, principalmente durante o teste de Benchmark, foi notado superaquecimento em algum momento? Porque o maior receio das pessoas atualmente se refere ao Snapdragon 810 e seu temperamento "esquentadinho" rsrs.


  • Ele tem 4 anos de garantia sobre a tela

    esqueceram de mencionar isso


  • Taça com força no chão então kk , ele quebrar na velocidade de queda do próprio peso e dificiu ne kk


  • Cuidado com o equívoco! Ele é resistente a respingos d'água apenas, mas o que achei bacana foram os dois chips e a tela obviamente. Só espero que as melhorias do Snap 810 sejam sérias mesmo.


  • E a qualidade das imagens na tela? E o contrate das cores, faz jus ao nome "AMOLED"? O branco tende ao amarelado como no Moto X 2014? Acredito que se concentraram demais no termo 'inquebrável' para a tela, e já que o aparelho é para o nicho de consumidores que ficam muito tempo com o aparelho, isso é importante.
    A tela tem garantia de 4 anos, mas o sistema tem garantia de atualizações nesse tempo? Aposto que o hardware dele suportará versões futuras do Android, mas será que o marketing para que compremos outros aparelhos vai deixar que ele as receba?


    • Ótimas questões, são as primeiras que vêm à mente hoje em dia, quando lançam um novo aparelho. Acredito que se a Motorola decepcionar os clientes como ocorreu com a atualização do Moto Maxx, terá dado um tiro de .12 no pé com esse modelo!


    • A garantia de atualização é de 18 a 24 meses como de praxe. É o que a Motorola garante. Depois ele para de funcionar automaticamente, porque celular nenhum mais funciona desatualizado. Aí vc tem mais 2 anos de raiva para ficar jogando um tijolo inquebrável na parede tentando quebrá-lo.


  • Confesso que fiquei meio decepcionado com o X Style, mas espera ansiosamente o X Force, que até então nem sabíamos se seria ser chamado de X Force.
    A Motorola me surpreendeu. Adorei o aparelho. Esperando agora o lançamento pra poder pegar o meu!


  • Galera, pra resumir: FANTÁSTICO. Os sites estão tão sedentos de informações que esquecem de informações fantásticas a respeito dele. Mas vamos lá. Como consumidor da marca, quero colocar algumas informações para complementar.
    Câmera: super interessante. Dos 4 melhores celulares do mundo, neste quesito, a Motorola emplacou 2 e passou a ser referência, finalmente. X Force e Style respectivamente, empatando com diversos outros no mesmo quesito, tais como Z3, Note 4, Iphone 6 plus, no caso do X Force, segundo o melhor site no assunto, o DxOMark.
    Tela: o que dizer dessa tela? Com 4 anos de garantia para quebras, rachaduras e estilhaços? A maioria dos entusiastas de smartphones, não fica 3 anos com o mesmo modelo. Fantástica essa iniciativa. A melhor novidade de 2015 sem dúvida.
    Resistência: IP58 (resistência a poeira e água até 1.5 metros por 30 minutos). Pouco divulgado mas uma excelente novidade!!!!!!!
    Bateria: Ficou menor, mas se tiver gerenciamento inteligente na nova versão do snapdragon 810, vai mesmo durar 36 horas em uso moderado. Melhor que o monstrinho moto maxx.
    Cartão SD: que concorrente ficou com este item? Nenhum. Todos tiraram e a motorola colocou de volta. Agora com capacidade de até 2 TB. Daqui a pouco notebook pra quê?
    O que faltou detalhar: tiraram o infra vermelho? O assistente de voz, moto assist, smart lock, tiveram alterações e melhorias com os novos sensores?
    2 chips: com certeza terá o mesmo gerenciamento inteligente do Style. O aparelho escolhe a melhor rede naquele momento, para priorizar sempre a internet mais rápida.
    Faltou: sensor biométrico, que já fez parte do Motorola Atrix em 2011, muito antes dos iphone e samsung.
    Preço: surpreendeu. o mercado todo aguardava algo acima de 3.500 e veio por menos. Acredito que em até 6 meses, vai bater na casa dos 2.699, com certeza. Ou até menos. =D
    Valeu! Abs.


    • Ótima impressão a sua. ^^
      Só discordo de uma coisa.
      O tempo que vai levar pra baixar o preço.
      No caso do X Style que foi lançado a $2.499, em 20 dias já tinha loja vendendo a $2.199 no boleto, ou seja, $300 de desconto.
      Agora (menos de 3 meses do lançamento) é encontrado a $1.800 ($700 a menos).
      Vc disse que daqui a 6 meses o X Force vai estar custando $2.800.
      Eu acho que daqui a 6 meses ele em promoção relâmpago vai ser achado por uns $2.200/2.300.


    • Parabéns, seu comentario foi bem esclarecedor. Realmente este X force eh uma verdadeira maquina. A unica desconfiança que tenho sobre este telefone, eh o processador problematico 810. E assim o Maxx diz adeus. Um otimo telefone que a lenovo nao respeitou.


      • Também estava receoso, mas como já disseram aqui e também já li em outros sites especializados, nem chegou a ficar morno. Sinal de qual a qualcomm e a própria motorola devem ter feito algo pra gerenciar o uso e não permitir um processamento absurdo dos núcleos, a ponto de esquentar o snapdragon 810, com ocorreu com outros aparelhos. =D Abs.


    • A Motorola afirma que ele não é resistente a água, somente respingos.


      • não, isso era para o MotoMaxx. o X Force tem a certificação IP58, é quase totalmente resistente a poeira - nível 5, se fosse 100% seria nível 6, mas tem a pontuação máxima na proteção da submersão, nível 8. Por isso IP-58. Valeu! Abs! =D


      • Cara, tem certesa disso? No site da motorola ela deixa bem claro que o Moto X Force não é a prova d'agua. Texto do site:
        "Resistente a respingos d'água
        Protegido por tecnologia avançada de nanorrevestimento
        A avançada tecnologia de nano revestimento cria uma barreira que repele a água, ajudando a proteger contra exposições moderadas a água, tais como derramamentos, respingos ou chuva leve. Não é projetado para ser submerso na água, nem exposto a água ou outros líquidos aplicados sob pressão. Não é à prova da água."


      • Realmente tem vários sites falando dessa certificação, mas você está certo, na motorola não fala nada disso.
        vejam os links onde saiu a informação do IP-58.
        www.tecmundo.com.br/moto-x-force
        www.cissamagazine.com.br/blog/moto-x-force-chega-ao-brasil
        No caso do Tecmundo, que esteve no lançamento e recebeu as informações, é dificil eles se enganarem com as informações, embora não seja raro, hoje em dia.
        Agora é ver quem está enganado. A Motorola que divulgou erroneamente, ou os sites que viajaram. Vamos investigar.


      • Os sites que viajaram. O manual que eles receberam, como eu, está garantindo que não é a prova d'água.


    • Ótimo Smart, a Motorola poderia lançar uma versão menor, com uma tela de 4,5'.


    • Luiz, não está escrito em lugar nenhum em site da Motorola que ele é IP58. Inclusive, no manual de testes que tenho aqui, a Motorola deixa bem claro, escrito "Não é à prova d'água".


  • Compareci ao evento e me surpreendi com a qualidade do aparelho. O mais incrível foi que quando realizei o teste no Antutu, ele marcou mais de 58K pontos sendo em que nenhum momento o aparelho mostrou um aquecimento, isso mesmo, não chegou nem a ficar morno. Não sei o que fizeram para fazer esse milagre. Nem mesmo depois do teste ele mostrou o superaquecimento.


  • Tá, eu tbm achei caro.
    Mas olha só os preços de lançamento de alguns tops lançados esse ano:

    Galaxy S6 = $3.299
    Galaxy S6 Edge = $3.799

    Galaxy Note 5 = $3.799

    Xperia Z5 = $4.299,00

    LG G4 = $3.099

    Moto X Style = $2.499

    Moto X Force (64gb) = $3.149

    Levando em conta que os smarts top da Motorola são sempre mais baratos que os das outras, não vejo o pq de tanta surpresa.
    Repito, pra mim ta caro ainda e eu só compraria depois de meses lançado e com uma promoção que o fizesse ficar uns $900/$1000 mais barato, pelo menos.
    Mas será que em todo review de lançamento das outras fabricantes teve todo esse mimimi? 😏


  • ai meu corasaum


  • Achei essa borda grossa na parte inferior desnecessária, já que o aparelho não possui botões táteis fora do display.


  • PROVA DÁGUA, CADÊ???


  • Moto X Force, o celular que resiste à uma granada, cair do 10°andar de um prédio, um tiro de calibre 12... mas se cair na privada fudeu. Cadê a prova dágua??? (antes que me chamem de hater da Motorola, tenho um X2 e um Maxx). Venderia os dois se esse X Force fosse realmente completo.


    • Penso a mesma coisa cara!!! Se eles estão preocupados com a durabilidade do aparelho, esse ponto é importantissimo tbm... Fiquei de cara quando soube que ele não seria a prova d'água, afinal eles lançaram o moto g a prova d'água...


    • Uns dizem que ele têm IP58: resistência a poeira e água a 1.5 metros por até 30 minutos.
      Outros dizem que é resistente somente a respingos.
      Vamos aguardar mais informações pra saber ao certo.


    • Ele é resistente IP58.


  • Estou interessado em ver os testes mais hardcore com essa suposta tela "inquebrável" e testes de thermal throttling, vamos ver até onde vai esse snapdragon 810, e se a Motorola conseguiu criar alguma solução para o problema.

    Com certeza é um excelente smartphone.


  • Excelente aparelho, mas na minha opinião está muito caro, talvez daqui a um ano esteja mais barato, ou não, com o final da lei de isenção fiscal. É esperar pra ver.


  • Gostei do acabamento, parece mais caprichado que o do Style. Mas não vale tudo isso!


  • É o Top dos Tops de 2015, finalmente, O VENCEDOR!!!

    Ps. Linha Maxx, R.I.P.


  • Acho que achei um substituto pro meu Maxx. Mas para daqui a 1 ano mais ou menos.


  • Caso a Motorola desse além dos 4 anos de garantia para a tela , também 4 anos de garantia de atualizações , o gadget provavelmente venderia muito-)


  • 3.200 em um celular sem leitor biométrico.
    Ok.


  • estranho esse teste de performance. meu x 2014 com lollipop ta batendo quase 47000. ta bom que esses números não são tudo, mas vamos esperar um novo teste


  • A Nokia não curtiu esse smart kkk


  • desde quando jogar aparelho no chão se tornou a característica mais importante de um smartphone?..... 😂


  • preço aceitável pelo que oferece de diferencial (em comparação com os concorrentes que lançam com o mesmo preço, não que eu ache justo top ser mais que 2mil)


  • não sei se convém


  • O preço veio bem abaixo do que esperavam. e ainda mais sendo a variante de 64Gb!
    agora é esperar que o preço baixe uns 500 reais


  • Se a tela é inquebrável então adeus películas de vidro e capas protetoras !!!! 😁

    O preço é só esperar um pouco que vai baixar...


  • Um ótimo smartphone!


  • inquebrável
    adjetivo de dois gêneros
    que não pode ser quebrado, que não se parte.

    Então para com esse blá blá de inquebrável. Ele é resistente e só


  • a pouca diferença de hardware não justifica gastar quase R$2000 a mais que num Moto Maxx......e ainda bem que pelo menos vai ter opção de traseira em nylon balístico...couro é coisa de velho né, pior que madeira ainda..... rsrss


  • O q e que tem de diferente na tela dele ou no celular em geral pra ele ser inquebrável?


  • Acho que o Moto X Force tem um preço ótimo para o que ele oferece...


  • O aparelho que realizei o teste no Antutu marcou 58000 pontos, a diferença foi mais de 10000 pontos. O que pode ter acontecido para ter essa diferença?
    Obs: Antutu 64bit...sendo que alguns estavam com o de 32bit.


  • uma tela inquebrável. Vei, é só ter mais cuidado. Eu ainda prefiro o Moto X Style.


  • "quando sai o Marshmellow pro Moto X Force?"
    R: https://motorola-global-br-cs.custhelp.com/app/chat/chat_launch (chat online da Motorola)
    OBS: AndroidPIT bem que vcs podiam colocar um link desse em cada matéria.
    e que as tretas comecem!!!

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.