Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 20 Comentários

O Google Glass não está morto, eis a prova

Há algumas semanas, sem alarde, a equipe de desenvolvedores e engenheiros daquilo que conhecíamos por Google Glass atualizou o sistema operacional do dispositivo e, depois disso, muito pouco se ouviu falar a este respeito. No entanto, hoje, a X Company, empresa irmã da Google e também subsidiária da Alphabet, anunciou o Glass Enterprise Edition. Este wearable é basicamente o Google Glass, mas voltado para uso industrial e na área da saúde, ou seja, não é para o público em geral.

Antes de mais nada, é preciso desassociar a companhia Google deste projeto, pois dentro da Alphabet, a empresa responsável agora por estes óculos de realidade aumentada é a X Company (ou simplesmente X). Essa é a mesma empresa que toma conta de projetos como o Loon e o carro autônomo.

Dito isso, o Glass Enterprise Edition estava em desenvolvimento a cerca de dois anos como parte do programa Glass Explore. Em 2015, aliás, todo o potencial do Google Glass - como era chamado na época - para aplicação na agricultura já estava sendo explorado, como vemos no vídeo abaixo. Hoje, no entanto, isso passa a ficar a cargo do novo Glass Enterprise Edition.

Google Glass # Glass Enterpreise Edition

De acordo com Jay Kothari, chefe do Projeto Glass na X Company, a nova edição do dispositivo teve que receber uma série de aperfeiçoamentos para atender às necessidades da indústria e dos profissionais de saúde. Assim, houveram melhorias no design e no hardware dos óculos, para que estes ficassem mais leves e confortáveis para o uso prolongado. Eu tenho o primeiro modelo na minha mochila e, por experiência, digo que essas mudanças são realmente importantes, pois o peso incomoda, em especial na parte em que está localizada a bateria.

Google glass prisma
O prisma é essa parte de vidro, na qual podemos enxergar as ações realizadas no Glass / © AndroidPIT

Outras mudanças ocorreram em relação ao tamanho prisma, essa parte de vidro que vemos na imagem acima e que simula que simula uma tela, na qual vemos as ações em execução. Bem como, houve a troca no processador e no tamanho da bateria. Isso foi feito, segundo Kothari, para oferecer mais agilidade aos profissionais da saúde e mundo corporativo.

Mas o que realmente chama a atenção é que o Glass, enquanto dispositivo, não superou as questões relacionadas à privacidade e, em grande parte, pode ser usado agora apenas com softwares específicos para cada área. Um exemplo disso é o sucesso que sempre fez entre cirurgiões e profissionais da saúde, tanto que agora essa é uma das bandeiras do Glass Enterprise Edition.

Médicas/Médicos e enfermeiras/enfermeiros poderão, por exemplo, usar o Glass Enterprise Edition para tomar notas das condições do paciente ao mesmo tempo em que visualizam seu histórico médico. Em outras palavras, será possível automatizar o atendimento médico, baseá-lo em dados e, talvez, inclusive registrar imagens e vídeos do paciente em tempo real.

Glass enterprise edition medicine
Glass e a medicina estiveram sempre juntos / © Blog X Company

Sinceramente, essa é uma ótima notícia. O Glass é um dispositivo que merece investimento, pois possui um grande potencial, que muitas vezes é colocado de lado por conta da privacidade. Acredito que o atual uso para o Glass Enterprise Edition seja a solução prática para manter o desenvolvimento deste gadget.

Fonte: X Company

Os comentários favoritos dos leitores

20 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  •   42
    Conta desativada 22/07/2017 Link para o comentário

    Estou há mais de 3 anos esperando um resultado concreto, agora sim eu espero que saia uma linha comercial para eu adquirir. Sou técnico, e seria bom trabalhar com um dispositivo que adiantasse o meu trabalho (em partes).


  • Camila Ranaldi o sonho continua vivo


  • Pensei que tivesse desativado esse projeto.


  • se viesse pra cá custaria um carro popular... então...


  •   61
    Conta desativada 19/07/2017 Link para o comentário

    Tomara que dê certo apesar de não ser do meu interesse ha quem possa gostar.

    Mas se vir para o Brasil é bem capaz de darem um jeitinho de botar a culpa dos erros médicos no Glass...


  • Sempre gostei da ideia do Google Glass, mas quando ele foi lançado era perceptível que o rumo que ele havia escolhido era fadado ao fracasso. Este tipo de tecnologia ainda não esta pronta para ser aceita pela população como uso pessoal, já no meio profissional se faz muito útil. Como citado na matéria, no caso do médicos, nem é preciso procurar o histórico do paciente, o mesmo já fica disponível para vc em tempo real. Vamos ver até onde a ferramenta conseguirá chegar.
    Gostaria de ter uma ferramenta assim em meu trabalho.


  • Só Deus sabe o quanto eu queria um desses, nunca senti nem o cheiro :'(


  • Vai depender muito dá praticidade, dos recursos e da viabilidade que esse acessórios irá oferecer, assim como os Smart Whatch aos poucos vem fazendo bastante sucesso, se a Google investir bastante em recursos úteis para esse dispositivo, quem sabe se torne popular e indispensável?


  • Sempre achei interessante, até tive vontade de ter um, na verdade ainda tenho vontade de conhecer e testar um...
    Uma coisa que ficaria bastante interessante com esse tipo de acessório seriam os games no estilo de Pokemon Go e do Ingress, já que de certa forma eles fazem uso da realidade aumentada.


  • Sempre me pareceu um dispositivo interessante e que merecia respeito e atenção, mas não tinha fim, acredito que caso virasse público muitos problemas relacionados a privações seriam criado. Acho bacana que ele esteja se encontrando em nichos. Caso eu morasse eu um país seguro, provavelmente teria adquirido a primeira versão.


  •   74
    Conta desativada 19/07/2017 Link para o comentário

    Quando lançaram o Glass eu me perguntei para que servia esse troço. Agora eu continuo me perguntando. Estão querendo inventar uma utilidade para ele, mas está muito difícil.


    • Hololens está indo no mesmo caminho. Assim como o Glass, foi anunciado cheio de pompa, todo mundo ficou boquiaberto, mas o tempo passou e até agora nada...só promessas.

      Conta desativadaConta desativada


    • Sidney, concordo com você hoje. Mas creio que aprimorado e voltado pra algo específico, em um futuro não tão longe e em paises desenvolvidos ele sera uma grande inovação por exemplo na medicina auxiliando médicos com seus compromissos com pacientes, fichas, data e hora de consultas, ou visitas a leitos... sem dizer os outros usos em varios nichos. Agora o que não vejo é as pessoas usando isso na rua conectados todo o tempo, como se o óculos fosse o guia do proprietário. Nunca, jamais. Ninguém está preparado pra isso. Nem o Batman.

      Conta desativadaConta desativada


      •   74
        Conta desativada 19/07/2017 Link para o comentário

        Eu nem consigo imaginar um médico com um troço na frente do olho mostrando ficha de pacientes ou mesmo compromisso com os mesmos. Para isso, há décadas inventaram a agenda eletrônica que hoje está incorporada nos smartphones, além de fichas eletrônicas que podem ser carregadas no mesmo smartphone (eu uso isso todos os dias). Esse troço só vai servir para tirar a atenção de um médico que tem que estar com 110% de sua atenção e visão na hora de qualquer procedimento. Acho que é só mais uma tentativa da Google, ou seja lá qual for o nome da empresa, de tentar diminuir o prejuízo. Para mim, só vai aumentar mais.


      • Teria menos interação médico e paciente? Será?

        Conta desativada


  • Creio que seja uma ótima noticia pra profissionais em determinadas áreas.


  • era um projeto que parecia ser muito interessante, mas pelo visto será para um nicho