O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
5 min para ler 12 Compartilhado 24 Comentários

Previsão AndroidPIT: o que esperar do universo mobile em 2015!

No AndroidPIT testamos uma grande quantidade de produtos por ano e cada teste mostra a forma como o universo mobile evolui com o tempo. Em 2014, vimos empresas como a Apple e a Google se rendendo aos phablets, a Motorola colocou no mercado nacional um smartphone com a maior capacidade de bateria entre os tops de linha e as telas com resoluções QHD se tornaram comuns. Mas o que podemos esperar para 2015? Continue lendo e confira algumas das principais tendências esperadas no mercado móvel mundial no próximo ano.

gps teaser
O que esperar de 2015! / © AndroidPIT / Shutterstock / tarasov

Os smartphones ficarão maiores, flexíveis e terão maior autonomia

Os celulares já vem em uma crescente quando o assunto é tamanho há algum tempo. Com o anúncio do Nexus 6 e do iPhone 6 Plus em 2014, ficou comprovado que estamos caminhando para telas com tamanhos acima das 5 polegadas. Associado ao tamanho das telas, também veremos as fabricantes investindo ainda mais em resoluções estratosféricas, em telas flexíveis, em aparelhos com alta durabilidade e, certamente, em uma melhor bateria para sustentar todo o poder dos novos celulares.

Nexus6 vs iPhone6 1
O iPhone 6 (esquerda) e o Nexus 6 (direita) são a prova de que 2015 será o ano em que grandes celulares chegarão ao mercado! / © ANDROIDPIT

Os tablets se tornarão mais populares

Nunca se vendeu tantos tablets quanto em 2014 e essa tendência será mantida no ano que vem. Mesmo que a venda de iPads ainda seja superior a de tablets Android criados por fabricantes como LG, Samsung e Sony, os dispositivos rodando com o sistema operacional da Google estão mais consistentes. Além disso, com o anúncio do Android 5.0 Lollipop, muitos recursos foram otimizados e hoje um tablet pode muito bem substituir um laptop, por exemplo.

calendar apps teaser
Os tablets já estão substituindo laptops e em 2015 a tendência é termos mais destes dispositivos entre os usuários do OS Android. / © ANDROIDPIT

Os wearables vão virar moda

De acordo com o analista sênior da PCMag, Alex Colon, os dispositivos vestíveis serão a categoria mais popular quando o assunto é tecnologia em 2015. Eu concordo com ele e ainda digo que com a chegada do Apple Watch, no início do ano, teremos mais pessoas interessadas em wearables e o mercado de smartwatches vai continuar crescendo. Em 2014, vimos a Google anunciando oficialmente o Android Wear, seu sistema operacional para dispositivos vestíveis, mas apesar de oferecer suporte técnico para fabricantes como LG, Samsung, Sony, Asus e Motorola, o software deixou a desejar em recursos. Assim, com a chegada do smartwatch da Apple, teremos mais um grande jogador no mercado e, por consequência, a corrida para entregar um OS mais consistente.

E não pense que os wearables estarão resumidos apenas aos relógios inteligentes. A Samsung lançou o Gear VR durante a IFA 2014 e o dispositivo vem chamando a atenção dos usuários. Além disso, ainda temos o Google Glass que parece a promessa que ainda falta acontecer, mas que já atrai a atenção de um grande número de desenvolvedores. Outra probabilidade de vermos os dispositivos wearables mais presentes em 2015 pode chegar através das roupas inteligentes, com sensores internos para acompanhar o movimento do usuário e enviar estas informações para o celular.

smartwatches ifa 2014
O mercado móvel é dos wearables. Com a chegada do Apple Watch no início de 2015 teremos um "boom" entre os smartwatches Android! / © ANDROIDPIT

Tecnologias para monitoramento dos dados de exercícios físicos

Você pode até não ligar para o fato de que o seu Android possa contar os passos que você dá ou que ele possa salvar as informações das suas práticas esportivas e ainda oferecer gráficos com a sua evolução, porém, os serviços de saúde e exercícios já estão entre nós. Ao que tudo indica, entretanto, é que não teremos uma enxurrada de novos aparelhos ou aplicativos superficiais chegando ao mercado, mas sim um investimento em produtos de qualidade e que possam ser otimizados a partir de uma atualização de software. A Apple já anunciou que através do Apple Health será possível manter seu médico atualizado sobre a suas condições de saúde, a Google vem aprimorando o Google Fit para integrar outros serviços e aplicativos. Assim, não vai demorar até vermos empresas de saúde oferecendo recursos de software, tais como plataformas de "telemedicina" e "telessaúde", por exemplo.

google fit download
A Google vem otimizando o Fit para que ele fique ainda mais funcional e possa integrar outros serviços. / © ANDROIDPIT

Teremos casas mais inteligentes em 2015

Em 2014, as palavras "Casa" e "Inteligente" andaram juntas. A Google comprou a Nest e já sabemos que desta parceria muitas coisas vão aparecer em 2015. Aliás, a Nest é apenas um dos nomes que iremos ouvir relacionados a termostatos controlados através de uma conexão à Internet. Além de termostatos, você pode esperar por tendências relacionadas à iluminação conectada, trancas inteligentes e segurança remota da casa.

nest thermostat
Em 2014, a Google comprou a Nest, empresa que fabrica termostatos inteligentes e bem desenhados! / © Nest

E aí, de todas as tendências apontadas neste artigo, qual delas você está esperando com mais entusiasmo? Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

12 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Ismael Pini Gonzales 31/dez/2014

    Bem discordo de quase todos os pontos levantados pela matéria...
    Acho que já estamos chegando no "limite do ridículo" com relação ao tamanho dos aparelhos! Uma hora vão ter que parar, afinal já temos modelos de 6 polegadas, maior que isso já deixa de ser smartphone/phablet e vira tablet de vez...
    Este aumento da durabilidade da bateria é algo beeeem relativo, afinal agora as telas QuadHD entrarão de vez na moda e a tendência é termos aparelhos cada vez mais finos e com um aproveitamento maior da tela. Resumindo, maior consumo + mesmo espaço = autonomia menor!
    Com relação aos tablets, creio exatamente no contrário. Acho que o mercado deve estagnar, afinal hoje em dia todo mundo tem e são aparelhos bem limitados. Além disso, com smartphones cada vez maiores para que ter outro aparelho com as mesmas funcionalidades?!
    Já quanto aos dispositivos vestíveis, penso que ainda deve levar alguns anos para que possam entrar na moda. Afinal, após anos de desenvolvimento eles ainda não têm um grande diferencial, uma função importante e única que faça o investimento valer a pena.

24 Comentários

Escreva um comentário:

  • Esse ano quero mais bateria e menos preços... o resto já esta bom!


  • Eu quero novidade pq ano passado foi bem ruim com tanto rumor.


  • É uma pena que a humanidade seja guiada por modismos e não por lógica... A necessidade das indústrias modificarem a todo momento seus produtos para terem sempre novos compradores produz resultados bizarros.
    Quando os smartphones tiverem entre 3,5 e 4,5" de tela, para serem operados com uma mão; entre 110 e 125 mm de comprimento, para que caibam nas mãos e nos bolsos; telas com definição de 480x800 (menores) a 720x1280 pixels (maiores) e baterias que durem de 2 a 3 dias (decorrente do tamanho e resolução das telas); e os upgrades se focarem, principalmente, em SoC's mais 'desenvoltos' e econômicos, tudo ficará maravilhoso!!!
    A definição 'phablet' desapareceria e quem quisesse 'aviões' pra jogar e usar aplicativos 'inusáveis' teria os tablets, um degrau abaixo dos notes, que seriam, de fato, um micro portátil, mas menos versáteis que os tablets.
    Os celulares tradicionais, com função exclusiva de comunicação, teriam dimensões menores que os smartphones; e os wearables (usáveis), se focariam na área de monitoramento, saúde, produtividade e informação.
    Aah, sonho...


    • "Celulares com função exclusiva de comunicação"

      Só que nunca. Tomara que isso fique só no seu sonho mesmo.


      • Amigo Matheus, acho que vc não entendeu. Tecnicamente, smartphones são celulares com acesso à internet, OS refinado e com maior capacidade de processamento. Quando citei os celulares com função exclusiva de comunicação, me referi aos modelos básicos, e não aos smartphones... Abraços...


  • Wallpaper da matéria na tela do Nexus 5, achei num site russo...
    Versão 1920x1280: i.imgur.com/ZtRpJem


  • Feliz 2015 amigos e redatores do Android Pit!!!!!


  • Wearables vão virar moda, hahahaha, no Brasil duvido muito!!!


  •   24

    Ah não estou afim de escrever textos grandes hoje, tem parte que concordo e tem parte que discordo, mas é uma excelente matéria, gostei.


  • Essas telas Qhd só servem para acabar com a autonomia das baterias. Sinceramente, até o full HD é o limite para mim. até pq meus olhos não conseguem definir os pixels numa resolução assim. Qhd é lindo é, mas penso que isso seja só para status. Se ficassem no full HD, as baterias durariam bem mais....


  • Mais modelos de Samsung que meus dedos das mãos e dos pés possam contar


  • excelente matéria


  • Essa questão de "tela maior" é que muita gente quer aliar a comidade de um tablet num smartphone, como por exemplo navegar na internet e acessar e-mails, é muito mais confortável em uma tela de 5" do que numa de 3,5". E acho que não vai se tornar comum, já está se tornando, hoje em dia todo mundo quer ter um "celular de tela maior".
    Sobre tablets serem, limitados, concordo em parte. Temos bons tablets no mercado, mas esses bons ainda são caros para a realidade aqui no Brasil e por enquanto ainda é mais vantajoso ter um notebook de 1.000,00 Dilmas do que um tablet nesse valor, isso considerando o aproveitamento de recursos.


    • Acredito que tablets realmente uteis para lazer e produtividade seriam somente os a serem lançados com W 10 , o restante é perfumaria


  • não sei pq naus toda HR que vejo o nexus 6 eu lembro do video do pai de família kkkk


  • Bem discordo de quase todos os pontos levantados pela matéria...
    Acho que já estamos chegando no "limite do ridículo" com relação ao tamanho dos aparelhos! Uma hora vão ter que parar, afinal já temos modelos de 6 polegadas, maior que isso já deixa de ser smartphone/phablet e vira tablet de vez...
    Este aumento da durabilidade da bateria é algo beeeem relativo, afinal agora as telas QuadHD entrarão de vez na moda e a tendência é termos aparelhos cada vez mais finos e com um aproveitamento maior da tela. Resumindo, maior consumo + mesmo espaço = autonomia menor!
    Com relação aos tablets, creio exatamente no contrário. Acho que o mercado deve estagnar, afinal hoje em dia todo mundo tem e são aparelhos bem limitados. Além disso, com smartphones cada vez maiores para que ter outro aparelho com as mesmas funcionalidades?!
    Já quanto aos dispositivos vestíveis, penso que ainda deve levar alguns anos para que possam entrar na moda. Afinal, após anos de desenvolvimento eles ainda não têm um grande diferencial, uma função importante e única que faça o investimento valer a pena.


    • Onde você leu "dispositivos maiores" e formou a ideia de ultrapassar os de 6", imagine que eles são tendência. Ainda existem poucos modelos com este tamanho de tela, mas pode se tornar comum. Acho que a camila não quis dizer que termos smartphones ainda maiores que os atuais, apenas que os maiores de tornarão comuns. Assim como mid ends hoje possuem 5".

      Quanto as tablets serem limitados, acho que você não deve ter conhecimento do mercado.

      Quanto aos vestíveis, estão cada vez mais funcionais. Não há o que discutir.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi