Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Review 7 min para ler 49 Comentários

Hands-on do OPPO Find X: bonito, inovador e caro

A OPPO retorna à Europa e faz isso imediatamente desafiando a concorrência com um novo carro-chefe: o Find X. A OPPO sempre se destacou pela inovação, é uma marca que adora propor coisas novas em seu dispositivo. Esse também é o caso do Find X? Aqui temos o que caracteriza o novo smartphone da marca chinesa que terá que enfrentar vários compatriotas: Xiaomi, Huawei, Honor e OnePlus.

Preço que assusta

Com o evento de lançamento que ocorreu em 19 de junho, em Paris, no museu do Louvre, o Oppo Find X adquiriu imediatamente o passaporte europeu. O carro-chefe da empresa chinesa estará disponível para compra na Itália, França, Holanda e Espanha, a partir de agosto, a um preço de 999 euros. Chegará em azul e vinho.

A marca também lançou uma versão feita em parceria com a Lamborghini, que eleva o preço do aparelho para 1699 euros (ao contrário do modelo básico, há 512 GB e não 256 GB de memória interna e usa a tecnologia de carregamento Super Vooc). Modesto não é um rótulo para o Find X, mesmo se comparado aos do flagship mais caro de 2018. Seria um pouco arriscado demais para convencer os usuários europeus?

Um design incomum

Com Find X a OPPO tenta mudar o conceito de smartphones. O topo de gama chinês dessa vez não retoma as linhas do iPhone X, mas opta por um design exclusivo. E usar esse termo no mundo dos smartphones hoje em dia não é tão fácil.

O smartphone é feito de vidro 3D curvo na frente e atrás. Na frente, as bordas ao redor da tela são quase inexistentes e resultam em uma relação tela/corpo de 93,8%. O entalhe não está lá, o espaço do painel frontal é ocupado completamente pelo Panoramic Arc Display (este é o nome oficial da tela). Mas a principal surpresa está escondida na parte superior do telefone, deslizando.

oppofindx3
Um corpo minimalista livre de câmera e leitor de impressões digitais / © AndroidPIT

Ao ligar seu smartphone e abrir o aplicativo da câmera, do topo do Find X se move e descobre uma câmera dupla acompanhada pelo flash LED duplo no meio e na frente uma câmera dedicada a selfies e também usada para desbloquear o smartphone, reconhecendo a face, aparece. As câmeras saem com rapidez suficiente. Quando elas não estão abertas, o Find X se parece com um painel de vidro fino mostrando o logotipo da marca na parte de trás.

oppofindx4
o Find X não é à prova d'água / © AndroidPIT

Uma escolha estilística diferente da usual que, à primeira vista (mesmo que de frente, com a tela desligada) me lembrou da linha Samsung Galaxy S). Caso você esteja se perguntando, a cápsula de som para o áudio das ligações está na parte superior da borda fina.

oppofindx2
Vidro 3D curvo dando e para trás. / © AndroidPIT

Sobre a estabilidade e solidez no longo prazo e facilidade de uso da parte deslizante, será preciso usar esse aparelho por mais tempo, mas não posso negar que a OPPO conseguiu me surpreender, e também resolveu um dos problemas que a maioria dos novos smartphones trazem, a câmera saliente. Obrigada OPPO!

O leitor de impressões digitais não está lá

Esperávamos encontrar o leitor de impressões digitais sob a tela, como o integrado pela Huawei no Mate RS Porsche Design, mas a OPPO decidiu não oferecer esse recurso. Um design minimalista, frente e verso, deixa espaço apenas para o scanner 3D de rosto integrado no pop-up da câmera frontal.

Tudo o que você precisa é deslizar o dedo na tela de bloqueio para ativar a Luz Estruturada 3D O-Face, desbloquear o smartphone e acessar o conteúdo do dispositivo. O módulo de luz 3D permite projetar 15.000 pontos e criar um modelo preciso do rosto do usuário e, em seguida, compará-lo com o registrado no sistema.

Ao contrário do que a Huawei fez no Mate RS, a integrado leva seus usuários a se confrontarem com este novo sistema de desbloqueio que ainda deve ser mais seguro que o leitor de impressões digitais tradicional. Infelizmente, não conseguimos testar sua velocidade: esperamos que ela não desaponte no uso diário.

Design único e inovador

Tchau tchau notch e bordas inúteis

Não encontrar o notch em novos smartphones high-end está se tornando um negócio difícil. As exceções estão lá, como Samsung, por exemplo, e com a OPPO e seu novo Find X. O carro-chefe chinês decidiu se livrar dele como o Vivo NEX S já fez.

Isso significa oferecer aos usuários um display com uma alta relação tela/corpo e um display praticamente livre de empecilhos e molduras. A câmera frontal para selfies está lá, mas entra em cena apenas quando necessário, e o mesma acontece para o sensor que permite desbloquear o dispositivo, reconhecendo o rosto do usuário.

oppofindx1
Visor OLED de 6,4 polegadas sem entalhe quase sem bordas / © AndroidPIT

Com um formato de diagonal de 19:9 e 6,42 polegadas, a tela é destinada a gamers e fãs de séries de TV, filmes e conteúdo multimídia em geral. O Find X usa um painel OLED curvo em um estilo de borda dupla com uma resolução em FullHD+ que, à primeira vista, parece oferecer cores vivas e pretos profundos.

Um display sem notch quase sem bordas

Snapdragon 845 como garantia

Os componentes de hardware do OPPO Find X são de um carro-chefe de 2018: Snapdragon 845 e uma GPU Adreno 630 rodam dentro do dispositivo lado a lado com 8 GB de RAM e até 256 GB de memória interna.

O processador da Qualcomm já nos mostrou que podemos alcançar excelentes resultados, mas também é preciso ver a implementação com o software e como ele desempenha o seu papel (e sabemos que esse é um aspecto crítico nos smartphones chineses).

No Find X temos Android 8.1 Oreo com a interface própria ColorOS 5.1 (os patches estão atualizados para maio, mas é um modelo de pré-produção), que se assemelha ligeiramente ao iOS do ponto de vista gráfico. A atualização para o Android P chegará, já está disponível em versão beta.

O Google Assistente e o Google Lens também estão presentes no recurso. No nível de software, há algumas inovações apresentadas como funções inteligentes, possíveis graças ao chip da Qualcomm, que parecem duplicar alguns recursos já oferecidos pelo Assistant. Será curioso testar o software e os gestos integrados.

Snapdragon 845 para desempenho sem concessões

Câmera retrátil dupla e selfie 3D

Ao abrir o aplicativo da câmera, o OPPO Find X mostra no corpo uma câmera dupla compatível com o flash LED. O setor fotográfico consiste de dois sensores de 20 MP com abertura de f/2.0 e 16 MP com abertura de f/2.0. Ele conta com estabilizador óptico de imagem e também vem com inteligência artificial da OPPO que permite reconhecer objetos e assuntos enquadrados para otimizar o resultado.

oppofindx6
Basta abrir o aplicativo da câmera para colocar a parte superior do dispositivo em movimento / © AndroidPIT

Na frente, uma lente de 25 MP com abertura de f/2.0. A OPPO cuida das selfies e a câmera é capaz de realizá-las em 3D, permitindo selecionar diferentes tipos de luz. Além disso, a fabricante chinesa entra no trem Animoji renomeado para si de Omoji, mas o conceito é o mesmo já visto com a Apple e depois retomado pela Samsung.

Câmera pop-up na frente e atrás

Carregamento rápido VOOC Flash Charge integrado

Para quem conhece a OPPO, o carregamento rápido VOOC Flash Charge não é novidade e também foi integrado no novo carro-chefe da casa. O Find X esconde uma bateria não removível de 3.730 mAh sob o corpo, que deve poder ser recarregada em cerca de 90 minutos.

Tecnologia de carregamento rápido VOOC Flash Charge

A inovação que você paga

Finalmente algo novo no mundo dos smartphones! Um design interessante, um monitor ainda mais otimizado e especificações dignas de qualquer outro topo da faixa de 2018. Desempenho? Algo a ser testado, especialmente do lado do software, muitas vezes o ponto fraco dos dispositivos chineses.

A certificação de impermeabilidade está faltando, mas o Oppo Find X tem suporte ao Google Assistante, Google Lens e introduz uma bela câmera para ser vista. No papel, um jogador interessante que eu mal posso esperar para ver no campo, mesmo que o preço, eu tenho que admitir, seja um pouco assustador.

Você acha que o Find X vai impressionar na Europa? O que você acha do design do novo carro-chefe da OPPO?

12 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Agnaldo há 4 semanas

    Enquanto as "engrenagens" estiverem funcionando vai ser só alegria a última coisa que eu quero é ter que pingar óleo no celular

  • Marcelo Neri há 4 semanas

    Verdade Sidney, essas partes móveis em smartphones sempre dão problemas com o uso.
    Chegamos em um ponto que a inovação vira calcanhar de Aquiles...

  • Sidney há 4 semanas

    Prevejo muita gente reclamando que depois de um tempo de uso a câmera não desliza mais. Mas pelo menos é uma tentativa de acabar com um absurdo que apelidaram de notch.
    O hardware tem configuração ótima, mas o preço está mais para piada do que coisa séria.

49 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Notch não serve, tela deslizante dará problema, até agora não foi achado alguma solução para a câmera frontal que agrade gregos e troianos. Fico pensando que os engenheiros e design ficam estudando um monte para criar e recebem criticas das mais variadas de leigos que se acham experts no assunto.


  • Esse Oppo e o Vivo NEX A, são dispositivos espetaculares ao extremo.


  • Estou querendo saber detalhadamente como funciona o mecanismo desse aparelho para saber se há perigo de travar com o tempo, se sujeiras podem tornar o deslizar do mecanismo mais pesado, se o desgaste é rápido, etc.
    Creio que se for um mecanismo magnético, sem atritos e à prova d'água, aí será uma excelente aquisição.


  • Inovação com tecnologia do passado, a volta dos "celular que desliza pra cima", só que agora é só as câmeras kkkk


  • Sistema interessante, porém muito propenso a dar problemas, tanto com a parte mecânica como com agentes externos, mas vamos ver como se sai com alguns meses de uso, só depois disso vai dar para dizer que é um rumo certeiro para o fim do notch, ou se é apenas uma tentativa sem sucesso. Mas no tudo é um aparelho bacana, mostra que as empresas estão mesmo tentando fugir do Iphone X (pelo menos algumas).


  • Os aparelhos da oppo são muitos caros, mas esse tá demais, 1000 euros é um absurdo.


  • Enquanto as "engrenagens" estiverem funcionando vai ser só alegria a última coisa que eu quero é ter que pingar óleo no celular


  • Olha, se esse não for o futuro dos smartphones, eu não sei qual será. A Oppo pegou o conceito que vimos no Nex o melhorou 100%. Ficou a coisa mais linda, e é disso que estamos precisando no mercado, inovações no design. Único ponto negativo ao meu ver é o barulho que o slide produz quando sobe e desce, mas acho que isso pode ser resolvido nas próximas versões.

    Não vejo a hora das outras fabricantes (Samsung principalmente) começar a pegar o conceito de câmeras pop-up e levar a outro nível. Ainda acredito no sumiço da câmera frontal, passando a usar a traseira para selfies com uma tela nas costas do aparelho.


    • Bruno quero ver um dia um celular 100% digital. Sem botões físicos. Absolutamente tudo feito através da tela. Até os botões liga/desliga e de volume devem desaparecer. Isso sim seria uma inovação pra mim.


      • Olha, isso não deve estar muito distante de acontecer. Já vimos alguns aparelhos que funcionam quando são pressionados na lateral, acho que o Google tem um Pixel assim se não me engano. Seria uma alternativa pra eliminar os botões. Podemos dizer que essa digitalização dos botões começou com a introdução dos botões virtuais, acho que a Motorola que começou com isso e hoje a Samsung já incorpora bastante em seus aparelhos com tela infinita. Quando a indústria mudar o foco que hoje são as telas, para os botões, certamente eles sumirão.


  • Meu Deus que aparelho caro... É bem legal mas é caro viu


  • Mais do mesmo, um celular topo de linha com tudo que um celular topo de linha tem, menos um preço atrativo. A tecnologia tem seu custo, isso é um fato, mas acho que já está na hora das fabricantes começarem a inovar no preço. Se continuar nesse caminho não demora muito "o carro chefe" ser um intermediário!!!


    • Cara, como "mais do mesmo"? kkkkkkkkkkkk... Os caras conseguiram aumentar o nível de inovação tirando o entalhe da tela e dando uma ótima saída para as câmeras. Não tá dando pra falar que é mais do mesmo não. kkkkkkkkkk


      • Bruno, "conseguiram" não bem a palavra. O notch virou moda depois do Iphone X, mas a Vivo já tinha tirado ele (inclusive com a mesma solução para as câmeras). Snapdragon 845, GPU Adreno 630 com 8 GB de RAM e até 256 GB de memória interna com carregamento rápido (mais uma vez sem grandes novidades pra um topo de linha). A grande novidade vai ser um celular mais caro que o iphone no mercado brasileiro!!! kkkkkk


      • A briga não é mais focada nas especificações. Sabemos que hoje com um hardware nem tão potente pode entregar um ótimo desempenho. E sim a Vivo tirou o notch, porém a Oppo fez bem melhor no quesito design.


  • Fazendo uma pesquisa rápida pela internet , o salário mínimo na itália ( para quem não tem muita qualificação ) gira em torno de 950 à 1.490 euros .
    Dependendo do salário da para comprar um desses e sobra dindim....
    No brasil o salário mínimo gira em torno de 960,00 reais .
    Dependendo desse salário da para comprar um intermediário básico e não sobra dindim.........

    Para reflexão .......Não esta caro não......nós é que ganhamos pouco.


    • Falou tudo! Não dá pra comparar Real com Euro... Lá, apesar do alto preço eles têm maior poder de compra... Enquanto lá o aparelho tá um pouco mais caro que o salário mínimo aqui serão vários salários mínimos pra comprar um desse, kkkk! Ganhamos muito pouco...


  • sem bordas e Notch treco que fica na tela... deveriam lançar uma versão barata de 4GB RAM, 6GB Interno e CPU fraca como Snap 660 ou 710..
    humilhou Samsung com seu S9(S8 DLC) e iphone X, moto Z etc

    para quem não sabe, galaxy S9 usa sensor camera Sony IMX345...
    Esse OPPO usa o novo Sony IMX 519... (OPPO R15 foi o primeiro a a vier com esse sensor)


  • Bem legal... com inovações... mas tudo isso tem um preço (e bem salgado por sinal).

Mostrar todos os comentários