O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

4 min para ler 82 Compartilhado 40 Comentários

Oreo cresce minimamente, Nougat ganha espaço e versões antigas do Android caem

É como acompanhar uma corrida de cavalos. Ficamos torcendo para o nosso preferido e vemos alguns avançando pouco a pouco. É dessa forma que eu enxergo os relatórios mensais de adoção das versões do Android. Agora em novembro, as coisas não estão piorando, mas estamos longe de comemorar uma melhora significativa.

Todo mês o site da Google direcionado aos desenvolvedores libera uma tabela e um gráfico com as atuais distribuições das versões do sistema Android. Agora em novembro, a tabela mostra uma adoção ainda tímida do Android Oreo 8.0, um crescimento bom do Android Nougat 7.x e uma diminuição das versões mais antigas.

distribuicao android nov 17
Dados atualizados de novembro de 2017 / © Google (captura de tela)

O Oreo agora está presente em 0,3% dos aparelhos Android, e embora pareça pouco, é preciso lembrar que ele foi lançado tem seis semanas, e que só está saindo de fábrica nos novos Pixel 2 e Pixel 2 XL e na linha XZ1 da Sony.

Empresas como a Samsung e Huawei estão para lançar suas versões do Oreo, aparelhos da HTC e da Huawei anunciados recentemente já devem vir também com essa versão e aparelhos da linha Nexus e antigos Pixel estão sendo atualizados.

Em junho, a versão Nougat 7.x do Android beirava os 10%, e agora estamos com 20,6%. Por mais que não seja a versão mais atual, ser a versão anterior a ela e vê-la crescendo é uma boa notícia, ainda mais vendo os outros números caindo. Apesar disso, o Android Marshmallow 6.0 ainda é o mais utilizado, com 30,9%.

Essa liderança ainda deve durar alguns meses, assim como o segundo lugar pertencente ao Android Lollipop 5.x, que aparece com 27,2%. Versões com menos de 0,1% não são contabilizadas, mas com oito versões principais ainda circulando, vemos que a fragmentação ainda é um problema que irá levar um bom tempo para sumir.

Um bilhão de aparelhos desatualizados

Dan Luu, ex-engenheiro da Google e atual engenheiro da Microsoft publicou um artigo em que mostra através de gráficos que atualmente existem aproximadamente um bilhão de dispositivos com Android desatualizados.

De acordo com Luu, um grande problema é que a velocidade em que os smartphones ficam atualizados é muito grande, o que dificulta a vida dos desenvolvedores para a implementação de APIs mais novas. Isso sem contar no enorme problema de segurança.

androidpit Nexus 6P 15
Nexus 6P é um dos mais antigos a receber o Oreo atualmente / © ANDROIDPIT

Ele relembra que a Google afirmou que esse problema está sendo resolvido com o Oreo, uma vez que o Android não é mais tão profundamente atrelado ao hardware como era nas versões anteriores. Mas tentativas anteriores o deixam cético quanto a essa nova solução, e mesmo que ela realmente funcione, levarão anos até que a versão Oreo do Android chegue a muitos aparelhos.

Luu afirma que é uma sorte caso você possua um aparelho de 2015 que será atualizado para o Oreo, e cita como exemplo um Moto X que teve. Ele ganhou um Moto X em 2013, quando trabalhava para a Google e a Motorola fazia parte da empresa. Atualmente, o aparelho está estacionado na versão 5.1 do Android, lançada em 2015. Já o iPhone 5S, lançado no mesmo ano de 2013, está recebendo o iOS 11, a versão mais atual do sistema móvel da Apple.

Repito o que já disse em diversos artigos que postei aqui. Essa é o maior desafio que a Google enfrenta com o Android, e embora seja responsável por muita coisa nesse problema, não é a única culpada. Fabricantes também precisam parar de pensar apenas nos lançamentos e trabalhar para mais suporte aos aparelhos antigos.

O que você acha dos gráficos? Estamos indo por um bom caminho?

82 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Hugo Morais há 1 semana

    Não vejo muita necessidade de estar sempre na versão mais recente do Android. O aparelho tendo as atualizações de segurança e recebendo todos recursos dos apps disponíveis já está atendendo todos. Querer estar sempre com o último Android disponível é consumismo.

  • Guilherme OS há 1 semana

    Concordo veementemente. Na prática, um Smartphone intermediário como Moto G4 Plus, Zenfone 5 Maxx ou mesmo um J7 prime, com toda certeza atendem as necessidades da maior parte da população.

    Com relação a atualizações, tenho o mesmo pensamento; também acho desnecessários ficar doido pela versão nova, sendo que se fosse feita uma análise profunda, a maioria dos usuários notaria que não estão realmente na prática deixando de fazer muito bem feito, aquilo que fazem nas versões "desatualizadas" de seus aparelhos. Obviamente faço exceção quanto as atualizações de segurança, que são mais do que necessárias.

    Eu por exemplo estou utilizando a exata versão 7.0 do Android e posso dizer com toda certeza, que se eu utilizasse o Marshmallow ou Lollipop, eles me atenderiam perfeitamente. Não estou dizendo que não sejam bem vindas as updates de SO, e é claro que se chega em um ponto em que é mais do que obrigatório atualizar, porém saibamos agir com inteligência e não por impulso, e gastar muita energia seguindo aquele querer sempre mais, por mais insignificante que seja esse esse "a mais".

  • David CD há 1 semana

    Olha, nougat só chegará a dominar quando lançado o Android P. E o Oreo no Android Q, infelizmente sempre foi, e sempre será assim. Meu j7 ainda não saiu do marshmallow, e receberá o nougat, mesmo tendo o Oreo.

  • Franco L. há 1 semana

    A velha feature do Android a fragmentação 🙄

40 Comentários

Escreva um comentário:

  • Engraçado são os 7.4% que ainda estão usando ou o Gingerbread, ou o Ice Cream Sandwich ou o Jelly Bean.
    Deve ser o resultado de tantos Samsung Galaxy Pocket, Galaxy Ace, Galaxy Young, Galaxy S Duos, Galaxy Trend, Galaxy Fame, Galaxy Grand Duos, Galaxy Win, Galaxy S2, Galaxy S3, Galaxy Note 1, LG Optimus L3, L5, L7, L9, L1 II, L3 II, L4, L5 II, Motorola Defy, Motosmart, Atrix, RAZR, etc.


  • Acho que a atualização e importante na medida que traga melhorias e outras funcionalidades para os aparelhos.
    Aparelhos que na grande maioria tem hardware de sobra para suportar a atualização, mas por questão capitalista ficam de fora.
    Ex: LG G4 HEXA CORE 3GB DE RAM e ainda nem recebeu o nougat e talvez nem venha receber...

    A questão não e a fome de se estar atualizado e sim a indignaçao de se ter condições e simplesmente ficar esquecido.... E ate mesmo com path de segurança que muitos gadgets sequer receberam.

    Pra mim nao e nada de consumismo e sim indignação. ;-)


  • Essa fragmentação do Android não tem jeito não, usuário que quiser ter aparelho atualizado tem que comprar um pixel ou então comprar aparelhos high end no lançamento e trocar depois de 2 anos....


  • Normal Oreo crescer minimamente... A maioria das marcas ainda nao receberam o update


  • Eu estou doido pra instalar o Android 8.0 customizado no meu muv pro


  • Meu Xiaomi ainda está no 6.0.1, mas o que importa é a versão da miui.


    • Com certeza, com a Xiaomi a gente nem se lembra da versão do Android. Meu Mi5s Plus tá no 6.0.1 com a MIUI 8, mas como a MIUI 9 tá saindo já, acredito que vá atualizar para o Nougat também....


  • Ainda nem atualizei o meu aparelho para o Android Nougat, imagina o Oreo, só se comprar outro.


  • Ainda está muito lento, porém, o dispositivo que uso já está na versão 7.0 .

    CAV


  • as fabricantes só atualizam os mais novos e mesmo assim demora...


  • Eu nem quero mais saber de Android atualizado, se o Oreo não viver eu meto custon ROM, cansei de depender da Google e das fabricantes pra ter software atualizado, cansei de comprar Hardware pelas promessas de Software da Google, esses números só compravam que a obsolescência programada ainda é proposital e impera no sistema Android.


    • Pior que é, Quem comprou um Galaxy S8 esse ano vai ter update até 2019 em média. Quem comprou um iPhone 8 vai ter update no mínimo até 2021. Como já migrei para o IOS uma vez, migraria de novo sem problemas mas como tô usando Xiaomi agora, parei de me aborrecer e me importar com versão do Android.....


  • Não acho que a culpa seja apenas do Google, mas sim das próprias fabricantes!
    Não estou aqui defendendo o Google, mas é injusto só o Google receber a culpa!
    Só lembrando que o Google tentou ela responsável por toda atualização do Android, mas a Samsung foi a primeira "soltar os cachorros"! Dai a Google recuou e deixou como está. Pois o impacto em perder a Samsung seria catastrófico para o Android!


  • Não, muito lento, falta vontade para fazer um sistema que não dependa da ganância e avareza de ninguém. Quando aparecer algum sistema aberto que dê a possibilidade de o usuário instalar o SÓ direto do site da empresa, aí pode ser que eles da noite para o dia resolva isso. Pode até acontecer de não surgir uma empresa para concorrer com o Android, mais com o avanço da tecnologia é só sim. Talvez seria até bom. O symbian sucumbiu quando já fora o melhor sistema de smartphones, a Google tem que pensar nisso e resolver logo esse problema, fazendo um sistema livre do poder ganancioso de muitas empresas. Nada de suporte, quando há, primeiro tem que lançar novos aparelhos com o novo sistema aí quando está pra sair outro sistema é que começa a atualizar os que querem. O suporte ao cliente sempre é em último lugar. Se as empresas tivessem respeito pelos seus clientes, trabalhariam para atualizar primeiro antes de querer vender o sistema Android num novo aparelho que só muda mínimas coisas, e coloca uma letra a mais no novo modelo para seduzir o povo ao consumismo. Por isso que não espero nada de empresa alguma, não quer atualizar, root no aparelho e lineageOS nele.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações