O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
3 min para ler 13 Compartilhado 33 Comentários

Selfies podem matar: pesquisa revela os perigos que envolvem fazer fotos em lugares errados

As selfies viraram um fenômeno social que marcam nossas vidas desde do ano 2000, quando as redes sociais começaram a se espalhar. No entanto, o desejo de fazer fotos de si mesmo não é novo, o primeiro auto-retrato fotográfico foi tirado em 1839 pelo fotógrafo Robert Cornelius e não parecia tão perigoso, talvez porque ainda não existisse botão de “curtir”.

Desde 2014, 49 pessoas perderam a vida por fazer uma selfie, estes foram os números publicados pelo site Statista. Pode não parecer uma quantidade exorbitante se comparamos com outras causas de morte como, atropelamentos ou acidentes de trânsito, mas os dados chamam a atenção pelo absurdo que pode ser morrer por uma selfie.

androidpit smartphone lamppost x3 w782
Olhar para o celular o tempo todo pode causar acidentes / © ANDROIDPIT

O fenômeno já começou a ser estudado, e dados foram coletados em cima das razões mais frequentes das “mortes por selfie”. No topo do ranking está cair de certas alturas, seguida de afogamento e em terceiro lugar atropelamentos. Mesmo que menos frequentes, as morte por granadas (sim, uma bomba) ou por ataques animais também são reais.

causas mort
Causas de morte / © Zachary Corcket; data via Google News Archivs, Wikipedia

Os dados desta estatística também estão segmentados por país. A Índia está no primeiro lugar com 19 mortos, e a Rússia em segundo com 7 falecimentos. A Índia já tomou providências quanto ao assunto e declarou 16 zonas livres para selfies. A Rússia também levou muito a sério estas mortes e começou uma campanha em prol de “selfies seguras” para evitar que as mortes voltem a acontecer.

no selfis
Na Russia já há placas de advertência para selfies /@mvd.ru

Um terceiro aspecto analisado neste estudo foi o gênero das pessoas que morram por conta de uma selfie. Destes, 75% dos falecidos eram homens, mesmo sendo mulheres as que mais tiram selfies. Estes dados apoiam a teoria generalizada de que os homens estão mais propensos a correr riscos para demonstrar sua coragem.

A idade também foi outro fator incluído no estudo. A idade média entre os falecidos é de 21 anos. São dados tristes, porém passíveis de crença dado que são os jovens os que mais usam as redes sociais e que com o desenvolvimento das mesmas, buscam um reconhecimento social, e o “curtir” e “compartilhar” são aspectos que acabam aumentando a estima das pessoas.

selfie IT
Será que a moda da selfie perigosa pega? / © ANDROIDPIT

Obviamente as selfies não matam, o que causa a morte dos usuários de smartphones é a imprudência. Mas o que leva uma pessoa a correr estes riscos? Seria a necessidade do reconhecimento social? Ou pura falta de senso de risco? Provavelmente, há muitas variantes no jogo e, sendo o fenômeno selfie algo muito incipiente, fica difícil avaliar.

Esperamos que o número de mortes não siga subindo e que estes acidentes sirvam de advertência contra os perigos das "selfies da morte".

Você já correu algum risco para tirar uma selfie? Qual foi a sua selfie mais atrevida?

13 Compartilhado

33 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi