O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

17 Compartilhado 115 Comentários

Por que o Nougat está demorando tanto para chegar ao seu smartphone?

O Android Nougat foi a versão que mais tempo durou em beta do que qualquer outra. O Nougat já chegou a alguns dos principais dispositivos do mercado, mas ainda está se arrastando, e para aumentar o problema, cada vez mais updates são liberados pela Google. O que está acontecendo com com as atualizações do Android e como a Google está lidando com isso?

Você deve estar se perguntando o que está acontecendo entre a Google e as fabricantes. A atualização para o Android Nougat está ocorrendo de forma lenta, parece ainda mais lenta do que as atualizações anteriores da plataforma. Hoje mesmo tivemos o anúncio mensal da distribuição do Android e, sem grande surpresa, o Nougat aparece em apenas 1,2% dos dispositivos rodando com a plataforma da Google.

Android Nougat: um começo forte

Tudo começou bem com Nougat: o Developer Preview foi lançado em março 2016, foi seguido por um longo período em beta e o lançamento da versão final chegou no dia 22 de agosto. Por muito tempo, a liberação de uma nova versão não acontecia tão cedo no ano (apenas nas versões 4.1 ou 4.3 da Jelly Bean lembro de ter visto algo similar). Pelo contrário, desde o Android 4.0, anunciado em 2011, a data de lançamento ficava entre outubro e novembro.

AndroidPIT best smartphones 1309
Os topo de linha de 2016 já receberam a atualização para Nougat / © AndroidPIT

O primeiro telefone com Nougat, a LG V20, veio logo após a IFA. Isto foi seguido por um período de tempo de forma suspeita tranquila. Pelo menos os melhores smartphones de 2016 foram atualizados em sua maioria. Apesar do Nougat ter sido lançado há cinco meses atrás. A tabela a seguir mostra o status atual para os mais importantes smartphones de 2016:

Smartphone Liberação do Android Nougat
Sony Xperia X Performance / XZ Início de dezembro de 2016
Lenovo Moto Z 6 de dezembro 2016
LG G5 7 de dezembro 2016
HTC 10 25 de dezembro 2016
Samsung Galaxy S7 / S7 Edge 31 de dezembro de 2016
Huawei P9 Em beta desde 5 de janeiro de 2017
ZTE Axon 7 Programado para o primeiro trimestre de 2017
Huawei Mate 9 Android 7.0 Nougat de fábrica
Google Pixel / Pixel XL Android 7.1 Nougat de fábrica

Essa lista não tem por objetivo mostrar cada modelo que já recebeu o Nougat, e leva em consideração apenas o envio OTA ("over-the-air") das atualizações para todos os usuários. Se você conhece outro topo de linha que já recebeu o update, mas não está nessa lista, nos informe nos comentários abaixo.

Opinion by Hans-Georg Kluge
As atualizações da plataforma deveriam chegar, quando muito tarde, depois de três meses do lançamento oficial.
O que você acha?
50
50
750 participantes

Atualizações para Nougat e contratempos...

Surpreendentemente, muitos fabricantes tiveram problemas com a atualização e preferiram adiá-la pelo menos por um curto período. O próprio Google deixou o Nexus 6 suspenso por meses. A Nvidia anunciou o Nougat como Experience Upgrade 5.0 para a Shield TV (2015), mas, eventualmente, teve que postergar a atualização por uma semana (a propósito, como a versão 5.0.2). Aparentemente, foram necessários alguns dias para corrigir alguns erros.

Nem a Sony conseguiu deixar as coisas muito redondas: as séries Xperia Z5 e Z3+ deveriam receber a atualização, mas a fabricante teve que adiar um pouco, porque foram detectados erros. Neste caso, se tratavam de atualizações programadas para a geração de smartphones lançados antes de 2016.

O mesmo destino também teve a HTC, cuja atualização do software do HTC 10 deveria ter chegado ainda em 2016. Há alguns dias, aliás, recebemos a notícia de que isso pode ocorrer em breve, mas ainda está pendente. Enquanto isso, a ZTE foi forçada a adiar a liberação do Nougat para Axon 7, uma vez que não estavam satisfeitos com a qualidade do software.

AndroidPIT root flash recovery mode fastboot 1007 gears
Existe alguma coisa que não está funcionando bem com as atualizações do Android / © AndroidPIT

... e as atualizações para Nougat "tropeçam"

A Samsung não conseguiu liberar a atualização do software do Galaxy S7 para Nougat tão rápido quanto o fez para o Galaxy S6 e o Marshmallow. Mesmo apesar do código fonte do Nougat estar disponível há um bom tempo para as fabricantes. De qualquer forma, os proprietários da linha Galaxy S7 receberam alguns novos recursos depois do update, o que era de se esperar em troca da longa espera.

O Nougat é o problema

A Sony é o exemplo vivo do problema das atualizações para Nougat, embora haja muito mais vítimas. Para o Xperia Z3, a Sony havia até anunciado um Developer Preview do Nougat, no entanto, a versão mais recente do Nougat nem sequer será enviada ao aparelho, pois pouco antes da data de lançamento, a Google adicionou a exigência de ter suporte para OpenGL 3.1, para a qual muitos dos chips gráficos mais antigos não oferecem suporte. A simples atualização dos drivers não é suficiente, visto que são necessários novos recursos de hardware.

Opinion by Hans-Georg Kluge
A maioria dos usuários não necessita realmente do OpenGL 3.1.
O que você acha?
50
50
538 participantes

Assim, a Sony (e a indústria) teve que revogar as atualizações oficiais para smartphones embalados pelos processadores Snapdragon 800/801 (outros chips também foram afetados). Outra vítima proeminente é o OnePlus X, que, devido a esta decisão da Google, não vai receber a atualização para Nougat, apesar de ter menos de um ano no mercado.

Através de uma ROM personalizada é possível atualizar estes aparelhos para Nougat. Os programadores puderam contornar o problema, mas uma atualização oficial ainda não é possível. Graças a isso, há muitas ROMs alternativas com base no Nougat para smartphones como o Snapdragon 800/801, mas nada oficial. Uma boa forma de ter o Nougat neste aparelhos é através da CyanogenMod, hoje Lineage OS. Curiosamente, a primeira Nightly do Nougat da CyanogenMod era bastante estável.

AndroidPIT lineage os hero
 Lineage OS é o sucessor legítimo da CyanogenMod / © AndroidPIT

O que está causando tantos problemas ao Nougat?

Ainda não está claro por que as atualizações do Nougat estão causando tantos problemas. Visto de fora, não parece que essa versão tenha trazido tantas mudanças, por isso devem haver outras razões para explicar este problema. Existem algumas mudanças mais profundas no sistema que poderiam causar problemas para alguns fabricantes de componentes internos. Em particular, a Google fez ajustes substanciais na gestão de memória. Também as novas políticas de segurança em torno das bibliotecas do sistema são, em alguns casos, responsáveis por atrasos. No entanto, isto não está totalmente transparente.

Opinion by Hans-Georg Kluge
O Android Nougat é tecnicamente interessante, mas chama pouca atenção quando visto de fora.
O que você acha?
50
50
553 participantes

Apesar das medidas de segurança rigorosas, as fabricantes devem ter as estruturas necessárias para assegurar o rápido desenvolvimento de software. A própria Google anunciou, no caso de Nexus 6, que existia um problema de hardware, mas que a solução seria oferecida em curto prazo. O atraso foi de quase um mês e teve como consequência o lançamento da nova versão 7.1.1 Nougat.

AndroidPIT Nexus 6 Android 6 0 Marshmallow review 18
Apesar de tudo, o Nexus 6 acabou recebendo a atualização para Android Nougat / © AndroidPIT

A Google é parte do problema

A numeração das versões do Android vem mudando como nunca. Essa segue o esquema de x.y.z (por exemplo, 6.0.1), e foi modificada no Nougat: por um lado, temos a versão principal, o "x" do Android, que atualmente seria a 7. O plano da Google é lançar uma nova versão principal pelo menos uma vez ao ano.

Em seguida, vem a versão menor "y"; a mais recente desde novembro é a 1. Aproximadamente teríamos uma atualização a cada trimestre para a adição de uma função menor. Além disso, existem várias versões de manutenção, que até a presente data é a .1, embora já tenhamos a .2 em fase beta. Assim, a versão atual do Android é 7.1.1.

Somado a isso, ainda temos os patches de segurança, que deveriam chegar todos os meses. A data exata é secundário. Assim quatro dígitos descrevem se o software do Android é o mais recente ou não. Além de tudo isso, existe os patches de segurança para todas as versões relevantes do Android a partir do Android 4.4. Estes são implementados independentemente do número da versão.

AndroidPIt google pixel XL 9697
Google só se preocupa com a linha Pixel atualmente quando o assunto são as atualizações do Android / © AndroidPIT

Se você quiser se guiar por um número inteiro, pode tentar sempre as versões de API, que são incrementadas sempre que uma (sub)versão é criada. Assim, o Android 7.0 corresponde à API 24, o Android 7.1 à 25 e assim por diante. O nível da API está diretamente destinado para os desenvolvedores de aplicativos, porque estes não estão interessados em ambas as versões para correção de erros (Bugfix Releases), ou seja, o "z".

Podemos ir ainda mais longe: a Google recém anunciou que não haverá Android 7.1.2 para os Nexus 6 e Nexus 9. Na realidade, esta será uma atualização para correção de erros, por isso não trará novos recursos. Portanto, é possível que mesmo sem uma versão secundária, ainda assim exista uma fragmentação do sistema, mesmo que motivada pela própria garantia limitada da Google de oferecer uma atualização.

Quão atual é o novo Android?

No caso do Galaxy S7, que recentemente recebeu o Android 7.0, tivemos uma grande mudança visual mais atual, mas ainda assim não é a versão mais atual do sistema. O patch de segurança foi especificado como sendo o de janeiro de 2017, de modo que o mais recente aparecerá em fevereiro. Existe uma confusão aqui? Você pode fazer a mesma analogia com quase todos os telefones atuais, seja Sony, HTC ou Motorola: só os Google Pixel e os smartphones Nexus estão em boas condições quando o assunto é a versão mais recente da plataforma, levando em consideração as quatro partes da versão do Android.

É realmente algo que ficou fora de controle, e isso que a equipe do Android na Google diz não estar satisfeita com a fragmentação das versões do sistema e estaria procurando maneiras de melhorar essa situação. Inclusive, se falou da tão aclamada "lista da vergonha". Mas ao analisar este novo princípio de lançamento das versões, parece difícil de acreditar nisso.

O código-fonte do Nougat parece ter chegado tarde demais para vir incluído no Xperia XZ, conforme nos informou a Sony. Aparentemente, liberar essa versão em agosto do ano passado foi uma decisão de última hora e pegou algumas fabricantes de surpresa.

AndroidPIT Android N Nougat 2476
O Nougat é um erro ou uma solução? / © AndroidPIT

Muitos fabricantes foram confrontados com o problema de que, durante o desenvolvimento da atualização para Nougat, de repente, apareceu o Android 7.1, enquanto o desenvolvimento da versão de "zero" ainda estava acontecendo.

Embora possa parecer louvável que a Google traga atualizações que adicionem mais recursos para o Android, juntamente com patches de segurança, esta abordagem só consegue tornar as atualizações do sistema ainda mais difícil. Além disso, as fabricantes que liberam uma atualização do sistema, e no momento deste lançamento recebem outra versão para desenvolver, receberão críticas por ainda não trazer a versão mais recente do software.

Com o plano de atualização para Nougat, a Google acabou atrasando as fabricantes

A Google não é a responsável pelo lento desenvolvimento de software pelos fabricantes. No entanto, o companhia poderia criar uma situação que realmente permitisse algumas atualizações rápidas. Com o Android 7.0 Nougat, a Google mostrou como é possível causar estragos em vários setores. Mesmo características básicas de Nougat (como Seamless Updates), não foram incluídos na primeira versão, mas como parte das funções de atualização para a versão 7.1. A liberação precipitada do Nougat vem causado problemas e ainda não resolveu um único deles.

Opinion by Hans-Georg Kluge
Precisamos de um número menor de versões do Android.
O que você acha?
50
50
546 participantes

Se o Google realmente deseja obter atualizações rápidas para o Android, deveria reduzir o número de versões por ano. Por que não temos apenas um grande lançamento, como vinha sendo feito desde 2011, com atualizações mensais de segurança e versões para correção de falhas trimestrais sem grandes novidades?

Isso facilitaria a vida das fabricantes e, provavelmente iria garantir um desenvolvimento das versões de atualização mais rigorosos e com menos erros. Os novos recursos para o lançador, o aplicativo de pesquisa do Google e qualquer outro sistema deveriam ser distribuídos a partir da Google Play Store e, portanto, deveriam ser removido do atual ciclo de atualizações.

No Android Nougat como conhecemos hoje, a versão 7.1 é o sistema operacional idealizado desde o início da sua criação. Porém, para os usuários parece apenas uma atualização do software conhecido como Android 7.0.

O que você acha da situação atual do Android? O que a Google poderia fazer para melhorar essa situação?

17 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Douglas Liao há 9 meses

    Matéria completa e interessante! Parabéns pelo artigo escrito! Possui argumentos claros e coesos.

  • Marcelo Neri há 9 meses

    Steven, estou usando o Nougat e tudo funcionando muito bem! Mas no caso da Samsung que tem muita personalização a ser feita, os bugs são inevitáveis! Todos aparelhos da Samsung que tive, tinham problemas no Wi-Fi após as atualizações. No Android Stock esse processo dá menos trabalho e consequentemente menos bugs!

  •   44
    ALCIDES há 9 meses

    Parabéns pelo artigo. Muito bem escrito e bem completo. Acho que o consumidor médio tem culpa tb, não comprando produtos desatualizados.

  • Andreu Vasconcelos há 9 meses

    Essa questão de atualizações envolve tb questões psicológicas. Eu disse para mim msm que não iria atualizar meu S7 Edge via ODIN, iria esperar via OTA. Mas é difícil abandonar velhos hábitos, e cá estou eu com o Nougat do Reino Unido. O aparelho é o mesmo, continua funcionando como antes, novidades quase zero. Resumindo: poderia ter ficado no MM, mas a cabeça não deixa...

  • Jairo rios há 9 meses

    Falta uma política dá Google no quesito atualizações , para as OEMs também não é fácil e barato acompanhar as inúmeras atualizações de correção de bugs das versões do Android , no caso atual Nougat, falta foco e seriedade por parte dá Google neste quesito , a Apple pode se.dar este luxo devido possuir apenas gadgets proprietários mas a Google não.

115 Comentários

Escreva um comentário:

  • No meu S7 flat baixei manualmente chegou ontem o 7.0


  • e meu moto e ( 1 geração ) vai que sai o nought pra ele


  • Por que tá demorando? Por que não vai chegar nunca! kkkkk


  • MOTO G3 SEM ANDROID NOUGAT ATE AGORA TOTAL DERESPEITO


  • Acho q o ideal seria q a Google separasse o sistema dá interface, para q as fabricantes continuem com a liberdade de modificação e permitir maior liberdade de modificação ao usuário, e ao msm tempo permitir atualizações diretas aos aparelhos, sem necessariamente passar pelas fabricantes, similar ao q ocorre no Linux desktop, e q n deve ser algo impossível de ser feito, já q o Kernel do Android é Linux.
    E sobre o modelo de atualização atual, a desfragmentação é mais culpa das fabricantes do q dá Google, pois atualizações do feitas para aprimorar o produto, são necessárias, e a grande fragmentação n tá em 7.0 ou 7.1.1 mas sim em inúmeros celulares q poderiam estar ao menos no marshmallow 6.0.1, pois qlq celular com 8gb de ROM e 1gb de ram é capaz de roda-lo, o que apesar se eu n ter achado nem dado sobre, acredito já ser maioria esmagadora do mercado. Se a fragmentação fosse 85%> de 6.0.1 tava ótimo.

    CAV


  • Faltou o OnePlus 3/3T nessa lista.


  • Atualizado há quase um mês, meu G4 Plus não apresentou grandes mudanças ou problemas. Não achei (e se tem), recurso sobre usar o telefone com uma mão só, reduzindo a tela...


  • Daqui a pouco já vai sair o Android "O" e muitos destes aparelhos nem vão estar atualizados para a versão "N" ainda!!

    CAV


  • Testei algumas custom roms no meu moto g 2015 dtv (osprey). Entre elas: lineage, aicp, cypher, tesla... Mas parei na Aosp extended com nougat 7.1.1. Não tem comparação a rom original com marshmalow, é excelente e cheia de recursos sem aquele monte de blotwares. Instalei o nova launcher e não me preocupo se a Moto/lenovo desistiu do aparelho. Aliás, não quero nem saber. Viva as custom roms!


  • Creio que a culpa se deve não à Google, que está sempre tentando corrigir as falhas e lançar versões sempre melhores, mas às fabricantes que insistem em querer modificar completamente o sistema para se diferenciar das outras. Por que, ao invés disso, elas não usam programas e hardwares como diferencial, e não estética. Assim seria muito mais rápido atualizar. Prova disso é a Motorola e as custom roms, que já fazem muito bem isso que eu disse.


    • Moto X Force ganha o nougat só em maio.


    • Acho q o pior é o abandono dos aparelhos, por mais q fosse lenta, mas se todos os celulares fossem atualizados até o sistema mais novo q eles são capazes de executar satisfatoriamente, teríamos o marshmallow em no mínimo 80% do mercado. Já q o requisito deste é 8gb de ROM e 1gb de RAM.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações