Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

5 min para ler 104 Comentários

Manda mais que tá pouco: por que lançam tantos aparelhos por ano?

Recentemente, algumas empresas conhecidas por terem linhas enxutas resolveram investir em um número muito maior de aparelhos. Isso provocou a insatisfação de fãs de algumas marcas, que acusaram as empresas de perderem a mão, de exagerarem. Mas qual é o motivo disso?

Só pela introdução, sei que a Motorola já veio na sua cabeça. Quando a empresa foi comprada pela Google, sua linha de aparelhos foi diminuída para apenas três aparelhos: Moto E, Moto G e Moto X. O custo benefício grande e recursos interessantes fizeram do Moto G um dos aparelhos mais vendidos na história da empresa.

AndroidPIT moto family 5180
Muitos aparelhos já lançados pela Motorola / © ANDROIDPIT

Há dez anos atrás, a Apple mudou para sempre o mercado de telefonia móvel ao lançar seu primeiro iPhone, também um sucesso de vendas. Ano após ano, a empresa de Steve Jobs manteve um aparelho por ano, até iniciar a linha Plus, o iPhone C, iPhone SE e agora o X. Isso fora a estratégia de manter versões antigas ainda em linha mesmo com os novos lançamentos.

A Motorola, só em 2017, trouxe 11 aparelhos pelo mundo, sendo que 9 já chegaram ao Brasil. E as categorias mudaram: Moto E é entrada premium, com o Moto C ocupando a posição mais básica. O Moto G ficou mais caro e com mais recursos, enquanto a chegada da linha Z marcou mais uma mudança na estratégia, uma vez que essa linha se dividiu em intermediário premium e topo de linha.

Fãs arrancam os cabelos, xingam e prometem nunca mais comprar nada da marca. Mas qual seria o motivo de tanto lançamentos? Por que arriscar a atualização e o hardware de tantos aparelhos, além da boa reputação junto aos consumidores? Basta pegarmos a maior vendedora de smartphones do país como exemplo. A Samsung já trouxe 23 aparelhos pelo mundo, com ao menos 11 lançados por aqui. Se ela vende mais, inclusive os mais simples como o J2, alguma coisa ela faz de certo, não é mesmo?

galaxy j 2017 official
A Samsung tem uma linha enorme e vende muito. Qual o segredo? / © Samsung

A principal resposta tem uma palavra: prateleira. Esse é um conceito de mercado explorado por diversos segmentos, sejam de alimentos, artigos esportivos, cursos, carros ou eletrônicos. E a palavra se explica por si só: quanto mais espaço você ocupa na prateleira, mais visível você fica.

Vamos pegar um exemplo: uma pessoa chega em uma loja (ou até em um site) com R$ 1.000 para comprar um smartphone e observa as opções (ou fala com o vendedor). Se fosse em 2013, essa pessoa não compraria um Motorola, pois o Moto G era muito simples custando R$ 700 em média, e o Moto X era muito caro, com preço de lançamento em R$ 1.500. Especialmente no Brasil, R$ 500 fazem muita diferença no bolso do consumidor.

Mas o vendedor mostraria uma enorme variedade de aparelhos Samsung e LG, em variadas faixas de preços e especificações. Às vezes, até mais de um pelo mesmo preço, mas com destaques diferentes, seja uma caneta stylus ou o tamanho de tela. A pessoa, com seus R$ 1.000, sairia satisfeita com uma dessas marcas.

Hoje, a Motorola tem nove opções que vão de R$ 600 a R$ 3.000, muito mais fácil de conquistar um cliente. Se quiser mais bateria, mas não se preocupa com hardware, tem um aparelho. Se quiser mais bateria e hardware, mas sem gastar tanto, também tem. O fator número também conta: que marca é essa Quantum, com esse único aparelho chamado Go? Pessoas mais inseguras não apostariam nela mas, e agora, com cinco aparelhos, mesmo que muito parecidos? Bom, aí a coisa muda de figura.

apple keynote iphone x price
A atual linha iPhone tem 8 aparelhos / © Apple

E o iPhone? É a mesma coisa, só que de um jeito um pouco diferente. Como eu falei, a empresa mantém aparelhos dos anos anteriores em linha para abranger públicos com menor poder aquisitivo, mas que sonham com um iPhone. Você deve se lembrar da época do iPhone 4, que anos depois, por R$ 1.000, ainda vendia para pessoas que queriam ter um iPhone, mas não tinham muito dinheiro.

Hoje, ficaram o iPhone SE para quem quer tela menor, iPhone 6 para gastar menos, iPhone 7 para quem quer mais poder, mas ainda não pode comprar o mais novo, iPhone 8 para quem quer a novidade, mas não quer vender um rim e o iPhone X, para os early adopters, que topam gastar bem mais para ter o que há de melhor da marca.

Existem alguns outros motivos para uma linha grande de produtos, mas esse é o principal deles. Para você, leitor do AndroidPIT, que já é mais entendido de tecnologia, conhece muito mais sobre smartphones, pode parecer sem sentido. Você escolhe bem, escolhe o melhor para você. Mas nem todo mundo dá tanta importância a esses gadgets assim, e muita vezes, só quer algo que funcione minimamente bem e que caiba no orçamento.

Você concorda? Por que você acha que algumas empresas passaram a lançar tantos aparelhos?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Alexandre Rocha 18/09/2017

    Toda empresa visa lucro e claro que tem que copiar a que vende mais e mais lucra! Povo aqui vive criticando ,mas esse pessoal daqui pareçe que só entende de tecnologia e nada de economia ,não sabem que 95 % das pessoas que compram smartphones não entendem nada ou muito pouco de tecnologia ,a maioria nem sabe o que é ,nem pra que serve uma atualização! Se o povo daqui fosse comandar a Samsung,ela já teria quebrado! Viva a diversidade ,aparelhos pra todos os gostos e bolsos!

  • David SEP 18/09/2017

    Quanta infantilidade, bando de adolescente nerdizinhos pegando ar só porque um babaca gosta de se promover curtindo seus próprios comentários, vão crescer porra.
    Voltando ao conteúdo da matéria, temos aqui os dois lados da moeda, se você compra um aparelho pensando nas especificações tecnicas, tem mais é que se frustar mesmo, pois ou você gasta um pouco mais pra ter um modelo top de linha ou vai ter que trocar de aparelho toda semana, mas sabemos que não é isso que as empresas estão levando em conta. Pensando no financeiro e no marketing, as empresas de todos os setores, não só as de telefonia, apostam em produtos para todos os gostos e bolsos, o que, em tempos de crise me parece ser o mais coerente, sobrevive no mercado quem melhor se adaptar.

  • Tadeu Sales 18/09/2017

    Melhor matéria que ja li até hoje aqui no AP. Show de bola, PARABÉNS!!!
    Gente nova???
    Pq nem parede aqueles textos bobos e sensacionalistas padrão Sônia Abrão.

  •   26
    Conta desativada 18/09/2017

    "Manda mais que ta pouco", gostei, muito bom o titulo, bem bolado (como diz o Silvio Santos).

  • Willian 18/09/2017

    Acho saudável para o mercado, complicado para as empresas (em relação ao suporte/atualizações/etc) e extremamente confuso para o consumidor final.
    O tema divide minha opinião quando penso nos consumidores que não podem optar pela melhor opção, ainda mais quando penso que aqui nesse país a melhor opção nem sempre é tão melhor assim (preços absurdos), por motivos que nós conhecemos bem.

104 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • E tem mais.
    Se fala de tanta quantidade de aparelhos no portfólio, mas não se pode esquecer que mesmo 1 aparelho tem, pelo menos, duas variantes diferentes (por exemplo, uma com 1 chip, outra com 2 chips, outra com 2 chips e TV, uma com 2 GB de RAM e outra com 3 GB, uma com Snapdragon 400 e outra com Snapdragon 600, etc.).


  • O texto diz e mostra com imagem que "a atual linha iPhone tem 8 aparelhos", mas tem um detalhe importante: a Apple não esquece de dar suporte pra nenhum deles. Um tem tela menor, outro tem 3D Touch etc, e entra ano e sai ano e os iPhones estão atualizados com o que há de melhor no sistema da Maçã, e a marca lucra muito com isso pela confiança e certeza do suporte. Ou seja, vale a pena comprar um celular de 2 anos atrás que a Apple tem atualização pra fazer. O que não podemos falar o mesmo da maioria dos Androids, que quanto maior a linha, mais esquecidos os aparelhos ficarão.


    • Verdade, tenho um 6S Plus e estou tranquilo por mais 3 anos fácil, minha mulher quer um Android e estou pensando num S6 mas já estou de olho na atualização, será que vai até o Android 8?
      Ou seja, aparelho de apenas um ano e já é uma dúvida se atualiza ou não..
      Quem sabe?!


  • Ótima matéria Stella


  • Android Pit poderia fazer uma análise dos modelos da TP-Link que estão sendo vendidos no Brasil, a empresa tá expandindo sua linha, será que está fazendo sucesso? São bons os smartphones?


  • Gente curto muito o canal da Stella Dauer no YouTube. Gosto dela porque se ela der algum ponto negativo em algum produto que está apresentando, ela faz isso sutilmente sem ficar esculachando o produto ou a marca. Ela tem muito aquela consciência de que o que não foi interessante pra ela não significa que não será interessante pra você ou vice versa.


  • pra ganhar dinheiro

    Conta desativada


  • junta tudo isso as atualizações


  • O problema disso é que acaba desvalorizando e defasando os aparelhos com mais velocidade

    CAV


  • É sempre o mais do mesmo, mudanças muito pequenas para todos os bolsos...
    Mas isso não é ruim, aliás é muito bom porque vem, a cada lançamento, a atingir maior público...
    Várias surpresas agradáveis está na Gama Baixa, preços de até os 100 dolares...
    Vários fabricantes surpreenderam e surpreendem com boas construções de entrada, e algumas chegam a se equiparar a gamas mais superiores...
    Quanto mais produtos na prateleira melhor para o consumidor que pode ter um excelente smartphone à altura do seu bolso, já que esse mercado, que é de ouro, não chegou ainda à 50% de sua potencialidade...
    Pena que as atualizações de hardware e software passam ao largo das intenções dos fabricantes...
    Mas viva a diversidade de produtos, para todos os gostos, bolsos, etiquetas e atrações blues...
    No campo das idéias, falta aos fabricantes associar suas marcas às apaixonadas torcidas futebolísticas...

    Conta desativadaConta desativadaConta desativadaConta desativadaConta desativada


  •   101
    Conta desativada 18/09/2017 Link para o comentário

    Mais aparelhos, mais dinheiro para as fabricantes...


  • Eu valorizo o meu dinheiro por isso eu importo,pago barato no smartphone com poder de fogo,e tenho a garantia de atualização por um bom tempo... Xiaomi na cabeça sempre.

Mostrar todos os comentários