Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 73 Comentários

Quantum GO 2 chega com novo visual, mais RAM e custando R$ 899

A Quantum está atualizando sua linha de smartphones intermediários agora no primeiro semestre do ano. Após a chegada do Muv Up, a empresa resolveu anunciar hoje (04/3), o sucessor do Quantum GO, modelo de estreia da marca no mercado e que também se tornou bastante popular. Conheçam a seguir o Quantum GO 2.

O design foi o ponto que a empresa mais modificou. Pode-se dizer que o Quantum GO 2 é uma versão menor do Quantum Muv Up. O modelo novo tem linhas menos retas e traz o sensor biométrico em sua parte superior traseira, logo abaixo da câmera de 13 megapixels e abertura f/2.0.

O Quantum GO 2 sai de fábrica rodando com Android 7.0 Nougat e interface do usuário pouco alterada, que é uma estratégia da marca com relação a experiência de uso. O painel AMOLED se manteve o mesmo, com 5,0 polegadas de diagonal e resolução HD.

quantum g 2 launch
Quantum GO 2 / © Quantum

Os pontos fortes do hardware do Quantum GO 2 são: bateria maior, de 2.500mAh (contra 2.300mAh do modelo anterior), e memória RAM de 3GB. O processador que embala o modelo é o MediaTek MT6753 octa-core de 1,3 GHz, que traz a placa gráfica Mali-T720MP3. Este processador é o mesmo presente no Quantum GO de primeira geração com 4G.

Quantum GO 2: especificações técnicas

Sistema operacional Android 7.0 Nougat
Tela 5" HD AMOLED
Processador MediaTek MT6753
Núcleos 8
Velocidade máxima 1,3GHz
RAM 3GB
Armazenamento 32GB (+128GB via microSD)
Câmera frontal 13MP com flash - f/2.2
Câmera traseira 13MP com flash - f/2.0
Bateria 2.500 mAh
Extras Dual-SIM, 4G, Wi-Fi 802.11n, Bluetooth 4.1

Quantum GO 2: disponibilidade e preço

O Quantum GO 2 já está disponível para compra no site da Quantum por R$ 899 à vista ou R$ 999,00 no prazo. É possível comprar o aparelho nas cores azul e rosa, e a marca está enviando na caixa uma capa extra na cor preta, além de fones de ouvido e carregador.

E aí, o que você achou do Quantum GO 2? O update com relação ao seu predecessor foi justo?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Moisés 03/05/2017

    Alguém mais acha a estratégia da Quantum confusa?

    Veio o Go em 2015.
    Em 2016 o Müv, Müv Pro que me parecem inferiores ao Go. Depois veio o Fly para ser seu flagship.
    Aí em 2017 o Müv Up e o Go 2.

    E os preços parecidos....

  • Henrique P. 03/05/2017

    Nem tanto. Dá pra concorrer com o G5 mas a fama da linha Moto G pesa mais

  • Guilherme Bortoli 04/05/2017

    Tive o primeiro Quantum GO. Tinha um desempenho bom, pelo preço que paguei na época (comprei no lançamento, e paguei 800 reais no modelo 4G com 32gb). mas dps de algum tempo apresentou defeitos chatos. Problemas com o GPS, com ligações desligando sozinhas... e mais recentemente o mais irritante: O Wi-Fi parou de funcionar. Semana passada troquei por um Moto Z Play, e dificilmente volto pra Quantum. Os celulares tem um bom preço, e até apresentam um bom desempenho, mas tem vários problemas chatos que atrapalham a experiência do usuário.

  • Diogo Travassos 03/05/2017

    Povo reclamando da tela... Vocês precisam pensar que o mundo não se resume aos seus gostos, muita gente prefere uma tela de 5 pol a uma maior, vale lembrar que a tela amoled consome menos bateria. Eu já tive o GO de primeira geração e posso dizer que é um excelente aparelho.
    Quanto ao Mediatek, que mais e mais empresas usem esse e outros processadores, o mercado só tem a ganhar com concorrência, outras alternativas significa melhor preço e briga por desempenho.

  • Kaique Iglesias 03/05/2017

    Aparelho fantástico, preço acessível, design simples e bonito, características ótimas também. Quantum surpreendendo mais uma vez.

73 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • O povo só reclama é incrível. Aonde vai arrumar um celular com 3gb de ram por 800 pila sem ser os leco leco da china sem garantia?


  • lixo de bateria!


  • aparelho bem bonito, mas o resto.... rs

    Conta desativada


  • Prefito importar um oukitel u13 que tem o mesmo processador, tela 5,5" full hd, 3gb ram, e 64gb rom, e estava em promoção na gearbest, mesmo com as taxas sairia por menos de 800 reais


  •   62
    Conta desativada 04/05/2017 Link para o comentário

    Se eu fosse a Quantum, eu faria parceria com Snapdragon, pois a maioria prefere, e fica mais fácil na hora da atualização de sistema. A empresa usando os Media Tek, ela perde um pouco mercado. Para a empresa se firmar e fincar raízes, precisa ousar mais, essa bateria de 2.500 mAh, é muito fraca para o tamanho de tela. Só tela Amoled não resolve, requer boa otimização sistêmica. Fiquei desapontado, pois esperava mais da Quantum. Quando liguei para o suporte dela, demorou-se mais de 10 minutos para ser atendido. Precisa focar em muitas coisas a Quantum.

    Hoje no Brasil, ao meu ver, não tem para onde correr, pois quem não deseja importar aparelho, fica restrito a Lenovo ou Samsung. LG e Sony, possuem aparelhos muito ruins em suas configurações e a Sony claro, caríssima

    Espero que a Quantum aprenda com seus erros, para competir nesse mercado, pois para ser apenas mais uma, fica inviável.

    Caso venha o Fly 2, tenha de fato solucionado todos os problemas do seu antigo aparelho e '' top de linha '' da empresa, como a mesma cita, embora seja um bom intermediário, porém precisa ser mais eficiente.


  • Bateria podre de 2.500 mAh, mesmo processador da primeira geração e tela HD? O que essa Quantum anda fumando? Esse Quantum GO 2°.Geração já chegou ao mercado como um lixo sem mercado. O Moto G 5°.Geração é muito mais telefone, mesmo sem a tela AMOLED.

    CAV


  • acredito que a quantum ainda tem milhares desse processador em estoque, não é possível que ainda usem o mesmo em todos da fabricante, acho que só o fly tem um melhor ou diferente


  • tenho o quantum go e o adquiri sabendo que era o melhor custo benefício de 2015. A evolução para o 2 não foi tão grande mas o preço está competitivo e manteve a tela amoled um dos pontos fortes da linha.


  • Quero entender a Positivo/Quantum. Lança um sucessor dois anos depois com o mesmo processador! Pra concorrer com o Moto G5 é pouco. Quem compra celulares nesta faixa de preço normalmente não sabe diferenciar os processadores, mas sabe perceber a economia de energia de um.

    Conta desativadaConta desativada


  • Essa bateria não vai render... Tem opções melhores nessa faixa de preço.

    Conta desativadaConta desativada


  • Não que ele seja ruim, mas a Quantum poderia ter trazido ao menos uma tela Full HD e uma bateria com 3000 mAh!


  • Por esse preço é melhor ir de Fly. Mas mesmo assim tem mais barato e melhor como Vibe K6.


  • Se esse carinha tivesse o SD615 ou 625 a aceitação da galera iria ser melhor, ou até mesmo a Quantum tivesse atualizado o processador para um MT mais atual melhor seria uma boa, mas lançar tudo com o mesmo é da um tiro no pé.


  • o cara tem que ser bem aventureiro p encarar um quantum........ mas enfim, tem mercado p todos!

    CAV

Mostrar todos os comentários