O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

6.314 Compartilhado 493 Comentários

Review do Quantum GO: modelo dourado com 4G chega ao mercado online!

O Quantum GO é fruto de uma nova marca de smartphones brasileira, a Quantum. O projeto foi financiado pela Positivo Informática, que também fornece toda a estrutura necessária para a produção do modelo em sua fábrica localizada em Curitiba, no Paraná. O novo dispositivo traz características interessantes e preço competitivo, que deve incomodar concorrentes como a Motorola e a Xiaomi. Saiba tudo sobre o dispositivo na análise a seguir.

Atualizado: Confira novos preços e as novas cores do Quantum GO na seção "Data de lançamento e preço", logo abaixo.

Avaliação

Prós

  • Tela
  • Software
  • Acabamento
  • Armazenamento

Contras

  • Bateria (velocidade de carregamento)

Data de lançamento e preço

O Quantum GO foi lançado durante um evento da Quantum no dia 3 de setembro de 2015, em São Paulo. O dispositivo é comercializado através da loja virtual da Quantum, em varejistas online e em pontos físicos em shoppings centers.

A empresa o está comercializando em três opções de cores, são elas: dourado, cinza e branco (Branco não disponível para o modelo 3G de 16GB). Os preços cobrados pela Quantum por seu novo dispositivo são:

  • Quantum GO 3G com 16 GB: R$ 899,00
  • Quantum GO 4G com 16 GB: R$ 999,00
  • Quantum GO 4G com 32 GB: R$ 1.099,00

Saiba onde comprar o Quantum GO na seção "Onde Comprar", ao final deste artigo. 

Desenho & Qualidade de Construção

O acabamento do Quantum GO é um ponto que chama muito atenção em diversos aspectos. O primeiro deles são as dimensões e o peso do dispositivo, que possui 0,65 cm em seu ponto mais espesso e pesa apenas 115 gramas. Outro aspecto que é notado logo no primeiro contato com o dispositivo é a qualidade dos materiais utilizados em sua construção. Com exceção do Positivo Octa, não me recordo de outros dispositivos intermediários que tenha o acabamento em vidro em toda a sua parte traseira e frontal. 

frontquantumgoreview
Parte frontal do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

A moldura do Quantum GO consegue enganar até os mais atentos, visto que dificilmente você notará que ela é construída em policarbonato. A textura não muito lisa e a temperatura gelada atingida pelo revestimento aplicado por cima do policarbonato são excelentes, passando fielmente a sensação de revestimento em metal.

lateralquantumgoo
Espessura do Quanto GO comprada com a do iPhone 6. / © ANDROIDPIT

Nos últimos dias, o Quantum GO me acompanhou em diversos lugares e, consequentemente, precisei depositar o dispositivo em superfícies ou compartimentos com texturas e aspectos diferentes. Inicialmente, não notei nenhum tipo de desgaste, arranhão, risco ou destacamento de suas extremidades. 

contatoquantumgo
Meu uso com o Quantum GO.  / © ANDROIDPIT

Segundo a Quantum, todos os materiais utilizados na fabricação do Quantum Go foram submetidos a testes de impactos e situações de usos cotidianos. O vidro Gorilla Glass 3, da Corning, oferece mais proteção contra riscos, enquanto a moldura do dispositivo recebe um tratamento com choque térmico, que garante a durabilidade do material a longo prazo. Além disso, foi desenvolvido um método especial de polimento que também ajuda na fixação da cor e da textura, evitando assim destacamentos ou desbotamento. Entretanto, devo salientar que nenhuma tecnologia resiste a usos inapropriados. 

Mesmo com linhas retas e superfície sem nenhum aspecto côncavo ou ponto curvo, o Quantum GO consegue conferir uma pegada muito confortável. O tamanho compacto do dispositivo contribui para um manuseio mais aderente, apesar do uso de vidro na parte traseira do modelo. 

teaseropcionalquantumgo
Acabamento do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

A parte frontal do dispositivo é muito minimalista, com bordas salientes na parte superior e inferior. É inevitável não comparar o modelo com qualquer dispositivo da série Xperia Z, da Sony, como o Xperia Z3 ou Z3 Plus. Em minha opinião, essa comparação é muito bem-vinda para um dispositivo intermediário com produção local, visto que a Sony é uma das poucas fabricantes que possui suas próprias diretrizes de design e reconhecimento mundial quando o assunto é qualidade de construção.

slotsquantumgo
Slot para cartão microSD (esquerda) e dual-SIM (direita). / © ANDROIDPIT

A parte inferior abriga algumas perfurações que podem confundir um pouco os usuários. Embora o aspecto visual deixe a entender que existem duas saídas de áudio inseridas verticalmente, na verdade apenas uma delas corresponde ao speaker mono do dispositivo. A segunda grade é apenas para equilibrar o design do dispositivo.

speakerquantumgo
Saída de áudio do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

Na parte superior temos uma conexão micro USB e uma entrada para fones de ouvido no padrão P2. Esse posicionamento da entrada micro USB na parte superior não me agradou muito, mas isso é mais uma questão de gosto pessoal do que de usabilidade.

superiorquantumgoreview
Parte superior do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

Na caixa, a Quantum envia o essencial e, por sinal, com bastante qualidade. Temos uma antena específica para o funcionamento da TV digital no dispositivo, manuais de instrução, pinça para remoção da bandeja do chip SIM e microSD, carregador de viagem com cabo USB e fone de ouvido intra-auricular com cabo flat. A caixa é bem compacta e minimalista.

Tela

Como mencionei no meu hands-on, a Quantum optou por utilizar a resolução HD (1.280 x 720 pixels) em um display AMOLED com 5 polegadas e 293 ppi. Particularmente, acho essa resolução de tela pouco confortável para essa proporção, mas no uso diário esse aspecto acaba virando um detalhe. As cores e o contraste do display são ótimos, além do preto profundo característico da tecnologia AMOLED.

teladoisquantumgoreview
Tela HD AMOLED do Quantum GO.  / © ANDROIDPIT

Entre as configurações de tela do dispositivo encontramos uma tecnologia chamada MiraVision, da MediaTek. Essa tecnologia é responsável por realizar o processamento de imagens e vídeos exibidos pelo dispositivo, algo semelhante ao que é feito pela Mobile Bravia, da Sony, ou a Splendid, da Asus. O assistente da MediaTek calibra automaticamente as cores, contraste e nitidez da tela de acordo com o conteúdo que está sendo exibido.

amoledquantumgo
Detalhes da tela do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

A tela do Quantum GO não é muito reflexiva e, em condições de alta luminosidade ela se saiu muito bem, mantendo a legibilidade do conteúdo. Outro ponto que deve ser considerado com relação à tela é a eficiência energética proporcionada pelo uso da tecnologia AMOLED. Segundo a Quantum, a presença desse painel no Quantum GO contribui em aproximadamente 20% na economia de bateria do dispositivo.

telahdquantumgo
Tela AMOLED do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

Características Especiais

O Quantum GO possui TV digital integrada no padrão 1Seg. Esse padrão atinge resoluções mais baixas, que podem variar de acordo com a qualidade do sinal ou aspecto do visor, variando entre: 240x180 pixels, 320x240 pixels ou 320x180 pixels. Levando em consideração o tamanho da tela do Quantum GO e sua resolução, a TV digital do dispositivo acaba deixando um pouco a desejar.

No entanto, o padrão 1Seg é conhecido por consumir menos energia e também por exigir menos processamento do hardware para funcionar, resultando em uma performance melhor durante a movimentação constante do usuário, além de mais econômica para a bateria.

tvquantumgo
TV digital do Quantum GO no padrão 1Seg.  / © ANDROIDPIT

O software da TV é bem completo, com opções para gravar o conteúdo transmitido, guia de programação e controle do aspecto de exibição da imagem. O dispositivo acompanha uma antena específica para o funcionamento da TV, que deve ser inserida na entrada micro USB do Quantum GO. Sempre que essa antena é inserida no dispositivo o aplicativo de TV é aberto automaticamente.

Software

O Quantum GO sai de fábrica rodando com o Android Lollipop 5.1, com garantia de atualização para o Android 6.0 Marshmallow assim que possível. A Quantum oferece um sistema limpo e com poucas distrações visuais, assim como acontece com os modelos da Motorola. Os recursos proprietários da empresa estão presentes em forma de aplicativo, e alguns podem ser desinstalados pelo usuário.

Felizmente, a Quantum manteve todos os recursos nativos do Lollipop 5.1, como controle total sobre as notificações de aplicativos, nova tela de bloqueio e novas animações da Play Store, por exemplo. A barra de atalhos rápidos traz dois ícones diferentes, que agilizam o acesso do usuário às configurações do sistema, como uma opção para definir o intervalo de atividade da tela e configurações de perfis de áudio.

androidquantum
Android Lollipop 5.1 rodando no Quantum GO. / © ANDROIDPIT

Outro detalhe modificado pela Quantum foi a bandeja de aplicativos, que possui o fundo transparente e apresenta ícones ligeiramente maiores e mais espaçados. Para quem não se lembra, o Android puro traz os aplicativos dispostos em um quadrado branco. Particularmente, prefiro o fundo transparente que confere um aproveitamento de tela melhor, mas nada que o Google Now Launcher não possa resolver.

androidquantumgo
Gaveta de aplicativos do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

No total, o Quantum GO vem com 33 aplicativos pré-instalados de fábrica, dos quais 6 são proprietários da Quantum, os restantes são do Google. Não notei duplicidade entre os aplicativos embarcados de fábrica, exceto pelo fato de existir um player de música da Quantum e o Play Música.

Performance

O modelo enviado para testes é o topo de linha da Quantum, com conectividade 4G nos dois slots e 32 GB de armazenamento interno. O dispositivo é embalado pelo processador MediaTek MT6753 (64 bits), octa-core a 1,3 GHz, com 2 B de memória RAM DDR 3. A GPU que acompanha essa variante é a Mali-T720P3 a 450 MHz, capaz de rodar Real Racing 3, Wimp, Crossy Road, Subway Surf, Muffin Knight e Asphalt 8 com os gráficos no máximo (imagem abaixo). Fiz questão de instalar diversos aplicativos e submeter o Quantum GO em diversas situações de estresse e, felizmente, a performance do sistema se manteve fluida e estável. 

O multitarefa rodou com mais de 25 aplicativos abertos, com sincronização automática ativa, serviços de localização habilitados e todas as redes socais com notificações push, como Facebook, WhatsApp e Instagram. Algo que me chamou atenção foi a incompatibilidade do jogo Sonic Dash com o dispositivo, visto que na Play Store esse título está como incompatível para esse modelo. Entretanto, os jogos que mencionei acima rodaram sem queda de frames, travamentos ou congelamentos de tela.

asphaltquantumgo
Asphalt 8 com gráficos no máximo rodando no Quantum GO. / © ANDROIDPIT

A CPU da MediaTek realiza uma gestão inteligente dos núcleos, mantendo-os ativos apenas quando necessário. Além de economizar bateria isso evita aquecimentos desnecessários e perda de performance com o passar do tempo. De fato, nesses 7 dias de uso o Quantum GO se manteve estável desde quando o dispositivo tinha 33 aplicativos de fábrica, até hoje, após a instalação de mais 46 aplicativos que foram instalados nesse período de testes.

gamequantumgp
Wimp rodando no Quantum GO. / © ANDROIDPIT

A Quantum acertou em cheio na quantidade de memória RAM embarcada em todas as variantes do Quantum GO. Além de rodar o sistema sem engasgos, os 2 GB de RAM conseguirá manter o dispositivo com a performance equivalente mesmo após a chegada do Android Marshmallow. Abaixo, você confere o teste do AnTuTu realizado no dispositivo, mostrando que o Quantum GO, em números, entrega uma performance superior à do Motorola Moto G 2015, Moto X Play, Asus Zenfone 5 e LG G3.

antutudoquantumgo
AnTuTu do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

Áudio

O Quantum GO possui uma saída de áudio mono posicionada na parte inferior do dispositivo. O som reproduzido em modo viva-voz é satisfatório, com agudos mais intensos do que os graves. Quando depositado em alguma superfície plana o volume é ligeiramente intensificado. O player de música proprietário da Quantum dispõe de um equalizador e, caso você não utilize algum outro aplicativo que possua esse recurso, poderá equalizar os sons do sistema e de multimídia diretamente nessa opção.

O fone de ouvido que acompanha o dispositivo é muito bom, com cabo flat e formato intra-auricular, acompanhado por 3 pares de borrachas protetoras para o ouvido em tamanhos diferentes. Nota-se uma melhora considerável no áudio reproduzido pelo dispositivo com o uso do fone.

mochilaquantumgo
Fone d ouvido do Quantum GO.  / © ANDROIDPIT

Câmera

A câmera do Quantum GO possui 13MP e abertura f/ 2.0. O sensor do dispositivo é o ISOCELL fabricado pela Samsung, com tecnologia BSI (Backside Illumination), que aumenta a sensibilidade da luz em ambientes com iluminação baixa. O software da câmera traz alguns modos interessantes, como a possibilidade de capturar imagens automaticamente exibindo o número dois com as mãos (sinal de paz e amor).

Existe um aplicativo instalado no dispositivo chamado "Selfie", que inícia a câmera frontal do dispositivo com o modo de beleza automaticamente ativado. É possível controlar a intensidade desse efeito para que o seu rosto não fique totalmente ofuscado. Esse aplicativo oferece um modo HDR e uma opção de lanterna, que transforma a câmera em um pequeno espelho na parte superior da tela e preenche as demais áreas do display com um fundo branco. 

camquantumgo
Câmera do Quantum GO. / © ANDROIDPIT

A câmera frontal do Quantum GO possui 5MP, que além dos modos que mencionei acima, possui um ângulo de visão de 84 graus voltado para selfies em grupo. A captura de imagens por intermédio desse sensor é rápida, mas deve ser usado com parcimônia em ambientes com baixa iluminação.

O sensor traseiro captura imagens rapidamente e conta com uma tecnologia chamada de Quantum Resolution, que transforma as fotos de 13 MP em 24 MP. Essa tecnologia procura oferecer um maior nível de detalhamento do que os sensores equivalente com a mesma resolução. Abaixo você confere algumas imagens capturadas com o dispositivo.

A câmera traseira do dispositivo é indicada para uso em redes sociais, visto que nesses sites é realizada uma compactação da imagem, fazendo com que a perda na qualidade da foto não seja sentida. Se você procura por um dispositivo intermediário que captura imagens apenas "ok", o Quantum GO é uma boa pedida. Para os mais detalhistas em fotografia, o dispositivo pode desagradar um pouco.

Bateria

O Quantum GO possui uma bateria de 2.300 mAh em todas as suas variantes. Como mencionei acima, o processador da MediaTek contribui para um gerenciamento mais eficiente do consumo de energia com a tecnologia CorePilot. O chipset distribui de maneira uniforme a frequência de operação (clock), fazendo com que os oito núcleos da CPU não fique ativos desnecessariamente.

A autonomia do dispositivo está dentro da média entre os intermediários que possuem 4G em ambos os slots, não chega a ultrapassar o Redmi 2, mas oferece um período satisfatório fora da tomada. Esses são os meus números obtidos com o Quantum GO:

  • Dois slots ocupados em 4G: 8 horas (uso intermediário - e-mails, Facebook, WhatsApp e Instagram)
  • Um slot ocupado em frequência 3G: 9 horas e meia (uso intermediário - e-mails, Facebook, WhatsApp e Instagram)
  • Wi-Fi: 11 horas (uso avançado - jogos, facebook, e-mails e Google Chrome)
  • Wi-Fi_ 12 horas e 42 minutos: (uso moderado - WhatsApp e Instagram)

Não notei nenhum tipo de aquecimento no dispositivo durante esses 7 dias de uso. Mesmo com o revestimento em vidro, a temperatura do Quantum GO esteve normalizada durante meu uso. O carregamento do dispositivo é um ponto negativo, visto que ele levou 3 horas e meia para completar o carregamento em seu carregador, e quase 5 horas pelo cabo USB conectado em um MacBook.

androiduserquantumgo
Temperatura do Quantum GO se manteve regular. / © ANDROIDPIT

Meus testes foram realizados com notificações push ativadas (imagem acima), brilho entre 35% e 60%, serviços de localização ativados e 63 aplicativos instalados. Quando o modo de economia está ativado e o dispositivo atinge 15%, automaticamente todas as transparências do sistema são desativados, além do brilho da tela ser reduzido. O teste foi realizado em São Paulo, portanto, lembre-se que a autonomia pode variar para cada usuário dependendo da qualidade do sinal da operadora e condições de uso.

Especificações Técnicas

Sistema operacional Android 5.1 Lollipop
Tela 5 polegadas AMOLED
Resolução HD (720 x 1280 pixels)
Processador MediaTek MT6753
MediaTek MT6592M  (3G)
Núcleos 8
Velocidade máxima 1,3 GHz
Memória RAM 2 GB DDR3
GPU Mali-450 a 700MHz
Mali-T720 a 450 MHz (4G)
Memória interna 16 GB/ 32GB 
32 GB (4G)
MicroSD até 32 GB
Dual-SIM 2G/3G - 3G/4G
USB On-the-Go (USB OTG)
Rádio FM
TV Digital 1Seg (320×240 pixels)
Bateria 2.300 mAh
Dimensões 14,5 x 7,15 x 0,65cm
Peso 115g
Conectividade Bluetooth 4.0 + LE, GPS e A-GPS,  Wi-Fi 802.11b/g/n, FFD LTE,WCDMA e GSM

Veredito Final

O Quantum GO é um dispositivo que oferece boas especificações e usabilidade excepcional com o sistema, além de um acabamento acima da média entre os intermediários disponíveis no Brasil. Muitos fabricantes desenvolvem dispositivos pouco interessantes durante um certo tempo, até que em algum momento a marca consegue acertar e lançar um produto interessante para os consumidores. Com a Quantum, em minha opinião, acontece o contrário, visto que o primeiro dispositivo da empresa chegou atraindo a atenção dos usuários. O armazenamento está acima da média para um intermediário nessa faixa de preço. A bateria atinge números satisfatórios e deixa a desejar apenas na velocidade de carregamento, entretanto, acredito que alguma futura atualização de software possa mudar isso. A câmera é razoável e não deixará os usuários de redes sociais na mão. 

Por fim, posso dizer que a minha experiência com o Quantum GO foi excelente. Não existe um dispositivo que seja totalmente desprovido de defeitos, mas a Quantum soube investir em detalhes que são frequentemente solicitados pela comunidade de usuários Android, como software sem interferências visuais, armazenamento grande e expansível, processador e memória RAM que aguentem funções diversificadas sem comprometer a experiência de uso.

E aí, o que você achou do Quantum GO?

Onde comprar

A Quantum resolveu disponibilizar o Quantum GO em alguns varejistas online, são eles: Americanas, Shoptime, Submarino, Casas Bahia, Extra, Mercado Livre e Ponto Frio. Além disso, a empresa manteve os quiosques de degustação que estão espalhados pelos principais shoppings brasileiros, permitindo ao usuário testar e ter o primeiro contato com o dispositivo antes de efetuar a compra online.

Se você está interessado no Quantum GO, encontre o quiosque da Quantum próximo de sua casa através desse link. Caso você já conheça o dispositivo e esteja procurando por ofertas, confira abaixo as lojas que já estão vendendo o Quantum GO:

*Consulte a disponibilidade e as cores através dos links acima. Preços atualizados em 19/04/2016.

6.314 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • José Fagundes 11/set/2015

    que julgamento absurdo! Acho que você deveria entender mais sobre marcas e suas subdivisões. A Volkswagen é dona da Porsche e Audi e nem por isso essas marcas luxuosas recebem preconceito. A Fiat tem a Ferrari e nem por isso uma Ferrari é Fiat

  • Isaías J. 11/set/2015

    Não gosto nem um pouco dessas bordas tipo iPhone, a de cima e a de baixo, dá um visual muito antiquado à qualquer aparelho. Para mim o 1 Moto X é o que tem a frente mais bonita de todas. Uma tela tem que tomar no mínimo 70% da frente, o ideal é 80%. Porem o aparelho tem mais positivos que o negativo do tamanho da tela. Aparelho com menos de 8mm de espessura. 2GB de Ram DDR3 , tem muito Smart caro aí usando DDD2, mas muito mesmo. Tela de AMOLED, tô querendo muito um aparelho com ela. O processador tem fôlego de sobra para rodar qualquer app por muitos anos, ainda mais estando apoiado por 2GB de DDR3, e esse dois CPU's estão 'underclocked' , o clock nativo deles é de 2GHz do modelo 3g, e 1,5GHz do modelo 4g, o que dá espaço para fazer overclock e ver o aparelho passar fácil dos 40.000 no Antutu. E tudo isso por um preço nada especulativo. Nota 8, no momento não vejo melhor custo/beneficio.

  • Gaki Kunashii 11/set/2015

    Não sou de criticar opiniões, e nem comentários de usuários, mas me desculpe Spike, você esta sendo muito incoerente e ainda sofre de desinformação. Tente pesquisar um pouco sobre como foi idealizada a empresa Quantum. Comprando ou não de seus produtos, temos que pelo menos ter o mínimo de respeito, por se tratar de uma empresa Brasileira, que quer oferecer produtos de bom acabamento e com preços acessíveis mesmo em tempos de crise. Empresas assim abrem portas e oportunidades para nós brasileiros, tanto em empregabilidade e em mercado. A Positivo, comprou a idéia dos empreendedores da Quantum, e por mais que a Positivo sofra criticas temos que agradecer a essa oportunidade dada a um produto Brasileiro.
    Sei que é sonhar demais, mas com o advento da empresa eu passei a acreditar em uma possível chegada do Android One ao Brasil (que segundo a google chegaria em 2016 – quem sabe seja pelas mãos da Quantum).
    Não estou lhe dizendo para comprar os produtos da empresa, mas sim ter pelo menos o minimo de respeito.

    Pense nisso garoto!
    Abraços.
    Valeu!

  • Rodrigo J. B. Duarte 11/set/2015

    Meu Deus! Que opção extraordinária pro nosso mercado! Eu vou indicar muito esse smart pra todo mundo. Não quero nem saber! As grandes estão muito mal acostumadas. Quero ver agora com esse concorrente incrível aí! Na minha opinião a versão de R$ 899 simplesmente humilha! Sorte pra Quantum, que cresça muito porque já começou surpreendendo! \o/

  • Felipe Maior 11/set/2015

    Vergonha para os grandes fabricantes, afinal é o único modelo de smartphone que oferece 32gb internos a menos de R$1.000,00! E ainda vem com uma configuração muito boa e OS atualizado. A competição está acirrada...pra mim o Moto G3 já perdeu e ZF5 apesar de mais barato não compete nem design, nem em armazenamento e nem na tela Amoled. Estou realmente surpreso com esse lançamento vindo daqui de dentro! É um orgulho ter finalmente um aparelho para competir no mercado! Agora temos que ver como ele se comportará ao longo do tempo (se vai dar muitos bugs e problemas) e se a assistência será boa. De resto, não há o que reclamar considerando a concorrência.

493 Comentários

Escreva um comentário:

  • Eu realmente queria algum review da versão 3G com processador e gpu mais básicos. Em canto nenhum vi nada relacionado e.... Bem, pelos valores atuais estou praticamente entre a versão básica e o vibe k5


  • Sempre ouvi sobre o superaquecimento dos Quantum GO. Mas qual dispositivo não esquenta? Principalmente rodando tantas tarefas ao mesmo tempo...


  • Eu tive um Quantum Go e é um ótimo dispositivo, mas tive problema de superaquecimento enquanto usava o GPS, sempre aparecia uma mensagem pedindo para desligar o Smartphone e esperar esfriar.


  • Borda demais. Fico feio.


  • Qual a dificuldade de vocês colocarem o tempo de tela ligada, me desculpe mas é com isso que eu mais me preocupo no quesito bateria.


  • Comprei o celular em novembro do ano passado. Minha única reclamação é que esquenta bastante, mas esfria bem rápido até. Em relação ao tempo de carregamento, eu levo geralmente cerca de 2 horas pra carregar de 10% até 100% e se tiver com o telefone desligado cai pra 1h45min. Não tive problemas com fragilidade, comprei junto a capinha protetora que vende no site mesmo. Celular continua em perfeito estado, nunca me deu nenhuma dor de cabeça.


  • Um dos melhores custo/beneficio da atualidade, sem sombra de dúvidas!


  • Atualmente o melhor dispositivo por mil reais, é o lenovo vibe k5, mais o quantum go é uma ótima opção até pelos 32 gb de armazenamento


  • Alguém aí usando o QGo por um longo tempo? Impressões? Gags? Como está o aparelho depois de um uso longo? Obrigado


    • Comprei o meu em novembro, aparelho simples muito bom e rápido. To bastante satisfeito, a bateria em uso moderado da pra durar um dia usando face, músicas, YouTube, jogos e 4g.


      • Ace, você já tem alguma informação sobre o como é o pós-venda da Quantum?


      • Um colega de trabalho comprou depois de usar o meu, porém o dele veio com defeito no microfone, ele solicitou a troca pois não tinha passado o prazo de sete dias. Mandou o aparelho pra quantum pelos correios eles repararam o defeito mas não trocaram. Maior vacilo, mas porém o tramite todo foi bem rápido.


  • Tive um. Olhando o aparelho é bem bonito, tem uma construção interessante, mas, pegando nele, dá pra ver que ele é construído em plástico. O detalhe da capa traseira é muito bonito, mas os dois vidros me deram uma sensação de insegurança enorme (não gosto de usar meus aparelhos com capa). Só tive um pequeno grande problema, o som do alto falante era muito baixo mesmo. Em casa até que dava pra usar, mas, na rua, no metrô ou mesmo no shopping, era impossível. A empresa falou que iria consertar o problema via software, mas não paguei pra ver e devolvi o aparelho. Talvez tenha sido só um problema da versão que eu comprei (era a de entrada), mas não sei dizer.
    No geral, é um bom aparelho de entrada. Só um destaque para câmera, que eu achei que faz um bom trabalho, mesmo em ambientes escuros.


  • Preço bom, boas referencias, boas críticas e Android Clean. Tem tudo pra ser um sucesso de vendas.
    Só falta o brasileiro começar a dar valor ao produto nacional que às vezes pode ser muito melhor que o importado!


  • Eu teria um Quantum fácil. Faltou apenas comentar sobre assistência.


  • bom Smartphone


  •   21

    Esse smartphone já se tornou obsoleto!! E em vez de cair o preço sobe!Essa marca não vai mesmo pra frente!

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações