Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

4 min para ler 15 Comentários

AOKP em teste: bonita, mas instável

A ROM customizada do unicórnio foi testada pelo AndroidPIT nesta semana. Mostraremos como essa variante da AOSP pode ser interessante, mas também instável. Veja aqui quais são as suas vantagens e desvantagens com relação ao CyanogenMod e companhia.

nexus
AOKP em teste. / © ANDROIDPIT

AOKP é a abreviatura de Android Open Kang Project. O Kang não tem significado especial, e o mesmo vale para o símbolo do unicórnio. Em princípio, a ROM customizada está disponível para os dispositivos high end, e aos poucos a dedicada comunidade vai aumentando a lista com aparelhos de outras categorias e mais antigos.

Além das típicas vantagens de uma ROM customizada, como o maior tempo de suporte e as atualizações mais rápidas do que das fabricantes, a AOKP conta com algumas funções bem úteis, que mostrarei a seguir.

aokphomescreen
Tela de bloqueio e tela de início da ROM AOKP. / © ANDROIDPIT

 Personalização de quase tudo

O visual da AOKP é extremamente personalizável. Isso se deve ao fato de que o motor de temas do CyanogenMod foi completamente integrado. Pude instalar sem problemas o Android L Theme do tung91 (confira as capturas de tela deste artigo).

Mas não é só isso: bem acima da tela de bloqueio as notificações são mostradas com números (“8 apps atualizados”, por exemplo). De lá pode-se descartar a notificação ou ir diretamente para o respectivo app.

Em todos os lugares imagináveis podem-se acrescentar favoritos, seja nas configurações rápidas, nos menus laterais ou no anel de navegação.

aokpconfig
As notificações são mostradas também no Heads-up Display, e as configurações rápidas podem ser mostradas em telhas ou lista. / © ANDROIDPIT

Controle da ROM: as configurações do projeto Kang

Em vez de adaptar as configurações do Android às próprias funções da ROM, como faz o CyanogenMod, a AOKP moveu todas as suas funções para um único serviço chamado “Controle da ROM”. Aqui estão as principais opções de configuração nele presentes:

  • Uso da RAM na janela de apps atuais;
  • Notificações na tela de bloqueio;
  • Mostrador da bateria em porcentagem;
  • Mudança do visual das configurações rápidas;
  • 5 objetivos no anela de navegação
  • Sem aviso de volume nos fones de ouvido;
  • Menu lateral;
  • Mudança das animações da interface de usuário;
  • Configurar LED de notificações para cada app individualmente (cor e intervalo);
  • Ativação automática da tela inteira em determinados aplicativos;
  • Display Heads-up.
aokprom
No item "Controle da ROM" todas as opções de configuração são mostradas. / © ANDROIDPIT

AOKP em teste

À primeira vista, a AOKP brilha com sua quatidade de opções e seus updates regulares. Com algum tempo de uso, contudo, começamos a notar alguns problemas. A equipe da ROM promete em seu site duas atualizações mensais em forma de Snapshots (como ocorre na CyanogenMod), mas ao menos para o Nexus 5, essas atualizações nunca chegaram. Quem não consegue produzir um software estável para o smartphone de referência da Google, certamente terá problemas com os outros, não?

Dito e feito. Em nosso teste com a última Nightly, nos deparamos com vários travamentos e mensagens de erro. Tivemos inclusive de interromper o nosso teste com o Oppo Find 7, pois o aparelho só podia ser ressuscitado com um hard reset (continuamos o teste com um Galaxy Nexus).

O potencial da ROM é enorme. Ela oferece todas as ferramentas para que o projeto seja otimizado. Por exemplo, com o mGerrit (o único app nativo da ROM além do Launcher3), o usuário pode ter uma visão geral da central de desenvolvimento do projeto, podendo colaborar ativamente com relatórios de bugs e sugestões de correções.

Conclusão

A AOKP reduz a presença do Google ao mínimo, e também abre mão de aplicativos extras. Apenas o Controle da ROM e o mGerrit aparecem na gaveta de aplicativos nessa econômica ROM. Essa filosofia irá certamente agradar a muitos usuários fartos das skins das fabricantes.

A interface de usuário da AOKP é particularmente adaptável ao gosto de cada um. Todas as transições de apps podem ser alteradas na forma, cor, duração e animação, de modo a tornar única a sua experiência.

Pena que a equipe ainda não conseguiu desenvolver um Milestone estável para aparelhos importantes. Com isso, ela perde a confiança de alguns usuários, que automaticamente se voltam para a CyanogenMod ou a Paranoid Android (que surpreendeu a todos lançando as primeiras versões estáveis para os aparelhos da Oppo e da OnePlus). Portanto, a AOKP terá de sua a camisa para que seu unicórnio não entre em extinção.

Você pode instalar a AOKP a partir do site oficial da ROM.

15 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Eu uso CyanogenMod no meu Atrix 4G Jelly Bean 4.2.2 e ela simplesmente voa, eu acho que e a melhor e ela mesmo.


  • nunca fui muito fãn das aokp sempre tem alguma coisa que nao fica bom, mas reconheço que os developers dao tudo de si para desenvolver o projeto.


  • Usei ela por pouco tempo no meu G2, só que acabei optando pela Optimus G3, mesmo assim a rom parecia estável e não tive nenhum problema no tempo que estive com ela, e a gama de opções é relmente de impressionar..


    • Gabriel, qual tutorial você seguiu? Nunca troquei a rom dos meus smarts mas tenho vontade de trocar a do meu G2 pela interface do G3 que me agrada muito...


      • William, no YouTube tem o canal do Sektor, que tem uns videos ótimos, mostra como fazer root, custom recovery, voltar a ROM original, da pra seguir os videos tranquilos, e ele tbm faz uns reviews das ROMs.
        Já testei varias roms no meu G2 e a do G3 realmente foi a que mais me agradou, pode instalar sem medo, dica: use a ROM Optimus G3, que esta bem melhor e estável que a Cloudy G3.
        Outra dica: VC pode rootear, instalar custom ROMs, fazer tudo no celf, ai quando VC reinstala o ROM stock, eh como se VC não tivesse feito nada disso, ele tira root e tudo, resumindo, não perde a garantia. :D


    • Me confundi, na verdade a que cheguei a usar foi a SOKP, kkkk
      Mas pelo que vi, o principio das dias ROMs eh o mesmo, baseadas na CM, e com uma grande variedade de opções a mais, de qualquer forma, vou testar essa AOKP agora mesmo.


  • Alguem já testou no Moto G 16g Dual??


  • AFF , pra mim a AOKP é infinitente melhor que a cyanogem, usei ela quase um ano no meu S3 I9300, nunca tive um problema ou bug.


  •   33
    Conta desativada 21/08/2014 Link para o comentário

    Prefiro a CM mais por esse fator de integrar as opções


  • Android pit o tópico está de parabéns, eu uso aokp no meu moto X, fiz a mesma pergunta no Google + por que não sai a versão versão estável, eles responderam que as noites estava bem estável por isso não lancaram, outra a ROM para oppo find 7 so forram lançada apenas três night por isso está muito instável, tente uma ROM do galaxy s3(lançado 20 night) que desenvolvimento está muito na frente (avancado) e verá a diferença, outro detalhe é que a ROM está sendo toda traduzida para português br

Artigos recomendados