Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Review do Samsung Galaxy A9 (2018): câmeras demais, resultados de menos
Samsung Galaxy A9 (2018) Hardware Review de Smartphone 13 min para ler 12 Comentários

Review do Samsung Galaxy A9 (2018): câmeras demais, resultados de menos

Parece que com o Galaxy A9 (2018) o lema da Samsung era "mais é melhor": um smartphone com uma tela grande, um impressionante conjunto de quatro câmeras e especificações bastante poderosas para um aparelho de médio porte. E embora eu tenha iniciado esta análise com a mente aberta, este aparelho não impressionou no geral. Saiba mais nesta análise completa.

Prós

  • Tela excelente
  • Sem notch
  • Modo noturno especial para AMOLED em alguns apps
  • Fino e elegante
  • Entrada para fones de ouvido

Contras

  • As quatro câmeras na traseira não fazem muita diferença
  • Toque acidentais nas bordas
  • Impressões digitais pra todo lado
  • Não é fácil usar com uma mão só

Preço alto para um intermediário

O Samsung A9 (2018) chegou ao Brasil por R$ 3.199, mas hoje pode ser encontrado nas lojas por cerca de R$ 2.500. É um preço bem alto para um aparelho intermediário. Ele é bastante elegante e funciona bem, mas o consumidor que não fizer questão da marca Samsung pode encontrar boas opções na mesma categoria por menos.

Genérico, mas elegante

De frente, o Galaxy A9 parece bem genérico. Pode ser confundido com a maioria dos outros smartphones atuais da Samsung à primeira vista, especialmente se você escolheu a cor Caviar Black (Preto) , como a que usei para esta revisão. O telefone também está disponível nas cores Lemonade Blue (Azul) e Bubblegum Pink (Rosa), que lhe dão um pouco mais de caráter.

Com tela de 6,3 polegadas o A9 é bastante grande, mas ainda consegue parecer fino e elegante. Também é leve, com apenas 183 gramas. A tela ocupa quase a totalidade do painel frontal e felizmente não há nenhum notch. No entanto, as bordas superior e inferior são um pouco largas, o que pode não ser do agrado de todos os usuários. Vinda de um dispositivo mais antigo, eu sinceramente não me importo.

samsung galaxy a9 05
O Galaxy A9 2018 é um smartphone bastante fino. / © AndroidPIT

As bordas laterais, por outro lado, são quase inexistentes. Embora isso seja visualmente agradável, acabou sendo um incômodo: às vezes, ao segurar o telefone com uma mão, ele registrava um toque nas laterais da tela.

Na parte de trás, encontramos as quatro câmeras dispostas na vertical com o flash embaixo delas. Esta é a única coisa que dá ao dispositivo uma aparência única. O leitor de impressões digitais também está localizado na parte de trás, próximo ao topo, em uma posição bastante conveniente. Sendo sincera, prefiro ele ao leitor frontal do meu outro aparelho.

samsung galaxy a9 02
As quatro câmeras na traseira chamam a atenção. / © AndroidPIT

O material de escolha da Samsung é o vidro - bastante comum nos smartphones atuais, mas não é algo de que eu seja fã. Eu usei o aparelho sem uma capa e as costas estavam constantemente cobertas de impressões digitais, o que me levava a limpar o aparelho regularmente. Qual é o sentido de ter um elegante corpo em vidro, quando ele parece constantemente sujo?

Apesar disso o aparelho parece durável, embora eu não o tenha usado por tempo suficiente para garantir isso com certeza.

O Super AMOLED faz jus ao nome

A tela Super AMOLED no Samsung Galaxy A9 é linda e provavelmente o ponto mais forte a favor do aparelho. Ela ostenta uma resolução de 1080 x 2220 pixels com proporção de 18,5:9 e densidade de 392 ppi. É nítida e tem excelente representação de cores, especialmente tons escuros e pretos, algo que é esperado de uma tela Super AMOLED.

samsung galaxy a9 04
A tela Super AMOLED é linda. / © AndroidPIT

A densidade de pixels é melhor do que a de alguns concorrentes como o Huawei Mate 20 , mas um pouco pior que a do OnePlus 6T, que tem 402 ppi. No entanto, duvido que você perceba muita diferença no uso diário. Quando eu usei o aparelho, os ângulos de visão foram ótimos em qualquer condição de luz e eu fiquei honestamenta impressionada com a diferença, vindo de um aparelho com uma tela LCD.

No entanto, o que mais me deslumbrou foi o modo noturno AMOLED disponível em alguns aplicativos - o preto é realmente preto e muito menos agressivo aos olhos em comparação com o modo noturno normal. A diferença foi surpreendente, e me lembrou o Vantablack - o material mais escuro que existe.

Ei, Bixby!

Vamos falar sobre o elefante na sala: Bixby. No Samsung Galaxy A9, o assistente de voz tem seu próprio botão no lado esquerdo do dispositivo, e honestamente nunca me vi usando ele. Habilitei a função de escuta para testar o quão bem ele reconhece a minha voz e eu tive resultados mistos.

Às vezes, ele era ativado aleatoriamente quando nenhuma palavra sequer próxima do nome Bixby era dita em uma conversa. Outras vezes eu tive que gritar "Hey Bixby" várias vezes para ativá-lo. Ele entendeu meu sotaque a maior parte do tempo, mas não com 100% de precisão. E em termos de recursos, ele não oferece muito. Não encontrei nenhum motivo para usar o Bixby em vez do Google Assistant.

samsung galaxy a9 bixby
O Samsung Galaxy A9 tem um botão para o Bixby. / © AndroidPIT

O modo “Bixby View” também está presente. Ele usa sua câmera para reconhecer objetos, texto e locais ao seu redor, mas os resultados geralmente eram mistos ou ruins. Eu coloquei uma garrafa de cerveja na frente da câmera, esperando que o Bixby reconhecesse a marca e me desse links para comprá-la online ou algo assim, mas o Bixby inicialmente tinha dificuldade para sequer reconhecer do que ela era: ele não conseguia se decidir se era um vinho ou cerveja. No geral este modo é divertido para brincar, mas não é útil de qualquer forma.

samsung galaxy a9 08
A capacidade de reconhecer objetos não é lá muito impressionante. / © AndroidPIT

Ei, cadê a OneUI?

O Samsung Galaxy A9 que testei veio de fábrica com o Android Oreo 8.0 e a interface Samsung Experience 9.0. Como alguém que está acostumado ao Android quase puro, eu esperava muito bloatware, mas fiquei agradavelmente surpresa.

Não havia muitos aplicativos Samsung pré-instalados, mas encontrei um pacote de aplicativos da Microsoft: Word, Excel, PowerPoint, OneDrive e Linkedin. Se isto é algo útil ou um incômodo é uma decisão do usuário. Devo avisar que você não é capaz de desinstalar esses aplicativos - apenas desativá-los.

samsung experience a9
A interface "Samsung Experience" é agradável, mas a OneUI já está disponível. / © AndroidPIT

A Samsung Experience tem um visual minimalista e limpo e é muito fácil de usar, mesmo para quem veio de uma interface de usuário completamente diferente. Mas a boa notícia é que a atualização para o Android 9.0 junto com a nova interface da Samsung, a OneUI, já está disponível. Talvez ela até venha pré-instalada se você comprar um aparelho hoje.

Uma vantagem da nova interface, que também é usada nos novos Galaxy S10, é que ela é otimizada para telas grandes, colocando controles de navegação na parte de baixo da tela e informação no topo, e tem um visual ainda mais “refinado”. Muito bem, Samsung!

Não parece ser uma "máquina", mas...

O Samsung Galaxy A9 não tem especificações impressionantes em comparação com os aparelhos topo de linha, mas se sai bem em sua categoria. É baseado no processador Snapdragon 660 da Qualcomm, um octa-core com quatro núcleos Cortex A73 e quadro Cortex A53 e um GPU Adreno 512. Quanto à memória, há duas versões, uma com 6 GB e outra com 8 GB de RAM. A que testei foi o modelo de 6GB.

Eu não me considero uma usuária particularmente exigente, então as especificações soaram bem no papel. Eu uso meu smartphone principalmente para ler artigos, jogar ocasionalmente no caminho para o trabalho e trocar mensagens com os amigos. No entanto, tenho uma tendência a deixar vários aplicativos abertos em segundo plano, mesmo que não os esteja usando.

Este mau hábito não foi um desafio para o Samsung Galaxy A9. Pelo contrário, eu nem senti que tinha mais de 10 a 15 aplicativos deixados abertos. É por isso que eu acho que o consumidor médio provavelmente não terá reclamações, mesmo que o Snapdragon 660 não seja um chipset muito impressionante.

samsung galaxy a9 07
PUBG mobile rodou muito bem. / © AndroidPIT

Em termos de jogos, testei o telefone com o PUBG Mobile e o Duel Links, e não encontrei lentidão ou soluços. No Duel Links, especificamente, coloquei as animações no máximo para testar como o A9 lidaria com isto, e ele não teve problemas.

Isto prova que muitos números e resultados de benchmarks são relevantes principalmente para quem gosta de se gabar ou para usuários que usam seus telefones para tarefas muito exigentes. Mas se você faz questão dos números, aqui estão eles.

Resultados de Benchmark do Samsung Galaxy A9 (2018)

 
3D Mark Sling Shot Extreme 3.1 3D Mark Sling Shot Vulkan 3D Mark Sling Shot 3.0 3D Mark Ice Storm Unlimited GeekBench 4 
Single
GeekBench 4
Multicore
PassMark Memory PassMark Disk
1357 1071 2051 25758 1603 5820 12479 40790

Não é um telefone para os audiófilos

Para um telefone com um alto-falante localizado na parte inferior do dispositivo, o Samsung Galaxy A9 me surpreendeu, com som alto e claro. O único problema que encontrei foi cobri-lo acidentalmente ao segurar o telefone na horizontal, o que pode incomodar ao jogar ou assistir a vídeos do YouTube em tela cheia.

Não é a melhor escolha em termos de design: se você vai ter uma borda grande, é melhor colocar o alto-falante lá. Em termos de chamadas, não tive problemas em ouvir a outra pessoa mesmo em ambientes barulhentos.

samsung galaxy a9 06
Finalmente, um smartphone fino com entrada para fones de ouvido! / © AndroidPIT

Fiquei feliz em ver que a Samsung decidiu manter o conector para fones de ouvido, já que a falta dele na maioria dos lançamentos tem sido o meu maior problema com os smartphones atuais. A qualidade de áudio dos fones de ouvido, no entanto, não era impressionante, tanto usando os fones de ouvido inclusos na embalagem quanto os meus.

Eu não diria que sou uma audiófila, mas estou acostumada com o Boom Sound da HTC. O baixo fraco no aparelho da Samsung foi bastante perceptível em comparação, mas o som é decente no geral.
 

Câmeras demais, qualidade de menos

Vamos entrar no recurso mais importante deste telefone. Suas quatro câmeras, que são seu principal argumento de venda. Cada um dos sensores na traseira tem uma função diferente:

  • Lente ultra-wide com ângulo de 120 graus, abertura f/2.4 e sensor de 8 MP
  • Lente 2x telefoto, abertura f/2.4 e sensor de 10 MP
  • Lente com distância focal padrão, abertura de f/1.7 e sensor de 24 MP
  • Câmera auxiliar para efeitos de profundidade e desfoque (Bokeh), abertura f/2.2 e sensor de 5 MP

Eu estava animada para testá-lo, apesar de eu não ser uma entusiasta da fotografia em geral. Eu esperava que o A9 fosse cheio em recursos e produzisse efeitos bokeh impressionantes. No entanto, a maioria dos resultados foi medíocre ou decepcionante, especialmente em condições de pouca luz.

samsung galaxy a9 03
O app de câmera nem sempre é fácil de usar. / © AndroidPIT

O aplicativo da câmera em si é repleto de recursos, mas sinto que muitos deles não são auto-explicativos. O efeito bokeh, por exemplo, pode ser encontrado em Foco ao Vivo. Você pode ajustar o desfoque do fundo enquanto tira a foto ou depois no aplicativo da galeria. No entanto, nos meus testes, nenhum dos assuntos realmente apareceu contra o pano de fundo, como eu esperava que fosse.

Em outros casos, parte dos objetos foi borrada junto com o fundo. Na minha opinião, isso é inaceitável para um telefone cujo destaque é principalmente a força de suas câmeras. Eu literalmente tive melhores resultados no passado com o meu HTC One M8 e sua câmera dupla, que também foi capaz de produzir melhores efeitos de profundidade.

Eu esperava que o Pro Mode produzisse melhores resultados, mas apesar da multiplicidade de opções que oferece, os resultados ainda não foram impressionantes. Por exemplo, se você escolher a opção 'Nublado' no menu de equilíbrio de branco, a câmera simplesmente deixa a foto com uma tonalidade vermelha, como você pode ver abaixo. Quando ampliadas, as imagens também mostram ruído significativo. O mesmo acontece nas fotos de objetos em movimento, como os carros em uma movimentada rua de Berlim.

20181213 130413
Foto original, em dia nublado. / © AndroidPIT
20181213 130400
Foto "avermelhada", com o balanço de branco definido para "nublado". / © AndroidPIT

O otimizador de cena foi o único modo que produziu ótimos resultados e tirou fotos que conseguiram capturar todos os detalhes, mesmo em um dia nublado. As fotos tiradas em condições de sol também têm cores ótimas, vivas e realistas, mas como disse eu esperava muito mais desta “câmera”.

A câmera frontal de 24 MP produziu melhores resultados - nenhum ruído perceptível e os efeitos de “beleza” não deixaram tudo borrado. O modo de selfie, otimizado para imagens em grupo, não fez muito. Foi capaz de encaixar mais uma pessoa na imagem, mas isso é tudo. Há também, é claro, emojis de AR, que são bem bobos, mas podem ser divertidos quando usados ​​com amigos. Você pode ver a galeria de fotos completa no link abaixo:

O reconhecimento facial, por outro lado, foi inconsistente na melhor das hipóteses. Às vezes funcionava rapidamente, mesmo em condições de pouca luz, outras vezes tinha problemas em me reconhecer mesmo depois de 2 ou 3 tentativas. Foi especialmente embaraçoso quando tive que levantar o telefone em frente ao meu rosto várias vezes no trem, como uma idiota.

Ao configurar este recurso pela primeira vez, você também recebe um aviso de que o telefone pode ser desbloqueado com uma foto ou um vídeo seu. Eu testei isso e só fui bem sucedida em desbloquear com uma foto uma vez, mas isso ainda é preocupante. Eu aconselho usar a impressão digital como segurança biométrica neste dispositivo, se você quiser evitar dores de cabeça ou não ter que acenar seu telefone na frente do seu rosto como uma idiota em público.

samsung galaxy a9 hero
Variantes de cores do A9 / © AndroidPIT

Em termos de vídeo, os recursos do Samsung Galaxy A9 são bem comuns: ele possui estabilização digital de imagem e pode gravar vídeos em 4K (3840 x 2160) a 30 FPS. No entanto, não parece ser capaz de gravar a uma taxa de quadros mais alta, mesmo em resoluções mais baixas. Ele também oferece alguns recursos interessantes, como zoom durante a reprodução e detecção de rostos.

Grande autonomia

Embora eu não seja uma viciada em smartphones, como mencionei anteriormente, exigi muito do aparelho durante o review para testar sua autonomia. Sua bateria de 3.800 mAh lidou com tudo, tem grande autonomia e nunca precisei recarregá-la no trabalho. Uma carga noturna era tudo que precisava, e mesmo isso não era necessário em parte do tempo. Normalmente, uma carga durou cerca de um dia e meio até atingir a marca dos 15% de bateria.

O telefone também tem carga rápida e vai de 0 a cheio em menos de uma hora. No entanto, meu HTC 10 de dois anos de idade é quase tão rápido. É algo útil, mas não um argumento de venda.
 

Samsung Galaxy A9 (2018) – Especificações Técnicas

Dimensões: 162,5 x 77 x 7,8 mm
Peso: 183 g
Tamanho da bateria: 3800 mAh
Tamanho da tela: 6,3 polegadas
Tecnologia da tela: AMOLED
Tela: 2220 x 1080 pixels (392 ppi)
Câmera frontal 24 megapixels
Câmera traseira 24 megapixels
Flash: LED
Versão do Android: 8.0 - Oreo
RAM: 6 GB
Memória interna: 128 GB
Memória removível: microSD
Chipset: Qualcomm Snapdragon 660
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 2,2 GHz
Conectividade HSPA, LTE, NFC, Dual-SIM , Bluetooth 5.0

Continue tentando, Samsung!

O Samsung Galaxy A9 é um telefone intermediário mediano, com um preço que é alto demais para o que oferece. Tem três câmeras a mais que o necessário: outros aparelhos conseguem muito mais com um software melhor e apenas um sensor. Na verdade ele não oferece nada de inovador no departamento de câmera ou em qualquer outro.

Galaxy A9 é um telefone intermediário mediano, com um preço que é alto demais para o que oferece

É provável que seja atraente para aqueles que estão procurando por um upgrade de um smartphone antigo, especialmente porque ele ainda tem uma entrada para fone de ouvido e nenhum notch. No entanto, eu não o recomendaria aos entusiastas da fotografia: você ficará extremamente desapontado. E é inaceitável que o Galaxy A9 2018 não consiga tirar boas fotos com efeito bokeh.

A Samsung bem que tentou, mas para um smartphone intermediário caro, o Galaxy A9 2018 definitivamente não correspondeu às expectativas.

O que você achou do Galaxy A9?

Escrito originalmente por Suzana Dalul
 

12 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.