Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Review 10 min para ler 24 Comentários

Review do Samsung Galaxy J7 Prime2: pouca evolução de um sucesso de vendas

Linha J é aquela coisa. São tantos que é difícil reconhecer qual é qual. A cada novo lançamento mudam alguns detalhes, mas a essência de dois ou três anos atrás ainda está lá. O J7 Prime2 substitui o aparelho antigo com apenas alguns toques de upgrade real, deixando muitas coisas igual ao seu predecessor. Ele vale a pena? Vamos conferir.

Avaliação

Prós

  • Bom acamanento
  • Câmera interessante para a categoria
  • Agora traz TV Digital

Contras

  • Pouca evolução da primeira versão
  • Android Nougat de fábrica em pleno 2018
  • Processador de 2016

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Data de lançamento e preço

Lançado em Abril desse ano, o Galaxy J7 Prime2 é a evolução do modelo J7 Prime, de 2016, sendo conhecido lá fora como Galaxy On7. Uma das linhas mais famosas e vendidas da Samsung, o J7 em sua segunda geração, lançado inicialmente ao preço de R$ 1.300, já pode ser encontrado por pouco mais de R$ 800, disponível em todo o país.

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Desenho & Qualidade de Construção

Não podemos esperar nenhum acabamento premium na linha J, mas a construção não decepcionou . O aparelho é sólido, com acabamento em metal na maior parte da traseira. É possível dizer que é um aparelho superior ao J8 em design e corpo. Porém, ainda é um aparelho bem simples, sem destaques.

j7 prime2 08
Acabamento em metal / © AndroidPIT por Stella Dauer

A cor que enviaram para testes é dourada, que não gosto muito, mas a frente é escura em um bonito marrom. Há também uma versão em preto. A traseira possui as extremidades menores em plástico para facilitar o alcance da antena, e traz também o logotipo da empresa, câmera afundada e flash.

Abaixo, um microfone, conexão micro USB e uma outra de áudio; do lado esquerdo temos o botão de energia e saída de som em posição tradicional da marca. Por fim, no lado esquerdo, ficam os botões de volume e dois berços, um para um chip SIM e o outro para mais um chip e o microSD.

A frente é toda em vidro arredondado, combinando com o aparelho sem arestas, e traz saída de som, câmera flash e sensores acima, com botões capacitivos sem iluminação para a multitarefa e o voltar. O esperado botão físico com sensor biométrico para a home finaliza o conjunto.

Seu peso de 170 gramas e espessura de 8 milímetros ajudam a ser um aparelho bem elegante, mas como ele se parece com quase todos os outros J da linha, e quase não mudou nada em relação a sua primeira versão, mesmo dois anos depois, continua um pouco sem sal.

j7 prime2 06
Conexão de áudio mantida / © AndroidPIT por Stella Dauer

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Tela

Não há o que reclamar da tela. Apesar de não ter bordas infinitas como outros aparelhos mais recentes da Samsung, são bordas relativamente pequenas nas alterais. Acima e abaixo o espaço ainda é grande, muito por causa do botão físico frontal.

Nada de AMOLED, temos aqui uma PLS TFT de 5.5 polegadas e definição FullHD de 1080 x 1920 pixels e aspecto 16:9. Ou seja, também não temos IPS e o display não é mais comprido como está sendo tendência atualmente. É exatamente a mesma tela de 2016.

j7 prime2 01
Tela não é IPS e nem AMOLED / © AndroidPIT por Stella Dauer

Há proteção Gorilla Glass e no geral é uma tela bem razoável para sua categoria. É legal que seja FullHD para o preço atual, mas é possível ver ligeiras distorções de cores de um olho para outro. Ela é bem brilhante e não há como enxergar os pixels. No total, ocupa 73.3% da frente do aparelho.

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Características Especiais

Uma boa característica da Samsung é o fato de a empresa ir gradativamente trazendo suas funções especiais, presentes primeiro em topos de linha, para os intermediários da marca. Assim, o J7 Prime2 conta com alguns itens que vemos até mesmo no Galaxy S9 .

Um deles é o Dual Messenger, no qual você pode ter duas contas dos mesmos aplicativos de mensagem como WhatsApp, podendo assim ter seu número pessoal e de trabalho no mesmo aparelho, acessando tudo da tela inicial.

Tela dividida entre apps e pasta segura também são funções encontradas aqui. Neste último, você pode guardar arquivos diversos, incluindo fotos e vídeos, em uma pasta criptografada e protegida. 

j7 prime2 03
Samsung Experience / © AndroidPIT por Stella Dauer

Uma novidade grande em relação ao modelo anterior é a presença de TV Digital. Com um adaptador que vem na caixa (bem parecido com os oferecidos pela Motorola) e que é usado como antena, você sintoniza canais em HD e em OneSeg, de qualidade mais simples.

A TV teve boa recepção, e mesmo em ambiente interno sintonizou muitos canais na busca. A qualidade da imagem é ótima, e esse pode ser um bom diferencial para o consumidor.

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Software

No J7 Prime a Samsung não foi feliz na versão do Android. Em pleno 2018 temos um lançamento com Android Nougat 7.1.1 , mas já há informações para o update para o Oreo. Nosso leitor Leandro informou que a Samsung, através do aplicativo Samsung Members, informou que o update chega no final do ano. E como toda a linha J a A está com atualização postergada para 2019, essa não é uma perspectiva muito boa.

Quando iniciei os testes, uma atualização do início de agosto estava disponível, trazendo a atualização de segurança de agosto. Pelo menos nesse quesito, está mais atualizado que outras marcas que já têm o Oreo e até mesmo do que aparelhos mais caros da marca, como o Galaxy S8+.

j7 prime2 12
Android Nougat de fábrica em 2018 / © AndroidPIT por Stella Dauer

Mas, no geral, o visual do Nougat do J7 Prime2 não deixa quase nada a dever para os aparelhos mais atualizados da Samsung. Isso porque temos a interface Samsung Experience versão 8.5, próximo da versão 9.0 dos mais atuais e topos de linha.

É uma interface clara e clean, com ícones vazados nas configurações e nos atalhos, com os apps seguindo quase a mesma pegada. Quem já conhece a interface da Samsung sabe que ela tem diversos e diversos ajustes e muitas e muitas funções, algumas das quais você não vai usar, mas muitas delas que facilitam o uso do aparelho.

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Performance

Seu conjunto de hardware não mudou de 2016 para cá, então está um pouco defasado. Trata-se de um chipset Exynos 7870 Octa com CPU Octa-core 1.6 GHz Cortex-A53, GPU Mali-T830 MP1 e 3 GB de RAM. Seu armazenamento é de 32 GB, e desse espaço 21 GB estão disponíveis para o usuário. É fato que, para a idade do conjunto, está bem otimizado, mas não é 100% fluido.

Funciona bem e normalmente com a maioria dos apps usados nessa categoria , como Facebook, WhatsApp, Instagram, câmera, navegador e outros, mas é possível perceber que a própria interface e a navegação pelo aparelho não são totalmente lisos. Embora isso não interfira no uso geral de quem espera um aparelho mais simples, é perceptível.

j7 prime2 07
Dois berços separados, não é híbrido / © AndroidPIT por Stella Dauer

Testei com o jogo PUBG, e mesmo nos gráficos baixos não foi possível jogar com qualidade. Para quem realmente quiser usar o J7 com o jogo, apps que modificam os gráficos estão disponíveis e podem ajudar muito. 

Jogos casuais rodam melhor, como Subway Surfers ou o Candy Crush. Para quem vem do primeiro J7 Prime, a diferença é grande, no entanto, graças a versão mais atual do Android.

As conexões presentes são as esperadas, como Wi-Fi 802.11 b/g/n, Wi-Fi Direct, hotspot, Bluetooth 4.1 com A2DP e LE, GPS com A-GPS, GLONASS e BDS, contando ainda com Rádio FM. Não traz NFC nem infravermelho, mas conta com o protocolo sem fio ANT+ que conversa com sensores de monitoramento de saúde.

É dual sim e traz três berços, ou seja, não é híbrido e você poderá usar dois nano SIM com um microSD de até 256 GB. Tem acelerômetro e sensor de proximidade, mas não traz giroscópio e nem bússola. Tem sensor biométrico que funcionou rapidamente sendo necessário apenas encostar, sem apertar o botão. Há um reconhecimento facial, mas ele funciona precariamente.

j7 prime2 04
Câmera frontal com flash / © AndroidPIT por Stella Dauer

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Áudio

A única saída de som do J7 Prime2 é na lateral, como muitos outros aparelhos da Samsung. Essa posição é inicialmente boa porque evita o abafamento quando segurado em modo paisagem. Pequena, ela consegue até ter um volume alto, mas o pouco esmero acaba se traduzindo em um som com agudos bem pronunciados , quase um tweeter.

Para quem não se preocupa com a qualidade e quer apenas escutar música, não vai trazer problemas. Os fones que vêm na caixa acompanham essa pegada. São simples e de qualidade apenas mediana, embora tenham um volume bem alto. Para um pouco mais de qualidade fones novos podem ajudar, mas não muito.

j7 prime2 05
Apenas uma saída lateral / © AndroidPIT por Stella Dauer

 

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Câmera

Para a sua categoria, a câmera do J7 Prime2 me surpreendeu. É um conjunto com sensor de 13 megapixels, abertura f/1.9, 28mm e foco automático na traseira, com um outro sensor de 13 megapixels e abertura f/1.9 na frontal, ambos com flash.

Eu gostei da qualidade geral da imagem , que apresentou, em algumas situações, mais detalhes do que as fotos que tirei com o Moto Z3 Play aqui. Mas nem tudo foi ótimo, pois a medição de branco é um pouco falha, e as fotos ficam muito escuras ou estouradas em situações de contraste baixo ou alto.

j7 prime2 09
Sensor de 13 megapixels / © AndroidPIT por Stella Dauer

Quem salva é o HDR, que realmente faz milagres com as imagens, deixando o aspecto até ligeiramente exagerado e artístico, mas bonito. Fotos com iluminação interna perdem um pouco de qualidade e granulam rapidamente, mas com paciência ainda é possível fazer boas capturas. Fotos em baixa luz não ficam boas.

A fotos frontais perdem em detalhes mesmo tendo os mesmos 13 megapixels, mas apresentaram boas cores, estourando também se não houver cuidado (e aqui não tem HDR para salvar). O vídeo, tanto na frontal quanto na traseira, são em qualidade FullHD a 30 fps, e foram apenas razoáveis, com boa captação de som.

20180818 165421
HDR salva / © AndroidPIT por Stella Dauer
20180818 165508
Retratos interessantes / © AndroidPIT por Stella Dauer
20180818 170028
Situações internas trazem granulado / © AndroidPIT por Stella Dauer

A câmera apresenta algumas funções interessantes como o modo manual para a câmera traseira. São poucos ajustes, como ajuste de branco, ISO, compensação de luz e medição. Também traz modo esporte, panorama e noturno, entre outros. A frontal, tem selfie panorâmica, som e foto e a função Foco de Selfie que deveria desfocar o fundo, mas pega cabelo e muito mais.

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Bateria

Aqui temos outro item que em nada mudou desde o primeiro J7 Prime , e assim são os mesmos 3.300 mAh. No geral, isso significou uma média de 7 horas e meia de tela e 15 horas de uso normal diário, com mesclas de WiFi e 4G e apps como Facebook, WhatsApp, Instagram e Chrome.

O carregador que vem na caixa é comum e não há suporte para carregamento rápido. para completar a bateria foram 2 horas e 20 minutos na tomada.

j7 prime2 10
Bateria de 3.300 mAh / © AndroidPIT por Stella Dauer

 

Samsung Galaxy J7 Prime2 – Especificações Técnicas

Dimensões: 151,7 x 75 x 8 mm
Peso: 170 g
Tamanho da bateria: 3300 mAh
Tamanho da tela: 5,5 polegadas
Tecnologia da tela: LCD
Tela: 1920 x 1080 pixels (401 ppi)
Câmera frontal 13 megapixels
Câmera traseira 13 megapixels
Flash: LED
Versão do Android: 7.1.1 - Nougat
RAM: 3 GB
Memória interna: 32 GB
Memória removível: microSD
Chipset: Samsung Exynos 7870
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 1,6 GHz
Conectividade HSPA, LTE, Dual-SIM , Bluetooth 4.1

Veredito Final

Ele tem uma sensação de melhor construção do que o Moto G6 Play da Motorola, mas não é mais barato que ele e perde em processamento e duração de bateria para esse. A câmera, no entanto, é mais caprichada e deve ser a escolha de quem prefere fotos, incluindo aí o suporte a TV digital.

No geral, para seu preço atual, o J7 Prime2 é um smartphone bem interessante. Porém, se você gosta mesmo de Samsung e pode gastar um pouco mais, talvez seja melhor um J7 Pro ou ainda um A6. Para 2016 ele tinha especificações muito interessantes, mas para 2018 poderia ter sido feito algo mais.

24 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Comprei meu prime 2 em maio/junho, por R$ 900, 00 na fnac. Me supriu bem, interface bem fluida e por enquanto sem engasgos, mesmo com vários apps abertos, único jogo que o gameplay ficou a desejar foi pubg, no mais rodando tudo liso. A câmera não é das melhores, j5 pro por exemplo, tem uma câmera bem superior.


  • Gadget de entrada mais do mesmo


  • O J7 Prime 2 que de Prime, em sua essência peca bastante. Não por ser ruim, mas o nome pomposo, poderia entregar mais do que entrega. Esse modelo, poderia ter vindo com um processador um pouco mais potente ou um clock melhor, 64 GB de armazenamento e ainda com 4 GB de RAM. Seria um bom aparelho se viesse com esse hardware na caso dos R$1000,00. Mas é aquilo de sempre, a Samsung a cada ano, não muda muita coisa, faz pequenos ajustes cobrando mais caro.

    Tirando isso, é um bom smartphone, mas poderia ser melhor, sabendo pesquisar você acha aparelhos melhores na praça. Como o Léo mesmo já disse, parece aquela comida requentada, de dois dias atrás, por isso, bato sempre na tecla, só o consumidor pode virar esse jogo, as empresas pintam e bordam com a nossa cara, não podemos aceitar qualquer coisa e acharmos que está bom, sempre pode e deve melhorar.

    Por que aparelhos como esse não vende em mercados exigentes? Não vende, pois seria um fiasco. Temos que subir esse degrau, o Moto G fez muito sucesso no Brasil, e parou no tempo, houve melhorias, mas nada significativo, apenas um tapa na maquiagem.


  • Apenas o velho esquema de requentar aparelhos antigos. Quase todas as empresas fazem isso. Rsrsrsrsrs...


  • Mais um J pra ser enfiado goela abaixo do consumidor ávido por aparência e/ou marca.


  • Poucas atualizações no visual, nenhuma mudança de hardware e inclusão do suporte à DTV para manter as vendas do smartphone estancadas, trazendo algum lucro para a Samsung.


  • Excelente review! Ele tem muitas falhas, mas também algumas qualidades em comparação com a faixa de preço atual. Ainda pode ser muito interessante a muita gente por valores em torno de R$ 800,00. Única questão é entender o porque a Samsung já lança um aparelho com o S.O defasado...


    • Estamos falando de um aparelho que foi lançado no começo de 2018, antes da Samsung Experience 9.0 (e consequentemente o Android 8.0.0 Oreo) estar devidamente pronta pra distribuição.
      Ele está na mesma situação dos Galaxies A8, A8+ e J2 Pro 2018.

      Logo, entenda-se que eles são aparelhos de 2017, lançados com atraso.

      E isso porque ainda se tinham planos de lançar um Galaxy J5 Prime 2 (o que parece que foi abortado).


  • Excelente review, me fez querer manter meu mi a1 mesmo, Samsung não está muito legal não (mesmo em modelos como j8 e A6, pois apresentam especificações apenas razoáveis a preço de intermediário Premium) ...

    Uma crítica: os anúncios do site estão um tanto quanto invasivos, muitas vezes dando "scroll" para cima de um anúncio, dificultando a leitura (isso no modo mobile) seria legal repensar a localização e ação dos anúncio na página para melhorar a experiência dos leitores...


  • tem poucas mudanças em relação ao j5 pro que uso atualmente é que até agora não tenho oque reclamar.


  • Pra quem curte a linha " J7 " da Sammy, a melhor opcão por enquanto é o J7 PRO. Lembro que, quando o J7 Prime 2 foi lançado, algumas lojas o colocavam mais caro que o J7 Pro... afinal o povo leigo e desinformado tem uma quedinha pela linha Prime. A diferença de valores era pouca, mas mesmo assim alguns pagaram mais em um aparelho que é levemente inferior ao "irmão"...


  • Mais do mesmo.


  • Aqui no J7 Neo, faz 9 horas de tela.


  • Ridículo.


  • Praticamente a inclusão da TV Digital foi a evolução do aparelho, de resto, nem vale a pena fazer a troca, pra quem já tem J7 Prime anterior.

    CAV


    • A Samsung ainda teve a gentileza de atualizar o design dos botões capacitivos e de chamar o SM-G611 de Galaxy J7 Prime 2 (oficialmente Galaxy On7 Prime).
      Na prática, ele é basicamente um representante dos aparelhos Value Edition, cujo último representante foi o Galaxy Xcover 3 SM-G389, e aqui no Brasil, o Galaxy Grand Prime SM-G531, que tem essa característica de serem idênticos ao aparelho original, mudando uma ou outra coisa nas especificações, mas principalmente a versão do Android ser ligeiramente atualizada.


  • Quanto a jogos consegui rodar Asphalt 9 com qualidade baixa e Bully com qualidade máxima sem lags!


  • Como assim ainda não se sabe quando receberá o Android Oreo?Eu tenho um J7 Prime 2 e recebi um aviso assim como os outros usuários desse modelo pela própria Samsung através do aplicativo Samsung Members que receberemos o Android Oreo no dia 31/12/2018,e é sim um ótimo aparelho!

Mostrar todos os comentários

Recommended articles