O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
2 min para ler 328 Compartilhado 92 Comentários

Galaxy Note 7: a causa dos problemas foi provavelmente encontrada

Finalmente temos o resultado das investigações sobre o problema envolvendo a bateria do Samsung Galaxy Note 7. Entretanto, a Samsung ainda não comentou oficialmente sobre as razões pelas quais o Note 7 explodia.

A primeira hipótese da Samsung sobre os problemas envolvendo a bateria do Galaxy Note 7 estava relacionada à bateria. Em outubro, a Samsung encerrou as vendas do aparelho e, desde então, estamos aguardando o resultado oficial das investigações.

Especialistas examinam o Galaxy Note 7

Os engenheiros da Instrumental fizeram uma investigação própria sobre a causa das explosões do Note 7 e publicaram os resultados. A empresa é especializada na análise dos processos de produção e ajuda a entender quaisquer problemas envolvendo smartphones. Durante o inquérito, o Note 7 revelou uma vulnerabilidade relacionada ao design, que seria provavelmente responsável pelo problema.

Em outras palavras, a pressão mecânica acabou causando uma reação química na bateria devido a um contato entre as polaridades. Isso causava uma espécie de curto-circuito, resultando no superaquecimento da bateria - o que resultava na explosão dos aparelhos.

A Samsung poderia ainda colocar o Galaxy Note 7 no mercado, mas com uma bateria com capacidade inferior

Qual seria o procedimento normal? A Instrumental diz que uma bateria pode vir a ser ligeiramente maior, pois o tamanho das baterias varia. Portanto, um smartphone deve ser projetado de modo que a bateria tenha uma margem de manobra. Ao longo da vida útil de um dispositivo pode vir a acontecer um aumento do tamanho da bateria e este espaço extra seria necessário.

As medidas da carcaça do Note 7 comprovaram que essa margem de manobra até existe, mas que não é suficiente. Os peritos informaram que as baterias com problema possuíam uma espessura de 5,2 milímetros em um espaço fechado no tamanho de 5,2 milímetros.

instrumental galaxy note 7 battery
A bateria do Note 7 possuía um espaço muito limitado / © Instrumental

Assim, a Samsung só tinha uma opção: diminuir o tamanho da bateria do Note 7. E, consequentemente, diminuir a capacidade da mesma. 

A partir dos resultados de Instrumental, é possível dizer que o que destruiu a reputação da Samsung e retirou o Note 7 do mercado foi um decisão errada, que defendia oferecer uma bateria muito grande para um smartphone tão enxuto. Logo, a Samsung poderia ainda colocar o Galaxy Note 7 no mercado, mas com uma bateria com capacidade inferior.

O nosso contato na Samsung da Alemanha se recusou a comentar o relatório.

Fonte: Instrumental

328 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Marcelo Neri há 10 meses

    Interessante, não é tão simples construir um smartphone como a maioria acha! Em resumo: faltou espaço pra bateria expandir!

  •   77
    Steven há 10 meses

    Erro feio dos engenheiros. Mas, aquela frase que diz que o Note 7 "destruiu a reputação da Samsung" está um pouco forçada, não é?

  • Squalo há 10 meses

    Doído é esse português.

  •   77
    Steven há 10 meses

    Muitas vezes o que explode no AndroidPit é o português...kkkkk

  • Pamella Scramin F. há 10 meses

    A Samsung não deve, mesmo, mesmo mesmo, lançar novamente o note 7. A poeira baixou, logo mais vão esquecer, se tornar uma mera piada. Em termos de mercado, investe em deixar o S8 excelente, sem nenhuma falha que a imagem estará restabelecida e assim lançar o N8 .

    ps: o texto está com algumas redundâncias, quem fez a tradução dê uma lida novamente.

92 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi