Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 1 comentário

Silly Squilly: o Flappy Bird virou um esquilo

O fenômeno do Flappy Bird passou, mas não sem deixar uma legião de cópias e herdeiros ilegítimos. Um dos sucessores de maior sucesso é o Silly Squilly. Tão difícil quanto o Flappy Bird, o jogo do esquilo ao menos nos dá a ilusão de poder avançar mais facilmente. Veja qual foi a estratégia usada pelos desenvolvedores.

silly squilly1 teaser
© Kerk Studios/AndroidPIT

Os gráficos são quase os mesmos, com o visual retrô de 8 bits que parece ser a nova moda dos jogos mobile. O princípio do jogo, contudo, é diferente. Se no Flappy Bird você tinha de manobrar um passarinho obeso entre canos estreitos, no Silly Squilly a ilusão de liberdade é absoluta: o esquilo pula livremente, e você deve construir plataformas com cliques para ele continuar pulando. Cada pulo bem sucedido conta um ponto.

A dificuldade do jogo está no fato de não sabermos para que lado o esquilo irá pular. Se chegar muito perto da borda da tela ou se você posicionar a plataforma de maneira errada, ele cai no abismo e deve-se começar do zero. Muito irritante, como o jogo original do passarinho.

silly squilly screens
Esquerda: Silly Squilly em pleno salto mortal, difeita: o jogo termina e você deve começar do zero. / © Kerk Studios
Silly Squilly - Hop to Top

1 comentário

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

Artigos recomendados