Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Memória RAM importa! Estes são os smartphones que não param no meio do caminho
4 min para ler 110 Comentários

Memória RAM importa! Estes são os smartphones que não param no meio do caminho

A memória RAM é um componente importantíssimo para o desempenho dos principais gadgets do mercado, principalmente os smartphones e tablets. Se foi o tempo em que dispositivos com 1 GB de RAM nas especificações de um aparelho enchiam os olhos do consumidor. Com o desenvolvimento de processadores com tecnologia de 64 bits, o avanço de forma geral dos equipamentos eletrônicos e a demanda por maior capacidade de smartphones de trabalharem com vários apps abertos ao mesmo tempo fez crescer a necessidade da memória RAM.

Hoje em dia adquirir um dispositivo com apenas 1 GB de memória RAM é praticamente inaceitável, sendo 2 GB o mínimo para se ter um desempenho razoável. Com 3 GB de memória RAM já entramos no seguimento top de linha, mas que já se mostra pouco para alguns aparelhos que pretendem abusar do multitarefa, caso do Galaxy Note 5 e Galaxy S6 Edge+, que chegaram ao mercado com 4 GB de RAM. Abaixo você confere os principais dispositivos disponíveis no Brasil que se destacam neste quesito.

Apenas 1 GB de memória RAM em um smartphone moderno é praticamente inaceitável.

Zenfone 2

O aparelho da Asus foi o primeiro a chegar ao mercado com 4 GB de memória RAM, prometendo desempenho espetacular e com preço bastante razoável. Embora o aparelho tenha sido apresentado em janeiro de 2015, as outras fabricantes não seguiram a tendência de utilização de módulos de 4 GB, sendo que somente no segundo semestre foram apresentados novos aparelhos com a mesma capacidade do Zenfone 2.

asus zenfone 2 front display screen
Zenfone 2 / © ANDROIDPIT

Galaxy Note 5 e Galaxy S6 Edge+

Os dois dispositivos da Samsung são os que possuem os chips de memória RAM mais avançados do mercado mobile, com 4 GB e tecnologia LP-DDR4. Isso porque a Samsung tem os aparelhos com os seus principais dispositivos para o consumo de conteúdo multimídia e produtividade.

samsung galaxy note 5 vs galaxy s6 edge camera
Galaxy S6 Edge+ e Galaxy Note 5 / © ANDROIDPIT

Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge

Quando foram lançados no início de 2015 os primeiros aparelhos da Samsung com design em metal e vidro vieram com 3 GB de memória RAM, que era a tendência para 2015, mas como já citamos acima, a própria empresa sul-coreana já possui dispositivos com módulos de 4 GB, que também devem equipar o futuro Galaxy S7.

s6heroes
Galaxy S6 Edge e Galaxy S6 / © Samsung

Sony Xperia Z3+ e Xperia Z5

Os dois aparelhos da Sony possuem 3 GB de memória RAM, que aliado ao processador Snapdragon 810 prometem desempenho excelente. Porém no caso do Xperia Z3+, o conjunto não conseguiu se livrar dos problemas de superaquecimento.

sony xperia z5 vs sony xperia z3 display
Xperia Z5 e Xperia Z3+ / © ANDROIDPIT

LG G Flex 2 e LG G4

Ambos os aparelhos da LG possuem 3 GB de RAM, porém o LG G4, aliado ao processador Snapdragon 808, conseguiu tirar um maior proveito do conjunto toda, entregado uma excelente experiência ao usuário final, tanto para a execução de games quanto para a execução de tarefas simultâneas.

LG G4 VS LG G2 FLEX 1 12
LG G4 e LG G Flex 2 / © ANDROIDPIT

Motorola Moto X Style e Moto X Force

Como não poderia ser diferente, os dois principais aparelhos da Motorola em 2015 seguiram a tendência e vieram com 3 GB de memória RAM, que aliado à leve customização do Android feita pela empresa entrega excelente desempenho para o usuário final.

costasmotoxstylexforce
Os dois principais lançamentos da Motorola em 2015 vieram também com 3 GB de RAM / © ANDROIDPIT

Como visto acima, 3 GB de RAM esteve ótimo para 2015, mas em 2016 um aparelho top de linha que não vier ao menos com módulos de 4 GB pode ficar para traz em comparação com seus principais concorrentes, e não seria imprevisível que alguma empresa como a Samsung viesse com módulos de 5 GB em seus lançamentos do segundo semestre do ano que vem.

A aí, qual dos aparelhos acima é o seu preferido?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Douglas Charles Cunha 13/12/2015

    Difícil querer comparar um sistema que só roda em um aparelho. Aliás, o sistema é feito para o aparelho. Aliás, sistema e aparelho são feitos pela mesma empresa. Se o iOS precisasse de hardware mais poderoso para rodá-lo, seria incompetência da Apple.
    Um exemplo de que o Android poderia ser igual foi o Moto X 2013 à sua época de lançamento. Tinha um hardware modesto comparado com os demais aparelhos da época, inclusive iPhone, mas entregava uma super experiência e desempenho ao usuário.

  • Vinicius Da Silveira 12/12/2015

    Ao invés de pensar em mais memoria ram, mais gigahertz, mais nucleos de processador, mais mega pixels e mais resolução. O que acham de dar mais prioridade a otimização do android com o hardware dos aparelhos? O Android pode ser mais otimizado e pode sim ser rodado com fluidez em um aparelho com 512mbs de ram dual-core, ou 1gb de ram, não importa a versão que seja do android, basta focar na otimização que é sim possível, mas é um pouco mais trabalhosa. Se levarmos o fato de que as fabricantes de smartphones android não aproveitam nem 80% do que o hardware de seus aparelhos tem a oferecer, um pouquinho de otimização já seria o suficiente para os celulares continuarem cada vez mais baratos e ao invés de investir absurdamente em coisas que agora são inúteis como telas em 2k, ou 4k em Smartphones, seria melhor pra todos investir em resistência e duração de bateria, porque é isso que falta nos smartphones atuais.

  • Victor Lima 12/12/2015

    a Samsung tem a interface que acaba com metade desses 4 de RAM aí...

  • Fellipe Paz 13/12/2015

    Douglas nem é isso o sistema da Apple roda os apps direto o Android emula os apps numa máquina virtual e ainda usa Java que tem um grande problema o Garbage collection que faz com que um app leve 3X RAM no processo de fecha dele do que o de abertura então resumindo ele precisa de muito mais RAM pra fazer o mesmo que o ios

    E outra o hardware que Apple usa não é nem um pouco fraco aquele processador e um dos melhores do mercado mobile a diferença é que Apple não precisa de números como vários núcleos, frequências de operação altas com intuito de atrair consumidor (eles já tem a maçã pra isso) então mechem em outros fatores mais inteligentes como o arquitetura pra efeito de comparação o A7 usa a arquitetura Clyclone que faz 6 transcrições por ciclo já a qualcomm utiliza a já defasada Krait que faz apenas três transcrições por ciclo trazendo pra um parâmetro simples e o mesmo que dizer que um núcleo do processador da Apple faz o trabalho de dois núcleos de um processador da qualcomm e ainda utilizando metade do clock do da qualcomm

    Apple nunca usou hardware simples não nem a Motorola com o moto X 2013

  • Igor 12/12/2015

    As pessoas confundem o sistema de gerenciamento do Windows com o do Android. No windows, se você tiver 8Gb de ram, o sistema vai usar memória confirme a necessidade dos programas em aberto, ou seja, você só vai ver 100% de memória usada ou se você abrir um mar de programas ou se tiver pouquissima memória ram. No android o gerenciamento é outro. O que ele puder manter de programa na memoria pra facilitar a abertura, ele o fará. Por isso é comum você ver o android com 80% da memória usada. Seja 1 Gb, seja 4 Gb. Eu tenho um note 2 e 2gb já ajuda muito (mesmo com a famigerada touchwiz).

110 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Comprei um Smartphone Twist Mini s430 em 13/07/2017, logo que instalei o App Whatsapp e mais o App Shutapp, o aparelho começou a travar constantemente, entreguei na assistência técnica em 21/07/2017 informando o problema, o aparelho foi devolvido com o mesmo problema, Whatsapp leva em torno de 30 segundos para responder, o Playstore leva 3 minutos para responder, bateria começa a se esgotar mais rapidamente e demais funções do aparelho começam a travar quando conectado a internet, houve casos em que ele reiniciava sozinho após muito tempo de processamento, entregue novamente o aparelho para assistência técnica em 21/07/2017 o aparelho foi enviado para a fábrica e lá fizeram alguns testes e disseram que não existem "problemas", só a partir da segunda vez que acabei por descobrir que este aparelho realmente não possui "defeito", ele foi fabricado com apenas 512mb de memória RAM, sendo que deve ter no mínimo 2gb de memória RAM (aceitável) agora eu fico me perguntando como que pode uma empresa como A Positivo lançar um smartphone com apenas 512mb de memória RAM? Não pensam no prejuízo que isto pode causar ao consumidor final?


  • Moto G 2014 + Bootloader desbloqueado + TWRP + Android AOSP 5.1.1 + Root + Xposed + Coolify + Greenify + Kernel Auditor = A ótimo smartphone.


  • A velha receita da Apple...casar perfeitamente hardware e software...daí temos um sistema bem otimizado ;)


  • Tenho o meu Nexus 4, e com 2GB de RAM e Android puro, estou mais do que satisfeito...

    E quem disse que a SONY produz aparelhos Google Play Edition™, ou NEXUS™, pra ter gadgets com Android PURO? 👌


  • a unica coisa boa do plasticofone 2 da asus é ter 4gb de ram e só....


  • Tenho um Note 3, ele tem 3GB de Ram. Sair de um aparelho de 1GB de Ram para 3GB é outra vida. Rodo diversos apps, jogos, multi janela e ele não trava. Meu próximo aparelho terá no minimo 4GB de Ram.


  • Haja memória RAM. kkkkkk

    Atualizando de DDR3 para DDR4 está ótimo.

    DDR4 alcança níveis maiores de velocidade, frequência e consome menos energia que DDR3, além de ocupar menos espaço.

    Certeza que um aparelho com 2 GB DDR4 tem uma performance superior a um aparelho com 4GB DDR3.

    A Apple tem feito isso muito bem com os aparelhos dela, "economizando" recursos, inserindo arquitetura x64 (em 2012 se não me engano), inserindo DDR4 e 1GB de RAM em seus aparelhos e desenvolvendo o SO para o HW. Uma pena ser aparelho de "elite", muito caro no Brasil.


  • Galaxy s3 pode ser um celular velho para os tempos de hoje, mais ai chamar ele de merda e porque vc não conhece a história do Android. Um celular q marcou uma nova etapa em mobili.


  • meu Note 4 Exynos N910C tem 3GB de RAM, não tenho do que reclamar.


  • A Xiaomi é muito sagaz em preparar seu software em cima do hardware necessário, a minha utilização do Redmi 2 é plenamente satisfatória.
    Já tive Motorola, Samsung, LG, Sony, entre vários outros e não ha via obtido tal grau de satisfação, ainda mais levando em consideração o preço.


  • Sony com android puro na foto ????
    isso procede ?


  • Meu desculpe, mas meu S3 com 1GB de ram nunca me deixou na mão.


  • Pode não ser o principal, mas é um item importante, eu tive experiência com muitos aparelhos e sinceramente, é absurda a diferença de empenho em um aparelho com 3 gigas de RAM, vc sente o sistema fluir bem, sente mais leve, e consegue jogar jogos com tranquilidade, sem se preocupar com travamento, Meu primeiro aparelho que ultrapassou 1 de RAM foi o LG optimus g, depois dele nunca mais quis saber de aparelhos com menos de 2 gigas de RAM, Hj vejo as grandes marcas entupindo aparelhos de recurso com 1 giga de RAM, e sinceramente só lamento, pq pra mim é grana jogada fora.


  • Faltou o Z3 aí com 3 GB de RAM


  • 2GB de RAM é mais que o suficiente para uso diário em redes sociais etc.. Basta otimizarem o software e não seguir os caminhos da Samsung que enchem o aparelho de bloatware e não use uma interface tão pesada e ruim como a touchwiz.


  • Só quem teve um Galaxy Y ou Galaxy Ace com 250mb de RAM, sabe que a memória RAM faz muita, mas muita diferença mesmo


  • Os Meus favoritos sao motorola lg e sony


  • Smartphone com módulos de 5 GB de ram = Smartphone com o preço na estratosfera. Creio que deveriam focar em outros avanços: bateria, melhor gerenciamento de energia... essas sim seriam coisas relevantes do que apenas a competição para dizer quem tem o que à mais do que o outro.


  • Pessoal, o Android possui uma arquitetura diferente, como também outros S/O' S. Vocês falam tanto de desempenho de hardware e software mais esquecem de dizer sobre o garbage collection do java, isso e um fator muito importante, infelizmente o Android tem o java rondando também, não só essa linguagem, porém temos que entender isso. Aparelhos com 1 GB de RAM hoje no mercado não é caro. Pessoal leiam mais sobre como cada arquitetura funciona e especialmente do nosso querido robozinho Verde.


    •   44
      Conta desativada 13/12/2015 Link para o comentário

      Garbage collection, desde que parei de programar em Java não ouvia mais esse termo.

      rsrsrs.


  • Moto x play deveria ter no mínimo 3 gb de ram. Hoje em dia 2 esta ótimo mas como é um bom aparelho não da para ficar trocando de versões quando 2 gb ficar pouco. Memoria ram é tão cara assim? Essas coisas deveriam ser básicas. Infelizmente quando vi moto g com hardware praticamente de moto e kkk que mancada. Essa questão de optimização seria bem vinda mesmo, eu não entendo muito mas acho que parte e ate justificável pelo fato de Android não ser apenas de uma empresa como muitos falaram da aple, eu não nunca utilizei iPhone, mas já usei wp que é um sistema todo fechado com muitas poucas opções de se desenvolver algo e Android já é bem diferente neb. Eu não entendo mas isso faz sentido?


  • A versão do android Kit Kat roda sem travar com 512mb de ram


  • Então a Sony conseguiu no z5 domar o esquentadinho snap 810? ótima notícia!


    • Aparentemente sim tanto a Sony quanto a motorola apresentaram bons resultados com o snap 810


      •   44
        Conta desativada 13/12/2015 Link para o comentário

        Motorola não.
        Foi comprovado que o Moto X Force sofre de perda de desempenho em uso continuo. Já o Z5 não sofreu deste problema.


      • Pelo q ouvi falar o snap 810 ta abaixando o clock quando ele aumenta a temperatura , a Sony pode ter tido um melhor aproveitamento com o sistema de resfriamento , mais perda de desempenho creio q se exista deverá ser muito pouca creio eu.


      •   44
        Conta desativada 13/12/2015 Link para o comentário

        Se o clock abaixa o desempenho abaixa amigo.
        O clock abaixar é justamente a causa da queda de desempenho no Moto x Force, mas lembrando que o problema não é bizarro como aconteceu com o LG G Flex 2.
        Isso se chama throttling.

        =/


      • Sim mais como falei antes isso e do processador então os dois aparelhos tem queda de desempenho. Assim q o Snap dos dois aparelhos começa a esquentar ele abaixa o clock automaticamente perdendo um pouco do desempenho.


      •   44
        Conta desativada 13/12/2015 Link para o comentário

        Não é o mesmo caso Alisson, o Xperia Z5 e o Lumia 950 tem soluções thermais que não se faz necessário ativar o throttling do processador para abaixar sua temperatura, ou seja não há perda de desempenho.
        Thermal throttling é como um sistema de segurança, ele ativa quando o processador sofre um stress em sua temperatura que pode danificar fisicamente outros componentes da placa. O Moto X Force não tem uma solução thermal. O problema no Moto X Force não é tão bizarro pois o clock do Snapdragon 810 que consta nele, por padrão já está abaixo do normal, mas infelizmente se você causar um stress excessivo e constante no aparelho ele irá apresentar Lags (provado pelo anandtech, adrenaline e etc...). O Moto X Force não tem um solução para o problema, mas sim tem uma solução para "minimizar" o problema.
        O problema não é tão bizarro como ocorreu com o LG G Flex 2, que esquentava e as vezes chegava até reiniciar o smartphone.
        Mas não se preocupe, não é um problema que desmereça o Smartphone, ele continua sendo excelente. (Já o LG G Flex 2 não posso dizer a mesma coisa)

        Espero que agora você tenha entendido.


  • O processador do G Flex 2 é o SD 810 e não o 808, ou seja ele esquenta e tem problemas de desempenho. Além do mais que a versão brasileira só tem 2 Gb de ram e não 3 Gb!


  • Isso só vale pra Android mesmo! Pois no IOS a coisa é bem diferente. O Maldito IPhone 6 roda lisinho com um dual core de 2GHz e 1 Gb de Ram. Parece que o I.O.S consegue rodar tranquilamente con 512 MB de jogos, enquanto o Android pra fazer isso precisa de 2 Gb de RAM pra fazer isto!
    Maldito IOS!


    • Difícil querer comparar um sistema que só roda em um aparelho. Aliás, o sistema é feito para o aparelho. Aliás, sistema e aparelho são feitos pela mesma empresa. Se o iOS precisasse de hardware mais poderoso para rodá-lo, seria incompetência da Apple.
      Um exemplo de que o Android poderia ser igual foi o Moto X 2013 à sua época de lançamento. Tinha um hardware modesto comparado com os demais aparelhos da época, inclusive iPhone, mas entregava uma super experiência e desempenho ao usuário.


      • Douglas nem é isso o sistema da Apple roda os apps direto o Android emula os apps numa máquina virtual e ainda usa Java que tem um grande problema o Garbage collection que faz com que um app leve 3X RAM no processo de fecha dele do que o de abertura então resumindo ele precisa de muito mais RAM pra fazer o mesmo que o ios

        E outra o hardware que Apple usa não é nem um pouco fraco aquele processador e um dos melhores do mercado mobile a diferença é que Apple não precisa de números como vários núcleos, frequências de operação altas com intuito de atrair consumidor (eles já tem a maçã pra isso) então mechem em outros fatores mais inteligentes como o arquitetura pra efeito de comparação o A7 usa a arquitetura Clyclone que faz 6 transcrições por ciclo já a qualcomm utiliza a já defasada Krait que faz apenas três transcrições por ciclo trazendo pra um parâmetro simples e o mesmo que dizer que um núcleo do processador da Apple faz o trabalho de dois núcleos de um processador da qualcomm e ainda utilizando metade do clock do da qualcomm

        Apple nunca usou hardware simples não nem a Motorola com o moto X 2013


      • Eu não disse que a Motorola usou, no Moto X 2013, hardware simples, ela usou um hardware modesto. Embora possa parecer mesma coisa, não é. Basta comparar o Moto X 2013 com os tops de 2013 para se certificar.


    • eu acho que nao amigao.. minha esposa tem um iPhone 6 e na última atualização traba mais do que meu antigo galaxy s4...


  • Concordo com a opinião do Vinicius da Silveira. Que o foco deveria ser a otimização entre hardware & software, como a saudosa Nokia com o Symbian e a Apple com o IOS. Só para exemplificar, um iPhone 4S com 512 MB de RAM e chip A5 dual core 800 MHz roda sem engasgos o IOS 9.2 . Isso faz toda a diferença.


  • Hoje em dia o ideal é 2gb pra cima mas no caso do Android isso é muito necessário pq em outros OS 1gb roda beem tranquilo e liso e como sabemos, o android precisa além de uma bela otimização ver se consegue arrancar essa vm. Nativamente é o ideal, e já pensando no futuro.

    caso a Google criasse um OS em linux mas com todo o suporte como um Ubuntu possui, Windows, OSX, faria o Chrome OS ser monstruoso e assim criar um Android unificado tanto para smartphones quanto tablets e PCs assim como o Windows 10 está fazendo. Faria uma diferença e correria para o abraço da comunidade.


    Ubuntu tentou fazer isso com o Edge em 2013 mas sem financiamento a coisa n vai pra frente, com o peso da popularidade do Google em meio a isso, perfeito. Espero que vc "google", pense direito!


  • Tem pessoas que reclama de tudo. ... acredito eu na minha humilde opinião que a memória RAM foi feito para ser usado! Se não foi feito para o sistema usar quem vai usar? Memória RAM é uma memória volátil e foi feita para ser usado pelos app abertas ou o próprio sistema! Tenho um com 3GB de RAM e a memória livre é de 1GB sempre , mesmo com vários aplicativos abertos.


  • a Samsung tem a interface que acaba com metade desses 4 de RAM aí...


  •   100
    Conta desativada 12/12/2015 Link para o comentário

    Com 2 GB tá ótimo para mim
    Porém 3 GB ou mais seria melhor!


  • O aumento da memoria RAM não foi mais que obrigação, os celulares com baixa RAM ja estavam dando problemas, caso do moto g por exemplo (se vc tem um moto g que não trava eu quero que vá para a p*** que pariu), os topos de linha novos tem diversos recursos como câmeras, em termos, super potentes.. telas com super resolução, processador que superaquece igual a notebook kkk, e varias outras melhorias. Os celulares estão crescendo em um nivel absurdo e eu, como consumidor, fico muito feliz por isso (só não fico feliz com a TouchWiz da samsung, mas essa é uma opinião pessoal)


    • Eu tenho um Moto G que não trava :v

      Conta desativada


      • o meu tambem não trava, amigo. Com o root e fiz diversas melhorias nele.


      • Explica isso aí cara, que tipo de melhorias? Mexi em tudo que é possível mexer e nada faz parar de travar :v


      • os caras sao ninjas ou n tem nenhum app instalado que rode em segundo plano, ou simplesmente acha q travar é travar e ficar parado ali e ter q reiniciar p cel voltar a funcionar kkkkkk pq meu moto g2 travava horrores no android 5.0.2, so diminuiu na soak test do 6 e na cm12.1 q n via mais travamento algum


      •   44
        Conta desativada 13/12/2015 Link para o comentário

        Não sei qual a técnica que vocês utilizavam, mas quando eu tinha um Smartphone com 1 GB de ram ou menos, eu deixava ativo um script que ficava monitorando a memoria cached do sistema, e quando ela chegava a um limite determinado por mim, o script a limpava, como resultado nunca tive problemas de travamentos e lentidão. Inclusive esse técnica eliminava o problema de memory leak do Android 5.0.

        (O script que eu utilizava foi desenvolvido por mim, mas vocês conseguem encontrar outras alternativas na internet)


      • #Jonathan recomendo tu voltar para o Kit Kat.. em relação as minhas "artimanhas" tudo se resume a greenify, automateld, link2sd, FouderMount, lucky patcher, removedor seguro de apps do sistema, fim da rodagem do Facebook em segundo plano, fim do download automático do whatsapp, troca do App do menssager Facebook pelo UC Browser (que também desinstalei o Chrome e só tô com ele.. dentre outras melhorias na interface, apagar cache, com esse trabalhão todo eu deixo meu moto g2 liso e não saio do Kit Kat por nada..!!!!


      • ja usei greenify e boa parte desses citados, mas desempenho n melhorou muito do q ja tinha na cm12.1, n uso fb pq realmente come rios de ram, uso no chrome mesmo. Em relação ao kitkat n tinha travamentos nele em nenhum momento sem essas artimanhas, kitkat foi optimizado bem para 512 de ram, 1gb fazia milagre nele então. Creio até hj q ele foi bem optimizado por conta da propaganda com kitkat da nestle, ia ter um queima na marca se ele fosse mal optimizado.


    • Penso que o aumento de memória RAM é apenas mais um motivo para não ter otimização do software.

      Ter 1GB de memória em um smartphone é aceitavel sim. E não, os smartphones com menos ou igual a 1GB RAM, não estão dando problemas.


      • haha trabalho em um fabricante, e sim, dão muito problema, além de que o consumidor comum acha que pode usar como um computador de mesa e que nada terá consequências. Muitos Principalmente usam aquela bosta de PSafe que só fode tudo. Num cel com menos de 1gb.. meu amigo, aquilo vira uma carroça..


    • Blz Juliano✌
      Só Treta nessa matéria... Rs
      Bom fds ..abraço


    • Isso pq induzem o consumismo, deviam focar na otimização do sistema e melhorar o conjunto software e hardware.


  • um dia terei um desses com mais 2GB de RAM. Por hora, vou me contentando com o Moto G2


  • meu Redmi 2 Pro tem atendido me bem com seus 2 gb de ram!


  • Ao invés de pensar em mais memoria ram, mais gigahertz, mais nucleos de processador, mais mega pixels e mais resolução. O que acham de dar mais prioridade a otimização do android com o hardware dos aparelhos? O Android pode ser mais otimizado e pode sim ser rodado com fluidez em um aparelho com 512mbs de ram dual-core, ou 1gb de ram, não importa a versão que seja do android, basta focar na otimização que é sim possível, mas é um pouco mais trabalhosa. Se levarmos o fato de que as fabricantes de smartphones android não aproveitam nem 80% do que o hardware de seus aparelhos tem a oferecer, um pouquinho de otimização já seria o suficiente para os celulares continuarem cada vez mais baratos e ao invés de investir absurdamente em coisas que agora são inúteis como telas em 2k, ou 4k em Smartphones, seria melhor pra todos investir em resistência e duração de bateria, porque é isso que falta nos smartphones atuais.


    • Eu ja sabia disso a um bom tempo! Por isso e outras coisas simples do iPhone, que são muito bem desenvolvido, fazem toda a diferença e por isto fazem eles serem os aparelhos mais cobiçados do mundo!


    • Resumindo em poucas palavras: "hardware é barato e fácil de vender, software bom é caro e neglicenciado".

      Você nem precisa deter a tecnologia para produzir o hardware. Poucas fabricantes de dispositivos Android utilizam componentes projetados in-house. Se for ver o caso das SoCs para esses dispositivos, normalmente as fabricantes fecham contrato com fabricantes especializadas: Qualcomm, Intel, Samsung, Mediatek, Rockchip, Allwinner, etc. Se algo der errado, você pode culpar a sua fornecedora por te vender um componente inferior e despedir a gerência da equipe de engenharia por ter feito uma má escolha ao projetar o hardware do dispositivo. Se o dispositivo flopar nas vendas por causa de hardware ruim e/ou mal casado com o software, é só projetar e lançar um novo dispositivo, com componentes melhores e talvez um software menos problemático. É uma prática comum no mundo da tecnologia, principalmente em sistemas corporativos: se o software está muito lento, é só aumentar a capacidade do hardware dos servidores: mexer no código do sistema para otimizá-lo, apesar da boa intenção, é algo arriscado e que inevitavelmente gera bugs - e bugs fazem você perder dinheiro.

      O mesmo não se pode dizer do software, que no caso do Android, tem que ser otimizado para cada dispositivo, gerando a famigerada fragmentação do ecossistema Android. Considere que essa otimização tem que ser refeita toda vez que a Google lança uma nova iteração do seu sistema operacional. Considere ainda quando as fabricantes tem que decidir se investem a otimização para atualizar o SO em seus dispositivos com hardware já defasado, ou abandonam e focam a otimização apenas na sua próxima linha de dispositivos, tudo para se manter competitiva.

      No final das contas é mais barato e garante mais retorno investir no hardware mais robusto, que provavelmente compensa o software pouco otimizado para rodar nele. Em tempos remotos, a otimização do software era algo realmente necessário, pois o hardware era muito limitado. Hoje é algo deixado em segundo plano, pois o hardware evolui constantemente.

      A guerra de specs sempre foi uma estratégia óbvia das fabricantes para promover os seus dispositivos. Como posso te garantir que meu conjunto de hardware e software é superior em relação a concorrente, sem você usar e comparar lado-a-lado? Para o consumidor mediano, ele sempre irá sentir que está perdendo algo pagando caro por um conjunto hardware + software cujo hardware é inferior as concorrentes: o consumidor foi condicionado a isso, a ter prazer em ver números altos. Foi isso que fez o Moto X 2013 ser um fracasso em vendas mundialmente, apesar de elogios por parte da crítica por casar bem hardware e software, e considerando também o fato da Motorola na época ainda estar limpando sua reputação depois de quase falir e ter sido comprado pela Google. Tanto que a Motorola divulgava o SoC X8 do Moto X como um sistema octa-core, quando na verdade ela apenas estava somando todos os núcleos do SoC: 2 cores CPU, 4 cores GPU, e mais 2 coprocessadores single-core de baixo consumo para manter seus sensores sempre ativos para responder as interações do usuário. Esse conjunto não gerava um benchmark superior em relação aos concorrentes, mas somado ao software otimizado, trouxe uma boa experiência de uso.


    • Para de falar merda, nunca que um Android vai rodar com fluidez num smartphone com 512mb de RAM e processador.


  • Xperia Z2 tem 3GB de RAM e nem é desse ano


  • Erro acho que o ideal é 3GB, mas 2 já é bom.


  • Seria realmente surpreendente se a Samsung viesse com 5GB de RAM pro ano que vem, vejo a Samsung como uma ótima fabricante mas mercenária, acredito muito mais em outra empresa colocando 5GB de RAM em um top do que a Samsung.


  • Fabricantes poderiam parar de fabricar aparelhos com 1 GB de RAM


    • ou deveriam começar a otimizar o android e a google tbm para rodar assim perfeitamente, o problema está no OS que por mais que seja ótimo em várias coisas, por ter uma maquina virtual e não ser organizado em hardware e não determinar padrões, deixa tudo uma bagunça e pouco otimizado.

      Por isso que o windows phone mesmo o windows 10 esta muito mais fluido e iphones rodam liso. Problema tá no Android VM.

      Robozinho precisa mudar.


  • 2 gb de ram no android já é suficiente para rodar tudo o que tem direito sem travamentos nem nada (menos fb).


  • O android geralmente come quase a ram inteira optimizando o sistema o quanto consegue, e no android 6 isso ficou bem mais intenso. No final do dia ao por cel p carregar e ver o quanto de ram foi usada na media o dia inteiro, fica 700 megabytes de 1 gb de ram. Isso é otimo, o cache ta sendo melhor cuidado mas quando o celular ta em uso e com tanta memoria as vezes sendo optimizada meu celular esquenta quando se joga um asphalt.


  • 3 GB é mais que suficiente.


  • O sistema Android tende a utilizar toda a memória disponível do aparelho. Se o celular tiver 8Gb de memória RAM ele irá consumir quase os 8 gigas. Então dizer que 3Gb já é pouco, eu acho um exagero e só serve para o usuário ficar descontente e trocar de celular sempre que lançar um com maior poder de processamento e tarefas.


  • Cadê o moto maxx aí com seus 3GB de RAM ...


  • Tenho Zenfone 2 e os 4GB de RAM são mais que necessários, pois com poucos apps abertos ele já ocupa quase 3GB de RAM.


    • essa ram aberta é mais para optimização do aparelho ao todo, 4 gb torna um android um monstro de optimização do sistema, 2 gb já roda o android tranquilo p usuario hardcore


    • As pessoas confundem o sistema de gerenciamento do Windows com o do Android. No windows, se você tiver 8Gb de ram, o sistema vai usar memória confirme a necessidade dos programas em aberto, ou seja, você só vai ver 100% de memória usada ou se você abrir um mar de programas ou se tiver pouquissima memória ram. No android o gerenciamento é outro. O que ele puder manter de programa na memoria pra facilitar a abertura, ele o fará. Por isso é comum você ver o android com 80% da memória usada. Seja 1 Gb, seja 4 Gb. Eu tenho um note 2 e 2gb já ajuda muito (mesmo com a famigerada touchwiz).


    • O modo como SOs mobile gerenciam a RAM é diferente de SOs desktop como o Windows e distros Linux. O Android tende a manter a RAM sempre ocupada por questão de eficiência energética e responsividade. Inicializar um app do zero demanda processamento e gasta muita energia, e isso significa respectivamente demora na abertura do app e menor tempo com o aparelho longe da tomada.

      Manter a RAM livre é um desperdício de energia, devido ao que foi citado anteriormente, e RAM livre consome energia de qualquer modo. Se há um consumo exagerado de bateria com muitos aplicativos abertos, é porque alguns deles provavelmente estão rodando rotinas em background (sincronização ou processamento interno, uso de GPS, etc). Isso já é culpa do app em si, e cabe ao desenvolvedor dar a opção de desabilitar essas rotinas, caso contrário a única solução é matar o app ou desinstalá-lo em casos mais graves.

      O SO gerencia a permanência dos apps e seus caches em memória da melhor maneira possível seguindo esta estratégia. Assim, quando você abre um app pesado como um game 3D, e a RAM já estiver muito cheia, ela libera recursos matando automaticamente outros apps que ficaram em background, como o seu facebook, Whatsapp, etc. Esse comportamento homicida é mais intenso quando o aparelho tem pouco RAM, e por isso que demora tanto pular de um app para o outro nesses dispositivos: o app não estava mais na RAM, e o Android teve que ressucitá-lo, inclusive recuperando o estado em que você largou a tela do app.