O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

16 Compartilhado 139 Comentários

Os 10 smartphones mais inovadores dos últimos anos

Ah, os smartphones. O que seria deste site se não fosse a existência desse aparelho único e que, no caso, roda com o melhor sistema operacional móvel do mundo? Os smartphones mudaram o modo como as pessoas se comportam, se relacionam e seus estilos de vida. É claro que como em todo processo de evolução, um ou outro produto acaba se destacando, criando paradigmas e chamando mais atenção. Neste artigo, separei 10 modelos que considero como essenciais para a história do Android.

2012 - Samsung Galaxy S3

A cereja do bolo da linha Galaxy S

Os produtos da Samsung lançados antes do Galaxy S3 eram bons, como o Galaxy S2 e o Galaxy S2 Lite. O Lite foi, por algum tempo, inclusive, o meu crush. Contudo, o SIII foi o dispositivo que realmente deu origem a briga da Samsung com a Apple. Me arrisco a dizer que nenhuma fabricante tinha essa pretenção, de concorrer com o iPhone, naquele momento. Pelo menos isso não era assumido publicamente.

Só para você tem uma ideia, em apenas quatro meses de vendas o Galaxy S3 vendeu 30 milhões de unidades pelo mundo. O Galaxy S2, seu antecessor, vendeu cerca de 40 milhões durante todo o seu ciclo de vida. Pela primeira vez grande parte dos usuários estavam na dúvida entre esperar pelo lançamento do iPhone 5 ou comprar um S3. Potente, com visual único e rodando com um software totalmente diferenciado, o Galaxy S3 foi inovador em muitos aspectos.

androidpit samsung galaxy s3 1
O Galaxy S3 / © AndroidPIT

O modelo chegou a atrapalhar as vendas do Galaxy S4, seu sucessor, fazendo com a Samsung retirasse o aparelho de circulação um pouco mais cedo para que os usuários pudessem se interessar pelo lançamento da época. Hoje, o Galaxy S3 renderia um intermediário, e ROMs customizadas, por sinal, é o que não faltam pra ele.

2013 - Moto G e Moto X

A Motorola mudou o conceito de intermediário e top de linha

Vamos começar pelo começo, então, pelo Moto G 2013. Muitos dizem que foi impulsionada pelo Google, mas eu acredito que o Moto G iria existir de qualquer forma, visto que a Motorola precisava apostar numa nova direção que deixasse o conceito RAZR enterrado. A Moto apostou naquilo que as fabricantes ignoravam na época, ou então que fingiam não ver, que era a necessidade de um modelo com real custo/benefício.

Isso só era possível abrindo mão do software entulhado, investindo em especificações boas e num design que misturasse ergonomia e que também fosse versátil. Ao invés de lançar modelos e variantes, a Moto investiu em cores de capinhas para diversificar, algo inédito naquela época. Não apenas os brasileiros se deslumbravam com o aparelho, mas o Moto G é o best seller da Motorola até hoje devido ao seu sucesso mundial de vendas.

Era Moto G nos metrôs, trens, nas empresas e em todo canto. Houve quem tentou ignorar o modelo só para não ficar "igual a todo mundo". Mas, se você precisava de um bom smartphone, e só tinha R$ 700,00 na carteira, não havia muito o que fazer. A melhor opção, em 2013, era o Moto G.

AndroidPIT moto g 2013 8956
O primeiro Moto G / © AndroidPIT

O Moto X, por sua vez, fez algo único quando lançado, mudando a forma como interagíamos com o software. Comandos de voz era algo impensável, visto que eles nunca funcionavam bem. O Google Now estava engatinhando naquela época, então a Motorola resolveu criar um sistema que fosse inteligente o suficiente para ser a vitrine do produto. 

Outro ponto interessante foi que o Moto X colocou a Motorola numa posição de "empresa conceito", que é aquela que investe, inova e acredita no poder de suas próprias criações. De fato, a empresa investiu em sensores que entendessem movimentos do usuário e sua fala, e que pudessem também interagir junto com o software proporcionando uma experiência única.

AndroidPIT moto x 1st gen moto x 2013 8723
O Moto X 2013 / © AndroidPIT

As especificações do Moto X eram baixas para aquela época, mas ele rodava mais liso que muitos modelos que tinham um software cheio de recursos e altas especificações técnicas. Certamente, foi o primeiro smartphone realmente smart.

2013 - Xperia Z

O primeiro com tela Full HD

Logo no início do ano de 2013, muitos rumores estavam pipocado sobre o próximo lançamento da Samsung, o Galaxy S4. Todos queriam saber quais seriam as novidades do produto que iriam superar aquelas presentes no S3, que era um sucesso de vendas no momento.

Uma das apostas da imprensa era que a Samsung seria a primeira fabricante a comercializar um modelo com tela Full HD. Mas não foi isso que aconteceu pois, um mês antes do lançamento do S4 a Sony apresentou ao mundo o primeiro smartphone com tela Full HD, o Xperia Z. Aqui no Brasil esse modelo chegou como Xperia ZQ, variante do Xperia ZL, que por sua vez é um modelo mais básico do Xperia Z.

androidpit sony xperia Z3 8
O design do Xperia Z seguiu entre os Xperia (Xperia Z3 na foto) / © AndroidPIT

O modelo vinha com certificação à prova d'água, algo incomum na época, além de conter um hub que permitia os usuários do dispositivo acessar conteúdos elaborados para o PlayStation. O Xperia Z foi o primeiro com o conceito de design Omni-Balance, que foi usado pela Sony até o Xperia Z5.

2013 - LG G2

A primeira grande jogada da LG

Já deu pra perceber que 2013 foi um ano bem agitado em termos de lançamento, certo? O LG G2 foi um produto que inovou muito em termos de hardware e software. A LG optou por mudar o botão de energia e levá-lo para a parte traseira do aparelho, unindo-o com os demais botões físicos.

Essa não era uma prática comum, mas, hoje em dia, podemos perceber que inúmeros fabricantes levam botões físicos e o sensores biométrico exatamente para esse mesmo lugar que a LG inaugurou. Tanto que hoje nós olhamos para esses produtos e pensamos "nossa, isso é tão LG", ou "esse aparelho parece um LG".

AndroidPIT lg g3 vs lg g4 1478
Conceito criado no LG G2 presente no G3 (esquerda) e G4 (direita) / © AndroidPIT

O G2 veio com um painel LCD impecável, com resolução Full HD, mas construído de forma muito superior em comparação com o que tínhamos no Xperia Z. Com relação ao software, knock-code e knock-on inovaram na forma como o usuário podia customizar e interagir com o software. O LG G2 fez tanto sucesso que a LG ainda investe nessas mesmas características em modelos mais recentes, como o LG G5.

2012 - Nexus 4

O mais bonito e o crush dos brasileiros

Sim, tivemos o Nexus 5 no país, mas ele não era tão bonito quanto o Nexus 4. O Nexus 4 foi o primeiro dispositivo "by Google" que era diferente daquilo que tivemos anteriormente com os Galaxy S ou com o Galaxy Nexus, que eram aparelhos com "cara de Samsung". O software puro, a tela LCD de qualidade e o visual com quadrados reflexivos na traseira em vidro eram os pontos altos do modelo.

nexus 4 old article
O Nexus 4 fez sucesso no Brasil / © AndroidPIT

Quem teve um Nexus 4 sabe que o produto tinha um grande diferencial, que era, sobretudo, sua performance. É possível utilizar um Nexus 4 até hoje sem o menor problema, desde que, entre suas exigências, não esteja uma câmera de alto padrão. O sucesso do Nexus 4 foi tão grande que a LG foi a escolhida para colaborar com o Google na criação de outros dois Nexus, o Nexus 5 e o Nexus 5X.

2015 - Samsung Galaxy S6 Edge

A melhor inovação em termos de tela

O ano de 2015 foi um pouco pacato em termos de inovação, mas se teve um dispositivo que foi lançado naquele ano e que podemos chamar de inovador, este é o Galaxy S6 Edge. É impossível que uma fabricante consiga inovar sem antes arriscar, ou seja, colocando um produto à venda e oferecendo suporte para os seus usuários posteriormente.,

Como toda novidade, críticas não faltaram para o Galaxy S6 Edge, mas, atualmente, muita gente gostaria que a sua fabricante do coração tivesse uma versão "Edge" de ao menos um de seus aparelhos.

AndroidPIT IT Samsung Galaxy s6 edge vs s7 edge 1454
Galaxy S6 Edge e S7 Edge / © AndroidPIT

O conceito Edge também anda fazendo bastante sucesso na China e, por lá, já vemos Xiaomi e outras fabricantes incorporando essa característica em novos dispositivos. O mais interessante do S7 Edge é que o modelo foi desenvolvido para ser bonito e residente, mesmo tendo um aspecto fino e telas com bordas curvas, que eram sinônimo de fragilidade anteriormente.

De fato, o conceito Edge esteve presente no Note Edge, mas ele só ganhou destaque e foi melhor aprimorado com a chegada do Galaxy S6.

2015 - ASUS Zenfone 2

O primeiro com 4GB de RAM

O Zenfone 2 teve a façanha de chegar ao mercado com 4GB de memória RAM e chipset Intel, uma dobradinha que era  inédita entre os dispositivos Android. No caso do mercado nacional, o Zenfone 2 foi o primeiro dispositivo lançado com essa capacidade de memória RAM.

Muitos usuários se perguntavam se era necessário tanta memória RAM num dispositivo, mas, atualmente, alguns modelos estão chegando ao mercado com 6GB de RAM, como é o caso do OnePlus 3T e do Zenfone 3 Deluxe. A ASUS entregava junto com o aparelho um software recheado de recursos e que fosse produtivo o suficiente para tirar o máximo proveito dessa quantidade de memória.

AndroidPIT ASUS ZenFone 2 Deluxe 9694
O Zenfone 2  / © AndroidPIT

A Asus lançou ainda versões com 128GB de armazenamento e com design diferenciado. A versão de 128GB acompanha um cartão microSD de 128GB, permitindo que o usuário tenha à sua disposição 256GB de armazenamento total.

2015/2016 - Moto Z e Moto X Force

O conceito modular para o usuário comum e a tela inquebrável

Confesso que queria fechar essa lista apenas com o Moto Z, mas, olhando para o portfólio da Motorola, foi um pouco impossível virar as costas para o Moto X Force. Vou começar por ele então, que foi o responsável por renovar as esperanças dos usuários que estavam frustados em perder a usabilidade de um aparelho (ou ele por completo) apenas por conta da tela quebrada.

O esforço da Motorola na construção desse dispositivo foi enorme. Como disse anteriormente, a fabricante precisou abrir mão de alguns aspectos mais "moderninhos" para conseguir entregar algo diferenciado para os usuários, como espessura fina e leveza. No Moto Z Force temos a evolução dessa tecnologia, unindo esses dois aspectos mencionados.

androidpit MOTO Force 3
Moto X Force e sua tela inquebrável / © AndroidPIT

Já o Moto Z, por sua vez, foi o responsável por levar ao usuário comum um pouco do conceito modular, que era algo que tínhamos como distante da nossa realidade. É claro que muita coisa envolvendo a modalidade precisa ser otimizada, mas a forma de uso dos Moto Snaps foi algo minuciosamente pensada pela empresa. Basta conectar magneticamente e tudo funciona.

AndroidPIT moto mods heros 2325
Moto Z e seus módulos / © AndroidPIT

Nem o Moto Z e muito menos os Moto Snaps passam a sensação de fragilidade. É possível olhar para esses modular e notar que houve um trabalho e certa dedicação ali, e não apenas o interesse em comercializar algo novo e caro no mercado.

E aí, qual é a sua opinião sobre os aparelhos da lista? Qual Android você acha que inovou e ficou de fora?

16 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Ronaldo há 9 meses

    O moto x foi o grande divisor de águas da motorola, inclusive do android. O moto g foi a prova de que um aparelho pode ser bom, bonito e barato. Ele obrigou as outras fabricantes a elevar o nível dos intermediários sem cobrar muito. Foi meu primeiro smartphone e será inesquecével para mim. Hoje tenho o moto g4, mas nem de longe tenho o mesmo amor por ele que tinha pelo primeiro moto g. A lenovo removeu do moto z a principal função do moto x, que eram os comandos de voz offline. Hoje o que eles chamam de comando de voz é apenas um atalho para o google now. A lenovo poderia reinar absoluta, mas preferiu caminhar para o fracasso ao abandonar o legado da motorola.

  • Bruno Salutes
    • Admin
    • Equipe
    há 9 meses

    Spike, confesso que pensei no Mi MIX, mais especificamente no Sharp Aquos Crystal, que foi o percursor desse padrão. Contudo, optei em deixar a lista mais próxima daquilo que tivemos no mercado nacional, para que os leitores pudessem trocar experiências em cima daquilo que de fato eles puderam ter ou experimentar facilmente. Mas é claro que o Mi MIX vai ser considerado num artigo do mesmo gênero ou numa futura atualização dessa lista. Obrigado pelo toque!

  • Fabio Kuczkowski há 9 meses

    Na minha opinião o carregamento turbo também foi uma grande inovação nos últimos anos.

  • Laércio Henrique Da Silva há 9 meses

    Impressão minha ou e a Motorola que mais inovou ou reformulou as coisas nesses ultimos anos.

  • Denis há 9 meses

    Uma bela lista. Senti falta apenas de não ter um Galaxy Note na lista, pois foi o smartphone que implementou o conceito de phablet e o uso de uma caneta para usar na tela e isso mudou e muito a forma de interação com o smartphone, tornando-o mais profissional. Para mim, o Moto X foi mesmo algo inovador, funcional e prático. Parabéns pela matéria, Bruno.

139 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações