Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Smartphones poderão ter câmeras de 100 MP ainda neste ano
2 min para ler 17 Comentários

Smartphones poderão ter câmeras de 100 MP ainda neste ano

"Vários fabricantes" estão trabalhando nesta tecnologia. Chipsets da Qualcomm já suportam sensores de até 192 MP, embora eles ainda não existam comercialmente.

Em entrevista ao site MySmartPrice o Diretor Sênior de Gerência de Produto nas áreas de câmera, visão de máquina e vídeo da Qualcomm, Judd Heape, afirmou que alguns fabricantes de smartphones estão trabalhando junto com os fabricantes de sensores no lançamento de smartphones com câmera de 64 MP e até mais de 100 MP ainda neste ano.

De acordo com o executivo, estes fabricantes estão disputando uma “corrida” para serem os primeiros a lançar um smartphone com o maior número de megapixels. Ou seja, parece que a “guerra dos megapixels” está de volta. Heape afirma que, pessoalmente, é contra esta tendência, e prefere sensores com pixels maiores para melhorar a qualidade de imagem.

Faz sentido. Quanto maior um “pixel” em um sensor, mais luz ele recebe, o que melhora o desempenho da câmera no geral. Além disso, com uma “densidade” menor de pixels em um sensor, problemas como interferência elétrica de um pixel em outro, que pode causar ruído nas imagens, são menores.

A surpresa nas declarações de Heape veio quando ele confirmou que os SoCs da família Snapdragon, desde modelos intermediários como o Snapdragon 660 até o topo de linha Snapdragon 855, já incluem suporte a sensores de até 192 MP. Entretanto, a taxa de quadros nestas resoluções é menor do que 30 FPS, o que significa que recursos como MFNR (multi-frame noise reduction) e ZSL (zero shutter lag) não podem ser usados.

A nova geração de smartphones pode usar estes sensores de altíssima resolução para melhorar as fotos em resoluções menores, usando uma técnica chamada “Pixel Binning”, onde a informação de 4 pixels é combinada em um só. Ou seja, você tem um “pixel” que capta 4x mais luz do que na resolução nativa.

redmi note 7 06
O Redmi Note 7, da Xiaomi, tem câmera com sensor de 48 MP / © AndroidPIT

É uma técnica que já é usada por aparelhos no mercado: por padrão a câmera do Redmi Note 7, por exemplo, opera em 12 MP, ¼ da resolução nativa de 48 MP do sensor. E é mais antiga ainda: a primeira geração do Zenfone 5, lançada no Brasil em 2014, já usava Pixel Binning para melhorar as fotos no modo noturno.

E você, prefere smartphones com “mais megapixels” ou compraria um aparelho com “menos”, porém melhor qualidade de imagem?

Facebook Twitter 2 Compartilhado

17 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.