Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
#TBT: O primeiro Moto G a gente nunca esquece?
Motorola Moto G Hardware Dicas e Curiosidades 4 min para ler 128 Comentários

#TBT: O primeiro Moto G a gente nunca esquece?

Sempre fui fiel aos meus smartphones. O meu primeiro HTC Desire HD e o seu Gingerbread ficaram comigo por muito tempo; depois veio o Xperia T e, antes do Xperia Z2, passei seis intensos meses com a primeira geração do Moto G. Aproveitando a nossa série #TBT, nada melhor do que voltar no tempo e relembrar como o intermediário da Motorola me fez ver o Android de uma forma diferente.

Em novembro de 2013, a Motorola trouxe a primeira geração do Moto G ao mercado. Entre as principais características estavam o preço acessível e a experiência com um software muito pouco modificado em relação à versão pura do Android. Com 4,5 polegadas, o Moto G cabia perfeitamente na mão e chegou em um momento em que muitos smartphones começavam a chegar as 5 polegadas.

 

Meu primeiro contato com o dispositivo foi no AndroidPIT, quando o aparelho chegou para testes. Na época, utilizei o dispositivo por uma semana antes de escrever o review do Moto G. Terminada a análise, permaneci com o dispositivo para fazer processos tais como o desbloqueio do bootloader e o root deste intermediário.

AndroidPIT Throwback Thursday moto g 2013 camila rinaldi 1
Há três anos o Moto G era meu smartphone para tudo / © AndroidPIT

Nesta época, lembro também que o Moto G se tornou realmente popular no país, e a comunidade do AndroidPIT teve um boom, com muitos tópicos do fórum sendo criados para explorar toda e qualquer possibilidade do software do dispositivo. Realmente, a ausência de bloatwares e, claro, a rapidez com a qual a Motorola entregou a atualização do software da Jelly Bean para KitKat foi quase que histórica, especialmente em se tratando de um mid-range. Vale lembrar que o Galaxy S4, carro-chefe da Samsung na época, demorou meses para receber o mesmo update.

Acessando o fórum do Moto G aqui no AndroidPIT, é possível ter uma ideia de quão intensa a minha experiência com o aparelho foi, visto que todos os membros e proprietários do aparelho faziam questão de compartilhar tutoriais de instalação de ROMs, inclusive pequenas correções e adições de funções em ROMs já existentes começaram a surgir pelas mãos dos membros do fórum. Confesso que aprendi muito com os usuários deste tópico, principalmente com os moderadores da época.

Entretanto, a atualização do SO em tempo recorde, que ficou atrás apenas dos Nexus do Google, não foi o que mais me surpreendeu na época, mas sim o fato de que depois de 30 minutos embaixo d'água, o Moto G ainda funcionava, sem mesmo ter qualquer certificação de resistência à água. Para quem não lembra, vale um revival do vídeo abaixo:

Depois deste teste, permaneci com o Moto G por mais seis meses até que o destino resolveu nos pregar uma peça: eu o perdi em uma festa. Contudo, a minha história com o Moto G foi ainda mais longe, pois na semana em que perdi o aparelho, comprei o mesmo modelo e ainda continuei a testar os limites do mid-range da Motorola, como por exemplo em testes de queda e até mesmo a troca da tela.

Acredito que o Moto G foi realmente um divisor de águas no mercado mobile, especialmente no Brasil, onde os smartphones baratos ficavam quase sempre estagnados em uma versão defasada do sistema operacional e carregavam uma quantidade imensa de aplicativos desnecessários e desinteressantes.

Hoje temos smartphones na linha de intermediários realmente competitivos e penso que isso é uma consequência do buzz gerado pela primeira geração do Moto G.

E você, qual é o smartphone que você ainda lembra com carinho (ou não) e que deixou saudade?


Throwback Thursday (#TBT), em português, seria algo como Quinta-feira de Retrocesso. Trata-se de um hashtag que se utiliza para, a cada quinta-feira, as pessoas postarem fotos, vídeos ou qualquer assuntos que tenha acontecido há algum tempo. Toda quinta-feira, você irá acompanhar aqui no AndroidPIT experiências passadas de nossos editores com smartphones, gadgets e tablets. Fique ligado!

Os comentários favoritos dos leitores

  • Matheus L. 14/07/2016

    na época que comprei o moto g, eu não tinha noção nenhuma dessas coisas um belo dia simplesmente resolvi aposentar meu galaxy Y na época e pesquisar algum smarphone melhor, mais moderno. na época fiquei na duvida entre comprar o razr i ou algum outro que não me lembro agora. eu estava decidido entre os dois, foi qd eu li uma matéria que o moto g seria lançado no mês seguinte. vi tds os comparativos e resolvi apostar. esperei cerca de um mês até o lançamento e fui feito louco pesquisar p comprar. p meu azar foi mt dificil achar em loja física, já que era um lançamento, e qd achava o preço estava bem acima do esperado, já que no site da motorola podia comprar a partir de 600 reais. garimpei bastante e consegui achar um preço bom, não tão acima qt o do site e comprei. foi simplesmente uma das minhas melhores aquisições. eu sai de um limitado galaxy Y para um moto g. foi espetacular minha experiência. na época eu tinha o tim beta ainda, que era diferenciado msm (não o de hj em dia). eu fazia o que queria qd queria. mt bom. tenho meu moto g até hj, tela nunca foi trocada (tem apenas um trincado em linha na lateral), bateria ainda da p gasto, ainda tem um bom desempenho msm dps de voltar p rom stock. sou louco por ele rsrs

  •   47
    Conta desativada 14/07/2016

    Muito bom o texto. É muito gratificante ler sobre a experiencia de uso de outras pessoas apaixonadas pelo robozinho verde.
    Tenho uma longa e vasta historia com um Nexus 4, do qual eu sinto muita falta.

    :-[

    Meu preferido ever.

  • Phelipe B. 14/07/2016

    Nenhum outro smartphone foi tão marcante para mim quanto o Moto X original. Foi algo sensacional usar o Android em sua versão quase pura, o Kitkat veio na velocidade da luz, o aparelho não travava, a bateria tinha boa duração, eu gostava da câmera...
    Enfim, o amor foi tão grande que estou na linha X até hoje!

  • Ronaldo 14/07/2016

    Foi o primeiro smartphone que eu tive. O modelo music. Ainda hoje tenho o fone. O celular dei de presente, por sinal, está funcionando perfeitamente. Pretendo voltar para linha moto adquirindo o moto g4. Pra quem gosta de android limpo e atualizações rápidas, moto g é um prato cheio!

128 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • É... o Moto G 1° geração foi incrível mesmo, depois veio o 2° geração, o Maxx e atualmente o X-force sempre gostei do Android quase puro da Motorola excelente trabalho e que seja mantido sou fã da marca.


  • Ah... sdds do meu Moto G1! Me lembro que comprei um RAZR D3 na época e fiquei com ele por uns 10 meses, quando ele começou a dar problemas. Nesse período a Motorola tava passando por uma grande reformulação na mão da Google e já não fabricava mais os antigos modelos. Como a assistência técnica não conseguiu resolver meu problema, me ofereceram um Moto G de 16GB! Fiquei doido kkk


  • Mano ainda tenho o meu ate hoje. kk


  • E na minha opinião o Moto G4 e melhor do que o J7 que tem também a mesma coisa que o J5 se quiser atualizar o Android 6.0 tem que comprar o modelo 2016 do J7 e o Moto G4 tem atualização garantida até o Android 8.0 e os dois custam 1.300R$ mais e muito melhor comprar o Moto G4 por causa da suas atualizações das próximas duas versões do Android garantidas e ser mais potente que o J7 nada contra a Samsung mas os smartphones dela que na minha opinião valem a pena comprar são da linha A7,Note 4,5,6 e o futuro Note 7 e o Galaxy S7


  • O Moto G foi um aparelho fenomenal que foi lançado pela Motorola Que conseguiu fazer a Motorola sair da cinzas e mostrar que faz ótimos aparelhos tipo naquela época só tinha aqueles Samsung que não eram atualizados que se você quisesse atualizar tinha que comprar um Samsung novo ainda e assim hoje com o J5 que ele não foi atualizado para o Android 6.0 marshmallow e se você quiser o J5 com a versão mais recente do Android Tinha que abandona o J5 2015 que foi 1300R$ no seu lançamento e pagar mais 1300R$ no J5 2016 que vinha com Android 6.0 o que e chato que em outros aparelhos como o Moto G3 você comprava ele com o Android 5.1 Já sabendo que quando o Android 6.0 fosse lançado ele ia ser atualizado Ou seja na minha opinião o Moto G3 e melhor que o Galaxy J5 por que se você quiser ter um Galaxy J5 atualizado tem que todo ano que lança uma nova versão do Android pagar 1300R$ em outro J5 por que a Samsung não atualiza ele


  • Meu primeiro smartphone pessoal foi o Moto G 1ª Geração. Imergi em um mundo totalmente novo. Comecei a aprender o real mundo mobile com esse lindo e simples dispositivo. Hoje me serve como Smartphone de Urgência, caso algo dê errado com o meu Smartphone principal. Esse celular deixa, e deixou, uma marca muito significante na história dos smartphones. A Google reergueu a Motorola com esse dispositivo. Parabéns, Big G!


  • Meu velho moto G, resiste até hoje e vai muito além, meus filhos tem melhores, mas prefiro o lendário e primeiro MotoG, é um guerreiro fiel!


  • Tenho o Moto G1 Colors que comprei no lançamento até hoje. Seu Android limpo continua funcionando muito bem, tela sem nenhum trincadinho (e olha que já ganhou uma boas quedas, já que tenho gatos em casa...) ou risco. Na época, tava querendo trocar o meu aparelho antigo e resolvi apostar no lançamento. Melhor decisão.


  • Motorola sempre acerta em cheio em celulares. Desde o V3. Tenho um Moto G2 e não me arrependo. Uns dos melhores intermediários.


  • Ainda tenho meu moto-g1-collors 16 gb. Inteiro. Bateria ainda dura bastante. Nota 10 para motorola


  • O melhor celular que tive em termos de satisfação e funcionamento! Nunca me deixou na mao! Passei para minha filha de 9 anos que o adora!!
    Que venham mais ótimos mid-range que proporcionem essa ótima experiencia!


  • Eu já tive o prazer de ter o primeiro o segundo moto g agora estou com o moto g turbo editions 3 geração eu gostei muito de todos ,mas o atual com 2 gigas de memória RAM ,nossa é ótimo amei agora só estou esperando a nova atualização para o Android n


  • Eu estou com o meu Moto G2 há mais de um ano e meio e me atende muito bem. Estou pensando em pegar o Moto G4, mas estou com dó de desfazer do meu.


  • Lembro do meu moto G... Ai fui para o moto G2 pensando que ia para o 3 e 4, e parei no G2
    affs ...


  • Meu Nexus 5 morreu recentemente (R.I.P.) e estou usando o aposentado Moto G da minha irmã. Uma pena que ele não vira mais a tela e não funciona mais o sensor de proximidade (Culpa do maldito técnico que arrumou torto a tela).
    Imaginando uma expêriencia negativa com ele, me surpreendi. Consegui executar tudo igual no meu N5 apenas com diferença do tamanho e qualidade da tela / câmera e me surpreendi muito!


  • Um celular realmente incrível. Só daqui 1 mês que vou aposentar o meu Moto G 4G (1Gen), mas só porque meu irmão vai comprar um novo pra mim e vou dar esse guerreiro pra nossa mãe. sashashahsahs. Ainda não sei se vou pegar o ótimo Quantum GO ou o Moto G4 (pelo nível de amor envolvido), mas a certeza é de que foram 2 anos em que eu não fui deixado na mão em absolutamente nenhuma situação. Celular-mito!


  • Meu xodó é um moto X2, sem dúvida o melhor smartphone que já tive.


  • Tenho um S2 lite desde 2013, só que hoje está meio que aposentado kkk.


  • Realmente, o Moto G foi um divisor de águas para o mercado intermediário de smartphones! A minha experiência com o dispositivo foi ótima, ele me atendia perfeitamente.


  • Meu mg1 foi o segundo smartphone que tive, e achei sensacional sua qualidade em relação ao preço. A câmera decepcionava um pouco em comparação com meu primeiro smartphone, um Xperia mini pro, mas nunca fui de tirar muitas fotos mesmo. Mas a velocidade de processamento e memória de 16 gb me faziam feliz. Ele está hoje com minha mãe, que o adora.


  • aposentei meu moto g1 esse ano pra trocar pelo quantum go. foram dois anos de satisfação que nunca tive com nenhum outro celular, seria indentico o quantum se tivesse tanta liberdade de customização e rons, mas até agora estou gostando


  • Aposentei meu Moto G (2013) essa semana, é um ótimo aparelho e ainda está em perfeito estado, dei ele para minha mãe que está adorando.


  • Uso o meu G1 até hoje e não troco ou vendo por nada.
    melhores lançamentos que já teve, a Motorola/Lenovo quiser continuar como uma das marcas mais requisitadas deveria continuar a fazer lançamentos desses.


  • Minha passagem pela Motorola foi bem sucinta... coisa que durou quase uns 2 anos... há uns 10 anos, mais ou menos (com um V220).

    Confesso que peguei uma certa birra da marca por conta do aparelho, por detalhes de hardware que só apareceram depois de um tempo de uso. Mas vi bastante coisa interessante da Motorola sendo lançada desde então, como o Atrix, alguns Milestone, o MB502 (que foi o que começou a me dar comichão na extrusora por smartphone), assim como o flop do Xoom.

    Mesmo assim, a birra permanecia, e hoje, não posso deixar de negar a influência que o referido aparelho deixou aqui no Brasil. Por conta dele, muitas pessoas passaram a se interessar mais por tecnologia, e fizeram valer durante muito tempo o discurso "aparelho com bom custo X benefício". Infelizmente, a situação econômica não anda ajudando, e novos aparelhos tem sido lançados a valores estratosféricos, o que é uma pena.

    Espero mesmo, que um dia, possamos ter outra vez aparelhos com hardware e preços compatíveis.


  • Eu babava no comercial do Moto G, na época era O celular!
    iPhone? Nada, daora mesmo era sacar um Motorola com aquelas capas coloridas!


  • Minha experiência com o Moto G3 não vem sendo agradável como no G1. Acho que na época o processador era suficiente para rodar boa parte da loja, hoje em dia não é a mesma coisa e não houve um bom upgrade de hardware no quesito desempenho. Também vale lembrar que eram raros os aparelhos na faixa de preço do Moto G1 que embarcavam com 1gb de ram

    Conta desativada


  • Pra mim foi o Sony Ericsson live with Walkman, meu primeiro Android em meados de 2011, um dos primeiro com processador de 1Ghz, pra mim foi o melhor da época, o bichin rodava tudo inclusive gta 3 que era um dos jogos mais pesados da época, rodava liso..


  • .


  • Eu apeguei demais ao Moto G 1, possui dois o primeiro passei sete meses e fui roubado, na mesma semana comprei o segundo e passei mais tempo com 1 ano e seis meses com o aparelho. Fiz jogo numa loja de celulares e troquei pelo Moto G 3. Eu adoro essa linha moto.


  • O Moto G 1 foi um grande divisor de águas não só pelo seu software quase puro, mas por ser o primeiro smart com um preço realmente justo, que entregava o que prometia, ou até vezes mais, para a época. Isso por culpa da Google, que era dona da Motorola, e manteve com a marca uma política de custo-benefício imbatível. A pior coisa que aconteceu à Motorola foi a sua venda para a Lenovo, pois quase que instantaneamente, com a segunda geração de dispositivos, os preços deram uma guinada, deixando de ser compatíveis com a proposta inicial... e vem piorando até hoje!


  • sdds do meu moto g 1. como eu amava esse celular


  • Tive o meu primeiro G bem atrasado rsrsrs, muito bom, guerreiro com root kkkk, hoje continuo na linha só que com o Turbo Edition rootado que dei full wipe mas revivi! G ontem, hoje e sempre!


  • Ainda continuo com Moto G2.
    Graças a 'mah' influência do AndroidPIT.
    Muito feliz 😁


  • Foi nessa época que eu comecei a acessar o Androidpit, eu tinha comprado um nexus 4 a pouco tempo. Encontrei o site por acaso, pesquisei por camila rinaldi (uma amiga com o mesmo nome), era pra digitar no face mas eu digitei no Google e vim parar aqui hahahaha. Foi amor ao Androidpit e ao meu nexus 4 hahahaha e foi exatamente nesta época que deixei de chingar nos comentários do tecmundo hahahaha antes eram pelo face e comecei a ficar por aqui... Bons tempos!


  • O moto g foi o meu primeiro smartphone e o descobri por uma indicação despretensiosa e, QD fui buscar mais informações sobre ele era tudo o que eu queria, tinha potência, memória RAM, memória interna, qualidade de foto e, tudo isso, por um bom preço. Hj estou no moto g3 e o meu moto g está com a minha namorada q tinha um ruindowsphone. O moto g me surpreendeu pq pessoas ao meu redor tinham smartphones (cof cof, da Samsung em sua maioria) q eram verdadeiras porcarias. Por causa do moto g consegui influenciar algumas dessas pessoas a comprarem outros modelos da Motorola e, até mesmo, o moto g pq elas estavam desiludidas com as fabricantes dos seus antigos telefones. O que eu mais gostei no aparelho não foram as qualidades técnicas das suas especificações, até mesmo pq é obrigação do fabricante cumprir com o que promete, mas, sim, a questão do Android limpo. Até hj fico com dois pés atrás ao pensar em trocar de marca por causa disso. Sendo assim, o moto g é o melhor celular do mundo. Kkkkk. Só tenho uma coisa ruim a dizer sobre a marca "moto g"; acho negativo eles lançarem um modelo novo a cada ano, pois, em mim, gera uma sensação de ser lesado ao comprar um celular novo e, no mês seguinte ser lançado uma nova versão, eles poderiam fazer esses lançamentos a cada 1 ano e meio. Mais entendo a questão mercadológica e controlo a minha ansiedade pelo novo.


  • Olá a todos os integrantes do fórum, minha relação com este dispositivo e quase de Amor eteno, pois eu fiz a compra uma semana depois do lançamento, e foi este bumm todo muito bom ainda estou com este pequeno guerreiro, triste pois não esteve na lista de atualização do SO mais tudo bem, não fizeram o prometido ....


  • Rapaz, na época de lixos como Galaxy Pocket e Y, e falta de dinheiro, o que não esqueço era o meu querido Razr D1, era um bom aparelho pra época, não travava isso pra mim já era o suficiente, e ainda tinha uma câmera que pra aparelhos de baixo custo era ótima, de 5 MP.


    • Eu estou fazendo uso de um RAZR D1 aqui agora. Estou "brincando" bastante com ele. Só me desagrada o app de TV não querer funcionar de jeito nenhum depois que eu habilitei o root no aparelho (e tem o fato de quando ele ainda funcionava, a atualização para o KitKat adicionou um bug no app, uma faixa branca no canto direito da tela, que não exista no Jelly Bean). E falando no root, o mesmo não ficou legal, não. Fui obrigado a usar o King Root uma vez que o Framaroot que funcionava com ele no Jelly Bean não se mostrou compatível com o KitKat, e outras soluções como o Kingo Root não aceitaram o aparelho nessas condições. Não consegui colocar o SuperSU nesse carinha, e daí não consegui utilizar o Titanium Backup nele. Gostei de terem colocado aquele ícone do calendário que tinha nos outros RAZRs, que muda de acordo com a data. Mas, ao contrário do RAZR i, não veio com um app de Gerenciador de Arquivos, mas o app do próprio RAZR i funciona nele, embora seja limitado no sentido de não conseguir compartilhar nada via Bluetooth. E o player de vídeos da Galeria dá crash quando você abre um vídeo pelo gerenciador de arquivos, mas roda normalmente se você navega pela própria Galeria. Os novos apps de Câmera, Relógio e Telefone foram adições muito bem vindas, mas mais bem vindo ainda foi a tela de bloqueio, que ficou "pura" e exibe o controlador do Music Player. A função "Programa horário pra desligar" foi uma adição irrelevante. E estou chateado também porque com o GravityBox, não consigo fazer exibir a porcentagem da bateria do lado do ícone da bateria "nem a pau", sendo que meu irmão conseguiu fazer exibir no RAZR i dele.


  • lembro do meu moto x1 era foda pena q demorou muito para ir para o lolipop e vendi ele tb cansei de ouvir gente perguntando c eu tinha um moto g zzzzzzz dava uma raiva kkkk


  • Motorola RAZR hd e sua bateria monstra.

    CAV


  • De todos os aparelhos que tive, os três que lembro com carinho foram o iPhone 3G, meu primeiro smartphone, o Lumia 520, meu primeiro smartphone que teve o melhor custo benefício, e o Nexus 4, minha primeira experiência com um top de linha e também minha primeira experiência de qualidade com Android, visto que comprei ele no Jelly Beam e logo att pro KitKat, sendo um dos motivos pelos quais eu tenho preferência pelo android puro.


  • Tive Moto G 1, Moto G 2 e tenho agora o Moto G 4. Me arrependo amargamente de ter escolhido Xiaomi, Asus e Lumia (3 aparelhos no período de 7 meses) quando deveria ter pego o Moto G 3. Certamente meu próximo aparelho será o Moto G 5. Aparelho fantástico.


  • Galaxy 5 e o 551


  • Na época em que você começou a sua saga com o Moto G, foi justamente nesse período que comprei o meu primeiro smarpthone que foi a bosta do Galaxy Y duos...kkkkkk...estava pesquisando tudo sobre o sistema Android, pois era um universo novo pra mim!!! Descobri o Android Pit Brasil por acaso e nisso comecei a devorar tudo que havia sobre Hard reset, Root, ROMs customizadas e tal. Depois que peguei bastante experiência no assunto e mudei da água para o vinho o meu fudido Galaxy...kkkkk...descobri o Moto G por vc, grande Camila!!! Mas ainda não havia comprado ele!!! Em seguida parti para um Galaxy S2 Lite que era um pouco melhor e me deu uma experiência muito boa com o Android e como sempre lia sua saga com o Moto G, só em 2014 foi que comprei ele e alguns meses depois morri de raiva, pois foi lançado o Moto G 2014...kkkkkkk...que adquiri no final do mesmo ano e estou nele até hoje. O bicho esta super turbinado graças a esse site que sou fiel seguidor. Obrigado a todos que componhem essa família.


  • quando lançou era febre ... estava esgotando em todas as lojas


  •   85
    Conta desativada 15/07/2016 Link para o comentário

    Moto G foi realmente histórico, até hoje guardo o meu na caixa, só não tive coragem de colocar na água kkkkkkkk


  • Queria saber onde comprar um Nexus 6P aqui no Brasil


  • Ainda uso meu nexus 4 e o bichinho não atualiza mais, os únicos problemas de sempre foram a bateria e a falta da função reiniciar.


  • Fiquei 3 anos e meio com meu MotoG de 1ª Geração. Ele foi o aparelho que me fez entrar no mundo dos Smarphones. Como eu já disse em outros cometários, O MotoG 1 foi tão diferenciado que nenhuma fabricante, nem mesmo a própria Motorola conseguiu fabricar um novo aparelho a altura do seu Custo/Benefício.


  • Ainda tenho o meu, roda tudo legal com CM13, não tenho dinheiro pra comprar um Nexus 😢, mais feliz por o bixinho ainda me servir.


  • adorava meu moto G1 colors. aparelho não travava por nada...


  • Faz apenas um mês que larguei meu Moto G¹, com dois anos de uso, e resolvi começar uma nova aventura... Mas posso falar: ele sempre será lembrado como um smartphone excelente para mim!


  • Sem dúvidas, para mim, foi o razr d1, mesmo parado no jelly bean por muito tempo, foi o telefone que mais usei, e também onde expandi meus conhecimentos sobre o android. Foram raros os momentos onde ele travou ou me deixou na mão.


  • Até hoje lembro do meu moto g1, e olha que o meu era o mais simples, mas era bom demais!


  • O primeiro Moto G foi um divisor de águas na indústria mobile,com um bom preço e uma boa configuração,pra mim ele definiu os Intermediários


  • razr d1 mito, passou por várias aventuras comigo

    CAV


  • Realmente, o Moto G foi um divisor de águas no mercado e uma febre de vendas .


  • Meu galaxy, razr d1.. agr estou com um E2


  • Ainda uso o moto g 2013, e msm próximo de 3 anos de uso, ele é um bom aparelho, sendo meus únicos incômodos a pouco memória (8gb) e a bateria que perdeu seu rendimento ao longo do tempo.


    • O meu também é de 8 GB, uso só o essencial de aplicativos, fotos e vídeos no Google fotos, músicas via streaming e CM13 . Da pra levar mais 1 ano com mais 2 que ele tem vai pra 3 😂 😂


  • Fico triste só em pensar que eu poderia está com G1 mas aqueles miseráveis ladrões roubaram ele de mim, sem me deixar ao menos me despedir ... # eternoG1
    Estou com o g2 mas não e a mesma coisa ROM falcon fez história.


    • Comigo aconteceu algo semelhante, poucos meses de comprado o moto g3, fui roubado, mas graças a deus a vida continua e trabalhamos honestamente para poder viver e usufruir desse mundo com a cabeça erguida. Poucos meses depois comprei outro moto g3, com o qual escrevo esta mensagem.


  • Tive um moto g primeira geração, e confesso que me surpreendeu tudo que eu fazia com ele, rodava tudo sem travar e até hj ele ta firme e forte, ficou um ano cmg e ja está a mais de um ano com meu pai.


  •   100
    Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

    Como Camila Rinaldi escreveu na matéria...
    O Moto G1 era meu smartphone para tudo!
    Matéria muito legal!


  • na época que comprei o moto g, eu não tinha noção nenhuma dessas coisas um belo dia simplesmente resolvi aposentar meu galaxy Y na época e pesquisar algum smarphone melhor, mais moderno. na época fiquei na duvida entre comprar o razr i ou algum outro que não me lembro agora. eu estava decidido entre os dois, foi qd eu li uma matéria que o moto g seria lançado no mês seguinte. vi tds os comparativos e resolvi apostar. esperei cerca de um mês até o lançamento e fui feito louco pesquisar p comprar. p meu azar foi mt dificil achar em loja física, já que era um lançamento, e qd achava o preço estava bem acima do esperado, já que no site da motorola podia comprar a partir de 600 reais. garimpei bastante e consegui achar um preço bom, não tão acima qt o do site e comprei. foi simplesmente uma das minhas melhores aquisições. eu sai de um limitado galaxy Y para um moto g. foi espetacular minha experiência. na época eu tinha o tim beta ainda, que era diferenciado msm (não o de hj em dia). eu fazia o que queria qd queria. mt bom. tenho meu moto g até hj, tela nunca foi trocada (tem apenas um trincado em linha na lateral), bateria ainda da p gasto, ainda tem um bom desempenho msm dps de voltar p rom stock. sou louco por ele rsrs


  • Sony Xperia Z3 Compact. Celular top com tamanho pequeno, era o único que existia com essa característica (hoje não tem nenhum). O meu quebrou mês passado, e fui obrigado a comprar uma "televisão de bolso"... 😞


  • O aparelho que já mais esquecerei e teve comigo em uma boa parte da minha história com o androide foi o Moto G 1.


  • Uso até hoje e sinceramente a versão 4g merecia o marshmallow,, e olha que até agora ele bate de frente com muitos por ai.....

    Conta desativada


  •   8
    Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

    meu primeiro aparelho Android

    Conta desativada


  • O Moto G foi o meu xodó por mais de 1 ano, dentre tantos pontos positivos ele teve apenas 1 ponto negativo, um ponto bem crítico diga-se de passagem, a fragilidade da tela. O aparelho era lindo(na minha opinião) e incrivelmente rápido para sua faixa de preço porém a mais mísera queda que dei foi capaz de estraçalhar todo o display e deixar o celular inutilizado. O mais incrível era a ironia, pesquisando na net vi que havia pessoas que derrubaram seus aparelhos de janelas de mais de 1,5m e eles continuaram intactos e sempre a queda que destruía o Moto G era àquelas dadas em alturas irrisórias. A queda que mandou o meu para o conserto foi de aproximadamente meio metro, do meu colo no sofá para o chão.


    • Não posso afirmar, mas, por experiência alheia, vejo que as piores quedas são as curtas devido ao aparelho cair de quina (inclinados) e nas alturas maiores eles caem na posição horizontal. Constatei isso definitivamente com um colega do trabalho q comprou um Samsung de dois mil reais, colocou película de vidro e a tela quebrou, cogitei a possibilidade de ele ter caído de quina e foi certo, a tela dele rachou do canto inferior esquerdo para o meio.


  • Tenho um Moto G de primeira geração até hoje. Quando o atualizei para a versão 5.0.2 ficou muito ruim de ser usado, devido a lentidão e travamentos. Atualizado para a versão 5.1, teve uma melhora. Quando me convenci que precisava comprar um novo aparelho, testar a CM nele (nunca tinha usado custom rom) e tive uma grata surpresa. A melhora foi tanta em performance e duração de bateria, que até o snapchat que causava travamentos já não é mais problema. Verei até onde o velinho Mito G 2013 aguenta

    Conta desativada


  •   43
    Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

    eu não tive um smartphone que marcou mais do que meu celular da sony ericson o w580i


  •   43
    Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

    Apesar de não gostar da câmera, o moto g também foi o que mais me marcou, mas como troco de celular direto, mal da pra escolher.


  • Iniciei no Universo Android com o Xperia Mini Pro da Sony Ericsson, gostava dele por ser compacto e ter um teclado Qwert, quando precisava enviar sms, só que as 512 mb de Ram (384 reais) eram insuficientes para um bom funcionamento, e as 360 MB para o usuário, mais ainda. Os travamentos começaram e as teclas não obedeciam quando requisitadas, daí, o formatei e vendi. Após isto, comprei o S2 lite, que era um salto de inovações, em relação ao anterior, a versão dos sistema era a Ginger Bread. O dispositivo funcionava que era uma beleza, mas quando recebeu a atualização Jelly Bean, a 4.1.2, os 768 de ram (556 reais) mais uma vez se mostraram insuficientes e mais uma vez a seção de travamentos iniciou. Cansado de comprar aparelhos da gama média e depois ocorrer problemas, consegui vendê-lo, com a grana que recebi, juntei com outra e parti para um top, o S4 GT9505, que nunca me deixou me decepcionou.


  • Que saudade da Motorola :/ ...quero trocar de aparelho logo.


  • Anteriormente citei alguns dos muitos dispositivos tive. Porém houve, (e com certeza haverá de ter) dispositivos que foram "sonho de consumo", mas por um motivo ou outro não tive, como por exemplo: Motorola StarTAK Viper, Samsung Omnia, Nokia N80 8GB, Nokia 8800 Sirocco, Sony Ericsson Xperia (foi o primeiro Xperia fabricado).


  • Nao vou dar saudações a nenhum smartphone. Hoje tenho um moto g3 HDTV mas o que realmente me fez feliz foi um celular. O Siemens A52. Kkkk amava ele.


  • Eu comprei meu Moto G1 em janeiro de 2014, usei ele até sábado desse mês e resolvi aposenta-lo e comprei um Moto G3... aparelho incrível, tudo rodando super bem e tudo sem bugs ou falhas!


  • Know that felling. Meu sentimento é sempre pro meu Milestone 2. Meu grande abre olhos/portas. <3


  • Adorava o meu...um dos melhores celulares que eu tive.. até dar Hardbrick e morrer :/


  •   83
    Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

    Ñ sou muito saudosista, não me apego a aparelho nenhum. Prefiro trocar de smart td ano, aí sim!

    Conta desativadaConta desativada


  • Meu anterior chamado de Razr D3,fazia milagres aquele MTK..Não me deixava na mão,certa saudade mesmo..


  • Também tive o primeiro moto g e gostava muito dele,😠mas hoje em dia tenho o moto g3 que está fazendo eu ter infarto, tenho vontade de joga-lo na parede💩💩💩.Ele trava, esquenta, não está dando pra trocar os dados do SIM Card..tudo isso depois do android 6.0..Custei escrever esse texto agora vou ali tomar um tranquilizante..rsrsrs


    • Cara o teu problema quanto a troca de dados eh tão fácil de resolver que eu rir aqui. Simplesmente limpe os dados do app configurar. Simples. E o fato dele esquentar e travar eh o excesso de uso da RAM. Muitas vezes causada pelo app Facebook e seu irmão Messenger. Se quiser ficar tranquilo desinstale ou instale alguma versao antiga mais leve.


    • Seu relato me lembrou de um textão de um alienado que faz bastante sucesso em um artigo de ontem (aqui no androidpit mesmo), alegando que um aparelho com processador midiatek a 1Ghz e 1GB de ram é o suficiente para se ter um experiência fluida kkkkkk


      •   47
        Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

        kkkkkkk que isso Marcos, ta com dor de cotovelo.


      • Jamais! Apenas estava imaginando que se um moto g3 com snap 410 esta engasgando, o que será do pobre muv com o fraco midiatek kkkk


      •   47
        Conta desativada 15/07/2016 Link para o comentário

        kkkkk
        Sei não Marcos, lendo friamente o comentário do José Augusto, vejo um problema do usuário e não do smartphone.

        hipótese: como ele veio de um moto g que é um smartphone de 2013, ele tem um bom tempo de experiencia com Android. Todo usuário com o tempo começa a ter uma demanda maior de desempenho saindo do básico e casual. Então concluo, que a escolha dele foi errada, pois ele não fez uma analise critica do próprio uso.

        solução: Claro que existem diferenças entre o Modelo de 2013 para 2015, mas em se tratando de desempenho eles não estão distantes. O ideal seria ele ter migrado para a versão com 2 GB de ram, Turbo ou Moto X Play.


  • Tive um moto g na época. E realmente fiquei impressionado com a rapidez da atualização. E depois daquilio, nada nem parecido.


  • Moto G foi meu primeiro smartphone, na época estava pesquisando vários celulares quando vi o moto g que nem havia sido lançado, resolvi esperar pra comprar e fiz a escolha certa, ainda que na época a Motorola não era tão popular como hoje


  • O meu primeiro smartphone, foi o LG Cookie, fiquei com ele por mais de 2 anos ela um ótimo smart, mais já não supria minhas necessidades, logo após, comprei um Samsung Galaxy S Duos, fiquei por mais de dois anos também e hoje estou com um Samsung Galaxy Gran Prime, que está com quase 2 anos e tem me acompanhado em muitos lugares, sempre registrando tudo que eu considero interessante .


  •   47
    Conta desativada 14/07/2016 Link para o comentário

    Muito bom o texto. É muito gratificante ler sobre a experiencia de uso de outras pessoas apaixonadas pelo robozinho verde.
    Tenho uma longa e vasta historia com um Nexus 4, do qual eu sinto muita falta.

    :-[

    Meu preferido ever.


    • Nexus é Nexus né Elerson!
      Não dizendo que ele foi um divisor de águas, esse titulo merece ao Moto G, mas a liberdade total para um usuário ter e poder usufruir dessa linha, é marcante para todos nós.


  • Nenhum outro smartphone foi tão marcante para mim quanto o Moto X original. Foi algo sensacional usar o Android em sua versão quase pura, o Kitkat veio na velocidade da luz, o aparelho não travava, a bateria tinha boa duração, eu gostava da câmera...
    Enfim, o amor foi tão grande que estou na linha X até hoje!


  • meu primeiro smartphone android foi o moto g music e tenho ele ate hoje e não quero trocar ele nem tao sedo tou na cm13 e nunca me deu defeito nunca foi pra garantia nunca deu engasgos ou travadas tou super feliz ate hoje


  • Tenho, uso até hoje e minha esposa também. Instalei o Cyanogenmod nele com o Android 6.0.1 e tá rodando melhor que quando comprei. Moto G foi realmente um divisor de águas.


  • O meu foi o moto G primeira geração na versão Colors, o primeiro celular Android que tive. Me admirava o fato dele não travar e de ter android bem limpo. De lá pra cá, ainda uso ele mas como celular secundário, fiz root nele e uso para ouvir música entre outras coisas.


  • Meu primeiro Nexus, aa que maravilha!!
    Jamais te esquecerei


  • O que me marcou foi meu s3 que tenho até hoje( na luta, mas esta ai). Um ótimo smart para época. Meu último samsung, um dia ainda volto para samy.


  • Escolher apenas um dispositivo para mim é difícil, já que uso a telefonia móvel desde 1994. Então vou mencionar alguns: Da era antes dos Smartphones vou citar dois: Giro Moto V70 e o V3, eram puro estilo.
    Entrei no mundo dos smartphones pelo Samsung I710 com um Microsoft Windows Mobile 5.0 para Pocket PC e já com a caneta Stylus, isso lá nos idos de 2007. Conheci o sistema do robozinho através de uma matéria de uma revista intitulada: "Sua Vida Cabe Toda Aqui", e desde então tive vários devices, mas realmente o que posso dizer quem tenho boas recordações é o não tão antigo Moto X2, que me deu uma experiencia bem melhor que os antigos Galaxy S, S4 dentre tantos outros que tive.


  • O celular que me marcou (por vários motivos) foi o Galaxy Pocket. Foi o meu primeiro celular comprado com meu próprio dinheiro, o que me deixou super feliz e me fez ter mais cuidado com ele, foi o meu primeiro Android, o que na época era uma coisa incrível, um celular inteligente de verdade (antes disso eu tinha um Nokia 5233, que apesar de ter o título de smartphone, eu não o considerava como tal). Eu lembro que eu adorava aquele celular, inclusive voltei a jogar a pouco tempo um jogo que eu lembro que comecei a jogar nele. Depois mudei para um Lumia 520, que também foi uma experiência bacana, mas eu me sentia muito preso no Windows Phone, e acabou sendo o celular que passei menos tempo, uns 9 ou 10 meses, e finalmente, em março de 2015, comprei o meu atual Moto G2, e essa está sendo a melhor experiência com um celular que eu já tive, é um excelente celular, e que, diferentemente dos anteriores, me adaptei muito bem. Eu realmente não quero me desfazer dele quando chegar a hora.


  • Eu, Também tinha um Moto G ele era fruído não travava com o Jelly Bean e o KitKat pena que o Lollipop acabou com o desempenho dele #Ficadica


  • O que mais deixou saudade foi meu Nexus 5, tive 3 e foi o melhor e mais bonito smartphone que já tive. Hoje adquiri recentemente um Nexus 6! QUE APARELHO! é uma pena a linha Nexus não vir mais para nosso país..


  • Foi o primeiro smartphone que eu tive. O modelo music. Ainda hoje tenho o fone. O celular dei de presente, por sinal, está funcionando perfeitamente. Pretendo voltar para linha moto adquirindo o moto g4. Pra quem gosta de android limpo e atualizações rápidas, moto g é um prato cheio!