Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Tizen, WebOS, AndroidTV: como escolher o melhor sistema para sua Smart TV
Dicas e Curiosidades Samsung LG 4 min para ler 21 Comentários

Tizen, WebOS, AndroidTV: como escolher o melhor sistema para sua Smart TV

Apesar de ainda não querer uma Smart TV em casa, já testei alguns televisores e foi legal navegar pelos diferentes sistemas, aproveitar o que cada um tem de melhor. Mas qual deles pode atender melhor a demanda que você tem? Vamos conversar um pouco sobre eles.

De forma geral, temos três sistemas principais para Smart TVs: o Tizen, que aparece nas TVs da Samsung: o WebOS, que está nas TVs da LG; e o AndroidTV, que aparece em TVs Sony e TCL. Esses sistemas fazem muitas coisas parecidas, mas algumas particularidades podem levar à sua escolha.

Falando em preço das TVs, as mais baratas que você pode encontrar com um desses sistemas serão as LG e Samsung. Aquelas que possuem AndroidTV precisam de um hardware mais parrudo para aguentar esse sistema, que é mais exigente e são, desde as mais simples, mais caras. As 4K mais baratas são LG e Samsung, por exemplo, e elas são Smart TV.

tizen trt
Tizen / © Samsung

Porém, enquanto o WebOS é completo nas LG, as Samsung mais baratas possuem uma versão mais limitada do Tizen, com menos animações e elementos de interface, mas o sistema é basicamente o mesmo. O legal é que esses dois sistemas contam com apps para smartphone, e assim você pode ter mais controle através do seu celular.

O AndroidTV, por outro lado, tem a vantagem de estar intimamente ligado ao Android, caso o seu smartphone tenha esse sistema. Ou seja, com o app Home do Google você espelha facilmente a sua tela, dá comandos de voz dos mais variados e interliga sua TV com uma smart home do Google.

tcl p series roku tv 2017 06
Android TV customizado pela TCL / © Cnet

No caso das Samsung com Tizen, você já consegue conectar a TV com outros produtos smart da marca. Na verdade, o objetivo da Samsung é fazer da TV o hub principal da sua casa inteligente. Porém, ainda não temos a assistente da sul-coreana, Bixby, em português, e ainda não há datas para isso. Com a LG, em modelos mais caros, você pode comprar separadamente um controle que adiciona controles de voz ao sistema.

Na questão de navegação, acabo me inclinando mais para o WebOS, o melhor sistema de TV que usei até hoje. Não que eu tenha considerado os outros ruins, mas a facilidade de uso do WebOS chama atenção. Os três são bem completos, mas o controle remoto com movimento, no estilo controle do Nintendo Wii, é de uma facilidade sem tamanho.

lg webos home theverge 1 1020
WebOS / © The Verge

Nos outros dois sistemas, as coisas funcionam no botão, que precisa ser clicado até você encontrar o que precisa, e incluímos aí digitar palavras na busca, o que pode ser bem chato. O controle da LG, o Smart Magic, pode ter um scroll e muitos botões. Já o do Tizen é bem mais minimalista e permite controlar muitos outros periféricos nele.

Na usabilidade, acredito que o Tizen e o WebOS sejam os mais interessantes, pois possuem um menu que fica na parte inferior da tela, mantendo a imagem enquanto você usa. 

Para usar com o seu smartphone, quando você quer passar algo na telona, o AndroidTV, como falei, espelha facilmente tudo o que estiver aparecendo no seu celular. Já no WebOS, é preciso que o aparelho tenha suporte ao padrão Miracast. O Tizen é o mais limitado, pois só funciona com aparelhos que tenham o SmartThings da empresa, e só os Samsung possuem esse padrão.

Android TV
Android TV / © Divulgação

E caso seu principal uso sejam os serviços de streaming, pode ficar tranquilo: os três sistemas possuem apps dos principais serviços como Netflix, Prime Video, Globoplay, HBO Go e FOX+. Tudo roda de forma nativa, com uma única excessão: o padrão Dolby Vision de mais qualidade do Netflix só roda no WebOS e em algumas TVs da Sony.

Esses sistemas fazem muitas coisas parecidas, mas algumas particularidades podem levar à sua escolha.

Se você quer espelhar seus jogos, pode aproveitar o AndroidTV, que terá acesso à mesma loja de apps Play Store do Android, e por ter um hardware mais poderoso, vai rodar tudo sem problemas. No caso dos outros, você sempre pode resolver com um Chromecast ou com uma set-top box, que vêm com o mesmo sistema de uma AndroidTV. Temos artigos muito bons sobre isso abaixo:

Por fim, é isso: se você quer o sistema mais completo e mais fácil de usar, uma WebOS é a pedida. Se você já tem smartphone da Samsung, pode querer harmonizar seu setup com um Tizen, que é bem bonito e tem navegação interessante. E se você tem ecossistema Google, se quer jogos na TV sem engasgos e pode pagar mais, vá de AndroidTV (ou use as alternativas acima).

Qual o seu sistema de TV favorito?

21 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários