O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

45 Compartilhado 26 Comentários

Você sabe qual é a diferença entre AR e VR? Nós explicamos

Embora haja poucas dúvidas de que vivemos na realidade, empresas de tecnologia como a Google e o Facebook querem nos levar a mundos completamente novos. Estamos falando de Realidade Aumentada (AR) e Realidade Virtual (VR). Você sabe qual é o significado destes dois conceitos e por que eles estão tão em evidência nos últimos tempos?

Qual é a diferença entre Realidade Aumentada e Realidade Virtual?

  • Realidade Aumentara (AR): exibe campos e cenários virtuais com base no espaço do usuário. Esses espaços são processados com a ajuda de uma câmera, como a de um smartphone.
  • Realidade Virtual (RV): consiste em apresentar ao usuário um ambiente totalmente novo, levando-o assim para outros cenários e espaços.

Como funciona a Realidade Aumentada

O Google tem trabalhado em cima de ambos os conceitos. O Google Tango é um projeto de realidade aumentada que foi introduzido no mercado comercial com o smartphone Lenovo Phab 2 Pro. O Tango utiliza sensores e câmeras especiais que podem medir com precisão o ambiente.

O smartphone baseado no projeto Tango não é capaz de mapear apenas uma imagem bidimensional, mas sim três, criando um mapa do ambiente dimensional. Assim, o usuário pode reconhecer superfícies de mesas e elaborar projetos ou manipular objetos, como maquetes, bolas e outros. 

A realidade aumentada pode ser usada para outras finalidades que vão além do entretenimento. Aplicações baseadas em realidade aumentada podem ajudar o usuário de diversas formas, como o entendimento do meio ambiente. As informações que podem ser incorporadas em apps dedicados são inúmeras.

A realidade aumentada requer o uso de sensores para ser usada com mais precisão, contudo, muitas vezes o simples reconhecimento da imagem pela câmera já é o suficiente.

O Google nos dá uma amostra disso com o Google Tradutor, que é capaz de traduzir textos em placas, papéis ou em qualquer superfície através da câmera. Basta apontar, e todos os caracteres são traduzidos. A Sony também é outra empresa que dispõe de aplicações de realidade aumentada em seus aparelhos Xperia, especificamente no software da câmera. 

AndroidPIT 1600
Aplicativo de realidade aumentada do Tango / © Screenshots: AndroidPIT

Como funciona a Realidade Virtual

A realidade virtual não é projetada para mapear imagens em movimento. Em vez disso, o usuário verá uma imagem formada especificamente para ser projetada de forma imaginária ou virtual. Os óculos de realidade virtual garantem que os olhos humanos possam ter uma percepção real dessas produções em tamanho natural e de forma imersiva. Logo, conseguimos ver a realidade virtual tão certo como se estivéssemos vendo algo natural.

Desde o início, o Google está empenhado em levar a realidade virtual para a indústria mobile. O Google Cardboard foi uma tentativa de introduzir a realidade virtual para o grande público, e funcionou de certa forma. A qualidade da imagem é razoável, enquanto a usabilidade e o conforto está dentro (ou até acima da média) do que podemos encontrar em óculos feitos em papelão mais baratos. Com a plataforma Daydream, o Google dá mais um passo e oferece ainda um óculos compatível com a tecnologia, o chamado Daydream View VR.

AndroidPIT google daydream view 0632
Os apps de realidade virtual levam o usuário para outro mundo / © AndroidPIT

Outra gigante da realidade virtual é a Samsung. A empresa possui seu próprio óculos de realidade virtual, o Gear VR, além de ter desenvolvido em parceria com a empresa especializada nesse segmento, a Oculus, uma plataforma bem sucedida para jogos e apps VR.

De acordo com pesquisas de mercado, em 2016 a Samsung conseguiu vender 4,5 milhões de Gear VR. Muitos foram distribuídos de forma promocional junto com smartphones, principalmente o Galaxy S7. Empresas concorrentes, como a HTC, a Sony e o próprio Daydream VR estão longe de alcançar esses números.

A realidade virtual conta com muitas aplicações. Os jogos são mais populares. Qualquer um que tenha testado algum jogo compatível com VR sabe o porquê dessa preferência: o usuário pode olhar e interagir para qualquer lado do cenário, como se estivesse dentro do jogo. É claro que alguns usuários não são fãs desses tipo de interação, visto que é comum ter dores de cabeça ou tonturas após um tempo jogando.

Mas a realidade virtual não é feita apenas por apps e jogos. Fotos e vídeos feitos em 360 graus são outro ponto forte dessa tecnologia, que é bem explorada no Gear VR, da Samsung. Existem, inclusive, projetos que exploram e incentivam a criação desse tipo de conteúdo, como o Projeto 360, que é patrocinado por uma empresa que vende artigos para prática do montanhismo.

HoloLens: Microsoft e seu projeto de realidade mista

As pequenas telas dos smartphones limitam significativamente os aplicativos de realidade aumentada. A realidade virtual, por outro lado, faz com que seja impossível a interação com o espaço, visto que o usuário não vê nada quando está usando óculos VR. Pensando nisso, a Microsoft desenvolveu o HoloLens, um dispositivo de realidade aumentada que vai além das possibilidades oferecidas por um smartphone com essa característica.

hololens coop
HoloLens: mais do que realidade aumentada  © MICROSOFT

O HoloLens exibe informações no campo de visão utilizando um software. Usando os controles é possível interagir com os hologramas. Estes hologramas, por sua vez, são projetados nos espaços ao nosso redor, e é possível interagir com o mesmo sem a imersão da realidade virtual ou a limitação da realidade aumentada.

Conclusão

Ambos os conceitos se diferem bastante entre si. A realidade aumentada fornece informações de forma projetada, e depende de um smartphone devidamente capacitado para exibí-las. A realidade virtual isola o usuário do mundo real e requer um smartphone básico e outro dispositivo, no caso um óculos VR, para seu funcionamento pleno. Cada uma dessas tecnologias tem seu brilho.

45 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Henrique P.
    • Blogger
    há 8 meses

    A Realidade Aumentada seria uma mão na roda pra projetistas, design de interiores e mais um seleto grupo... A realidade virtual ainda não colou, porém mais cedo ou mais tarde ela vai colar e não vai haver ninguém que a tire de nossas vidas dali pra frente...

  • Lucas N. há 8 meses

    Se a tecnologia continuar evoluindo desse jeito, em alguns anos, vou ter um drone inteligente trazendo o meu café da manhã e preparando um espectro visual de como vai ser o meu dia kkk'

26 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações