Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

5 min para ler 7 Comentários

Xiaomi Mi 8 no teste da câmera: ele bate o Pixel 2?

Nas últimas semanas, pude testar o Xiaomi Mi 8 extensivamente. Claro, eu também olhei de perto para a câmera. Mostrarei a você neste teste de câmera do Mi 8 tudo o que pude perceber a respeito do conjunto ótico do mais novo topo de linha da empresa chinesa.

Um toque de teoria

Em seu último carro-chefe, a Xiaomi não instalou nenhum novo hardware de câmera, mas decidiu usar os mesmos componentes que o Mi MIX 2S. Na verdade, encontramos a mesma câmera dupla que catapultou o MIX 2S para os 10 melhores smartphones com câmera.

O sensor principal do Mi 8 é um Sony IMX363 com uma resolução de 12 megapixels e um tamanho de 1/2.55 polegadas. Os pixels fotossensíveis têm 1,4 microns de tamanho. A lente possui uma abertura f/1.8 e a câmera possui foco automático de detecção de fase de dois pixels e um estabilizador ótico de 4 eixos.

A segunda câmera também traz sensor de 12 megapixels, mas usa um tipo diferente de sensor. O número f da lente é f/2.4 e o sensor é significativamente menor, com um tamanho de 1/3,4 polegadas. Portanto, os pixels são menores  em -1 micrômetro. A lente tem uma distância focal de 56 milímetros e permite uma ampliação dupla sem perdas.

O Xiaomi Mi 8 é capaz de gravar vídeos em 4K a 60fps. O modo de câmera lenta captura vídeos em 1080p a 240 fps. Em contraste, o Mi MIX 2S permitia apenas 30 quadros por segundo para gravações em 4K. Vídeos de câmera lenta eram limitados a 120 fps. A câmera frontal está passando por uma grande atualização de 5 megapixels para 20 megapixels. A abertura é f/2.0. Infelizmente, não há mais detalhes sobre o tipo de sensor usado.

Otimização de software e funcionalidade IA

Apesar do mesmo hardware, o Mi 8 usa software aprimorado. A Xiaomi trabalhou principalmente na funcionalidade da IA. Isso torna os proprietários do MIX 2S felizes, porque com a MIUI 10 o smartphone sem bordas chegará ao nível do recém-chegado em termos de qualidade de foto.

Aqui estão alguns exemplos do que o Mi 8 pode fazer com sua câmera. Nesta primeira cena você já pode ver uma ótima gravação com uma excelente faixa dinâmica, que também foi aprimorada pela inteligência artificial.

Na foto você pode ver como a IA do Xiaomi Mi 8 otimiza as fotos. Ele extrai muitos detalhes de partes expostas da imagem. As cores também são mais fortes – mas permanecem naturais.

A IA também funciona com a lente telefoto, na qual não houve melhora em comparação com o Mi MIX 2S.

Infelizmente, a IA nem sempre consegue melhorar as fotos. Na cena seguinte, por exemplo, que mostra o relógio da Alexanderplatz em Berlim, a IA tentou melhorar os detalhes, o brilho e a cor dos objetos no relógio, mas acabou super-expondo o céu no geral.

Felizmente, você pode ativar ou desativar a detecção de cena e o modo IA com um único clique no aplicativo Câmera, para que você possa fotografar duas fotos em rápida sucessão e manter as melhores depois. É uma pena que não seja possível salvar a foto normal e a foto processada por IA ao mesmo tempo.

Quase sempre imagens satisfatórias

No geral, as fotos da câmera principal do Mi 8 foram muito boas. Boas o suficiente para me separar do meu fiel Pixel 2 XL, que eu pessoalmente ainda considero o melhor smartphone que já usei para fotos.

A faixa dinâmica do sensor principal é muito grande, mesmo sem o uso de HDR. O foco automático foi sempre rápido e preciso, e ao gravar os vídeos quase não notei alterações nos detalhes da imagem ao focar novamente (foco de respiração). A estabilização de imagem me decepcionou um pouco.

A câmera frontal é capaz de capturar muitos detalhes e até mesmo produzir um efeito bokeh satisfatório em boa luz. Em condições de pouca luz o ruído já se torna visível. Além do efeito bokeh, achei os efeitos de iluminação no modo retrato da câmera principal muito interessantes.

jessy lighting
Jessi sorri para nossas fotos de teste / © AndroidPIT

Infelizmente, a qualidade da imagem se deteriora rapidamente quando o sol se põe. Não me entenda mal, os resultados não são catastróficos e eu, pessoalmente, tenho visto fotos piores com pouca luz em outros modelos. Mas, em comparação com o Google Pixel 2 XL, vemos um nível mais baixo de detalhes e um intervalo dinâmico menor.

Nas bordas de algumas fotos, uma leve distorção na lente pode ser vista. Felizmente, meu colega Stefan (chefe de nossa equipe de foto/vídeo e fotógrafo experiente) e eu conseguimos identificar o problema. Somente fotos macro extremas são afetadas pela distorção. Fotos regulares não têm esse problema.

IMG 20180620 160231
A distorção nesta foto é mais perceptível quando você olha para as teclas de função acima / © AndroidPIT

Em setembro ficará ainda melhor

Embora o Xiaomi Mi 8 tenha conseguido me cativar com a câmera fácil de usar e seus ótimos resultados, existem alguns pequenos bugs nos quais a Xiaomi ainda pode trabalhar. Fotos em condições de pouca luz podem ser muito melhores. Graças ao aprendizado de máquina, a IA sempre pode garantir melhores resultados.

A versão final da MIUI 10 deverá ser lançada até o final do inverno. Portanto, espero que a Xiaomi consiga melhorar ainda mais o Mi 8. Uma coisa é certa: com um ótimo desempenho, um display OLED de alta qualidade e uma câmera tão competitiva, não há motivo para você se arrepender da compra de um Xiaomi Mi 8.

O que você achou da câmera do Mi 8?

7 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

Artigos recomendados