Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Opinião 4 min para ler 60 Comentários

Xiaomi fora da curva: por que o Mi Mix 2S chegou sem o notch na tela?

Dia 27 de março foi um dia atípico para o mercado da tecnologia, sobretudo para aqueles ligados nos lançamentos chineses. Huawei e Xiaomi, duas marcas que estão no top cinco das que mais vendem na China, lançaram dispositivos com características semelhantes, como o visual sem bordas, mas com números e propostas de uso distintas. O que mais me chamou atenção foi o Mi Mix 2S, um smartphone do ano que chega, felizmente, sem a grande tendência da atualidade: o recorde no topo da tela. Mas por que?

A Xiaomi é uma empresa teoricamente nova mas que já experimentou o sabor doce de atingir o ápice entre os usuários e também o gosto amargo de inúmeras derrotas no mercado. Uma coisa é fato, porém: a Mi vem aprendendo com o tempo em vários sentidos. O mais perceptível é o desvínculo da marca das criações da rival norte-americana, que vez e outra ocupa a liderança de vendas em sua própria terra natal, a Apple. Os produtos da Xiaomi estão perdendo, em grande parte, o "apelo Jony Ive" no design.

Como disse, isso acontece em grande parte dos produtos e criações da Mi, não em todos, visto que a MIUI continua sendo um software parecidíssimo com o iOS em termos de interface, por exemplo. Depois de perder posições no top 5 de vendas na China, inclusive para a Oppo, ver suas ações despencarem e, ainda por cima, enfrentar algumas decepções em países emergentes, como no Brasil, a Mi aprendeu uma lição valiosa, que é o valor agregado ao produto quando o mesmo entrega uma proposta ousada, original e, mesmo com aspectos fora da curva, mantém uma experiência igual ou melhor que a concorrência. Essa sempre foi a ideia da série Mi Mix.

xiaomi mi mix 2s
Esté é o Mi Mix 2s / © Xiaomi

O notch não está presente no Mi Mix 2S por várias razões, como a principal, ao meu ver, que é a manutenção de um visual que a própria Xiaomi lançou no mercado de forma mais ampla e consistente. Suas opositoras de mercado, como a OnePlus, a Huawei e a Oppo, por exemplo, estão colocando à venda diferentes modelos com notch da tela. Se contarmos com a Apple, que vantagem teria a Xiaomi em investir em algo que já está ficando "manjado" no mercado chinês?

Não somente pelo peso da "cópia", mas a Mi soube manter o produto bem posicionado em seu público e não cedeu as facilidades do mercado, que está fabricando telas com notch em grande escala na China e, assim, tornando um produto com tal característica mais viável financeiramente. Para este ano, somente as grandes, em originalidade, sobretudo, saberão dizer não ao notch. A Mi está de parabéns neste sentido.

Mi Mix 2S: especificações técnicas

Em termos de especificações técnicas o Mix 2s surpreende, pois aqui, inclusive, a fórmula é bastante simples: basta aumentar os números para encher os olhos da indústria e dos usuários. Temos um modelo com 8GB, 256 GB de espaço interno, Snapdragon 845 e um sistema de câmeras dupla na traseira com aberturas diferentes.

  • Tela: IPS LCD de 5,99" (2160x1080 pixels)
  • Processador: Snapdragon 845
  • GPU: Adreno 630
  • RAM: 6 GB ou 8 GB
  • Armazenamento: 64 GB, 128 GB ou 256 GB
  • Câmera principal: 12 MP (f/1.8) + 12 MP (telefoto, f/2.4), zoom óptico 2x, estabilização óptica de quatro eixos, flash duplo de LED
  • Câmera frontal: 5 megapixels (f/2.0)
  • Bateria: 3.400 mAh com suporte a carregamento rápido
  • Sistema operacional: MIUI 9.5 baseada no Android 8.0 Oreo

Ainda que o aparelho não tenha notch e não lembre o iPhone X, nesse sentido, a Xiaomi foi bastante categórica ao afirmar no evento de lançamento do produto que seu celular é melhor e mais potente que o modelo da Apple. No DxOMark, site que avalia câmeras de smartphones, o Mi Mix 2s marcou 97 pontos, que é a mesma pontuação do iPhone X, ficando atrás dos novos Huawei P20 e do Google Pixel 2. O Mix 2s chega custando a partir de R$ 1.700 em sua configuração mais básica. O produto será vendido somente na China neste primeiro momento.

O que você achou do Mi Mix 2s? A Mi acertou ao evitar o notch?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Luiz Henrique há 6 meses

    "por que o Mi Mix 2S chegou sem o notch na tela?"

    Simplesmente porque o designer teve bom senso.

  • Agnaldo há 6 meses

    Tá aí um exemplo a ser seguido e não uma aberração que todos andam seguindo

  • Stella Dauer
    • Admin
    • Equipe
    há 6 meses

    Sim, o Mi Mix não foi o primeiro a vir sem bordas, mas foi o que fez mais alarde quando chegou. Isso é precioso e a Xiaomi manteve. Não ia simplesmente aderir ao alarde dos outros (o notch) e abandonar o próprio destaque.

    O Mi Mix, apesar de ter câmeras sabidamente ruins, são muito elegantes e bonitos. Na minha opinião, trazem o melhor jeito de apresentar a câmera frontal.

  • Bruno Salutes
    • Admin
    • Equipe
    há 6 meses

    A Apple insistiu por anos em 8MP na traseira...

  • Sidney há 6 meses

    Parabéns para a Xiaomi que manteve seu design e não se rendeu à imbecilidade da tela notch, que é um nome bonito para uma aberração.

60 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados