Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

opinião 4 min para ler 114 Comentários

A Xiaomi pode ditar o futuro depois do lançamento do Mi Mix

Não tem como olhar para o novo Mi Mix e ainda assim acreditar que os smartphones estão caindo na mesmice. Com um design digno da expressão "fora do quadrado" e uma tabela de especificações técnicas superior, o novo smartphone da Xiaomi é tudo aquilo que um fã de tecnologia podia esperar de uma grande fabricante.

Ontem, logo após o anúncio oficial do Mi Note 2 e do Mi Mix, recebi um email da Elliptic Lab, parceira da fabricante chinesa na construção do novo Mi Mix. Neste contato, a empresa informou que trabalhou com a Xiaomi para trazer o sensor de proximidade de ultra-som ao aparelho. Caso você não saiba ainda, o Mi Mix possui um aproveitamento de 91,3% da parte frontal do dispositivo para a tela. Isso significa que a equipe de engenheiros da Xiaomi teve que ser muito criativa para entregar o que esta previsto no projeto.

A equipe de engenheiros da Xiaomi teve que ser muito criativa
xioami mi mix tela
Praticamente sem bordas, o Mi Mix usa 91,3% da parte frontal para a tela / © Xiaomi

Desta forma, para lançar um smartphone quase sem bordas, a Xiaomi teve que remover o sensor de proximidade e o speaker para ligações, e substituí-los por duas novas tecnologias. A primeira delas é a de ultra-som, que faz as vezes de sensor de aproximação. Assim, o recurso usa o som ou qualquer outra vibração a uma frequência ultrassônica e, oferece a chance de controlarmos o dispositivo a partir de gestos. Confira uma demonstração aqui.

Me sinto em 2020

Já o fato do speaker de ligações não existir, parece complicado fazer aquilo que levou o homem a criar o telefone: nos comunicarmos via chamadas de voz à distância. Bom, para tanto, a Xiaomi traz um sistema chamado "piezoelectric" speaker. Em outras palavras, isso significa que o som das chamadas irá percorrer o metal da moldura e entregar o áudio da conversa através da vibração das ondas sonoras. Me sinto em 2020 já!

Abaixo, você confere um vídeo do canal do Marques Brownlee, no YouTube, no qual podemos claramente perceber que quando temos o aparelho em mãos, parece que estamos segurando apenas um display. Afinal de contas, são 6,4 polegadas de tela:

Além de trazer uma série de novas tecnologias, o Mi Mix vem com um dos melhores componentes internos do mercado. O aparelho é embalado pelo poderoso processador Snapdragon 821, da Qualcomm, com clock de 2,35 GHz. Assim como o Mi Note 2, este "screenphablet" chega ao mercado com duas variantes de armazenamento: 4 GB de memória RAM + 128 GB de espaço interno, ou 6 GB de RAM + 256 GB de armazenamento.

Aproveitamento de 91,3% da parte frontal do dispositivo para a tela

A tela vem com resolução FullHD (2040x1080 pixels) e usa a tecnologia IPS LCD. É claro que o aparelho é enorme e vai precisar de uma boa capacidade de bateria e, também é claro, que o pessoal da Xiaomi sabe disso. O Mi Mix vem com uma 4.400mAh e, o fato determos uma resolução FullHD deve contribuir para a autonomia de energia. Além disso, temos o suporte ao padrão Quick Charge 3.0 da Qualcomm.

Por fim, o preço do Mi Mix é um dos grandes atrativos para quem quer ser o primeiro a contar com o que existe de mais novo no mercado mobile: US$ 516 (R$ 1.611,00) no modelo de 4GB de RAM e US$ 590 (R$ 1.842,00) no de 6GB de RAM. E gente, estou falando aqui de inovação, não da presença ou não da entrada minijack!

Com o Mi Mix, a Xiaomi acaba de mandar um aviso ao mundo: "daqui pra frente, vamos ditar o futuro". Em 2017, a história vai ser contada pela Xiaomi e pela Lenovo. 歡迎!

E aí, qual das novidades do Mi Mix você queria ter no seu celular?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Camila Rinaldi 26/10/2016

    Na caixa, vem uma capa de proteção, claro que a Xiaomi pensou nisso, mas óbvio, é um smartphone e a tela quebra...

  •   86
    Conta desativada 26/10/2016

    A Xiaomi realmente surpreendeu com o Mi Mix, eu não o considero só um lançamento, mas um desafio as concorrentes, o que é muito bom para o mercado. Acho que já estava na hora dos smartphones voltarem a evoluir, pq desde 2014 as coisas estavam meio paradas...

  • Fabiano Felipe 26/10/2016

    Se fosse a apple que tivesse lançado tal aparelho com toda essa tecnologia, acho que muita gente teria um orgasmo... Mas como não é... Digam agora que é cópia...

  • Fernando Henrique 26/10/2016

    Meu deus!!!
    Mi Note 2 ou Mi Mix....??

  • S_C 26/10/2016

    6.4 na diagonal de ecrã mas o tamanho real é comparável aos actuais Smartphones de 5.5

114 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados