Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: a segunda versão deveria ter sido a primeira!

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: a segunda versão deveria ter sido a primeira!

O Redmi 2 foi lançado há dois meses e já ganhou uma versão mais parruda, o Redmi 2 Pro. A nova variante entrega as mesmas especificações do modelo original, mas com a vantagem de possui mais memória RAM e o dobro de armazenamento. A convite da Xiaomi Brasil, o AndroidPIT foi até a sede da empresa em São Paulo, para conferir de perto do que o novo mostro chinês é capaz, além de descobrir quais são suas verdadeiras vantagens em comparação com sua versão predecessora. Confira nosso comparativo entre o Redmi 2 e o Redmi 2 Pro a seguir.

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Preço e disponibilidade

O Redmi 2 foi lançado pela Mi em agosto de 2015, e pode ser adquirido através do site oficial da empresa sem a necessidade de um evento de compras. O modelo está disponível na cor cinza escuro e custa R$ 499,00 à vista ou por R$ 549,00 em até 10 vezes sem juros. Segundo a Xiaomi, o Redmi 2 será comercializado em lotes limitados ao longo dos próximos dias.

O Redmi 2 Pro foi anunciado no dia 06 de outubro através da página oficial da Mi Brasil no Facebook. O dispositivo está disponível para pré-cadastro, e será oficialmente liberado para compra durante o evento de venda que acontecerá no dia 08 de outubro às 12h00. Os usuários devem se cadastrar com 12 horas de antecedência do dia e horário do evento de vendas. O aparelho será vendido por R$ 729,00 à vista ou por R$ 799,00 em até 10 vezes sem juros.

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Performance

Não existem diferenças visuais entre ambos os dispositivos: peso, dimensões, tela e o tipo de acabamento utilizado tanto no Redmi 2 quanto no Redmi 2 Pro são exatamente os mesmos. A maior diferença entre ambos os dispositivos está na performance, principalmente pelo fato do Redmi 2 Pro contar com o dobro de memória RAM e armazenamento interno. Portanto, iremos direto ao ponto que torna estes dispositivos diferentes.

Xperia redmi 2 unboxing
Redmi 2 (acima) é visualmente idêntico ao Redmi 2 Pro. / © ANDROIDPIT

Ambos os dispositivos saem de fábrica rodando com a MIUI 6 compilada a partir do Android KitKat 4.4.4. Essa versão da MIUI roda um pouco melhor na versão Pro do que no modelo original; entretanto, a chegada da MIUI 7 poderá manter ambos os dispositivos com a performance equivalente. A MIUI 7 foi totalmente otimizada para rodar em aparelhos com 1GB ou 2 GB de memória RAM, visto que essa versão promete ser até 30% mais veloz do que a MIUI 6 devido à otimização realizada entre a CPU e o software.

A MIUI 7 oferece um controle maior sobre aplicativos que utilizam serviços de localização, além do multitarefa ser totalmente alinhado com a inicialização de aplicativos pela CPU, mantendo apps mais exigentes desativados ou em segundo plano utilizando menos recursos do sistema. No entanto, até aqui temos dois dispositivos rodando com a MIUI 6 sem nenhum tipo de melhoria ou recursos diferenciados entre ambos.

redmidoisladoalado
MIUI 6 presente no Redmi 2 e no Redmi 2 Pro. / © ANDROIDPIT

Quando ambos os dispositivos são manuseados simultaneamente é possível notar que o Redmi 2 Pro lança aplicativos mais rapidamente, além de abrir os contextos e menus do sistema de forma mais ágil. O ganho em perfomance não pode ser medido apenas durante a operação do sistema, visto que é durante a abertura de jogos mais robustos que o Redmi 2 Pro se diferencia.

Executei o jogo Real Racing 3 em ambos os dispositivos com a configuração inicial de fábrica, ou seja, sem aplicativos de terceiros instalados ou recursos do sistema desativados. A diferença no tempo de execução entre o Redmi 2 e o Redmi 2 Pro foi de 0:13 segundos, com vantagem para a versão Pro. O desempenho semelhante também pode ser observado através do teste de benchmark AnTuTu, onde a versão Pro ficou apenas 739 à frente da variante predecessora.

diferencaderamredmi
Resultado do AnTuTu no Redmi 2 (esquerda) e Redmi 2 Pro (direita). / © ANDROIDPIT

Particularmente, acredito que o poder de processamento do Redmi 2 Pro ficará mais nítido em comparação com concorrentes do mercado, como dispositivos da Asus e Motorola. Quando comparado ao Redmi 2 o novo modelo não representa uma mudança drástica de desempenho.

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Especificações técnicas

  XIAOMI REDMI 2 XIAOMI REDMI 2 PRO
Sistema operacional MIUI 6 - Android KitKat 4.4.4 MIUI 6 - Android KitKat 4.4.4
Dimensões 134 x 67.2 x 9.4 mm 134 x 67.2 x 9.4 mm
Peso 133 gramas 133 gramas
Tela 4,7 polegadas 4,7 polegadas
Resolução da tela 720 x 1280 pixels - 312 ppi 720 x 1280 pixels - 312 ppi
Tecnologia de tela LCD IPS LCD IPS
Processador MSM8916 Snapdragon 410 (64 bits) MSM8916 Snapdragon 410 (64 bits)
Núcleos 4 4
Velocidade máxima 1.2 GHz Cortex-A53 1.2 GHz Cortex-A53
RAM 1 GB 2 GB
GPU Adreno 306  Adreno 306 
Armazenamento interno 8 GB 16 GB
Armazenamento externo microSD até 32 GB microSD até 32 GB
Chip-SIM Dual-SIM 4G Dual-SIM 4G
Câmera traseira 8 MP com abertura f/2.2 8 MP com abertura f/2.2
Câmera frontal 2 MP 2 MP
Conectividade Wi-Fi 802.11 b/g/n, A-GPS, GLONASS, Beidou, Bluetooth 4.0 Wi-Fi 802.11 b/g/n, A-GPS, GLONASS, Beidou, Bluetooth 4.0
Bateria 2.200 mAh 2.200 mAh

Redmi 2 vs. Redmi 2 Pro: Conclusão

O Redmi 2 Pro não substitui o Redmi 2, principalmente pelo custo adicional de quase R$ 200 cobrado pela variante "monstro". Podemos dizer que a Xiaomi lançou uma versão intermediária para competir em pé de igualdade com concorrentes do segmento intermediário, como o Zenfone GO, o Quantum GO e o Moto G 2015. O modelo original se se manteve como um bom dispositivo de entrada e uma opção interessante para os usuários que não desejam gastar mais de 500 reais em um smartphone. Claro que o preço do Redmi 2 Pro não é bem o que os usuários brasileiros esperavam da Xiaomi mas, como mencionei anteriormente, o novo dispositivo mantém a empresa mais próxima de fortes concorrentes do segmento.

Por R$ 799 o Redmi 2 Pro entrega uma performance melhor com a MIUI 6, mantendo as transições do sistema mais fluidas e a abertura de aplicativos mais rápida. Os 16 GB oferecidos pelo dispositivo são interessantes, embora uma versão com 32 GB de armazenamento interno seria uma verdadeira afronta para os demais fabricantes que concorrem nesse segmento. O Redmi 2 Pro é um lançamento interessante e um pouco controverso mas, em todo o caso, a chegada da nova versão mostra que a Mi está atenta e pronta para competir no mercado nacional.

E aí, o que você achou do Redmi 2 Pro?

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

58 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Com o CyanogenMod 13 oficial ficou perfeito.


  • Tenho a versão de 1GB com a MIUI 7.1.1.0 e tá o aço!
    *Tradução: tá bom demais! Roda tudo...


  • Quem precisar de película de vidro para Redmi2 e o Pró manda um zap para 11956186098 o melhor custo !


  • Colegas, meu Zenfone 5 cançado de guerra quebrou a tela. Agora preciso sair um buscar de um smart dual chip com bom custo benefício. Preciso de um dual chip porque tenho uma linha de dados e outra de voz. O que recomendam: Quantum Go ou o Redmi 2 Pro. Em favor do Quantum pesa a melhor performance, já em favor do Redmi 2 Pro tem a Miui que tive a oportunidade de testar e gostei muito. Também li em fóruns algumas reclamações quanto a bateria do Quantum Go e de negativo no Redmi 2 temos a tela menor (mas de boa qualidade) e o designer (depende do gosto). Qual desses recomendam?


    • Cara...vou te dar minha opinião dividida em duas opções:
      1°- Segura a grana mais um tempinho e pega um Moto X 2014,vale muito a pena!
      2°-É arriscado por ser uma marca nova,mas vai de Quantum,o Redmi está bem abaixo nas especificações e por mais que a MIUI seja linda, ouvi dizer que é pouco fluida,e daí você une isso com um chipset relativamente fraco,o resultado não deve ser tão bom!
      Tô botando fé na câmera do Quantum também!
      Quanto a bateria fico com um pé atrás mas hoje todo lugar tem tomada e qualquer coisa compra uma bateria externa que não é tão cara.
      A tela do Quantum sai na frente também!
      Daí tu vê, eu juntaria uma grana e pegaria o Moto X 2014 mas se não for viável essa opção, vai de Quantum


      • Você tá falando de algo que ouviu falar, não pôs em prática pra saber se é assim mesmo. O Quantum GO se mostrou uma farsa, coitado de quem comprou ele, pois tinha 1000 promessas, e nenhuma foi cumprida, além de não venderem mais a versão normal, e sim uma de 1100 reais, que não vale o que se pede, Quantum GO desde sempre foi uma bosta, mas se mostrou um verdadeiro trap.


  • Deveria ser lançado esse pro desde o início por o valor de 500 .


  • A Xiaomi vai fazer um evento com a venda promocional do Redmi 2 Pro, a vista por R$ 599,00 e a prazo por R$ 659,00 em até 10x. O evento de venda será realizado amanhã (20/10/2015).


    Abraços e boas compras.


  • Alguém que comprou a segunda versão poderia baixar o terminal emulator, reiniciar o dispositivo, executar este comando "dmesg | grep mmcblk0 > /sdcard/log.txt" e me postar aqui o conteúdo do log.txt?


  • Foi um tiro no pé a Xiaomi fazer tanto marketing por 1gb de ram e mais 8 internos...
    Como o título diz, isso já deveria ter vindo no primeiro, sem essas frescuras de ''Pro'' ou algo assim...


  • O aumento da memória RAM deve ser refletir melhor uma experiência mais fluida, visto que de vez enquando o redmi 2 da uma leve travadinha. Ele é um bom celular, não é apenas um lowend com ram, porque já se sai bem em vários quesitos contra os concorrentes, mas não é a mesma coisa que o mi 4i, esse sim é monstro, mas desanima porque pelo jeito não vai ser muito barato não.
    E nessa categoria temos o quantum go que parece um concorrente mais parrudo em vários aspectos, mas perde em câmera.


  • Eu estava pesquisando e achei um review no youtube onde a versão de entrada do Quantum faz 31000 no AnTuTu (a 4G bate 36). Pra pagar R$729 no Redmi 2, muito melhor ir de Quantum GO.


  • Meu próximo smart


  • Muito caro!


  • Pro? Kitkat?
    Eles colocaram esse Pro no final a fim de chamar atenção. É a mesma coisa de pegar um Moto G de 8Gb, acrescentar mais memória nele e chamar de Moto G Pro.
    E vamos atualizar esse sistema, Kitkat já deu o que tinha que dar. Nem o Lollipop é o mais recente.


    • gosto muito mais do sistema do meu Redmi 2 com KK que do meu LG G4 com Lollipop 5.1, este só curto a tela 2K e a câmera, a interface não me anima. A MIUI tem recursos incríveis como, por exemplo, nativamente gravar todas as chamadas telefônicas, controlar as permissões de cada app, coisa que só agora a próxima versão do Android vai incorporar...


  • Por esse preço, melhor o Quantum.


  • Só agora ? Quantum medo de perder mercado aqui em...rs


  • Recentemente tive a oportunidade de testar um Redmi 2, e achei o smartphone muito interessante, boa fluidez, e não apresentou engasgos.
    Ainda não consegui assimilar a tática de mercado da Xiaomi, mas ela sabe o que esta fazendo. Acredito que ela esteja em um processo de tomadas de decisões e provavelmente devem esta estudando a demanda do mercado brasileiro em períodos específicos.
    Achei interessante o lançamento do Redmi 2 Pro, é um aparelho com experiência similar a versão mais básica, mas com um multitasking muito superior (resultado de maior quantidade de RAM).
    Eu discordo que ele deveria ter sido o primeiro a ser lançado, senão o impacto de custo x beneficio não teria sido alcançado, e acredito que era esse o objetivo da empresa(vide artigos na internet na época de lançamento do Redmi 2).

    Muito bom o artigo Bruno Salutes.


    • A visão de mercado da Xiaomi é se espalhar entre os consumidores de telefone de entrada (consumidores que pensam muito no custo benefício que vc falou), criar um público cativo e, depois de conhecida e consolidada, lançar aparelhos mais tops. Aí, quem já é Mifã (que coisa horrível, fala sério!) vai fazer esforço pra comprar o novo, e quem não conhecia e passou a conhecer, mas não comprava porque queria um dispositivo melhor, já vai ter opção.

      PS: Concordo com vc na questão da ordem de lançamento


      • Entendo a estratégia dela, e ainda tenho esperanças dos tops chegarem com bom preço.. Mas por hora estou impressionado com a quantum patrocinada pela positivo ter lançado um smart bom assim por um preço bem acessível.... esperava isso da Mi... mas como a Mi está apenas começando por aqui ainda há de aparecer um top com custo benefício.. pois ano passado só teve o moto x de top com custo beneficio e este ano o zen2.... quem sabe no começo do ano que vem a MI dá as caras no segmento top... quem sabe.. agora é só esperar


  • Deveria ter lançado essa versão desde o começo.



  • Essa versão perdeu um pouco o custo-benefício que a primeira tinha. Não mudou o chip, não mudou a câmera, não mudou a resolução da tela. Enfim. Mas ainda está com um preço bom.


  • Eu não entendo porque a galera reclama tanto. Eu comprei o Redmi 2 e ele está me atendendo perfeitamente, ele não trava em nenhum momento. Estou muito satisfeito com a MIUI, era exatamente o que eu queria, não aguentava mais Android puro. Sai de um Moto X 2014 para o Redmi 2 e foi a melhor coisa que eu fiz. Irei dar esse meu Redmi 2, para minha mãe, e vou comprar o Pro amanhã.


  • melhor que o zéfone 5 pelo menos


  • Tenho o Redmi2 e ele trava muuuuito. Fica lerdo e por vezes nao liga no botão lateral.
    MAS, por 500 Reais não posso pedir muito.
    Fico no aguardo de um modelo mais poderoso e com mais RAM.


    • Achei que o meu tava com problema, mas como já li outros relatos de pessoas passando pela mesma situação que o meu, como você, fico mais tranquilo. Em janeiro eu pretendo pegar um aparelho mais potente pelo plano da operadora, até lá, o redmi 2 me serve com competência.


    • Se ele trava muito, não se contente em ser um aparelho de 500 reais, contate a Xiaomi para tomar as medidas cabiveis. o Redmi 2 e um ótimo aparelho e isso não é normal


  • Eu comprei o meu Redmi 2 somente pra testar a interface miui e usar o aparelho para instalar Rom, esta interface Miui é muito pesada para um aparelho de 1GB, eu estou usando a rom NX Nexus experience que no antutu faz 21706 ou seja faz bem mais do que o Redmi 2 pro, Xiaomi traga aparelho decente e não lixo


  • Eles fizeram certinho, lançaram um modelo mais barato pra conquistar os fãs, essa ideia de que "comprei o meu e agora ele é um lixo" é bobagem, se você gostou do primeiro vai adorar sua versão melhorada! Ué, a Apple não fez isso sempre? Não me lembro de ter dado errado kk



  • peguei o modelo mais simples por 249 reais pela VIVO cliente 4G


  • ninguem fala do motog2 e pior que o redmi2pro e todo mundo compro e os da samsung, sony do mesmo nivel sao milzao
    e muita gente compra


  • Achei viria por uns 700 em 10x e por 630 a vista, mas o dólar não deixa


  • Acabou ficando caro, deveriam colocar a uns 649 no máximo... Nesse preço compensa mais o quantum GO que tem um desempenho MUITO superior!


  • Bruno Salutes, diz aí pra gente qual é o grau da diferença de performance/fluidez com o dobro de RAM na MIUI! Uma coisa é certa: com mais RAM dá pra abrir mais app ao mesmo tempo e jogar jogos mais pesados. Eu nunca mais compro tablet/smartphone com menos de 2gb de RAM...me arrependi do meu Dell que tem uma GPU potente mas só 1gb de RAM, pois os meus jogos ficam muito prejudicados.


    • Eita Felipe, não sei qual Tablet é o seu, mas eu tive um Nvidia Tegra Note 7 que possui apenas 1 gb de ram, e ele rodava todos jogos bem fluidos. Gostei tanto do Tablet que ia comprar o Nvidia Shield Tablet mas infelizmente essa verão não veio para o Brasil.


      • Gaki o meu é o Dell Venue 7 3740. Tem a Gpu Power VR G6200 que é muito poderosa, quase no mesmo pé da Adreno 330! Mas sinto que os aplicativos nativos da Dell ficam consumindo RAM desnecessária e na hora de rodar o Asphalt 8 ou Real Racing 3 dá pra sentir a diferença...no meu NOte 3 os dois jogos rodam com perfeição...pode até ser que nem seja problema só da RAM mas também da cpu intel do tablet...tem muitos jogos high end que não se dão muito bem com cpu intel por causa dos drivers que ela não libera...


    • Felipe, tudo bem? Como mencionei no texto, a diferença de performance na operação do sistema é mínima. Nota-se que alguns travamento entre as animações da MIUI no Redmi 2 não acontecem no Redmi 2 Pro, por exemplo, mas isso é algo que não acontece toda hora no sistema. Na abertura de aplicativos mais robustos, como o Asphalt 8 citado, dá pra notar uma leve diferença na velocidade. Mas, particularmente, como a MIUI é pensada para esses modelos a sensação que tenho é de estar comparando um iPhone 5S com o iPhone 5, ou algo do tipo. Sem muitas diferenças.


    • As vezes acho que meu tab 2 faz milagre em rodar Real Racing 3, de vez em quando fecha sozinho e existe muitos travamentos durante as corridas e até mesmo na interface do jogo, porém da pra jogar!


  • com 16gb ja da pra brincar kkk


  • A Mi pronta para competir no mercado nacional? Vai demorar muito, acho, pra isso ser verdade. Infelizmente! MIdecepcionou...


  • Muitos estão esquecendo que a lei do bem foi revogada, sendo assim aparelho pós essa revogação não terão esse incentivo, colocando os 15% em cima desse valor da uma diferença de aproximadamente 160 reais, 8gb a mais e 1gb de ram esta justo a diferença


    • Rafael, a lei do bem só deixará de surtir seus efeitos em 01/dezembro próximo, o que quer dizer que todos esses aparelhos intermediários ainda subirão de preço.


      • E ainda mais Eduardo Pessoa, muitas lojas irão se aproveitar disso.
        Não teremos essa baixa de preço imediatamente, com certeza, ela vai ser sentida somente em 2016. Vai ser como a época de IPI reduzido.
        Vamos ver muitos anúncios de natal com dizeres semelhantes: “Últimos dias, corram para adquirir seu smartphone antes do fim da lei do bem.”

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.